Fechar
Metadados

@InProceedings{LadeiraDagFreValJÚN:2005:AnPaIn,
               author = "Ladeira, Francisco S{\'e}rgio Bernardes and Dagnino, Ricardo de 
                         Sampaio and Freitas, Marcos Wellausen Dias de and Valeriano, 
                         M{\'a}rcio de Morisson and J{\'U}NIOR, Salvador CARPI",
          affiliation = "Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Divis{\~a}o de 
                         Sensoriamento Remoto (INPE, DSR) and {}",
                title = "An{\'a}lise paisag{\'{\i}}stica integrada do parque estadual da 
                         Serra do Mar - n{\'u}cleo Picinguaba, Ubatuba - SP",
                 year = "2005",
         organization = "Simp{\'o}sio Brasileiro de Geografia F{\'{\i}}sica Aplicada, 
                         11.",
             keywords = "PALNEJAMENTO URBANO, Parque Estadual da Serra do Mar (SP), unidade 
                         de conserva{\c{c}}{\~a}o, Landsat 7, ETM+, CBERS 2.",
             abstract = "O Parque Estadual da Serra do Mar N{\'u}cleo Picinguaba, 
                         localizado no litoral norte do estado de S{\~a}o Paulo, 
                         Munic{\'{\i}}pio de Ubatuba, mais detalhadamente entre as 
                         coordenadas 23º 27 50 e 23º 15 00 S, e 45º 15 00 e 44º 43 30 W, 
                         apresenta uma s{\'e}rie de problemas paisag{\'{\i}}sticos 
                         relacionados {\`a} ocupa{\c{c}}{\~a}o humana. Trata-se de uma 
                         unidade de conserva{\c{c}}{\~a}o onde ainda residem comunidades 
                         de pescadores e moradores anteriores {\`a} forma{\c{c}}{\~a}o 
                         do parque, o que complexifica ainda mais a an{\'a}lise da 
                         {\'a}rea. O desenvolvimento da urbaniza{\c{c}}{\~a}o, que foi 
                         proporcionado por obras de engenharia como a rodovia BR-101 no 
                         trecho Rio-Santos, a partir da d{\'e}cada de 1960, levando a 
                         ocupa{\c{c}}{\~a}o da {\'a}rea, ocasionou a 
                         acelera{\c{c}}{\~a}o de processos morfogen{\'e}ticos, 
                         principalmente, os movimentos de massa relacionados {\`a} 
                         retirada de cobertura vegetal e {\`a} realiza{\c{c}}{\~a}o de 
                         constru{\c{c}}{\~o}es com t{\'e}cnicas inadequadas {\`a}s 
                         condi{\c{c}}{\~o}es geomorfol{\'o}gicas da {\'a}rea. 
                         Condi{\c{c}}{\~o}es como altas declividades das encostas 
                         m{\'e}dias e baixas densamente ocupadas somam-se ao clima 
                         tropical com altas precipita{\c{c}}{\~o}es ao longo de todo ano 
                         e em especial durante o ver{\~a}o, al{\'e}m dos processos de 
                         ocupa{\c{c}}{\~a}o social com caracter{\'{\i}}sticas 
                         impactantes, (MENDES e PEREIRA, 2004). Para o estudo de tais 
                         problemas paisag{\'{\i}}sticos propomos uma an{\'a}lise 
                         integrada das vari{\'a}veis f{\'{\i}}sicas, ecol{\'o}gicas e 
                         sociais com base na abordagem geossist{\^e}mica da escola 
                         geogr{\'a}fica francesa associada {\`a} utiliza{\c{c}}{\~a}o 
                         de geotecnologias, trabalhos de campo e participa{\c{c}}{\~a}o 
                         das comunidades envolvidas. 2. Metodologia Em primeiro lugar, 
                         ser{\'a} realizado um levantamento dos documentos 
                         cartogr{\'a}ficos e bibliogr{\'a}ficos existentes da {\'a}rea 
                         de estudo. A classifica{\c{c}}{\~a}o da cobertura vegetal e uso 
                         do solo atual ser{\'a} obtida a partir de imagens de sensores 
                         remotos {\'o}pticos como Landsat 7 ETM+ e/ou CBERS 2 CCD. Com os 
                         dados topogr{\'a}ficos da cole{\c{c}}{\~a}o SRTM, refinados com 
                         pr{\'e}-processamento geoestat{\'{\i}}stico (VALERIANO, 2004). 
                         realizaremos a modelagem num{\'e}rica do terreno com an{\'a}lise 
                         geomorfol{\'o}gica e produtos derivados: hipsometria; 
                         declividade; comprimento de rampa; curvaturas horizontal e 
                         vertical; e energia do relevo. Com a integra{\c{c}}{\~a}o dos 
                         dados levantados atrav{\'e}s de t{\'e}cnicas de 
                         geoprocessamento, realizaremos um zoneamento da {\'a}rea 
                         apresentando as unidades de paisagem em condi{\c{c}}{\~o}es de 
                         maior conserva{\c{c}}{\~a}o e as com ocorr{\^e}ncia de 
                         problemas paisag{\'{\i}}sticos. O referencial te{\'o}rico que 
                         orienta esta an{\'a}lise baseia-se nas teorias 
                         bioresist{\'a}ticas, aprofundadas nos estudos da ecodin{\^a}mica 
                         de Tricart (1977), dos geossistemas de Bertrand e Bertrand (2002) 
                         e da cartografia din{\^a}mica de Journaux (1985). A 
                         valida{\c{c}}{\~a}o dos mapeamentos realizados ser{\'a} feita 
                         em campo, com amostragem de pontos previamente estabelecidos e 
                         entrevistas com a comunidade local. 3. Resultados esperados Os 
                         mapeamentos das caracter{\'{\i}}sticas paisag{\'{\i}}sticas da 
                         {\'a}rea e a an{\'a}lise integrada resultante servir{\~a}o como 
                         subs{\'{\i}}dio para a elabora{\c{c}}{\~a}o de um plano de 
                         conserva{\c{c}}{\~a}o e de manejo com vistas ao planejamento 
                         territorial e {\`a} gest{\~a}o ambiental do Parque Estadual da 
                         Serra do Mar N{\'u}cleo Picinguaba. Cabe lembrar que nesta 
                         {\'a}rea foram desenvolvidos diversos planos de manejo, mas que 
                         neles o estilo da vida da popula{\c{c}}{\~a}o local e o seu 
                         conhecimento em rela{\c{c}}{\~a}o {\`a}s 
                         caracter{\'{\i}}sticas do parque tem sido constantemente 
                         desvalorizados (CATTANEO, 2004). Outro resultado esperado {\'e} 
                         que a an{\'a}lise integrada da paisagem nessa {\'a}rea como essa 
                         possa servir como laborat{\'o}rio para futuras an{\'a}lises em 
                         unidades de conserva{\c{c}}{\~a}o com problemas 
                         paisag{\'{\i}}sticos semelhantes. Nesse sentido, cabe ressaltar 
                         a import{\^a}ncia da metodologia utilizada em conjunto com as 
                         geotecnologias, o trabalho de campo e a participa{\c{c}}{\~a}o 
                         da comunidade na identifica{\c{c}}{\~a}o de unidades de paisagem 
                         suscept{\'{\i}}veis e atingidas por processos de 
                         degrada{\c{c}}{\~a}o ambiental.",
  conference-location = "S{\~a}o Paulo",
           copyholder = "SID/SCD",
             language = "pt",
           targetfile = "sbgfa-picinguaba-ladeira-etal.pdf",
        urlaccessdate = "21 jan. 2021"
}


Fechar