Close
Metadata

%0 Report
%4 sid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.16.12.28
%2 sid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.16.12.28.37
%T Roteirização dos veículos de coleta de resíduos sólidos urbanos utilizando SIG
%D 2019
%9 RPQ
%P 35
%A Costa, Natan Ruan Machado da,
%A Ometto, Jean Pierre Henry Balbaud,
%A Nascimento, Victor Fernandez,
%@affiliation Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
%@electronicmailaddress natan.ruan@ufrgs.br
%@electronicmailaddress jean.ometto@inpe.br
%@electronicmailaddress victor.nascimento@inpe.br
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%C São José dos Campos
%K resíduos sólidos urbanos, coleta e transporte de resíduos, otimização de rotas.
%X O aumento da produção de RSU no mundo é consequência direta do crescimento da população e do consumo exacerbado de produtos e serviços. A cada ano se produz mais RSU, os quais precisam ser corretamente coletados e transportados. Esta etapa do gerenciamento dos RSU que aborda a coleta e o transporte de resíduos das cidades até um aterro sanitário é uma das etapas que mais consomem recursos financeiros, além de causar danos ao meio ambiente através das emissões de gases do efeito estufa. Esta pesquisa tem como princípio fundamental a análise de otimização de rotas dos veículos de coleta de RSU para dois municípios no estado do Rio Grande do Sul, um de pequeno porte e outro de grande porte. Para isso foi utilizado a ferramenta Network Analyst dentro do ArcGIS para identificar as melhores rotas para veículos coletores. A partir desta informação foram estimados os custos e as emissões para realizar a coleta. Os cálculos feitos e os resultados encontrados para os dois municípios foram feitos com base em algumas considerações como, por exemplo, a quantidade de litros de combustível necessária por quilômetro rodado, o valor do diesel e a quantidade de dias de coleta durante um ano inteiro para estimar os valores anuais de gastos das prefeituras com as rotas geradas e os impactos envolvidos. A definição de caminhos mais curtos e a efetividade da coleta, caso haja a implantação do estudo, trará aos municípios escolhidos melhores serviços de limpeza pública e o recolhimento de RSU se tornará mais eficiente, barato e sustentável.
%@language pt
%3 NATAN MACHADO.pdf
%O Bolsa PIBIC/INPE/CNPq


Close