Fechar
Metadados

@InCollection{ChouSLMDRCCCSPGBT:2016:SiAlRe,
               author = "Chou, Sin Chan and Silva, Adan Juliano da and Lyra, Andr{\'e} de 
                         Arruda and Mourao, Caroline Ferraz and Dereczynski, Claudine 
                         Pereira and Rodrigues, Daniela Carneiro and Campos, Diego and 
                         Chagas, Diego and Chagas, Gracielle Siqueira and Sueiro, Gustavo 
                         and Pilloto, Isabel and Gomes, Jorge Lu{\'{\i}}s and Bustamante, 
                         Josiane Ferreira and Tavares, Priscila da Silva",
                title = "Simula{\c{c}}{\~o}es em alta resolu{\c{c}}{\~a}o das 
                         mudan{\c{c}}as clim{\'a}ticas sobre a Am{\'e}rica do Sul",
            booktitle = "Modelagem Clim{\'a}tica e Vulnerabilidades Setoriais {\`a} 
                         Mudan{\c{c}}a do Clima no Brasil",
            publisher = "Biblioteca de Pol{\'{\i}}tica em C\&T do Minist{\'e}rio da 
                         Ci{\^e}ncia, Tecnologia e Inova{\c{c}}{\~a}o",
                 year = "2016",
                pages = "49--91",
             keywords = "Mudan{\c{c}}as Clim{\'a}ticas, Modelagem Clim{\'a}tica, 
                         Vulnerabilidades.",
             abstract = "Este cap{\'{\i}}tulo tem como objetivo apresentar os resultados 
                         das simula{\c{c}}{\~o}es de mudan{\c{c}}as clim{\'a}ticas em 
                         escala reduzida (downscaling) geradas pelo modelo regional Eta do 
                         Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), avaliando as 
                         simula{\c{c}}{\~o}es do clima presente e analisando suas proje- 
                         {\c{c}}{\~o}es at{\'e} o final do s{\'e}culo 21. Essas 
                         simula{\c{c}}{\~o}es foram geradas para subsidiar os estudos de 
                         vulnerabilidade em escala regional. O modelo Eta foi configurado 
                         na resolu{\c{c}}{\~a}o de 20 km e 38 n{\'{\i}}veis verticais, 
                         sobre uma {\'a}rea que cobre a Am{\'e}rica do Sul, a 
                         Am{\'e}rica Central e os oceanos adjacentes. As 
                         simula{\c{c}}{\~o}es do modelo Eta foram for{\c{c}}adas pelas 
                         simula{\c{c}}{\~o}es dos modelos globais HadGEM2- -ES e MIROC5, 
                         nos cen{\'a}rios de emiss{\~a}o RCP4.5 e RCP8.5. As 
                         simula{\c{c}}{\~o}es do per{\'{\i}}odo de 1960 a 2005 
                         empregaram concentra{\c{c}}{\~o}es de CO2 equivalente {\`a}s do 
                         clima atual, enquanto que, a partir de 2006 at{\'e} 2100, as 
                         concentra{\c{c}}{\~o}es corresponderam aos respectivos 
                         cen{\'a}rios de emiss{\~a}o. Uma breve descri{\c{c}}{\~a}o dos 
                         modelos e dos cen{\'a}rios utilizados foi apresentada. A 
                         avalia{\c{c}}{\~a}o das simula{\c{c}}{\~o}es do modelo Eta 
                         for{\c{c}}ados pelos dados dos HadGEM2-ES e MIROC5 para o clima 
                         presente, 19611990, mostra boa capacidade das 
                         simula{\c{c}}{\~o}es em reproduzir a sazonalidade da temperatura 
                         e da chuva na Am{\'e}rica do Sul. O erro a ser destacado nas 
                         temperaturas {\'e} a subestimativa das simula{\c{c}}{\~o}es do 
                         clima presente, em todas as esta{\c{c}}{\~o}es do ano, 
                         principalmente quando o modelo Eta {\'e} aninhado ao MIROC5. 
                         Superestimativa na temperatura do clima presente pode ser 
                         identificada na regi{\~a}o norte da Argentina, da 
                         Bol{\'{\i}}via e do Paraguai, principalmente em 
                         esta{\c{c}}{\~o}es quentes do ano. Em rela{\c{c}}{\~a}o 
                         {\`a}s chuvas, em geral, no ver{\~a}o, as simula{\c{c}}{\~o}es 
                         subestimam as chuvas principalmente quando aninhado ao modelo 
                         HadGEM2-ES, enquanto que, no inverno e na primavera, as chuvas 
                         s{\~a}o superestimadas, principalmente no Sul e no litoral do 
                         Sudeste do Brasil. As proje{\c{c}}{\~o}es futuras at{\'e} 2100, 
                         regionalizadas pelo modelo Eta, nos cen{\'a}rios RCP4.5 e RCP 8.5 
                         mostram um clima mais quente em toda a Am{\'e}rica do Sul. Os 
                         m{\'a}ximos de aquecimento se localizam na regi{\~a}o 
                         Centro-Oeste do Brasil em todas as esta{\c{c}}{\~o}es do ano e, 
                         at{\'e} o final do s{\'e}culo, estendem-se para as regi{\~o}es 
                         Norte, Nordeste e Sudeste do pa{\'{\i}}s. No final do 
                         s{\'e}culo, esses m{\'a}ximos de aquecimento podem variar entre 
                         2 e 8C. Com rela{\c{c}}{\~a}o {\`a} precipita{\c{c}}{\~a}o, 
                         as proje{\c{c}}{\~o}es indicam clima mais seco no ver{\~a}o na 
                         maior parte do Brasil, com m{\'a}ximos de redu{\c{c}}{\~a}o nas 
                         regi{\~o}es Centro-Oeste e Sudeste. Essa redu{\c{c}}{\~a}o 
                         {\'e} notada em todos os per{\'{\i}}odos futuros. Aumentos da 
                         precipita{\c{c}}{\~a}o s{\~a}o projetados no norte do Nordeste 
                         e no Sul. As simula{\c{c}}{\~o}es mostram tamb{\'e}m que, 
                         apesar das proje{\c{c}}{\~o}es de redu{\c{c}}{\~a}o das chuvas 
                         no Sudeste, h{\'a} aumento na frequ{\^e}ncia de eventos extremos 
                         de chuva.",
          affiliation = "{Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Centro Nacional de Monitoramento 
                         e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN)} and {Universidade 
                         Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de Pesquisas 
                         Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais 
                         (INPE)} and {Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and 
                         {Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de 
                         Pesquisas Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de Pesquisas 
                         Espaciais (INPE)} and {Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais 
                         (INPE)}",
                 isbn = "9788588063303",
                label = "lattes: 1216656435029954 14 ChouSLMDRCCCSPGBT:2016:SiAlRe",
             language = "pt",
           targetfile = "chou_simulacoes.pdf",
               volume = "1",
        urlaccessdate = "24 nov. 2020"
}


Fechar