Fechar
Metadados

@InProceedings{TemporimGamaParaMura:2016:MoDeSu,
               author = "Temporim, Filipe Alto{\'e} and Gama, F{\'a}bio Furlan and 
                         Paradella, Waldir Renato and Mura, Jos{\'e} Cl{\'a}udio",
          affiliation = "{Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de Pesquisas 
                         Espaciais (INPE)}",
                title = "Monitoramento de deforma{\c{c}}{\~o}es superficiais nos taludes 
                         de minera{\c{c}}{\~a}o da mina de ferro N5e/complexo minerador 
                         de Caraj{\'a}s/Par{\'a} por interferometria diferencial com 
                         dados TerraSAR-X",
            booktitle = "Anais...",
                 year = "2016",
         organization = "Congresso Brasileiro de Geologia, 48.",
            publisher = "Sociedade Brasileira de Geologia",
             keywords = "monitoramento de deforma{\c{c}}{\~o}es, TerraSAR-X, DInSAR.",
             abstract = "Opera{\c{c}}{\~o}es em minas a c{\'e}u aberto ocupam grandes 
                         {\'a}reas incluindo por{\c{c}}{\~o}es de terreno adjacentes a 
                         cava da mina. Processos de instabilidade de superf{\'{\i}}cie 
                         podem ocorrer nestas {\'a}reas devido a diversos fatores sendo 
                         uma fonte potencial de riscos para a opera{\c{c}}{\~a}o e para o 
                         pessoal envolvido, podendo comprometer a produ{\c{c}}{\~a}o e os 
                         custos do empreendimento. Atualmente o monitoramento de 
                         deforma{\c{c}}{\~a}o mais utilizado {\'e} atrav{\'e}s de 
                         m{\'e}todos cl{\'a}ssicos como nivelamento {\'o}ptico, 
                         esta{\c{c}}{\~a}o total/prismas refletivos ou GPS que fornecem 
                         informa{\c{c}}{\~o}es pontuais com precis{\~a}o 
                         sub-milim{\'e}trica a centim{\'e}trica. Com a viabilidade da 
                         utiliza{\c{c}}{\~a}o de dados orbitais de sat{\'e}lites SAR com 
                         a capacidade de se realizar a t{\'e}cnica da interferometria SAR 
                         (InSAR), tornou-se poss{\'{\i}}vel agregar esta ferramenta de 
                         Sensoriamento Remoto para o monitoramento da estabilidade 
                         superficial de minas a c{\'e}u aberto, por oferecer menor custo 
                         de imageamento, maior cobertura em {\'a}rea, elevada 
                         acur{\'a}cia e aquisi{\c{c}}{\~a}o de dados de modo 
                         sistem{\'a}tico. A t{\'e}cnica de interferometria diferencial 
                         SAR (DInSAR) utiliza a informa{\c{c}}{\~a}o da diferen{\c{c}}a 
                         de fase entre dois pixels de mesma posi{\c{c}}{\~a}o no solo, 
                         adquiridas em tempos diferentes, para inferir medidas de 
                         deforma{\c{c}}{\~a}o superficial para {\'a}reas com boa 
                         coer{\^e}ncia interferom{\'e}trica espacialmente 
                         distribu{\'{\i}}da e sem efeitos atmosf{\'e}ricos 
                         significativos. Uma maneira eficaz para analisar o comportamento 
                         temporal dos fen{\^o}menos detectados {\'e} a 
                         gera{\c{c}}{\~a}o de s{\'e}ries temporais (DInSAR-TS), que nos 
                         permitem acompanhar a evolu{\c{c}}{\~a}o das 
                         deforma{\c{c}}{\~o}es monitoradas sem sofrer influ{\^e}ncia da 
                         atmosfera. Este trabalho objetivou a detec{\c{c}}{\~a}o de 
                         deforma{\c{c}}{\~a}o em superf{\'{\i}}cie da mina de ferro a 
                         c{\'e}u aberto N5E localizada na Prov{\'{\i}}ncia Mineral de 
                         Caraj{\'a}s atrav{\'e}s de t{\'e}cnicas de interferometria 
                         diferencial de radar na linha da visada do sat{\'e}lite 
                         TerraSAR-X, tanto para {\'e}poca seca, quanto para {\'e}poca 
                         chuvosa. No primeiro grupo, foram selecionadas 19 cenas, 
                         correspondentes ao per{\'{\i}}odo seco, entre 20 de mar{\c{c}}o 
                         a 04 de outubro de 2012 e no segundo grupo 15 cenas 
                         correspondentes ao per{\'{\i}}odo chuvoso, adquiridas entre o 
                         per{\'{\i}}odo de 04 de outubro de 2012 e 20 de abril de 2013. 
                         Observou-se que a maior parte da {\'a}rea {\'e} considerada 
                         est{\'a}vel, apresentando algumas regi{\~o}es com pequenos 
                         movimentos de afastamento do sensor, ou seja, poss{\'{\i}}veis 
                         locais que houve deforma{\c{c}}{\~o}es de subsid{\^e}ncia 
                         (recalque) da superf{\'{\i}}cie da regi{\~a}o da mina N5E. 
                         H{\'a} aus{\^e}ncia de informa{\c{c}}{\~a}o em grande parte da 
                         regi{\~a}o delimitada. Esse resultado decorre da perda de 
                         coer{\^e}ncia entre as datas, causada pelo intervalo de tempo 
                         entre as aquisi{\c{c}}{\~o}es das imagens e, dentre outros 
                         fatores, pela pluviosidade que provoca altera{\c{c}}{\~o}es nas 
                         propriedades diel{\'e}tricas dos alvos, acentuando a 
                         descorrela{\c{c}}{\~a}o temporal. O mapa de 
                         deforma{\c{c}}{\~a}o obtido para o per{\'{\i}}odo seco 
                         apresenta mais informa{\c{c}}{\~o}es do que no mapa referente ao 
                         per{\'{\i}}odo chuvoso, portanto pode-se afirmar que a 
                         pluviosidade influenciou na descorrela{\c{c}}{\~a}o de 
                         informa{\c{c}}{\~a}o. Essa trabalho demonstra que a t{\'e}cnica 
                         DInSAR-TS pode ser utilizada para monitoramento de 
                         superf{\'{\i}}cie em mina a c{\'e}u aberto localizada em 
                         regi{\~a}o tropical {\'u}mida, provendo informa{\c{c}}{\~o}es 
                         {\'u}teis quanto ao planejamento e avalia{\c{c}}{\~a}o de 
                         riscos.",
  conference-location = "Porto Alegre, RS",
      conference-year = "9-13 out.",
                 isbn = "9788599198131",
                label = "lattes: 8878442330474257 2 TemporimGamaPara:2016:MoDeSu",
             language = "pt",
           targetfile = "temporim_monitoramento.pdf",
                  url = "http://www.48cbg.com.br/",
        urlaccessdate = "23 jan. 2021"
}


Fechar