Fechar
Metadados

@InProceedings{SouzaChouGome:2004:RePrTe,
               author = "Souza, Carlos Renato de and Chou, Sin Chan and Gomes, Jorge Luis",
          affiliation = "{CPTEC-INPE-Cachoeira Paulista-12630-000-SP-Brasil}",
                title = "Refinamento das previsoes de temperatura do modelo regional ETA",
            booktitle = "Resumos...",
                 year = "2004",
                pages = "19",
         organization = "Workshop Latino Americano em Modelagem Regional de Tempo e Clima 
                         Utilizando o Modelo ETA: Aspectos Fis{\'{\i}}cos e 
                         Num{\'e}ricos, 1.",
             abstract = "Neste trabalho e implementado e testado um esquema de algoritmo 
                         para calibracao das previsoes de temperatura do ar a 2 metros da 
                         superfIcie (MAO et al., 1999) geradas pelo Modelo Regional Eta de 
                         previsao de tempo (CHOU, 1996). O algoritmo chamado de MOC (?Model 
                         Output Calibration?) consiste em formular equacoes de Regressao 
                         Linear Multivariada (SPIEGEL, 1985) com base nas s´eries de 2 a 4 
                         semanas das observacoes e previsoes do Modelo Eta, estimando e 
                         ajustando assim os erros da previsao da temperatura do ar a 2 m do 
                         dia seguinte. Tanto a serie dos erros das previsoes de temperatura 
                         do ar a 2 m do Modelo Eta como a propria serie observada foram 
                         consideradas como preditando para as equacoes de regressao. E como 
                         preditores foram classificados no maximo 6 das 59 variaveis 
                         geradas pelo Modelo Eta e 11 variaveis derivadas. Os coeficientes 
                         das equacoes variam dia a dia e para cada lugar. O MOC minimiza as 
                         deficiencias das previsoes causadas geralmente pelas diferen¸cas 
                         na resolucao espacial do modelo fIsico. Para os testes foram 
                         usadas previsoes de 36 horas de antecedencia do Modelo Eta 
                         iniciadas `as 0000 UTC e dados observados em tres localidades: 
                         Aeroporto de Congonhas em Guarulhos-SP, Cachoeira Paulista-SP e 
                         Ilha Rasa-RJ. Para Cachoeira Paulista foram feitos testes durante 
                         o perIodo de marco, abril e maio de 2003, e para Sao Paulo e Ilha 
                         Rasa durante o perIodo de marco, abril e maio de 2000. O mesmo 
                         esquema de calibracao MOC foi aplicado para as previsoes de 
                         temperaturas maximas e mInimas do dia nas mesmas localidades 
                         utilizando-se previsoes de 30 horas de antecedencia para a 
                         correcao das temperaturas mInimas e 42 horas de antecedencia para 
                         a correcao das temperaturas maximas iniciadas `as 0000 UTC. Para 
                         uma avaliacao das previsoes de temperatura do ar a 2 metros 
                         refinadas pelo MOC aplicou-se quatro medidas estatIsticas basicas: 
                         o erro medio (BIAS), o erro medio absoluto (MAE), a raiz quadrada 
                         do erro quadratico m´edio (RMSE) e o ?Skill Score? (SS) (MAO et 
                         al.,1999) para medir em porcentagem o desempenho do MOC sobre o 
                         Eta. Tambem aplicou-se a correlacao linear (r) da serie da 
                         temperatura do ar a 2 metros prevista pelo Eta e calibrada pelo 
                         MOC em relacao `a serie da temperatura observada. O MOC mostrou um 
                         melhor desempenho quando se utilizou o erro da temperatura como 
                         preditando. Quando a variavel da temperatura observada foi usada 
                         como preditando, os erros se apresentaram ligeiramente maiores. Em 
                         Cachoeira Paulista e Ilha Rasa, o MOC corrigiu o erro sistematico 
                         que o Modelo Eta apresentou em relaCao `a temperatura observada. 
                         Entretanto em Sao Paulo nao havia um erro sistematico muito grande 
                         do Eta e pouco atuou o MOC. Sugere-se para trabalhos futuros 
                         estender o esquema MOC para outras variaveis previstas, tais como 
                         vento a 10 metros da superfIcie e nebulosidade, utilizando-se 
                         previsoes de 60 e 84 horas de antecedencia.",
  conference-location = "INPE-CPTEC-Cachoeira Paulista",
      conference-year = "21-26 mar.",
           copyholder = "SID/SCD",
                label = "self-archiving-INPE-MCTIC-GOV-BR",
             language = "pt",
         organisation = "INPE-CPTEC",
           targetfile = "11923.pdf",
        urlaccessdate = "22 jan. 2021"
}


Fechar