Fechar
Metadados

@InProceedings{Espinoza:2003:AsReRP,
               author = "Espinoza, Elizabeth Silvestre",
          affiliation = "{CPTEC-INPE-Cachoeira Paulista-12630-000-SP-Brasil}",
                title = "Assimilacao regional com RPSAS no modelo ETA",
            booktitle = "Anais...",
                 year = "2003",
         organization = "Congresso Latino Americano e Iberico de Meteorologia, 10, 
                         Congresso Cubano de Meteorologia, 2.",
             keywords = "sistma RPSAS, modelo regional ETA.",
             abstract = "No Centro de Previs{\~a}o de tempo e Estudos Clim{\'a}ticos 
                         (CPTEC/INPE) foi implementado o RPSAS (Regional Physical-space 
                         Analysis System) para o Modelo Regional Eta. O RPSAS foi 
                         desenvolvido pela DAO (Data Assimilation Office) da NASA e esta 
                         atualmente rodando em conex{\~a}o com o Modelo Regional Eta de 
                         forma experimental paralelo ao Modelo Regional Eta operacional com 
                         o intuito de se tornar operacional em breve. O RPSAS utiliza dados 
                         convencionais provenientes do GPS e dados TOVS (TIROS Operational 
                         Vertical Sounder) do NOAA-14, recebidos e processados localmente 
                         no CPTEC. O RPSAS em conjunto com o Modelo Regional Eta roda a 
                         cada 6 horas (00Z, 06Z, 12Z, 18Z) e as previs{\~o}es s{\~a}o 
                         obtidas at{\'e} 72 horas nos hor{\'a}rios das 00Z e 12Z, esta 
                         avalia{\c{c}}{\~a}o teve um acompanhamento em tempo real, sendo 
                         apresentada neste trabalho os resultados para o m{\^e}s de junho 
                         de 23 a 29 de junho de 2002. Este trabalho mostra os primeiros 
                         resultados em tempo real obtidos do sistema RPSAS em conex{\~a}o 
                         com o Modelo regional Eta. O RPSAS em conex{\~a}o com o Modelo 
                         Eta ser{\'a} denominado de RPSAS/Eta e o Modelo Eta sem RPSAS 
                         ser{\'a} denominado modelo Operacional. Neste trabalho s{\~a}o 
                         comparados os campos de analise do RPSAS/Eta Vs. Modelo 
                         Operacional, de geopotencial, umidade espec{\'{\i}}fica, vento 
                         zonal e vento meridional, nos n{\'{\i}}veis de 850 hPa, 500 hPa 
                         e 300 hPa das 12Z, devido a que neste hor{\'a}rio o numero de 
                         observa{\c{c}}{\~o}es e maior que as das 00Z. S{\~a}o 
                         comparados tamb{\'e}m as previs{\~o}es de geopotencial, Umidade 
                         espec{\'{\i}}fica, vento zonal e vento meridional, para 24 
                         horas, 48 horas e 78 horas nos n{\'{\i}}veis de 850 hPa, 500 
                         hPa, e 300 hPa, mostra-se tamb{\'e}m as previs{\~o}es para 24 
                         horas, 48 horas e 72 horas de precipita{\c{c}}{\~a}o m{\'e}dio 
                         para o per{\'{\i}}odo de estudo, assim como uma 
                         compara{\c{c}}{\~a}o da previs{\~a}o de 
                         precipita{\c{c}}{\~a}o com dados observacionais. Os resultados 
                         mostram que para todas as vari{\'a}veis o RPSAS/Eta simula bem o 
                         campos de analise, definindo bem os n{\'u}cleos de m{\'a}xima e 
                         m{\'{\i}}nima intensidade, principalmente para geopotencial e 
                         ventos, para o caso da umidade existe uma diferencia na 
                         regi{\~a}o nordeste do Brasil, onde o RPSAS/Eta subestima os 
                         valores de umidade em todos os n{\'{\i}}veis. Avaliando as 
                         previs{\~o}es mostra-se que o RPSAS/Eta se comporta de maneira 
                         similar ao modelo Operacional mostrando que os campos s{\~a}o 
                         bastante similares para todas as vari{\'a}veis, e comparando-se 
                         as previs{\~o}es entre o RPSAS/Eta e o modelo Operacional 
                         mostra-se que as maiores diferencias est{\~a}o localizadas na 
                         regi{\~a}o da Amaz{\^o}nia e nordeste do Brasil. Finalmente 
                         mostra-se tamb{\'e}m os campos de previs{\~a}o de 
                         precipita{\c{c}}{\~a}o onde se observa o maior impacto do 
                         sistema RPSAS/Eta na previs{\~a}o num{\'e}rica do Tempo, pode-se 
                         afirmar que o RPSAS/Eta apresenta uma boa performance com 
                         indicadores de ser operacionalizado em breve. Se contar com um 
                         sistema de assimila{\c{c}}{\~a}o regional pode melhorar e 
                         aprimorar os resultados da previs{\~a}o Num{\'e}rica do Tempo 
                         como o observado com o sistema RPSAS/Eta no CPTEC durante sua 
                         rodada experimental.",
  conference-location = "La Habana",
      conference-year = "3-7 mar.",
           copyholder = "SID/SCD",
                label = "self-archiving-INPE-MCTIC-GOV-BR",
             language = "pt",
           targetfile = "11738.pdf",
        urlaccessdate = "22 jan. 2021"
}


Fechar