Fechar
Metadados

@InProceedings{OliveiraPere:2016:MaVuCl,
               author = "Oliveira, V{\^a}nia Heloise de and Pereira, Guilherme Reis",
          affiliation = "{Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)} and 
                         {Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)}",
                title = "Mapeamento da vulnerabilidade clim{\'a}tica e 
                         adapta{\c{c}}{\~a}o no semi{\'a}rido brasileiro",
                 year = "2016",
         organization = "Semin{\'a}rio de Inicia{\c{c}}{\~a}o Cient{\'{\i}}fica e 
                         Inicia{\c{c}}{\~a}o em Desenvolvimento Tecnol{\'o}gico e 
                         Inova{\c{c}}{\~a}o (SICINPE)",
                 note = "{Bolsa PIBIC/INPE/CNPq}",
             abstract = "Este trabalho, iniciado em agosto de 2015, tem o objetivo de 
                         identificar a vulnerabilidade e a capacidade que os 
                         munic{\'{\i}}pios do semi{\'a}rido nordestino t{\^e}m de 
                         adapta{\c{c}}{\~a}o {\`a}s varia{\c{c}}{\~o}es 
                         clim{\'a}ticas no per{\'{\i}}odo da {\'u}ltima seca, entre 
                         2011 e 2014. Para isso, criou-se o {\'{\i}}ndice de 
                         vulnerabilidade, composto por 14 indicadores, levando em conta 
                         aspectos sociais, econ{\^o}micos, pol{\'{\i}}ticos e naturais. 
                         Tal {\'{\i}}ndice foi baseado em trabalhos anteriores, com 
                         algumas altera{\c{c}}{\~o}es em raz{\~a}o da 
                         limita{\c{c}}{\~a}o de dados atuais sobre os munic{\'{\i}}pios 
                         pesquisados. O trabalho levantou dados de 351 munic{\'{\i}}pios 
                         dos Estados de Alagoas, Cear{\'a}, Para{\'{\i}}ba, Pernambuco, 
                         Piau{\'{\i}} e Rio Grande do Norte. O {\'{\i}}ndice foi 
                         composto por tr{\^e}s indicadores: exposi{\c{c}}{\~a}o, 
                         capacidade adaptativa e sensibilidade.O indicador de 
                         exposi{\c{c}}{\~a}o leva em considera{\c{c}}{\~a}o as chuvas 
                         acumuladas em 2012, 2013 e 2014. O indicador de capacidade 
                         adaptativa considera a diversifica{\c{c}}{\~a}o do sistema 
                         produtivo, a renda m{\'e}dia em domic{\'{\i}}lios rurais, a 
                         porcentagem de domic{\'{\i}}lios particulares permanentes rurais 
                         com exist{\^e}ncia de televis{\~a}o e a porcentagem de pessoas 
                         com 10 anos ou mais alfabetizadas. O indicador de sensibilidade 
                         considera a porcentagem da popula{\c{c}}{\~a}o rural, a 
                         porcentagem da popula{\c{c}}{\~a}o ocupada na agropecu{\'a}ria, 
                         a porcentagem de domic{\'{\i}}lios rurais sem saneamento 
                         adequado, a taxa de pobreza, a porcentagem da redu{\c{c}}{\~a}o 
                         da produ{\c{c}}{\~a}o agr{\'{\i}}cola entre 2011 e 2013 e a 
                         porcentagem da redu{\c{c}}{\~a}o da produ{\c{c}}{\~a}o 
                         pecu{\'a}ria entre 2011 e 2012. Dessa forma, o {\'{\i}}ndice 
                         seria a m{\'e}dia aritm{\'e}tica simples entre a 
                         exposi{\c{c}}{\~a}o, incapacidade adaptativa (1 
                         subtra{\'{\i}}da a capacidade adaptativa) e a sensibilidade. Os 
                         resultados mostraram que os efeitos da seca s{\~a}o 
                         heterog{\^e}neos nos munic{\'{\i}}pios estudados devido {\`a} 
                         distribui{\c{c}}{\~a}o irregular da precipita{\c{c}}{\~a}o, 
                         falta de infraestrutura h{\'{\i}}drica, localiza{\c{c}}{\~a}o 
                         do munic{\'{\i}}pio em rela{\c{c}}{\~a}o {\`a}s bacias 
                         hidrogr{\'a}ficas, falta de troca de conhecimento entre a 
                         popula{\c{c}}{\~a}o, entre outros. O Estado do Piau{\'{\i}} 
                         mostrou-se mais vulner{\'a}vel, mais sens{\'{\i}}vel e o mais 
                         exposto {\`a}s varia{\c{c}}{\~o}es clim{\'a}ticas. O estado 
                         com maior capacidade de adapta{\c{c}}{\~a}o foi o Cear{\'a}. 
                         Para enfrentar os problemas ocasionados pela seca, recomenda-se a 
                         organiza{\c{c}}{\~a}o da sociedade civil com 
                         realiza{\c{c}}{\~a}o de projetos e tecnologias de 
                         adapta{\c{c}}{\~a}o.",
  conference-location = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos, SP",
      conference-year = "25-26 jul.",
             language = "pt",
           targetfile = "Oliveira_mapeamento.pdf",
        urlaccessdate = "25 nov. 2020"
}


Fechar