Fechar
Metadados

@InProceedings{SantosPint:2018:ReFoIn,
               author = "Santos, M{\"u}ller J{\'u}nior Martins Dos and Pinto, Luciana 
                         Barros",
                title = "Rela{\c{c}}{\~o}es entre focos de inc{\^e}ndio e climatologia 
                         pluviom{\'e}trica no per{\'{\i}}odo de estiagem em mato grosso 
                         e mato grosso do sul",
            booktitle = "Anais...",
                 year = "2018",
               editor = "Herdies, Dirceu Luis and Coelho, Simone Marilene Sievert da 
                         Costa",
         organization = "Encontro dos alunos de p{\'o}s-gradua{\c{c}}{\~a}o em 
                         meteorologia do CPTEC/INPE, 17. (EPGMET)",
            publisher = "Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)",
              address = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos",
             keywords = "incendio, climatologia, pluviometria, MS, MT.",
             abstract = "O Mato Grosso (MT) e o Mato Grosso do Sul (MS), possuem diferentes 
                         diversidades de fatores geogr{\'a}ficas, contribuindo para uma 
                         grande varia{\c{c}}{\~a}o de clima. Ao longo do ano, apresentam 
                         caracter{\'{\i}}sticas tropicais e extratropicais, resumindo em 
                         sazonalidade de precipita{\c{c}}{\~a}o pluviom{\'e}trica bem 
                         definida (chuvosa e seca) e temperaturas que variam tanto 
                         pr{\'o}ximos dos 40C (por vezes superiores) quanto baixas 
                         temperaturas pr{\'o}ximas de 0C (por vezes inferiores). Em 
                         virtude do per{\'{\i}}odo da seca, ocorrem altas 
                         concentra{\c{c}}{\~o}es de queimadas ou Focos de Inc{\^e}ndios 
                         (FI) na regi{\~a}o. Diante disso, o objetivo deste trabalho 
                         preliminar foi realizar uma an{\'a}lise descritiva do n{\'u}mero 
                         de FI em MT e MS, comparando com a Normal Climatol{\'o}gica (NC) 
                         do regime pluviom{\'e}trico da regi{\~a}o. Os dados utilizados 
                         para an{\'a}lises da s{\'e}rie temporal, entre os meses de junho 
                         a outubro do per{\'{\i}}odo de 1998 a 2017, s{\~a}o 
                         pertencentes do Banco de Dados de Queimadas do Instituto Nacional 
                         de Pesquisas Espaciais (BDQueimadas/INPE); e os dados da Normal 
                         Climatol{\'o}gica (NC, 1981 a 2010), do Instituto Nacional de 
                         Meteorologia (INMET). Notou-se que o maior n{\'u}mero de 
                         ocorr{\^e}ncia de FI na regi{\~a}o de estudo foi registrado em 
                         MT, com 658.108, enquanto MS foi observado 98.834. Pela 
                         distribui{\c{c}}{\~a}o anual, o maior n{\'u}mero de FI em MT 
                         foi observado em 2004 (71.636), j{\'a} em MS o ano de 1999 
                         (11.011). Em ambos estados, o m{\^e}s com o maior n{\'u}mero de 
                         FI n{\~a}o correspondeu ao ano de maior ocorr{\^e}ncia, sendo 
                         setembro de 2007 o mais ativo em MT (25.962) e agosto de 2005 em 
                         MS (4.487). Os meses com maior n{\'u}mero de FI corresponderam ao 
                         per{\'{\i}}odo do ano com menores {\'{\i}}ndices 
                         pluviom{\'e}tricos, com base na NC. Nestas condi{\c{c}}{\~o}es, 
                         com a ocorr{\^e}ncia simult{\^a}nea da seca e maior quantidade 
                         de fuma{\c{c}}a na atmosfera provinda de FI, favorecem efeitos 
                         negativos {\`a} sa{\'u}de da popula{\c{c}}{\~a}o. 
                         Climatologicamente, neste mesmo per{\'{\i}}odo tamb{\'e}m 
                         ocorrem incurs{\~o}es de ar frio em partes desses estados, 
                         ocasionando desconforto t{\'e}rmico e agravando 
                         poss{\'{\i}}veis danos {\`a} sa{\'u}de humana. Com base nestes 
                         resultados preliminares, pode-se notar a rela{\c{c}}{\~a}o entre 
                         os maiores n{\'u}meros de FI ao per{\'{\i}}odo de estiagem. 
                         Levando em considera{\c{c}}{\~a}o que o uso da queimada ainda 
                         {\'e} bastante ativo e climatologicamente h{\'a} neste mesmo 
                         per{\'{\i}}odo incurs{\~o}es de ar frio que ocasionam 
                         desconforto t{\'e}rmico, ficou evidente a necessidade de melhor 
                         se investigar as causas dessas condi{\c{c}}{\~o}es na 
                         regi{\~a}o de estudo.",
  conference-location = "Cachoeira Paulista",
      conference-year = "22-26 out. 2018",
             language = "pt",
         organisation = "Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)",
                  ibi = "8JMKD3MGPDW34R/3SR7P3B",
                  url = "http://urlib.net/rep/8JMKD3MGPDW34R/3SR7P3B",
           targetfile = "TCB03.pdf",
                 type = "Estudos de Tempo e Clima",
        urlaccessdate = "18 jan. 2021"
}


Fechar