Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <ref report and firstg LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR and y 2013>.
17 referências foram encontradas buscando em 15 dentre 15 sites
(este total pode incluir algumas duplicatas - para ver a conta certa clique no botão Mostrar Todas).
As 10 mais recentes estão listadas abaixo.
Data e hora local de busca: 24/02/2021 20:58.

Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SB49S
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.18.13   (acesso restrito)
Última Atualização2020:07.17.18.13.38 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.18.13.38
Última Atualização dos Metadados2021:02.01.23.06.46 simone
Chave de CitaçãoReisNonoOliv:2013:MoUmAm
TítuloMonitoramento da umidade ambiente e relacionamento com fatores que alteram a umidade relativa do ar, utilizando sensores desenvolvidos no INPE
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRPQ
Número de Páginas24
Número de Arquivos1
Tamanho281 KiB
Área de contextualização
Autor1 Reis, Fernanda Cristina
2 Nono, Maria do Carmo de Andrade
3 Oliveira, Rodrigo de Matos
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHRC
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
3 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 fcristinareis@yahoo.com
2 maria@las.inpe.br
3 rodmatos@las.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Histórico2021-02-01 23:06:46 :: simone -> sergio :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavemonitoramento ambiental, umidade do ar, sensores cerâmicos.
ResumoO monitoramento de parâmetros ambientais consiste em um processo de coleta de dados, estudo e acompanhamento das variáveis do meio, com o objetivo de avaliar e identificar as condições dos recursos naturais. Dessa forma, a precisão e a confiabilidade dos dispositivos envolvidos são fatores de extrema importância. Nesse sentido, os sensores cerâmicos de umidade, desenvolvidos pelo Grupo de Pesquisa em Micro e Nanotecnologias Espaciais e Ambientais TECAMB, que integra o Laboratório Associado de Sensores e Materiais LAS, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais INPE, mostraram se bastante promissores. Estes sensores cerâmicos são capacitivos, em formato de sandwich, confeccionados a partir de pastilhas de pós comerciais de ZrO2 e de TiO2, metalizadas em ambos os lados, a fim de gerar o efeito elétrico. Os objetivos principais desse trabalho foram investigar as influências das características físicas e químicas do ambiente (ar) na capacidade de absorção/adsorção de moléculas de água pelo elemento sensor cerâmico, em laboratório, e avaliar seu comportamento em condições climáticas adversas. As caracterizações elétricas foram realizadas com valores crescentes/decrescentes de umidade do ar, em diferentes temperaturas, através de uma ponte RLC, acoplada a uma câmara climática. Os resultados obtidos mostraram que os elementos sensores cerâmicos apresentaram tendência a linearidade em uma ampla faixa de umidade e temperatura e estabilidade nos ciclos térmico e de tempo.
AreaFISMAT
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 15:13 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Idiomapt
Arquivo AlvoFernanda Cristina Reis.pdf
Grupo de Usuáriossergio
simone
Grupo de Leitoresadministrator
sergio
simone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituradeny from all
Permissão de Atualizaçãotransferida para sergio
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)sergio
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SAFAP
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.14.59   (acesso restrito)
Última Atualização2020:07.17.14.59.38 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.14.59.38
Última Atualização dos Metadados2021:02.01.23.05.10 simone
Chave de CitaçãoOliveiraNonoOliv:2013:EsMoUm
TítuloEstudo do monitoramento de umidade de solos utilizando sensores de cerâmica porosa
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRDP
Número de Páginas31
Número de Arquivos1
Tamanho284 KiB
Área de contextualização
Autor1 Oliveira, Gustavo de Souza
2 Nono, Maria do Carmo de Andrade
3 Oliveira, Rodrigo de Matos
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHRC
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
3 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 gustavo.so@bol.com.br
2 maria@las.inpe.br
3 rodmatos@las.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Histórico2021-02-01 23:05:10 :: simone -> sergio :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavemateriais cerâmicos, sensores de umidade do solo, deslizamento de encostas.
ResumoO Brasil possui muitas regiões que são suscetíveis ao deslizamento de encostas, cujas ocorrências aumentam, principalmente, nos períodos chuvosos. Com o objetivo de auxiliar no monitoramento e na prevenção desses desastres ambientais, ocorridos, com frequência, nos últimos anos, buscou-se o aperfeiçoamento no desenvolvimento de elementos sensores, confeccionados a partir de materiais cerâmicos porosos, para o monitoramento do conteúdo de água em solos, localizados em áreas de risco. Esta aplicação foi baseada nos promissores resultados alcançados para o monitoramento da umidade relativa do ar, utilizando estas cerâmicas avançadas. Neste trabalho, os elementos sensores cerâmicos de ZrO2-TiO2,comerciais, sinterizados nas temperaturas de 1000, 1100 e 1200 oC e compactados na pressão de 100 MPa, foram imersos em amostras de solo, pré-selecionadas, a fim de monitorar a capacidade de infiltração do solo, até a sua saturação, cuja situação se assemelha a um deslizamento de encosta, nas épocas de chuva. Para isso, realizaram-se medições elétricas de capacitância, em função da variação do conteúdo de água na amostra de solo, através de uma ponte RLC, em diferentes frequências. Os resultados obtidos mostraram boa sensitividade dos elementos sensores cerâmicos em monitorar as diferentes umidades da amostra de solo e verificar a capacidade de infiltração da mesma.
AreaFISMAT
Arranjo
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 11:59 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoGustavo de Souza Oliveira.pdf
Grupo de Usuáriossergio
simone
Grupo de Leitoresadministrator
sergio
simone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituradeny from all
Permissão de Atualizaçãotransferida para sergio
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SB9ES
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.19.16
Última Atualização2020:07.17.19.16.18 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.19.16.18
Última Atualização dos Metadados2020:07.17.19.16.18 simone
Chave de CitaçãoPianassolaCorAntSaiCri:2013:DeEsCo
TítuloDesenvolvimento de estruturas compósitas a base de epóxi e fibra de carbono com deposição de nanotubos de carbono
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRPQ
Número de Páginas25
Número de Arquivos1
Tamanho477 KiB
Área de contextualização
Autor1 Pianassola, Matheus
2 Corat, Evaldo José
3 Antunes, Erica Freire
4 Saito, Eduardo
5 Cristóvan, Fernando Henrique
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JH33
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
3 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
4 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
4 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
5 Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Endereço de e-Mail do Autor1 matheus.pianassola@unifesp.br
2 corat@las.inpe.br
3 ericafa2009@hotmail.com
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavefibras de carbono, nanotubos de carbono.
ResumoEste documento relata sobre um procedimento para a obtenção de nanopartículas de óxido de zinco por eletrodeposição utilizando uma solução aquosa de nitrato de zinco. O eletrodo de trabalho era feito de filmes de nanotubos de carbono funcionalizados a plasma de oxigênio, verticalmente alinhados crescidos em Ti num reator de plasma de microondas. A morfologia e a estrutura cristalina do material foram avaliadas por microscopia eletrônica de varredura e por difração de raios-X, respectivamente. As amostras apresentaram difratogramas contendo picos relacionados tanto com o óxido de zinco e de hidroxinitrato de zinco. A fase de hidroxinitrato de zinco foi transformada em óxido de zinco apenas por tratamento térmico a temperaturas ligeiramente maior que 200oC. As diferenças na morfologia das nanopartículas (nanofolhas ou esferulitas) foram observadas variando o potencial de eletrodeposição ou usando (ou não) de agitação magnética.
AreaFISMAT
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 16:16 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42SB9ES
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/42SB9ES
Idiomapt
Arquivo AlvoMatheus Pianassola.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SB988
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.19.13
Última Atualização2020:07.17.19.13.31 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.19.13.31
Última Atualização dos Metadados2020:07.17.19.13.31 simone
Chave de CitaçãoBarbosaCoraLobo:2013:EsPaTe
TítuloEstudo de parâmetros termodinâmicos na eletrodeposição de hidroxiapatita em nanotubos de carbono verticalmente alinhados / Direct hydroxyapatite electrodeposition on superhydrophilic vertically aligned carbon nanotube films
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRPQ
Número de Páginas43
Número de Arquivos1
Tamanho1337 KiB
Área de contextualização
Autor1 Barbosa, Michelle Chizzolini
2 Corat, Evaldo José
3 Lobo, Anderson de Oliveira
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JH33
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP)
Endereço de e-Mail do Autor1 michellechizzolini@bol.com.br
2 corat@las.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveparâmetros termodinâmicos, eletrodeposição, nanotubos de carbono.
ResumoNa medicina regenerativa, nanotubos de carbono verticalmente alinhados (VACNT), são de grande interesse. Moldes induzidos a base de nanohidroxiapatita (HAp) também são de grande interesse na medicina ósseo-regenerativa. Assim uma combinação de ambas torna-se muito atraente para aplicações de regeneração óssea. Os filmes de VACNTs foram produzidos utilizando um reator de plasma de microondas a 2.45GHz sobre substratos de Ti (10x10x1mm). Obteve-se a superhidrofilicidade dos VACNTs através da funcionalização utilizando plasma de O2 com um reator de plasma DC-Pulsado, tornando-os superhidrofílicos (VACNT-O2). A produção de nanocompósitos de HAp/VACNT-O2 foi realizada por eletrodeposição de cristais de HAp sobre os filmes de VACNT-O2. Os resultados mostram que um grupo funcional carboxílico ligado ao VACNT-O2 após a funcionalização a plasma foram essenciais para a aceleração da formação de OH- e consequente deposição dos cristais de HAp. O efeito da temperatura foi essencial para acelerar o processo de produção da HA sobre os VACNT-O2 com homogeneidade e cristalinidade. Tais resultados apresentaram-se como atrativos visando a aplicabilidade dos nanocompósitos de HAp/VACNT-O2 para a regeneração óssea.
AreaFISMAT
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 16:13 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42SB988
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/42SB988
Idiomapt
Arquivo AlvoMichelle Chizzolini Barbosa.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SB52S
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.18.22
Última Atualização2020:07.17.18.22.15 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.18.22.15
Última Atualização dos Metadados2020:07.17.18.22.15 simone
Chave de CitaçãoSilvaCoraLobo:2013:PuFuNa
TítuloPurificação e funcionalização de nanotubos de carbono
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRPQ
Número de Páginas29
Número de Arquivos1
Tamanho995 KiB
Área de contextualização
Autor1 Silva, Gislene Rodrigues da
2 Corat, Evaldo José
3 Lobo, Anderson de Oliveira
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JH33
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP)
Endereço de e-Mail do Autor1 girsiva@univap.br
2 corat@las.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavenanotubo de carbono.
ResumoEste trabalho foi iniciado em julho de 2012 com o objetivo de estudar a formação de camadas de SiO2 sobre fibras de carbono e ainda a formação de camadas de SiC mediante tratamento térmico a altas temperaturas, entre 1400 - 1800oC para melhorar a adesão entre a camada de sílica e a fibra de carbono. O trabalho atual tem como objetivo avaliar as fibras de carbono puras, fibras de carbonos com o silício e as fibras com silício e nanotubo de carbono, para aplicações biológicas através de testes de citotoxicidade. As fibras de carbono tem elevada elasticidade e resistência mecânica tornando o interessante para o nosso estudo. O nanotubo de carbono preserva as propriedades biológicas e permitir o extenso crescimento, espalhamento e adesão de células, além de possuirem excelente biocompatibilidade celular. A utilização deste dois materiais juntos forma um material mais resistente e elastico tornando-o interessante para aplicações biológicas por aguentar intensas atividades. O teste realizado foi o LDH total e o liberado, onde as células foram semeadas em placas de 24 poços numa concentração de 1x106 cel/ml por poço no período de tempo de 24 horas para adesão.Após foi colocado sobre as células as amostras e incubadas por 24 e 48 horas. Todos os testes foram realizados em triplicata. Podemos observar com os testes LDH que os materiais até presente estudo apresentou-se tóxico para as células. Tornando assim inviável a utilização dos materiais para aplicações biológicas.
AreaFISMAT
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 15:22 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42SB52S
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/42SB52S
Idiomapt
Arquivo AlvoGislene Rodrigues da Silva.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SB4EB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.18.15
Última Atualização2020:07.17.18.15.27 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.18.15.27
Última Atualização dos Metadados2020:07.17.18.15.27 simone
Chave de CitaçãoMinervaBald:2013:CrFiDi
TítuloCrescimento de filmes de diamante micro- e nano-dopados com boro por HFCVD
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRPQ
Número de Páginas20
Número de Arquivos1
Tamanho1341 KiB
Área de contextualização
Autor1 Minerva, Felipe Ramon Silva
2 Baldan, Maurício Ribeiro
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHTA
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 felipe.minerva@unifesp.br
2 baldan@las.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavediamantes dopados, boro.
AreaFISMAT
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 15:15 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42SB4EB
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/42SB4EB
Idiomapt
Arquivo AlvoFelipe Ramon S Minerva.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosabstract archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SAUAS
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.17.37
Última Atualização2020:07.17.17.37.26 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.17.37.26
Última Atualização dos Metadados2020:07.17.17.37.59 simone
Chave de CitaçãoToledoFerrSant:2013:CrFiDo
TítuloCrescimento de filmes dopados com boro aplicados ao reator para tratamento de água via processo oxidativo avançado (POA)
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRDP
Número de Páginas30
Número de Arquivos1
Tamanho878 KiB
Área de contextualização
Autor1 Toledo, William Diniz de
2 Ferreira, Neidenêi Gomes
3 Santos, Nazir Monteiro dos
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHU3
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
3 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 william.diniz@unifesp.br
2 neidenei@las.inpe.br
3 nazir.santos@las.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Histórico2020-07-17 17:37:59 :: simone :: 2014 -> 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavefilmes dopados, boro.
ResumoEste trabalho, iniciado em agosto de 2012 tem como objetivo obter filmes de diamante dopado por boro (Ti/DDB) como eletrodos de alto desempenho e realização das características morfológicas, estruturais e de superficie dos mesmos. Posteriormente os eletrodos obtidos podem ser utilizados em um reator eletroquímico para tratamento de água via processo oxidativo avançado (POA). Os filmes foram crescidos sobre substrato de titânio (Ti) pelo método de deposição química a vapor ativado por filamento quente de tungstênio numa condição de baixa pressão e alta temperatura. O substrato de Ti foi submetido a um pré-tratamento de superfície para aumento de sua rugosidade através do jateamento com esferas de vidro seguido de sua limpeza para a retirada de gorduras e qualquer outra impureza e a deposição de diamante microparticulado através de um processo conhecido como semeadura. As condições de crescimento dos filmes de diamante dentro do reator consistiram na mistura gasosa de metano e hidrogênio em uma condição de não equilíbrio termodinâmico mantendo-se a concentração de 1,5 % de metano (CH4) e 98,5% de hidrogênio (H2), onde o boro era adicionado ao sistema através do arraste com hidrogênio da solução de trioxido de boro (B2O3) diluído em metanol (CH3OH) no caso das dopagens referentes aos filmes de 30000 ppm e da solução de trimetilborato (CH3O)3B diluída em metanol (CH3OH) na dopagem referente aos filmes de 20000 ppm. Os filmes de diamante dopados foram caracterizados e analisados através da Espectroscopia Raman, Difração de Raios X e Microscopia Eletrônica de Varredura. Ainda nesta etapa do presente trabalho foi feita a montagem do reator eletroquímico consistindo desde sua estrutura, válvulas de controle de fluxo, tubulação, sistema de refrigeração, bomba para o fluxo do eletrólito e fonte de alimentação para posterior realização de testes de seu funcionamento.
AreaFISMAT
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 14:37 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42SAUAS
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/42SAUAS
Arquivo AlvoWilliam Diniz.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SATL5
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.17.29
Última Atualização2020:07.17.17.29.24 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.17.29.24
Última Atualização dos Metadados2020:07.17.17.29.24 simone
Chave de CitaçãoRibeiroBern:2013:DeSiMe
TítuloDesenvolvimento de um sistema para medidas de refletância
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRDP
Número de Páginas20
Número de Arquivos1
Tamanho512 KiB
Área de contextualização
Autor1 Ribeiro, Mário Salgado
2 Berni, Luiz Angelo
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHMN
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 mario.ribeiro@unifesp.br
2 berni@las.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavereflectância.
ResumoO objetivo deste trabalho é montar um sistema para medição de refletância de materiais a fim de construir uma biblioteca de dados, onde através destas medidas será possível calcular a BRDF (Bidirectional Reflectance Distribution Function), função que descreve as características direcionais da luz sobre uma superfície. Os dados gerados por este tipo de sistema poderão ser utilizados para obter informações sobre a rugosidade de uma superfície, calcular o índice de refração e extinção de um material, em modelos de iluminação e em análise de luz espúria em sistemas óticos. A parte mecânica é formada por dois braços conectados a motores de passo de 18 Kgf.cm com resolução de 0,4o obtidos através de drives próprios. O primeiro braço possui uma fonte de luz dicróica de 50 W, o segundo braço possui lente, espelho e uma fibra ótica que transporta a luz espalhada até um sensor com filtros de interferência acoplados a um amplificador do tipo lock-in. Os sinais são transferidos para um sistema de aquisição analógica-digital e enviados para um computador para armazenar e analisar os dados. O sistema atualmente esta integrado e um programa desenvolvido em linguagem "C" permite controlar os motores e fazer a aquisição dos dados. Inicialmente o sistema foi caracterizado para determinar o espectro da fonte de radiação, área iluminada e desvios em relação ao centro de medida. Em seguida foram realizadas algumas medidas em amostras de grafite, alumínio anodizado, alumínio e Spectralon como padrão de refletância. Também se espera fazer medidas em célula de silício nacional, importada, tripla junção e materiais comuns. Na segunda etapa do projeto, será implementado o eixo azimutal para medidas em 3D.
AreaFISMAT
Arranjo
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 14:29 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42SATL5
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/42SATL5
Arquivo AlvoRelatório Final.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SATFL
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.17.27
Última Atualização2020:07.17.17.27.41 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.17.27.41
Última Atualização dos Metadados2020:07.17.17.27.41 simone
Chave de CitaçãoFerreiraVile:2013:EsMoSi
TítuloEstudo e montagem de um sistema de um controle de temperatura para caracterização de células solares
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRDP
Número de Páginas19
Número de Arquivos1
Tamanho844 KiB
Área de contextualização
Autor1 Ferreira, Peterson Augusto
2 Vilela, Waldeir Amaral
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JJBP
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 peterson.augusto@unifesp.br
2 waldeir@las.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveCélulas solares, curva I x V, controle da temperatura.
ResumoPara caracterização elétrica de células solares fotovoltaicas um dos principais métodos é a medida da curva de corrente por tensão (curva I x V). Através deste método é possível obter vários parâmetros da uma célula solar, entre elas a sua eficiência. Existem normas que estabelecem as condições necessárias para obtenção desta curva. As normas IEC60904-1 e IEC60904-2 estabelecem critérios de medida da característica I x V, assim como requisitos para dispositivos solares de referência. Para testes de qualificação e aceitação de células solares de aplicação espacial, o dispositivo padrão e o de teste, segundo as normas, devem estar em 25°C ± 1°C, sendo que o padrão de referência deve ser um dispositivo calibrado com certificação, rastreabilidade e natureza similar ao que está sendo medido. A curva I x V de um dispositivo fotovoltaico apresenta uma forte dependência com a temperatura, por isso a temperatura é um parâmetro que precisa ser controlado e monitorado durante a obtenção desta curva devido às exigências das normas. A obtenção de curvas para diferentes temperaturas também é de grande interesse nos processos de pesquisa e desenvolvimento destes dispositivos, pois permite análises de eficiência, degradação e comportamentos em situações de operação onde a temperatura não é controlada. O sistema de caracterização elétrica de células solares do Laboratório de Energia Solar do LAS/INPE (Laboratório Associados de Sensores e Materiais) consiste basicamente em um simulador solar da marca Oriel Instruments, modelo 81190, dois multímetros para medir corrente (I) e tensão (V), uma fonte de tensão controlada que simula uma carga dinâmica, uma base para fixação e controle da temperatura das células em teste e referência e um sistema de aquisição de dados constituído por um microcomputador e uma placa GPIB. O controle de temperatura das células em teste no sistema de medida IxV do LAS é obtido por um sistema convencional que consiste na circulação forçada de água na base de fixação das células. Este sistema embora apresente boa estabilidade para uma determinada temperatura de teste ele não permite mudanças de temperatura de forma rápida e precisa, tornando o processo de caracterização dispendioso quando se deseja obter diversas curvas em diferentes temperaturas. Como o sistema utiliza água para controle da temperatura, a menor temperatura possível é próxima de zero grau não sendo possíveis temperaturas menores que a do ponto de congelamento da água e nem maiores que o seu ponto de ebulição. Atualmente encontra-se em fase de desenvolvimento no LAS um sistema para controle de temperatura das células em teste que utiliza pastilhas Peltier. Este novo sistema apresenta uma série de características que o torna mais vantajoso em relação ao sistema convencional. Com ele será possível um controle mais preciso da temperatura das células durante as medidas atendendo as exigências das normas e também será possível obter curvas I x V para diversas temperaturas com mais facilidades, inclusive para temperatura abaixo de zero grau Celsius. Neste trabalho serão apresentados alguns dos resultados obtidos no desenvolvimento deste sistema.
AreaFISMAT
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 14:27 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42SATFL
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/42SATFL
Arquivo AlvoPeterson Augusto.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42SARBS
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.17.01
Última Atualização2020:07.17.17.01.54 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.17.17.01.54
Última Atualização dos Metadados2020:07.17.17.01.54 simone
Chave de CitaçãoRosaBelo:2013:CaMoEs
TítuloCaracterização morfológica e estrutural de diamante micro- e nano-cristalino do dopado com nitrogênio/boro
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
TipoRDP
Número de Páginas17
Número de Arquivos1
Tamanho1364 KiB
Área de contextualização
Autor1 Rosa, Luiz Carlos
2 Beloto, Antônio Fernando
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JGJ8
Grupo1
2 LAS-CTE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 luizrosa.baldan@gmail.com
2 beloto@las.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavediamante, nitrogênio, Boro.
ResumoO diamante começou a ser estudado devido as suas propriedades impares e podendo ser aplicado nas mais diversas áreas. É um material duro, possui uma alta resistência a abrasão, é ótimo condutor térmico, ou seja, dissipa calor mais rápido que qualquer outro material, é isolante elétrico impedindo a passagem de corrente elétrica. O diamante sintético, no entanto poder ter variações em seu comportamento estrutural de acordo com as necessidades requeridas, podendo-se obter diamantes com algumas propriedades diferentes e/ou melhores do eu as do diamante natural. Uma dessas propriedades que podem ser adquiridas é a obtenção de um filme de diamante com capacidade de conduzir uma corrente elétrica. A síntese de diamante em laboratório teve início na década de 1950 com o uso da técnica HPHT (High Pressure High Temperature), de alto custo devido à robustez dos reatores, mas ainda hoje a mais utilizada para produção em escala industrial. Um novo método de fabricação foi desenvolvido por volta dos anos 1980. No método CVD (Chemical Vapor Deposition) o filme de diamante é obtido pelo crescimento de micro cristais (ou nano cristais, como os de que trata este trabalho) sobre a superfície do substrato (geralmente silício), realizado pela deposição gradual de radicais ativos da faze vapor (uma mistura, a baixas pressões, dos gases H2 e CH₄ considerados como a fronteira em materiais de engenharia.
AreaFISMAT
Arranjo
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/07/2020 14:01 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/42SARBS
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/42SARBS
Arquivo AlvoLuiz Carlos Rosa.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype