Fechar
Metadados

%0 Conference Proceedings
%4 dpi.inpe.br/marte@80/2009/02.18.12.49
%2 dpi.inpe.br/marte@80/2009/02.18.12.49.32
%@isbn 978-85-17-00048-5
%A Chen, Sherry Chou,
%A Novo, Evlyn Márcia Leão de Moraes,
%A Pinto, Sérgio dos Anjos Ferreira,
%A Valério Filho, Mário,
%A Rosa, Roberto,
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
%T Avaliação de um sistema de estimativa de área irrigada em região tropical através de imagens TM-Landsat
%B Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 4 (SBSR).
%D 1986
%E Cunha, Roberto Pereira da,
%V 1
%S Resumos
%8 10-15 agosto 1986
%J São José dos Campos
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%C Gramado
%X O Instituto de Pesquisas Espaciais em convenio com o Departamento de Aguas e Energia Eletrica do Estado de Sao Paulo realizou pesquisa para avaliar o potencial de composicoes TM/LANDSAT falsa cor na estimativa de area irrigada da bacia do Rio Piracicaba (SP). Diversos estudos demostram com sucesso o uso de dados orbitais para a identificacao e mapeamento de areas irrigadas em regioes semi-aridas, o que e relativamente facil devido a presenca de biomassa verde nas parcelas sob irrigacao em contraste com as areas desprovidas de vegetacao. Ao contrario das regioes semi-aridas, em condicoes de clima tropical, a identificacao e mapeamento de areas irrigadas e um desafio, principalmente na area em estudo onde predominam pequenas parcelas, culturas diversificadas no periodo de deficiencia hidrica e relevo montanhoso. Neste estudo comparam-se dois metodos de estimativa de area irrigada: Um modelo de expansao direta usando apenas informacao de campo coletada em segmentos amostrais; um modelo a partir de um estimador de razao ou regressao combinando informacao de campo e dados de sensoriamento remoto em segmentos amostrais. Obteve-se uma reducao de 94,02 na variancia da estimativa de area irrigada em relacao a estimativa por expansao direta para um tamanho amostral correspondente a 10,20 de populacao quando se utilizou o modelo de estimativa por regresso. As vantagens e limitacoes do uso de sensoriamento remoto orbital em climas tropicais sao tambem apresentados.
%P 155
%1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@language pt
%9 Análise Ambiental III
%) dpi.inpe.br/marte@80/2009/02.10.18.46
%3 155.pdf


Fechar