Close
Metadata

@InProceedings{FernandesOmetNasc:2020:RoVeCo,
               author = "Fernandes, Rafaela Pereira and Ometto, Jean Pierre Henry Balbaud 
                         and Nascimento, Victor Fernandez",
          affiliation = "{Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Universidade Federal 
                         do Rio Grande do Sul (UFRGS)}",
                title = "Roteiriza{\c{c}}{\~a}o dos ve{\'{\i}}culos de coleta de 
                         res{\'{\i}}duos s{\'o}lidos urbanos utilizando SIG",
            booktitle = "Resumos...",
                 year = "2020",
               editor = "Ribeiro, Val{\'e}ria Cristina dos Santos Ribeiro and Dal Lago, 
                         Alisson and Paulicena, Ed{\'e}sio Hernane and Mattos, Everson and 
                         Garbi, Giuliani Paulineli and Hey, Heyder and Almeida, Jos{\'e} 
                         Sergio de and Gon{\c{c}}alves, Luis Gustavo Gon{\c{c}}alves de 
                         and Alves, Lincoln Muniz and Saturno, Mario Eug{\^e}nio and 
                         Novaes J{\'u}nior, Ren{\'e} Antonio and Sut{\'e}rio, Ricardo 
                         and Irita, Ricardo Toshiyuki",
         organization = "Semin{\'a}rio de Inicia{\c{c}}{\~a}o Cient{\'{\i}}fica e 
                         Inicia{\c{c}}{\~a}o em Desenvolvimento Tecnol{\'o}gico e 
                         Inova{\c{c}}{\~a}o (SICINPE)",
            publisher = "Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)",
              address = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos",
                 note = "{Bolsa PIBIC/INPE/CNPq.}",
             abstract = "Este trabalho, iniciado em abril de 2020, tem como objetivo dar 
                         continuidade ao projeto de Inicia{\c{c}}{\~a}o 
                         Cient{\'{\i}}fica em andamento desde 2018, para a 
                         utiliza{\c{c}}{\~a}o de sistema de informa{\c{c}}{\~o}es 
                         geogr{\'a}ficas (SIG) na roteiriza{\c{c}}{\~a}o dos 
                         ve{\'{\i}}culos de coleta de res{\'{\i}}duos s{\'o}lidos 
                         urbanos (RSU). No Brasil, quase 40% do total de recursos aplicados 
                         nos servi{\c{c}}os de limpeza urbana em 2018 foram destinados 
                         apenas para a coleta de RSU. A utiliza{\c{c}}{\~a}o de SIG e 
                         ferramentas de roteiriza{\c{c}}{\~a}o visando aumentar a 
                         efici{\^e}ncia dos servi{\c{c}}os de coleta e transporte de 
                         res{\'{\i}}duos t{\^e}m potencial para aumentar a 
                         abrang{\^e}ncia da coleta em um menor percurso, possibilitando 
                         redu{\c{c}}{\~a}o nos gastos e nos impactos ambientais 
                         decorrentes da libera{\c{c}}{\~a}o de gases de efeito estufa 
                         (GEE) pelos caminh{\~o}es de coleta. Inicialmente, o trabalho 
                         realizado em 2018 calculou as melhores rotas para coleta de RSU 
                         dentro de dois munic{\'{\i}}pios do Rio Grande do Sul. O 
                         trabalho atual visa calcular as dist{\^a}ncias percorridas para 
                         disposi{\c{c}}{\~a}o dos RSU, dos centros urbanos at{\'e} as 
                         unidades de disposi{\c{c}}{\~a}o final, para todos os 
                         munic{\'{\i}}pios do estado do Rio Grande do Sul. Para isso, 
                         foram utilizados dados do Sistema Nacional de 
                         Informa{\c{c}}{\~o}es sobre Saneamento (SNIS) de quantidade 
                         coletada e local de destino dos RSU para cada um dos 
                         munic{\'{\i}}pios. Posteriormente, as localiza{\c{c}}{\~o}es 
                         georreferenciadas das unidades de disposi{\c{c}}{\~a}o foram 
                         encontradas e as rotas foram geradas por meio dos servi{\c{c}}os 
                         do software ArcGIS. Os resultados encontrados demonstraram que 
                         somente em 2018, cerca de 2,357 milh{\~o}es de toneladas de RSU, 
                         provenientes de 451 dos 497 munic{\'{\i}}pios do estado, foram 
                         dispostos em aterros sanit{\'a}rios, aterros controlados e 
                         lix{\~o}es no Rio Grande do Sul. Para disposi{\c{c}}{\~a}o 
                         desses RSU foram percorridos cerca de 62,5 milh{\~o}es de km, 
                         conforme as rotas geradas, com uma emiss{\~a}o estimada de mais 
                         de 66,7 mil toneladas de CO2 e gasto de 134 milh{\~o}es de reais. 
                         Vale destacar que os sete maiores locais de disposi{\c{c}}{\~a}o 
                         s{\~a}o aterros sanit{\'a}rios consorciados que recebem juntos 
                         85% do total de RSU, e, por serem utilizados por mais de 2 
                         munic{\'{\i}}pios ao mesmo tempo, possuem uma dist{\^a}ncia 
                         m{\'e}dia total percorrida 261% superior {\`a} m{\'e}dia geral 
                         do estado. Para dar continuidade a este projeto de 
                         Inicia{\c{c}}{\~a}o Cient{\'{\i}}fica est{\~a}o programadas 
                         as an{\'a}lises das dist{\^a}ncias percorridas para 
                         disposi{\c{c}}{\~a}o de RSU para anos anteriores, retornando 
                         at{\'e} 2013, buscando a an{\'a}lise comparativa entre os anos 
                         de estudo e uma maior compreens{\~a}o da din{\^a}mica deste 
                         processo.",
  conference-location = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos",
      conference-year = "28 set.  01 out.",
             language = "pt",
                  ibi = "8JMKD3MGP3W34R/43R6PAH",
                  url = "http://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/43R6PAH",
           targetfile = "Resumo_PIBIC-Rafaela Pereira Fernandes.pdf",
        urlaccessdate = "2021, Mar. 09"
}


Close