Fechar
Metadados

@Article{AndréFerrConf:2006:CiAnOz,
               author = "Andr{\'e}, Iara Regina Nocentini and Ferreira, Nelson Jesus and 
                         Conforte, Jorge Conrado",
          affiliation = "{} and Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Centro de 
                         Previs{\~a}o de Tempo e Estudos Clim{\'a}ticos (CPTEC) and 
                         {Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/CPTEC)}",
                title = "Ciclo anual do oz{\^o}nio estratosf{\'e}rico na Am{\'e}rica do 
                         Sul e vizinhan{\c{c}}as e sua variabilidade interanual",
              journal = "Geografia (Rio Claro)",
                 year = "2006",
               volume = "31",
               number = "2",
                pages = "359--370",
                month = "maio/agosto",
             keywords = "oz{\^o}nio, an{\'a}lise harm{\^o}nica, circula{\c{c}}{\~a}o 
                         estratosf{\'e}rica, ozone, fourie analysis, stratospheric 
                         circulation.",
             abstract = "RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo analisar a 
                         variabilidade do oz{\^o}nio estratosf{\'e}rico e suas 
                         rela{\c{c}}{\~o}es com a din{\^a}mica estratosf{\'e}rica sobre 
                         a Am{\'e}rica do Sul e vizinhan{\c{c}}as, utilizando-se 
                         an{\'a}lise harm{\^o}nica da s{\'e}rie de imagens TOMS do 
                         sat{\'e}lite Nimbus-7, durante o per{\'{\i}}odo de 1979 a 1992. 
                         Os resultados mostram que a amplitude do oz{\^o}nio apresenta 
                         grande/pequena variabilidade em latitudes altas/baixas sendo mais 
                         pronunciada em Setembro. O padr{\~a}o espacial do ciclo anual 
                         revela um comportamento latitudinal bem definido sendo 
                         poss{\'{\i}}vel identificar tr{\^e}s principais 
                         dom{\'{\i}}nios: tropical (15°S a 25°S), extratropical (25°S a 
                         S°) e subpolar(> 55°S). No primeiro caso, as amplitudes s{\~a}o 
                         pequenas em torno de 10°S, e a 
                         maximiza{\c{c}}{\~a}o/minimiza{\c{c}}{\~a}o do primeiro 
                         harm{\^o}nico ocorre durante a primavera/outono. Al{\'e}m disso, 
                         as amplitudes do Hemisf{\'e}rio Norte s{\~a}o maiores que as 
                         correspondentes no Hemisf{\'e}rio Sul. Dentro do dom{\'{\i}}nio 
                         extratropical as amplitudes maiores encontram-se em latitudes 
                         m{\'e}dias sobre o Oceano Pac{\'{\i}}fico Sudeste e 
                         Atl{\^a}ntico sudoeste e ao nore de 20°N. Observou-se que a 
                         variabilidade do ciclo anual do oz{\^o}nio nessa regi{\~a}o 
                         aparentemente {\'e} influenciada pelo v{\'o}rtice polar e em 
                         m{\'e}dia o primeiro harm{\^o}nico {\'e} m{\'a}ximo em 
                         Setembro. As amplitudes s{\~a}o relativamente pequenas em torno 
                         de 60°S e entre 0° e 120°W (dom{\'{\i}}nio subpolar) onde os 
                         valores m{\'a}ximos ocorrem na primavera. No que se refere {\`a} 
                         variabilidade inter-anual do ciclo anual, sugere-se que 
                         mudan{\c{c}}as na amplitude do oz{\^o}nio devido a 
                         oscila{\c{c}}{\~a}o quase bi-anual (QBO) est{\~a}o resentes em 
                         todas latitudes, particularmente nas latitudes tropicais onde ela 
                         tem conex{\~o}es com eventos El Niño.",
           copyholder = "SID/SCD",
                 issn = "0100-7912 and 1983-8700",
           targetfile = "conforte_ciclo.pdf",
        urlaccessdate = "18 jan. 2021"
}


Fechar