Close
Metadata

%0 Report
%4 sid.inpe.br/mtc-m21c/2020/06.30.19.52
%2 sid.inpe.br/mtc-m21c/2020/06.30.19.52.30
%A Manzanete, Isabella Rangel,
%A Chou, Sin Chan,
%A Gomes, Jorge Luís,
%@affiliation
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@electronicmailaddress isabella.manzanete@cptec.inpe.br
%@electronicmailaddress chou@cptec.inpe.br
%@electronicmailaddress jorge.gomes@inpe.br
%T Refinamento das previsões do modelo ETA/INPE para aprimorar a detecção da doença de citrus
%D 2016
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%C São José dos Campos
%K modelo ETA, citrus.
%X A produção de suco de laranja no Brasil pode ser afetada por fatores meteorológicos. A Podridão Floral dos Citros (PFC) é de ocorrência esporádica na maior parte dos pomares do Estado de São Paulo, mas pode ocorrer de forma devastadora quando há elevada frequência de chuvas durante a florada causando longos períodos de molhamento foliar. Sistemas de previsão de epidemias são particularmente úteis para o controle de doenças de ocorrência esporádica, pois eles podem evitar o uso de fungicidas em anos desfavoráveis e devem prever, em anos favoráveis, a ocorrência de infecções e a necessidade de aplicação de fungicidas. Novos sistemas estão sendo lançados à medida que a previsão do tempo vem se tornando mais acurada. Desta forma, é possível utilizar a previsão para uma determinada região geográfica e aplicar modelos de riscos de infecção, considerando as variáveis meteorológicas futuras, e consequentemente prever a necessidade de aplicar ou não fungicidas. A correção das previsões para esses pontos onde são cultivadas plantas Citros, tem como objetivo auxiliar na prevenção da doença, de modo que fiquem mais precisas evitando a aplicação de fungicidas quando não é necessário. O projeto tem como objeto de estudo a estação localizada na cidade de Iaras, interior de São Paulo.
%P 7
%O Bolsa PIBIC/INPE/CNPq
%@language pt
%9 RPQ
%3 Manzanete_refinamento.pdf


Close