Fechar
Metadados

@InProceedings{SilvaCava:2001:AnRaOn,
               author = "Silva, Luiz Henrique R. Coura da and Cavalcanti, Iracema Fonseca 
                         de Albuquerque",
          affiliation = "{Universidade de Taubat{\'e} (UNITAU)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)}",
                title = "Anomalias de radiacao de onda longa emergente e de precipitacao 
                         sobre a America do Sul nos resultados do Modelo de circulacao 
                         Global CPTEC/COLA",
            booktitle = "Anais...",
                 year = "2001",
               editor = "Milagre, Fonseca Ijar and Kienbaum, Germano de Souza and Neto, 
                         Thyrso Villela and Macau, Elbert Eistein and Villela Neto, 
                         Thyrso",
         organization = "Semin{\'a}rio de Inicia{\c{c}}{\~a}o Cientifica do Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais, (SICINPE).",
            publisher = "INPE",
                 note = "{Programa Institucional de Bolsas de Inicia{\c{c}}{\~a}o 
                         Cient{\'{\i}}fica PIBIC/CNPq/INPE}",
             abstract = "A precipita{\c{c}}{\~a}o e a Radia{\c{c}}{\~a}o de Onda Longa 
                         Emergente (ROLE) s{\~a}o vari{\'a}veis meteorol{\'o}gicas que 
                         mais interessam na avalia{\c{c}}{\~a}o final do comportamento 
                         clim{\'a}tico dos Modelos de Circula{\c{c}}{\~a}o Global da 
                         Atmosfera (MCGA). A precipita{\c{c}}{\~a}o por ser a 
                         vari{\'a}vel que se deseja prever, e a ROLE que indica 
                         regi{\~o}es com nebulosidade de diversas intensidades e que pode 
                         tamb{\'e}m ser associada com precipita{\c{c}}{\~a}o. O objetivo 
                         deste trabalho {\'e} analisar os resultados de ROLE e de 
                         precipita{\c{c}}{\~a}o simulada pelo modelo MCGA CPTEC/COLA 
                         sobre a Am{\'e}rica do Sul mensais e sazonais. Esta 
                         simula{\c{c}}{\~a}o foi realizada para um conjunto de 10 ano 
                         1982 {\`a} 1991), com nove condi{\c{c}}{\~o}es iniciais e 
                         temperatura da superf{\'{\i}}cie do mar observada mensalmente. 
                         Dados observacionais de precipita{\c{c}}{\~a}o e de ROLE 
                         tamb{\'e}m foram utilizados para compara{\c{c}}{\~o}es com os 
                         resultados do modelo. Neste estudo foram desenvolvidos programas 
                         execut{\'a}veis, usando a plataforma GrADS, que permitem fazer o 
                         isolamento das vari{\'a}veis desejadas -ROLE e PREC -em arquivos 
                         bin{\'a}rios.-Estes arquivos foram gravados em diret{\'o}rios 
                         para serem acessados atrav{\'e}s do auxilio de arquivos 
                         descritores. Foram desenvolvidos outros programas para tratamento 
                         dos dados desses arquivos que permitem fazer c{\'a}lculos das 
                         m{\'e}dias sazonais de ROLE (Primavera e Ver{\~a}o) e PREC 
                         (Primavera, Ver{\~a}o, Outono e Inverno), m{\'e}dia 
                         climatol{\'o}gica e anomalias sazonais. Tamb{\'e}m foram 
                         calculadas m{\'e}dias espaciais (50 graus por 50 graus) das 
                         anomalias de precipita{\c{c}}{\~a}o, para estudo do desempenho 
                         do modelo, com rela{\c{c}}{\~a}o aos sinais dos mesmos. Os 
                         resultados das nove integra{\c{c}}{\~o}es do modelo foram 
                         comparados com os dados observados. As an{\'a}lises dos 
                         resultados mostraram que o modelo simula bem as 
                         caracter{\'{\i}}sticas climatol{\'o}gicas da nebulosidade e da 
                         precipita{\c{c}}{\~a}o e reproduz a varia{\c{c}}{\~a}o sazonal 
                         observada. Por{\'e}m, nas esta{\c{c}}{\~o}es de primavera e 
                         ver{\~a}o os valores maiores de precipita{\c{c}}{\~a}o que 
                         s{\~a}o observados na regi{\~a}o Amaz{\^o}nica aparecem 
                         deslocados para sudeste, nos resultados do modelo. O mesmo ocorre 
                         nos campos de ROLE. Foi tamb{\'e}m observado que o modelo simulou 
                         bem a presen{\c{c}}a da Zona de Converg{\^e}ncia do 
                         Atl{\^a}ntico Sul (ZCAS), que {\'e} um sistema t{\'{\i}}pico 
                         de ver{\~a}o sobre a Am{\'e}rica do Sul. As 
                         caracter{\'{\i}}sticas das anomalias de anos extremos como 82/83 
                         (EI Nino) e 84/85 (La Nina) s{\~a}o bem representadas pelo 
                         modelo, com rela{\c{c}}{\~a}o {\`a} configura{\c{c}}{\~a}o de 
                         um dipolo norte-sul. Nos outros anos as anomalias n{\~a}o 
                         s{\~a}o bem representadas em algumas regi{\~o}es da Am{\'e}rica 
                         do Sul. Com rela{\c{c}}{\~a}o aos resultados dos sinais das 
                         anomalias de precipita{\c{c}}{\~a}o do modelo e das 
                         observa{\c{c}}{\~o}es, a an{\'a}lise para o ano todo mostrou um 
                         maior n{\'u}mero de concord{\^a}ncias de sinais nas regi{\~o}es 
                         Nordeste e Sul do Brasil, tanto para as anomalias positivas quanto 
                         para as negativas. Na an{\'a}lise mensal climatol{\'o}gica 
                         notou-se que o n{\'u}mero maior de concord{\^a}ncias na 
                         regi{\~a}o Nordeste ocorre no m{\^e}s de abril, seguido de maio, 
                         fevereiro, junho, julho, mar{\c{c}}o, janeiro e dezembro. Na 
                         regi{\~a}o Sul o n{\'u}mero maior ocorre nos meses de fevereiro 
                         e novembro. {\'A}reas menores dentro desta regi{\~a}o 
                         tamb{\'e}m apresentam valores altos nos meses de abril, junho, 
                         julho e dezembro. Analisando separadamente os casos negativos e os 
                         positivos, nota-se que em geral as concord{\^a}ncias s{\~a}o 
                         maiores para as anomalias negativas. Os resultados deste estudo 
                         fornecem uma compara{\c{c}}{\~a}o de precipita{\c{c}}{\~a}o e 
                         nebulosidade (ROLE) simuladas pelo modelo com dados observados, 
                         indicando as regi{\~o}es em que o sinal das anomalias {\'e} bem 
                         representado.",
  conference-location = "Sao Jose dos Campos",
      conference-year = "7-8 ago.",
           copyholder = "SID/SCD",
                label = "self-archiving-INPE-MCTIC-GOV-BR",
             language = "pt",
         organisation = "INPE",
                  ibi = "x6e6X3pFwXQZ3DUS8rS5/Ej3xh",
                  url = "http://urlib.net/rep/x6e6X3pFwXQZ3DUS8rS5/Ej3xh",
           targetfile = "INPE-11902.pdf",
        urlaccessdate = "24 jan. 2021"
}


Fechar