Fechar
Metadados

@TechReport{RodriguesSatyChouYana:2017:AvPrSu,
               author = "Rodrigues, Luan Felipe Carneiro and Satyamurty, Prakki and Chou, 
                         Sin Chan and Yanagi, Silvia de Nazar{\'e} Monteiro",
                title = "Avalia{\c{c}}{\~a}o das previs{\~o}es subsazonais do modelo ETA 
                         na detec{\c{c}}{\~a}o do in{\'{\i}}cio da esta{\c{c}}{\~a}o 
                         chuvosa",
          institution = "Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais",
                 year = "2017",
                 type = "RPQ",
              address = "S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos",
                 note = "{Bolsa PIBIC/INPE/CNPq}",
             keywords = "Previs{\~a}o subsazonal. Esta{\c{c}}{\~a}o chuvosa. Modelo 
                         clim{\'a}tico.",
             abstract = "O in{\'{\i}}cio do per{\'{\i}}odo chuvoso {\'e} um evento de 
                         extrema import{\^a}ncia para diversos setores e atividades de uma 
                         regi{\~a}o. A gest{\~a}o de reservat{\'o}rios e planejamento de 
                         gera{\c{c}}{\~a}o de energia hidroel{\'e}trica, a 
                         defini{\c{c}}{\~a}o das datas de plantio e aduba{\c{c}}{\~a}o, 
                         a prepara{\c{c}}{\~a}o para campanhas de sa{\'u}de p{\'u}blica 
                         e a tomada de decis{\~o}es para preven{\c{c}}{\~a}o de 
                         desastres ambientais s{\~a}o exemplos de atividades ligadas 
                         diretamente ao in{\'{\i}}cio da esta{\c{c}}{\~a}o chuvosa. 
                         Neste contexto, faz-se necess{\'a}ria uma 
                         investiga{\c{c}}{\~a}o mais detalhada a cerca da capacidade de 
                         modelos clim{\'a}ticos em prever com certa anteced{\^e}ncia e 
                         confiabilidade eventos como o in{\'{\i}}cio do per{\'{\i}}odo 
                         chuvoso, bem como para entender as varia{\c{c}}{\~o}es 
                         interanuais e identificar as defici{\^e}ncias dos modelos. A 
                         previs{\~a}o do tempo e do clima tem sido realizada a partir de 
                         modelos clim{\'a}ticos regionais (MCRs) aninhados a modelos 
                         clim{\'a}ticos globais (MCGs) com o intuito de refinar as 
                         previs{\~o}es atrav{\'e}s da introdu{\c{c}}{\~a}o, em melhor 
                         resolu{\c{c}}{\~a}o, das caracter{\'{\i}}sticas locais, 
                         processo este denominado downscaling. O objetivo deste trabalho 
                         foi avaliar o desempenho das previs{\~o}es em escala subsazonal 
                         do modelo regional Eta na detec{\c{c}}{\~a}o do in{\'{\i}}cio 
                         da esta{\c{c}}{\~a}o chuvosa. O modelo Eta foi desenvolvido pela 
                         Universidade de Belgrado em conjunto com o Instituto de 
                         Hidrometeorologia da Iugosl{\'a}via, e {\'e} operacionalizado no 
                         Centro de Previs{\~a}o do Tempo e Estudos Clim{\'a}ticos do 
                         Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE) desde 1997 
                         para previs{\~a}o do tempo e desde 2002 para previs{\~a}o 
                         clim{\'a}tica sazonal. Neste estudo, priorizou-se a regi{\~a}o 
                         Sudeste do Brasil, por ser uma regi{\~a}o com grande 
                         concentra{\c{c}}{\~a}o de reservat{\'o}rios para 
                         gera{\c{c}}{\~a}o de energia el{\'e}trica, consider{\'a}vel 
                         produ{\c{c}}{\~a}o agr{\'{\i}}cola e agropecu{\'a}ria, 
                         elevada popula{\c{c}}{\~a}o e com altos n{\'u}meros de 
                         ocorr{\^e}ncias de enchentes e deslizamentos ocasionados pela 
                         chuva. Foi adotado um crit{\'e}rio baseado em um limiar de 
                         precipita{\c{c}}{\~a}o acumulada em um per{\'{\i}}odo de cinco 
                         dias (p{\^e}ntada) para defini{\c{c}}{\~a}o do in{\'{\i}}cio 
                         da esta{\c{c}}{\~a}o chuvosa, sendo este crit{\'e}rio aplicado 
                         sobre as previs{\~o}es do modelo e sobre o produto observado 
                         MERGE (Combina{\c{c}}{\~a}o entre a precipita{\c{c}}{\~a}o 
                         observada e a estimada por sat{\'e}lites). Foram utilizadas 
                         previs{\~o}es geradas por cinco membros do modelo Eta, na 
                         resolu{\c{c}}{\~a}o de 40 km, iniciadas {\`a}s 1200 UTC no 
                         per{\'{\i}}odo de 13 a 17 de setembro, dos anos de 2001 a 2010. 
                         An{\'a}lises estat{\'{\i}}sticas descritivas foram aplicadas 
                         para descrever o desempenho das previs{\~o}es do modelo em 
                         rela{\c{c}}{\~a}o aos dados observados. De acordo com os 
                         resultados, observou-se que o modelo apresenta certa dificuldade 
                         em prever os volumes de chuva em escala di{\'a}ria, mas tem 
                         melhor desempenho quando se trata de volume acumulado em escala 
                         mensal. Em geral, apesar da maior sensibilidade do modelo em 
                         prever eventos com maior escala temporal e menor escala espacial, 
                         o modelo se comportou relativamente bem.",
          affiliation = "{Universidade Federal de Lavras (UFLA)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de Pesquisas 
                         Espaciais (INPE)} and {Universidade Federal de Lavras (UFLA)}",
             language = "pt",
                pages = "51",
                  ibi = "8JMKD3MGP3W34R/42KG3AL",
                  url = "http://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42KG3AL",
           targetfile = "rodrigues_avaliacao.pdf",
        urlaccessdate = "24 jan. 2021"
}


Fechar