Fechar
Metadados

@InProceedings{VazPradWint:2018:TrBaEm,
               author = "Vaz, Victor Bitencourt and Prado, Antonio Fernando Bertachini de 
                         Almeida and Winter, Othon Cabo",
          affiliation = "{Universidade Estadual Paulista (UNESP)} and {Instituto Nacional 
                         de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Universidade Estadual Paulista 
                         (UNESP)}",
                title = "Trajet{\'o}rias de baixo empuxo para escape da terra",
                 year = "2018",
         organization = "Semin{\'a}rio de Inicia{\c{c}}{\~a}o Cient{\'{\i}}fica e 
                         Inicia{\c{c}}{\~a}o em Desenvolvimento Tecnol{\'o}gico e 
                         Inova{\c{c}}{\~a}o (SICINPE)",
                 note = "{Bolsa PIBIC/INPE/CNPq}",
             abstract = "O presente trabalho, iniciado em agosto de 2017, tem como objetivo 
                         estudar trajet{\'o}rias que possibilitem minimizar o empuxo 
                         sofrido pelo corpo ao realizar o movimento de escape da Terra. O 
                         trabalho no per{\'{\i}}odo de 2017 tratou de fornecer a base e 
                         as ferramentas necess{\'a}rias ao aluno para seguir com as demais 
                         atividades. Durante esse primeiro momento foi tratado o problema 
                         de dois corpos, o qual consiste em entender como funciona e como 
                         descrever o movimento de duas massas com a predomin{\^a}ncia da 
                         for{\c{c}}a gravitacional. Partindo da Segunda Lei de Newton, 
                         pudemos obter as equa{\c{c}}{\~o}es de movimento das duas 
                         massas, uma em rela{\c{c}}{\~a}o {\`a} outra, respectivamente. 
                         Ent{\~a}o integramos o resultado no tempo de modo que encontramos 
                         um modo de descrever o sistema das duas part{\'{\i}}culas como 
                         um sistema de uma {\'u}nica massa. A partir das 
                         manipula{\c{c}}{\~o}es desse novo sistema, chegamos a um 
                         problema restrito a um {\'u}nico plano, o que simplificou o nosso 
                         estudo, pois possibilitou o uso de coordenadas adequadas. Seguindo 
                         foram obtidas equa{\c{c}}{\~o}es para o espa{\c{c}}o e suas 
                         derivadas temporais, as quais permitiram chegar at{\'e} a 
                         formula{\c{c}}{\~a}o matem{\'a}tica da Segunda Lei de Kepler. O 
                         passo seguinte consistiu em aferir o car{\'a}ter c{\^o}nico das 
                         {\'o}rbitas, que ocorre em fun{\c{c}}{\~a}o de suas 
                         inclina{\c{c}}{\~o}es com a horizontal, juntamente com as 
                         defini{\c{c}}{\~o}es dos elementos orbitais (semieixo maior, 
                         excentricidade, anomalia m{\'e}dia, entre outros). Ap{\'o}s 
                         verificar a influ{\^e}ncia das anomalias do sistema, pudemos 
                         analisar o comportamento dos corpos em torno do centro de massa 
                         gerado por eles mesmos, o mesmo centro de massa do sistema citado 
                         anteriormente, por{\'e}m quase n{\~a}o notamos a influ{\^e}ncia 
                         do CM nesse tipo de problemas devido {\`a} grande 
                         diferen{\c{c}}a entre as dimens{\~o}es dos dois corpos. 
                         Finalizada a primeira parte, em 2018 foi dado in{\'{\i}}cio ao 
                         programa realizado em linguagem C++, cuja finalidade {\'e} entrar 
                         com os dados das coordenadas espaciais e das massas de 
                         determinados corpos, e como sa{\'{\i}}da obter os elementos 
                         orbitais de suas {\'o}rbitas. As principais dificuldades 
                         encontradas nessa etapa consistiram em adequar as 
                         declara{\c{c}}{\~o}es das vari{\'a}veis (devido a seus 
                         n{\'u}meros de ordem elevada), no c{\'a}lculo da 
                         fun{\c{c}}{\~a}o arco tangente e principalmente na 
                         cria{\c{c}}{\~a}o dos arquivos de sa{\'{\i}}da. Todos os erros 
                         foram devidamente corrigidos de maneira que o programa finalizado 
                         gera os arquivos em formato .txt contendo os elementos orbitais, 
                         essa parte foi feita criando um vetor para cada linha do arquivo, 
                         criando o arquivo atrav{\'e}s do comando write text. Durante a 
                         fase atual da pesquisa, estamos estudando o potencial 
                         gravitacional de corpos n{\~a}o homog{\^e}neos para podermos 
                         tratar de {\'o}rbitas em torno desses corpos com maior 
                         precis{\~a}o. Para essa etapa temos como corpo de estudo a Terra, 
                         veremos como {\'e} not{\'a}vel a diferen{\c{c}}a entre seu 
                         tratamento como sendo perfeitamente esf{\'e}rica em 
                         rela{\c{c}}{\~a}o a quando {\'e} feito o uso de diversos 
                         harm{\^o}nicos que levam em conta diversos fatores para deixar 
                         seu formato cada vez mais preciso. Para prosseguir com as 
                         atividades da Inicia{\c{c}}{\~a}o Cient{\'{\i}}fica: O estudo 
                         do potencial lunar.",
  conference-location = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos, SP",
      conference-year = "30-31 jul.",
             language = "pt",
           targetfile = "Vaz_trejetorias.pdf",
        urlaccessdate = "28 nov. 2020"
}


Fechar