Fechar
Metadados

@InProceedings{GiongoBageSchu:2017:EsOnGr,
               author = "Giongo, Gabriel Augusto and Bageston, Jos{\'e} Valentin and 
                         Schuch, Nelson Jorge",
          affiliation = "{Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)}",
                title = "Estudo das ondas de gravidade de m{\'e}dia escala observadas na 
                         esta{\c{c}}{\~a}o antartica comandante ferraz (eacf) e no 
                         brasil",
                 year = "2017",
         organization = "Semin{\'a}rio de Inicia{\c{c}}{\~a}o Cient{\'{\i}}fica e 
                         Inicia{\c{c}}{\~a}o em Desenvolvimento Tecnol{\'o}gico e 
                         Inova{\c{c}}{\~a}o (SICINPE)",
                 note = "{Bolsa PIBIC/INPE/CNPq}",
             abstract = "As ondas de gravidade s{\~a}o oscila{\c{c}}{\~o}es transversas 
                         a dire{\c{c}}{\~a}o de propaga{\c{c}}{\~a}o, que surgem devido 
                         a alguma perturba{\c{c}}{\~a}o do equil{\'{\i}}brio de uma 
                         massa de ar. O estudo destas ondas {\'e} de grande interesse para 
                         a din{\^a}mica da alta atmosfera, pois tem grande influ{\^e}ncia 
                         na din{\^a}mica da Mesosfera e Termosfera, bem como na 
                         por{\c{c}}{\~a}o ionizada da atmosfera. As ondas de gravidade de 
                         m{\'e}dia escala tamb{\'e}m afetam os processos de 
                         circula{\c{c}}{\~a}o na m{\'e}dia e alta atmosfera, levando a 
                         varia{\c{c}}{\~o}es t{\'e}rmicas significativas nessas camadas. 
                         O presente trabalho tem como objetivo o estudo e a 
                         caracteriza{\c{c}}{\~a}o das ondas de gravidade de m{\'e}dia 
                         escala observadas, por meio do imageamento da luminesc{\^e}ncia 
                         atmosf{\'e}rica, na regi{\~a}o da Pen{\'{\i}}nsula 
                         Ant{\'a}rtica, mais precisamente na Esta{\c{c}}{\~a}o 
                         Ant{\'a}rtica Comandante Ferraz. O imageamento da 
                         luminesc{\^e}ncia atmosf{\'e}rica {\'e} feito com sistemas 
                         imageadores all-sky, compostos basicamente por uma c{\^a}mera 
                         CCD, filtros e lentes, que captam a luminesc{\^e}ncia de 
                         emiss{\~o}es espec{\'{\i}}ficas de {\'a}tomos e mol{\'e}culas 
                         da alta atmosfera, convertendo os f{\'o}tons na CCD em imagens 
                         onde estruturas de ondas atmosf{\'e}ricas s{\~a}o 
                         vis{\'{\i}}veis e poss{\'{\i}}veis de serem analisadas. 
                         Utilizando programas computacionais, desenvolvidos em IDL 
                         (Interactive Data Language), foi realizado um 
                         pr{\'e}-processamento das imagens para construir e processar os 
                         keogramas, que s{\~a}o imagens formadas por cortes verticais e 
                         horizontais, no centro de imagens individuais, 
                         distribu{\'{\i}}dos ao longo do tempo (toda a noite de 
                         observa{\c{c}}{\~a}o) para as dire{\c{c}}{\~o}es N-S 
                         (vertical) e L-O (horizontal), onde {\'e} poss{\'{\i}}vel 
                         identificar grandes estruturas ondulat{\'o}rias, geralmente 
                         n{\~a}o vis{\'{\i}}veis em imagens individuais, que ser{\~a}o 
                         analisadas. Para realizar tal an{\'a}lise, foi aplicada a 
                         transformada de Fourier sobre a regi{\~a}o do keograma onde um 
                         dado evento de onda estava ocorrendo a fim de obter os 
                         par{\^a}metros das ondas de gravidade de m{\'e}dia. Neste 
                         trabalho fez-se a an{\'a}lise estat{\'{\i}}stica dos keogramas 
                         obtidos para os anos de 2007, 2010, 2011, 2014, 2015 e 2016, 
                         selecionando-se os dias em que houve mais de duas horas de 
                         c{\'e}u limpo. Para estes anos foram identificadas 146 ondas de 
                         m{\'e}dia escala, que apresentaram as seguintes 
                         caracter{\'{\i}}sticas: 1) comprimento de onda horizontal 
                         variando desde aproximadamente 50 km at{\'e} pr{\'o}ximo de 500 
                         km, com maior ocorr{\^e}ncia de ondas entre 50 e 200 km; 2) 
                         per{\'{\i}}odo observado concentrando-se principalmente entre 15 
                         e 35 minutos; 3) velocidade de fase observada com 
                         varia{\c{c}}{\~a}o desde 20 a 200 m/s, com maior ocorr{\^e}ncia 
                         de 50 a 110 m/s. As dire{\c{c}}{\~o}es de propaga{\c{c}}{\~a}o 
                         foram bem vari{\'a}veis, com a maioria das ondas se propagando 
                         para nordeste, leste, sudeste e sul, enquanto que a minoria (25%) 
                         das ondas se propagou para sudoeste, oeste, nordeste e norte.",
  conference-location = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos, SP",
      conference-year = "25-26 jul.",
             language = "pt",
           targetfile = "Giongo_estudo.pdf",
        urlaccessdate = "29 nov. 2020"
}


Fechar