Fechar
Metadados

@InProceedings{RuffoSetzLibo:2018:CaRiFo,
               author = "Ruffo, Thais Morais and Setzer, Alberto Waingort and Libonati, 
                         Renata",
          affiliation = "{Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Universidade Federal 
                         do Rio de Janeiro (UFRJ)}",
                title = "Caracteriza{\c{c}}{\~a}o do risco de fogo meteorol{\'o}gico no 
                         Brasil utilizando dados da rean{\'a}lise ERA-INTERIM para o 
                         per{\'{\i}}odo 1979-2005",
                 year = "2018",
         organization = "Semin{\'a}rio de Inicia{\c{c}}{\~a}o Cient{\'{\i}}fica e 
                         Inicia{\c{c}}{\~a}o em Desenvolvimento Tecnol{\'o}gico e 
                         Inova{\c{c}}{\~a}o (SICINPE)",
                 note = "{Bolsa PIBIC/INPE/CNPq}",
             abstract = "Os inc{\^e}ndios s{\~a}o uma das mais importantes fontes de 
                         danos aos ecossistemas florestais nas regi{\~o}es em 
                         desenvolvimento. Anualmente as queimadas devastam imensas 
                         por{\c{c}}{\~o}es territoriais de florestas, campos e 
                         regi{\~o}es agr{\'{\i}}colas, consumindo uma grande 
                         propor{\c{c}}{\~a}o de biomassa e liberando enormes quantidades 
                         de gases do efeito estufa para a atmosfera. A an{\'a}lise do 
                         risco de fogo baseia-se no {\'{\I}}ndice de Perigo de Fogo 
                         Meteorol{\'o}gico desenvolvido pelo Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE). Na Am{\'e}rica do Sul existe uma 
                         ampla e importante biodiversidade distribu{\'{\i}}da em 
                         diferentes biomas, dessa forma analise e entendimento sobre os 
                         padr{\~o}es clim{\'a}ticos que aumentam a suscetibilidade de 
                         queima {\'e} fundamental, j{\'a} que aos estudos sobre queima de 
                         biomassa geralmente faltam informa{\c{c}}{\~o}es sobre a 
                         variabilidade espa{\c{c}}otemporal dos inc{\^e}ndios florestais 
                         em escala regional e global. Desta forma, o presente trabalho tem 
                         como objetivo principal a reconstru{\c{c}}{\~a}o hist{\'o}rica 
                         do risco de fogo meteorol{\'o}gico na Am{\'e}rica do Sul 
                         utilizando dados da rean{\'a}lise ERA-INTERIM para o 
                         per{\'{\i}}odo 1979 - 2017, com 0.01 de resolu{\c{c}}{\~a}o 
                         espacial e atrav{\'e}s de mapas de cobertura vegetal provenientes 
                         do produto IGBP derivado do sensor orbital MODIS (1 km de 
                         resolu{\c{c}}{\~a}o espacial). Foram obtidos dados de 
                         temperatura m{\'a}xima, temperatura do ponto de orvalho para 
                         calcular a umidade relativa e precipita{\c{c}}{\~a}o. 
                         Atrav{\'e}s desses dados foi poss{\'{\i}}vel calcular para cada 
                         bioma, fatores imprescind{\'{\i}}veis ao c{\'a}lculo final do 
                         risco de fogo (RF), a saber: fator de umidade (FU), fator de 
                         temperatura (FT), risco b{\'a}sico (Rb). Os resultados permitem 
                         identificar os tipos de vegeta{\c{c}}{\~a}o e biomas brasileiros 
                         com maior predisposi{\c{c}}{\~a}o clim{\'a}tica ao fogo, assim 
                         como caracterizar as tend{\^e}ncias e varia{\c{c}}{\~o}es 
                         espa{\c{c}}os-temporais ocorridas ao longo das {\'u}ltimas 
                         tr{\^e}s d{\'e}cadas. Al{\'e}m disso, foram comparados os 
                         valores de RF dos {\'u}ltimos doze anos com o per{\'{\i}}odo de 
                         1979 a 2005 e pode-se observar que houve um aumento no RF 
                         principalmente no bioma Amaz{\^o}nia durante o per{\'{\i}}odo 
                         de esta{\c{c}}{\~a}o seca, sendo bastante significativo no 
                         m{\^e}s de agosto.",
  conference-location = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos, SP",
      conference-year = "30-31 jul.",
             language = "pt",
           targetfile = "Ruffo_caracterizacao.pdf",
        urlaccessdate = "26 nov. 2020"
}


Fechar