Close
Metadata

%0 Report
%4 sid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.10.11.37
%2 sid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.10.11.37.21
%T Desenvolvimento de espelhos de BRAGG utilizando silício poroso
%D 2019
%9 RPQ
%P 35
%A Silva, Ana Carolina Fernandes da,
%A Berni, Luiz Angelo,
%@affiliation Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@electronicmailaddress fanasilva2@gmail.com
%@electronicmailaddress luiz.berni@inpe.br
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%C São José dos Campos
%K Silício Poroso, Espelhos de Bragg, SLIM, Degradação, Sensores Ambientais.
%X O silício poroso, desde sua descoberta em meados da década de 50, vem atraindo interesse de pesquisadores devido as suas propriedades ópticas. Esse material pode ser fabricado através de ataque eletroquímico, utilizando ácido fluorídrico. Uma técnica utilizada para caracterização dessas amostras, dando informações sobre a refletância, porosidade, índice de refração e espessura da camada porosa, é chamada de Espectroscopia por Infiltração de Líquidos (SLIM). A partir do silício poroso, também é possível fabricar espelhos de Bragg, que podem ser utilizados em sensores ambientais. Nesse projeto, primeiramente, se teve foco no estudo das propriedades ópticas do silício poroso, produzindo-o em diversas condições de ataque eletroquímico. Os resultados mostraram que há um comportamento diretamente proporcional entre espessura e porosidade em relação à densidade de corrente e uma relação inversamente proporcional entre o índice de refração e a densidade de corrente. Com essa etapa concluída deu-se início a produção de espelhos de Bragg, caracterização das suas propriedades e também o estudo da degradação. Com estas amostras armazenadas em vários meios diferentes, álcool, ar e vácuo, pode-se afirmar que a amostra armazenada em álcool e em vácuo tiveram uma grande degradação do início do estudo. Já a amostra em ar foi se degradando ao longo do tempo. Além disso, foram produzidas algumas amostras para serem testadas como absorvedores de radiação solar.
%@language pt
%3 ANA CAROLINA DA SILVA.pdf
%O Bolsa PIBIC/INPE/CNPq


Close