Fechar
Metadados

@TechReport{ValeAdam:2018:DiUsOc,
               author = "Vale, Jones Remo Barbosa and Adami, Marcos",
                title = "Din{\^a}mica do uso e ocupa{\c{c}}{\~a}o da terra das 
                         {\'a}reas desflorestadas no Estado do Par{\'a}",
          institution = "Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais",
                 year = "2018",
                 type = "RPQ",
              address = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos",
                 note = "{Bolsa PIBIC/INPE/CNPq}",
             keywords = "Uso e Ocupa{\c{c}}{\~a}o da Terra. Din{\^a}mica de 
                         Transi{\c{c}}{\~a}o. Floresta Amaz{\^o}nica.",
             abstract = "As florestas tropicais globais t{\^e}m passado por intensos 
                         processos de mudan{\c{c}}as de uso e cobertura da terra, devido 
                         principalmente as press{\~o}es antr{\'o}picas associadas {\`a} 
                         explora{\c{c}}{\~a}o dos recursos naturais e pela convers{\~a}o 
                         da floresta em outros usos. O Estado do Par{\'a} foi o segundo 
                         estado que mais desflorestou at{\'e} o ano de 2014 de acordo com 
                         dados de desmatamento do Projeto PRODES. Com a cria{\c{c}}{\~a}o 
                         do Projeto TerraClass, foi poss{\'{\i}}vel qualificar esse 
                         desmatamento mapeado e fornecer dados sobre a cobertura da terra 
                         em toda a Amaz{\^o}nia Legal Brasileira. Nesse sentido, {\'e} 
                         necess{\'a}rio: entender como se desenvolveu esse processo de 
                         ocupa{\c{c}}{\~a}o; identificar quais os usos que ocuparam as 
                         {\'a}reas de floresta; verificar quais foram {\`a}s 
                         transi{\c{c}}{\~o}es mais significativas, para contribuir com o 
                         desenvolvimento de pol{\'{\i}}ticas de gest{\~a}o 
                         sustent{\'a}veis dos ecossistemas na Floresta Amaz{\^o}nica. Um 
                         dos munic{\'{\i}}pios mais din{\^a}micos no processo de uso da 
                         terra na regi{\~a}o Amaz{\^o}nica {\'e} Paragominas, sudeste do 
                         Estado do Par{\'a}, resultado da combina{\c{c}}{\~a}o de quatro 
                         fatores: a) localiza{\c{c}}{\~a}o {\`a}s margens da rodovia 
                         BR-010; b) pol{\'{\i}}ticas p{\'u}blicas de 
                         ocupa{\c{c}}{\~a}o territorial entre os anos de 1960 e 1980; c) 
                         valoriza{\c{c}}{\~a}o de mat{\'e}ria-prima, como a madeira e o 
                         min{\'e}rio e; d) migra{\c{c}}{\~a}o de m{\~a}o-de-obra 
                         qualificada e empreendedora. Desta forma, o presente trabalho tem 
                         por objetivo analisar a din{\^a}mica de mudan{\c{c}}a de uso da 
                         terra em Paragominas por meio de redes complexas e matrizes de 
                         transi{\c{c}}{\~a}o, assim como obter mapas de uso e 
                         ocupa{\c{c}}{\~a}o da terra do munic{\'{\i}}pio em uma 
                         s{\'e}rie temporal para identificar as classes mais 
                         vulner{\'a}veis {\`a}s mudan{\c{c}}as e as que possuem maior 
                         perman{\^e}ncia. A pesquisa foi subsidiada com base nos dados do 
                         Projeto TerraClass entre os anos de 2004 e 2014, adotou-se para 
                         an{\'a}lise as seguintes classes: agricultura anual, floresta, 
                         pastagem, vegeta{\c{c}}{\~a}o secund{\'a}ria e demais classes. 
                         Os processamentos e produ{\c{c}}{\~o}es dos mapas foram 
                         realizados em ambiente SIG, j{\'a} as an{\'a}lises das redes 
                         complexas foram realizadas no software Gephi e a 
                         representa{\c{c}}{\~a}o das transi{\c{c}}{\~o}es das classes 
                         de uso e ocupa{\c{c}}{\~a}o da terra foram apresentadas 
                         atrav{\'e}s do diagrama de Sankey. O grafo gerado para 
                         an{\'a}lise apresenta um total de 32 n{\'o}s e 137 arestas, a 
                         m{\'e}dia encontrada foi de 4,281 liga{\c{c}}{\~o}es em cada 
                         n{\'o}. De 2004 a 2014 houve uma diminui{\c{c}}{\~a}o das 
                         classes de Floresta e Demais Classes, sendo de 928,75 kmē e 623,17 
                         kmē respectivamente, j{\'a} as classes pastagem, 
                         vegeta{\c{c}}{\~a}o secund{\'a}ria e agricultura aumentaram em 
                         384,58 kmē, 437,68 kmē e 729,67 kmē respectivamente. Observa-se no 
                         munic{\'{\i}}pio que no passado a antropiza{\c{c}}{\~a}o de 
                         {\'a}reas florestais ocorria na convers{\~a}o para pastagem. 
                         Mais recentemente, est{\'a} ocorrendo nesta regi{\~a}o um 
                         processo de convers{\~a}o de {\'a}reas, tanto florestais quanto 
                         pastagem, para cultivo agr{\'{\i}}cola de gr{\~a}os, 
                         principalmente, de soja e milho. Portanto, a din{\^a}mica do 
                         processo de uso e ocupa{\c{c}}{\~a}o da terra em {\'a}reas 
                         desflorestadas est{\'a} baseada na consolida{\c{c}}{\~a}o da 
                         agropecu{\'a}ria como matriz econ{\^o}mica.",
          affiliation = "{Universidade Federal Rural da Amaz{\^o}nia (UFRA)} and 
                         {Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)}",
             language = "pt",
                pages = "39",
                  ibi = "8JMKD3MGP3W34R/42HRU2S",
                  url = "http://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42HRU2S",
           targetfile = "Jones Remo Barbosa Vale.pdf",
        urlaccessdate = "17 jan. 2021"
}


Fechar