Fechar
Metadados

@InProceedings{FinottiSouzCasa:2018:HaMoBE,
               author = "Finotti, Elis{\^a}ngela and Souza, Ronald Buss de and Casagrande, 
                         Fernanda and rossato, F.",
          affiliation = "{Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Universidade Federal do Rio 
                         Grande do Sul (UFRGS)}",
                title = "Habilidade do modelo BESM-AO em representar o ciclo sazonal da SIE 
                         no Oceano Austral",
                 year = "2018",
         organization = "Simp{\'o}sio Brasileiro de Geof{\'{\i}}sica Espacial e 
                         Aeronomia, 7. (SBGEA)",
             abstract = "O gelo marinho {\'e} um componente importante e complexo do 
                         sistema terrestre e {\'e} respons{\'a}vel pela 
                         regula{\c{c}}{\~a}o dos fluxos de calor, momento e gases, 
                         al{\'e}m das trocas radiativas entre o oceano e a atmosfera. A 
                         evolu{\c{c}}{\~a}o da extens{\~a}o do gelo marinho 
                         ant{\'a}rtico (SIE) influencia os ciclos temporais do clima do 
                         planeta atrav{\'e}s da sua intera{\c{c}}{\~a}o com a 
                         circula{\c{c}}{\~a}o atmosf{\'e}rica e oce{\^a}nica. Esse 
                         trabalho tem como objetivo avaliar a habilidade do Modelo 
                         Brasileiro do Sistema Terrestre (BESM-OA V2.3) de representar o 
                         ciclo sazonal do gelo marinho Ant{\'a}rtico. O BESM-OA V2.3 
                         descrito em Nobre et al 2013 e Giarolla et al. 2015 {\'e} parte 
                         integrante do Projeto de Intercompara{\c{c}}{\~a}o de Modelo 
                         Acoplado (CMIP5), base cient{\'{\i}}fica do Painel 
                         Intergovernamental sobre Mudan{\c{c}}as Clim{\'a}ticas (IPCC). 
                         Para esse trabalho, comparamos as sa{\'{\i}}das m{\'e}dias 
                         mensais de SIE do experimento decenal do BESM-OA V2.3 com dados de 
                         sat{\'e}lite disponibilizados pela National Snow and Ice Data 
                         Center (NSIDC) para o per{\'{\i}}odo entre 1982 e 2013. O design 
                         num{\'e}rico do experimento segue o protocolo estabelecido pelo 
                         protocolo de Taylor et al. (2012) e descrito em Casagrande et al. 
                         (2016). A correla{\c{c}}{\~a}o entre os dados de SIE de 
                         sat{\'e}lite e do modelo foi 0,96. Esse resultado mostra que o 
                         BESM-OA V2.3 {\'e} capaz de representar o ciclo sazonal do SIE, 
                         embora o modelo subestime os valores do SIE. Para o m{\^e}s de 
                         setembro (m{\^e}s do m{\'a}ximo climatol{\'o}gico de SIE 
                         ant{\'a}rtico), os dados de sat{\'e}lite mostram que o SIE 
                         variou entorno de 18 × 106 km˛ enquanto o BESM apontou somente 17 
                         × 106 km˛. Para o per{\'{\i}}odo de m{\'{\i}}nimo de SIE 
                         (fevereiro), os dados de sat{\'e}lite indicaram o valor de 4,48 × 
                         106 km˛, enquanto que o modelo indicou 0,39 × 106 km˛. As maiores 
                         diferen{\c{c}}as (bias) entre os dados do modelo BESM e de 
                         sat{\'e}lites nos diversos anos estudados aqui ocorreram 
                         pr{\'o}ximas ao per{\'{\i}}odo de m{\'{\i}}nimo de gelo, 
                         sendo que as maiores diferen{\c{c}}as ocorreram nos meses de 
                         abril, maio e junho (6,17 x 106 km˛; 6,78 x 106 km˛ e 5,63 x 10 6 
                         km˛, respectivamente). Al{\'e}m disso, ao analisarem-se apenas as 
                         s{\'e}ries de tempo de SIE m{\'a}ximo e m{\'{\i}}nimo, 
                         observou-se que o modelo mostrou uma tend{\^e}ncia negativa de 
                         SIE, enquanto que os dados observados mostraram uma tend{\^e}ncia 
                         positiva. Conclui-se que os resultados do BESM-OA V2.3 para o 
                         ciclo sazonal do SIE s{\~a}o consistentes com as 
                         observa{\c{c}}{\~o}es, mas geralmente tendem a subestimar o SIE, 
                         com uma diferen{\c{c}}a maior em rela{\c{c}}{\~a}o {\`a}s 
                         observa{\c{c}}{\~o}es no per{\'{\i}}odo de m{\'{\i}}nimo.",
  conference-location = "Santa Maria, RS",
      conference-year = "05-09 nov",
             language = "pt",
           targetfile = "Finotti et al_SBGEA_2018.pdf",
        urlaccessdate = "23 nov. 2020"
}


Fechar