Fechar
Metadados

@InProceedings{MoraesMorDenCheSch:2018:RePr,
               author = "Moraes, Daniel Desconzi and Moro, Juliano and Denardin, Clezio 
                         Marcos and Chen, Sony Su and Schuch, Nelson Jorge",
          affiliation = "{Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de Pesquisas 
                         Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais 
                         (INPE)}",
                title = "Estudo do eletrojato e contra eletrojato equatorial por meio de 
                         dados da rede Embrace de magnet{\^o}metros: resultados 
                         preliminares",
                 year = "2018",
         organization = "Semin{\'a}rio de Inicia{\c{c}}{\~a}o Cient{\'{\i}}fica e 
                         Inicia{\c{c}}{\~a}o em Desenvolvimento Tecnol{\'o}gico e 
                         Inova{\c{c}}{\~a}o (SICINPE)",
                 note = "{Bolsa PIBIC/INPE/CNPq}",
             abstract = "O Eletrojato Equatorial (EEJ) {\'e} uma intensa corrente 
                         el{\'e}trica que flui na ionosfera, ao longo do equador 
                         magn{\'e}tico, devido ao campo el{\'e}trico (de oeste para leste 
                         no setor diurno e com sentido oposto no setor noturno) do 
                         d{\'{\i}}namo da regi{\~a}o E. Eventualmente, o sentido da 
                         dire{\c{c}}{\~a}o da corrente el{\'e}trica se inverte, e 
                         d{\'a} origem ao Contra Eletrojato Equatorial (CEJ). A 
                         invers{\~a}o no sentido da corrente el{\'e}trica e a 
                         ocorr{\^e}ncia do CEJ podem ser devido a uma s{\'e}rie de 
                         fatores geof{\'{\i}}sicos, mas costuma durar apenas algumas 
                         horas. A identifica{\c{c}}{\~a}o do CEJ, bem como a 
                         determina{\c{c}}{\~a}o da influ{\^e}ncia do EEJ na intensidade 
                         do campo geomagn{\'e}tico local est{\~a}o atreladas ao 
                         c{\'a}lculo das chamadas Curvas do Dia Calmo (QDC, do ingl{\^e}s 
                         Quiet Day Curve) confi{\'a}veis e de alta qualidade. Nesse 
                         trabalho apresenta-se uma t{\'e}cnica matem{\'a}tica de 
                         manipula{\c{c}}{\~a}o e tratamento de dados magn{\'e}ticos a 
                         ser empregada nos dados coletados pelos magnet{\^o}metros da Rede 
                         Embrace (Estudo e Monitoramento Brasileiro do Clima Espacial) do 
                         Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) para a 
                         aquisi{\c{c}}{\~a}o das QDCs. A t{\'e}cnica {\'e} baseada na 
                         obten{\c{c}}{\~a}o de uma curva m{\'e}dia da 
                         varia{\c{c}}{\~a}o di{\'a}ria da componente horizontal (H) do 
                         campo geomagn{\'e}tico medido nos cinco dias mais calmos de cada 
                         m{\^e}s. Em seguida empregam-se algoritmos tradicionalmente 
                         usados para processar dados de radar ionosf{\'e}rico, a fim de 
                         determinar o n{\'{\i}}vel de ru{\'{\i}}do da curva, e 
                         subtra{\'{\i}}-lo da varia{\c{c}}{\~a}o m{\'e}dia 
                         di{\'a}ria. Finalmente, utiliza-se um ajuste Gaussiano para 
                         determinar os par{\^a}metros da distribui{\c{c}}{\~a}o normal 
                         da curva, como os hor{\'a}rios de in{\'{\i}}cio e fim da 
                         observa{\c{c}}{\~a}o, bem como a intensidade m{\'a}xima e 
                         m{\'{\i}}nima do campo geomagn{\'e}tico. A t{\'e}cnica 
                         desenvolvida foi aplicada inicialmente nos dados do 
                         magnet{\^o}metro instalado no Observat{\'o}rio Espacial do Sul 
                         (OES/CRS/COCRE/INPEMCTIC, 29 S, 53 O), em S{\~a}o Martinho da 
                         Serra, RS, coletados entre junho de 2015 e julho de 2016 e 
                         poder{\'a}, no futuro, ser empregada nos demais 
                         magnet{\^o}metros da Rede Embrace que est{\~a}o sob a 
                         influ{\^e}ncia do EEJ, como por exemplo, Alta Floresta (ALF, 09 
                         S 56 O), MT.",
  conference-location = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos, SP",
      conference-year = "30-31 jul.",
             language = "pt",
           targetfile = "Moraes_estudo.pdf",
        urlaccessdate = "23 nov. 2020"
}


Fechar