Fechar
Metadados

@InProceedings{EspinosaSarmientoPadiAlve:2018:EfCoIo,
               author = "Espinosa Sarmiento, Karen Viviana and Padilha, Ant{\^o}nio Lopes 
                         and Alves, L.",
          affiliation = "{Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)}",
                title = "Efeitos da condutividade ionosf{\'e}rica e condut{\^a}ncia no 
                         interior da terra em correntes geomaneticamente induzidas durante 
                         tempestades geomagn{\'e}ticas intensas",
                 year = "2018",
         organization = "Simp{\'o}sio Brasileiro de Geof{\'{\i}}sica Espacial e 
                         Aeronomia, 7. (SBGEA)",
             abstract = "Varia{\c{c}}{\~o}es geomagn{\'e}ticas, registradas por 
                         magnet{\^o}metros fluxgate s{\~a}o fornecidas pelo programa de 
                         estudo e monitoramento Brasileiro de clima espacial (EMBRACE) do 
                         INPE. Usando dados obtidos durante duas tempestades 
                         geomagn{\'e}ticas intensas que ocorreram em 17 de Mar{\c{c}}o 
                         (Dst = - 222 nT) e 21 de Junho (Dst = - 204 nT). Foram estimadas 
                         intensidades de correntes geomagneticamente induzidas (GIC) em 
                         quatro regi{\~o}es do pa{\'{\i}}s, durante duas tempestades 
                         magn{\'e}ticas ocorridas durante o ano de 2015. Usando 
                         varia{\c{c}}{\~o}es geomagn{\'e}ticas (componentes 
                         retangulares) e informa{\c{c}}{\~a}o dispon{\'{\i}}vel sobre a 
                         distribui{\c{c}}{\~a}o de condutividade el{\'e}trica 1-D abaixo 
                         de cada esta{\c{c}}{\~a}o, as varia{\c{c}}{\~o}es do campo 
                         geoel{\'e}trico foram calculadas durante cada tempestade para as 
                         quatro esta{\c{c}}{\~o}es. Informa{\c{c}}{\~o}es de engenharia 
                         da rede de transmiss{\~a}o foram ent{\~a}o usadas para estimar a 
                         resposta te{\'o}rica de uma rede Brasileira de transmiss{\~a}o 
                         de energia el{\'e}trica (500 kV) em rela{\c{c}}{\~a}o as GIC, 
                         atrav{\'e}s do modelo LehtinenPirjola (LP). Localizando a rede de 
                         forma hipot{\'e}tica em cada uma das esta{\c{c}}{\~o}es 
                         geomagn{\'e}ticas a amplitude m{\'a}xima estimada para as GIC 
                         foi de 8,5 , obtida na esta{\c{c}}{\~a}o equatorial de Alta 
                         Floresta durante a fase principal da tempestade magn{\'e}tica de 
                         21 de junho. Como consequ{\^e}ncia do aumento da condutividade 
                         el{\'e}trica na ionosfera equatorial durante o dia, associado ao 
                         sistema de correntes do eletrojato equatorial (EEJ). Na 
                         regi{\~a}o central da Anomalia Magn{\'e}tica da Am{\'e}rica do 
                         Sul tanto durante o dia como durante a noite, associada {\`a} 
                         precipita{\c{c}}{\~a}o de part{\'{\i}}culas, {\'e} registrada 
                         uma taxa m{\'a}xima de varia{\c{c}}{\~a}o do campo 
                         geomagn{\'e}tico. Uma avalia{\c{c}}{\~a}o comparativa dos 
                         resultados mostrou que efeitos da taxa de varia{\c{c}}{\~a}o do 
                         campo geomagn{\'e}tico e da distribui{\c{c}}{\~a}o da 
                         condutividade el{\'e}trica do interior da Terra s{\~a}o os 
                         principais fatores que contribuem na amplitude das GIC. Sugerindo 
                         que a condutividade n{\~a}o {\'e} um fator de segunda ordem.",
  conference-location = "Santa Maria, RS",
      conference-year = "05-09 nov",
             language = "pt",
           targetfile = "page-235.pdf",
        urlaccessdate = "28 nov. 2020"
}


Fechar