Fechar
Metadados

@InProceedings{SatoSaba:2016:EsRaCā,
               author = "Sato, Christopher do Prado and Saba, Marcelo Magalh{\~a}es 
                         Fares",
          affiliation = "ETEP and {Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)}",
                title = "Estudo dos raios atrav{\'e}s de c{\^a}meras de alta velocidade e 
                         de sensores de corrente e campo el{\'e}trico",
                 year = "2016",
         organization = "Semin{\'a}rio de Inicia{\c{c}}{\~a}o Cient{\'{\i}}fica e 
                         Inicia{\c{c}}{\~a}o em Desenvolvimento Tecnol{\'o}gico e 
                         Inova{\c{c}}{\~a}o (SICINPE)",
                 note = "{Bolsa PIBIC/INPE/CNPq}",
             abstract = "Nosso trabalho tem como objetivo estudar as velocidades dos 
                         l{\'{\i}}deres descendentes e ascendentes conectivos (LACS) e 
                         n{\~a}o conectivos (LANCS) por meio de c{\^a}meras r{\'a}pidas 
                         (V711, V310) situadas no Pico do Jaragu{\'a} em S{\~a}o Paulo, 
                         mais precisamente em dois pr{\'e}dios id{\^e}nticos chamados por 
                         n{\'o}s de P1 e P2. Com os v{\'{\i}}deos em m{\~a}os n{\'o}s 
                         calculamos a velocidade dos l{\'{\i}}deres usando 
                         semelhan{\c{c}}a de tri{\^a}ngulos pela rela{\c{c}}{\~a}o da 
                         lente da c{\^a}mera e o tamanho do pixel na lente e a 
                         dist{\^a}ncia do raio com a c{\^a}mera e a medida real em metros 
                         no local. Com isso, tendo o hor{\'a}rio utc(GMT) dada pela 
                         c{\^a}mera r{\'a}pida n{\'o}s podemos calcular a velocidade dos 
                         l{\'{\i}}deres a cada frame gravado. Com aux{\'{\i}}lio de 
                         medidas complementares como campo el{\'e}trico gerado pelo raio, 
                         foi poss{\'{\i}}vel alcan{\c{c}}ar uma precis{\~a}o maior nas 
                         velocidades dos l{\'{\i}}deres. Novos equipamentos est{\~a}o 
                         sendo adquiridos para aumentar o embasamento das medidas e assim 
                         alcan{\c{c}}ar maior n{\'{\i}}vel de precis{\~a}o. Os 
                         resultados que estamos encontrando {\'e} que, a velocidade dos 
                         l{\'{\i}}deres descendentes {\'e} praticamente a mesma dos 
                         l{\'{\i}}deres conectivos, exceto milissegundos antes da 
                         conex{\~a}o. Nesse momento os l{\'{\i}}deres conectivos 
                         {"}saltam{"} em dire{\c{c}}{\~a}o ao l{\'{\i}}der descendente, 
                         sendo assim, sua velocidade aumenta bruscamente. E tamb{\'e}m 
                         pelo campo el{\'e}trico podemos notar que os l{\'{\i}}deres 
                         descendentes foram todos negativos. No momento da conex{\~a}o, 
                         como foi observado pelas c{\^a}meras, h{\'a} uma evid{\^e}ncia 
                         dos l{\'{\i}}deres conectivos {"}acelerarem{"} em 
                         dire{\c{c}}{\~a}o ao l{\'{\i}}der descendente. Nesse primeiro 
                         ano de estudo, foram registrados cerca de 4 rel{\^a}mpagos que 
                         conectaram nos pr{\'e}dios e, como mencionado anteriormente, a 
                         velocidade dos l{\'{\i}}deres descendentes e ascendentes foram 
                         as mesmas. Para melhorar nossas an{\'a}lises, esperamos registrar 
                         mais casos ao longo do pr{\'o}ximo ver{\~a}o.",
  conference-location = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos, SP",
      conference-year = "25-26 jul.",
             language = "pt",
           targetfile = "Sato_estudo.pdf",
        urlaccessdate = "04 dez. 2020"
}


Fechar