Fechar
Metadados

@InProceedings{CapoaneKupl:2018:ExAgBi,
               author = "Capoane, Viviane and Kuplich, Tatiana Mora",
          affiliation = "{Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)} and {Instituto 
                         Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)}",
                title = "Expans{\~a}o da agricultura no bioma Pampa",
            booktitle = "Anais...",
                 year = "2018",
                pages = "1--9",
         organization = "Reuni{\~a}o de Estudos Ambientais, 8. (REA)",
             keywords = "Biodiversidade, Mudan{\c{c}}a no uso da terra, Soja.",
             abstract = "A convers{\~a}o acelerada das {\'a}reas de campo nativo para o 
                         cultivo da soja e outras monoculturas anuais e o uso demasiado de 
                         agrot{\'o}xicos, configuram uma realidade preocupante no Pampa 
                         Ga{\'u}cho. Nesse sentido, vislumbra-se a necessidade de 
                         trabalhos e levantamentos ambientais, com a finalidade de 
                         acrescentar e direcionar pol{\'{\i}}ticas p{\'u}blicas de 
                         conserva{\c{c}}{\~a}o, preserva{\c{c}}{\~a}o e manejo 
                         sustent{\'a}vel dos recursos naturais desse Bioma. Diante do 
                         exposto, este trabalho prop{\^o}s-se a fazer um levantamento da 
                         {\'a}rea plantada das principais culturas de ver{\~a}o no Rio 
                         Grande do Sul (RS) e, nos munic{\'{\i}}pios do Bioma Pampa. 
                         Tamb{\'e}m, foram selecionados oito munic{\'{\i}}pios que 
                         refletem a tend{\^e}ncia de convers{\~a}o dos campos nativos 
                         para agricultura. O objetivo {\'e} mostrar o avan{\c{c}}o da 
                         agricultura, principalmente da soja, em {\'a}rea tradicional de 
                         pecu{\'a}ria e sinalizar a necessidade de planejamento para o uso 
                         e conserva{\c{c}}{\~a}o da vegeta{\c{c}}{\~a}o campestre no 
                         RS. A etapa inicial do trabalho consistiu no levantamento da 
                         {\'a}rea plantada e quantidade produzida das tr{\^e}s principais 
                         culturas de ver{\~a}o no Estado (soja, milho e arroz) para o 
                         per{\'{\i}}odo de 1988 a 2016. Os dados foram obtidos no 
                         reposit{\'o}rio do Instituto Brasileiro de Geografia e 
                         Estat{\'{\i}}stica. Considerando o grande avan{\c{c}}o da 
                         agricultura na metade Sul do Estado, foi feito o levantamento da 
                         {\'a}rea plantada destas tr{\^e}s culturas nos 
                         munic{\'{\i}}pios inseridos no Pampa para os anos 2000 e 2015. 
                         Os dados da Produ{\c{c}}{\~a}o Agr{\'{\i}}cola Municipal foram 
                         espacializados no programa ArcMap 10.3. Para os 
                         munic{\'{\i}}pios selecionados para estudo de caso (Bag{\'e}, 
                         Dom Pedrito, Encruzilhada do Sul, Jaguar{\~a}o, Manoel Viana, 
                         S{\~a}o Gabriel, S{\~a}o Louren{\c{c}}o do Sul e Santana do 
                         Livramento), foram obtidos os dados da {\'a}rea plantada de soja 
                         do per{\'{\i}}odo de 1988 a 2016. A {\'a}rea plantada com soja 
                         no Estado aumentou 57,5% com coeficiente de varia{\c{c}}{\~a}o 
                         (CV) de 20% e, a produ{\c{c}}{\~a}o aumentou 346,0% com CV de 
                         48,8%, no per{\'{\i}}odo de 1988 a 2016. O aumento na {\'a}rea 
                         plantada com soja deu-se principalmente no Pampa e, o aumento 
                         expressivo na produtividade resulta do melhoramento gen{\'e}tico 
                         das cultivares. A {\'a}rea plantada com arroz aumentou 34% com CV 
                         de 11,9% e, a produ{\c{c}}{\~a}o aumentou 93,1% com CV de 29,2%. 
                         O aumento da produ{\c{c}}{\~a}o {\'e} atribu{\'{\i}}do ao 
                         programa de melhoramento gen{\'e}tico da Embrapa Clima Temperado. 
                         A {\'a}rea plantada com milho diminuiu 55,9% no RS com CV de 
                         22,2% e, a produ{\c{c}}{\~a}o aumentou 119,2%, com CV de 28,1% 
                         no per{\'{\i}}odo analisado. A redu{\c{c}}{\~a}o da {\'a}rea 
                         plantada com milho deu-se, principalmente, em detrimento da 
                         cultura da soja. Nos munic{\'{\i}}pios inseridos no Bioma Pampa, 
                         em um comparativo entre os anos 2000 e 2015, a {\'a}rea plantada 
                         com soja quase triplicou; a cultura de arroz, que tem um 
                         importante papel na economia ga{\'u}cha, aumentou 20% e; a 
                         {\'a}rea plantada com milho reduziu 58,9%. Os munic{\'{\i}}pios 
                         selecionados para estudo de caso, tradicionalmente tiveram sua 
                         economia baseada na pecu{\'a}ria, por{\'e}m, com o advento da 
                         moderniza{\c{c}}{\~a}o da agricultura, os rebanhos reduziram 
                         significativamente, em detrimento da produ{\c{c}}{\~a}o de 
                         gr{\~a}os. Dentre os cultivos agr{\'{\i}}colas a soja tem 
                         destaque e, os munic{\'{\i}}pios com maior incremento na 
                         {\'a}rea plantada no per{\'{\i}}odo de 1988 a 2016 foram: 
                         Jaguar{\~a}o > Bag{\'e} > Santana do Livramento > Manoel Viana > 
                         Dom Pedrito > Encruzilhada do Sul > S{\~a}o Gabriel > S{\~a}o 
                         Louren{\c{c}}o do Sul, com 800%, 775%, 600%, 536%, 525%, 445%, 
                         375% e 11%, respectivamente. Embora S{\~a}o Louren{\c{c}}o do 
                         Sul tenha apresentado o menor incremento de {\'a}rea plantada de 
                         soja no per{\'{\i}}odo analisado, de 1992 a 2016 o incremento 
                         foi de 900%. Os resultados obtidos no presente trabalho demonstram 
                         que grande parte do aumento da {\'a}rea plantada com soja ocorreu 
                         na metade Sul do Estado do RS, com o avan{\c{c}}o da agricultura 
                         nos campos do Bioma Pampa e, em {\'a}reas anteriormente 
                         cultivadas com milho. Neste Bioma a {\'a}rea plantada com soja 
                         aumentou 188,5% entre 2000 e 2015. A expans{\~a}o das lavouras de 
                         soja sobre os campos confirma a necessidade de atividades que 
                         contemplem a conserva{\c{c}}{\~a}o deste ecossistema. O 
                         estabelecimento de novas unidades de conserva{\c{c}}{\~a}o, a 
                         correta interpreta{\c{c}}{\~a}o e aplica{\c{c}}{\~a}o das leis 
                         de prote{\c{c}}{\~a}o ambiental no bioma Pampa e, o manejo 
                         adequado das atividades agropecu{\'a}rias, s{\~a}o 
                         a{\c{c}}{\~o}es que, se realmente postas em pr{\'a}tica, 
                         poder{\~a}o contribuir para a manuten{\c{c}}{\~a}o das 
                         {\'a}reas de campo nativo remanescentes.",
  conference-location = "Porto Alegre, RS",
      conference-year = "21-23 maio",
                label = "lattes: 8997858562195060 2 CapoaneKupl:2018:ExAgBi",
             language = "pt",
           targetfile = "capoane_expansao.pdf",
        urlaccessdate = "28 nov. 2020"
}


Fechar