<?xml version="1.0" encoding="ISO-8859-1"?>
<metadatalist>
	<metadata ReferenceType="Edited Book">
		<site>mtc-m21c.sid.inpe.br 806</site>
		<holdercode>{isadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S}</holdercode>
		<identifier>8JMKD3MGP3W34R/436PSQL</identifier>
		<repository>sid.inpe.br/mtc-m21c/2020/09.01.17.45</repository>
		<lastupdate>2020:09.01.17.45.01 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 administrator</lastupdate>
		<metadatarepository>sid.inpe.br/mtc-m21c/2020/09.01.17.45.01</metadatarepository>
		<metadatalastupdate>2022:09.21.19.33.48 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 administrator {D 1999}</metadatalastupdate>
		<secondarykey>INPE--/</secondarykey>
		<citationkey>Ricci:1999:LiRe</citationkey>
		<title>5º Seminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE 1999): livro de resumos</title>
		<year>1999</year>
		<secondarytype>LN</secondarytype>
		<numberofpages>112</numberofpages>
		<numberoffiles>1</numberoffiles>
		<size>1682 KiB</size>
		<editor>Ricci, Mário César,</editor>
		<group>DMC-INPE-MCT-BR</group>
		<affiliation>Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)</affiliation>
		<publisher>INPE</publisher>
		<city>São José dos Campos</city>
		<booktitle>Resumos</booktitle>
		<transferableflag>1</transferableflag>
		<keywords>Sicinpe, iniciação científica.</keywords>
		<abstract>Esse volume reune os resumos dos trabalhos apresentados no V Seminário de Iniciação Científica do INPE (V SICINPE) realizado nos dias 01 e 02 de julho de 1998 no Auditório Principal do IA.1 no INPE em São José dos Campos. Os resumos estão organizados segundo a ordem cronológica das apresentações. Nessa quinta edição o Seminário conta com 7 sessões técnicas onde deverão ser apresentados, oralmente ou na forma de painéis, cerca de 42 trabalhos realizados pelos bolsistas de IC PIBIC sob a orientação de pesquisadores e tecnologistas do INPE. Os autores dos trabalhos são alunos da graduação das seguintes Instituições de Ensino: Escola de Engenharia Industrial, EEI (2); Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, FEG-UNESP (6); Instituto Presbiteriano MACKENZIE (1); Instituto Tecnológico da Aeronáutica, ITA (2); Universidade Braz Cubas, UBC (2); Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN (1); Universidade de Mogi das Cruzes, UMC (1); Universidade de São Paulo, 1-4-LCH-USP (1); Universidade de Taubaté, UNITAU (14);  Universidade do Vale do Paraíba, UNIVAP (5) e Universidade Federal de Santa Maria, RS, UFSM (7). Verifica-se um aumento gradual no número de trabalhos apresentados com um grande salto do 12 para o 22 Seminário e do IV para o V. O primeiro salto reflete o aumento na cota, que saltou de 26 para 40 bolsas, mantendo-se nesse número até hoje. O acréscimo no número de trabalhos do penúltimo para o último Seminário deve-se a inclusão de alguns trabalhos de bolsistas que não são PIBIC, apresentados na forma de painéis. Tem-se, então que o número de apresentações PIBIC está se mantendo em torno de 35 nos últimos anos apesar de nossa cota ser de 40 bolsas. Mas a questão fundamental é saber se o PIBIC tem alcançado seus objetivos. O PIBIC tem diminuido o tempo do mestrado? Qual é o impacto do Programa na pós-graduação? Para começar a responder essas perguntas eu remeto a leitura a respeito das avaliações do PIBIC que se encontram na página httn://www.cnpq.bripibic. Um importante resultado da 21 avaliação realizada pelo Núcleo de Estudos sobre Ensino Superior da Universidade de Brasflia (NESUB), relacionando o PIBIC com o mestrado, é que devemos incentivar a renovação. Devemos valorizar o bolsista fiel. Permito-me repetir aqui um trecho daquele documento. Se o PIBIC aparece vitorioso no sentido de promover uma alta proporção dos seus ex-bolsistas ao mestrado, o aprofundamento dos temas somente acontece com aqueles bolsistas que mantiveram a bolsa por mais de um ano, o que faz pensar que, para ter no mestrado maiores aprofundamentos sobre os temas de pesquisa trabalhados no período de bolsa PIBIC, é importante incrementar os processos de renovação de bolsas no Programa. Nessa edição também foi possível realizar urna mesa redonda a respeito do tema Iniciação Científica, onde foi abordado as várias facetas da questão envolvendo um debate a respeito da relação do INPE com Universidades da região; como proceder na elaboração de um relatório científico e numa proposta de projeto; a questão do método científico, etc. Um agradecimento especial aos debatedores Dr. Marcelo Lopes de Oliveira e Souza, Dra. Tania Sausen e Dr. Rene Adalid Medrano Balboa. Finalizando, gostaria de agradecer em nome do CIBIC a todos que tornaram este evento possível, bolsistas, orientadores, membros do CIBIC, pessoal de apoio, secretarias, que de alguma forma colaboraram para a boa consecução do evento. Um agradecimento especial aos membros do Comitê Externo (Dr. Álvarn T. Prata, Dr. Antonio oberto Pereira e Dr. Maher Nasr Bismarck) e ao CNPq pela concessão das bolsas.</abstract>
		<area>INFO</area>
		<language>pt</language>
		<targetfile>1999.pdf</targetfile>
		<usergroup>simone</usergroup>
		<visibility>shown</visibility>
		<documentstage>not transferred</documentstage>
		<mirrorrepository>urlib.net/www/2017/11.22.19.04.03</mirrorrepository>
		<nexthigherunit>8JMKD3MGPCW/446AF4B</nexthigherunit>
		<nexthigherunit>8JMKD3MGPGW/45823FH</nexthigherunit>
		<nexthigherunit>8JMKD3MGPDW34R/478GNM8</nexthigherunit>
		<dissemination>BNDEPOSITOLEGAL</dissemination>
		<hostcollection>urlib.net/www/2017/11.22.19.04</hostcollection>
		<notes>Evento realizado de 01 a 02 de julho de 1999 em São José dos Campos, SP</notes>
		<username>simone</username>
		<agreement>agreement.html .htaccess .htaccess2</agreement>
		<lasthostcollection>urlib.net/www/2017/11.22.19.04</lasthostcollection>
		<url>http://mtc-m21c.sid.inpe.br/rep-/sid.inpe.br/mtc-m21c/2020/09.01.17.45</url>
	</metadata>
</metadatalist>