Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <ref thesis and course GESAST and gr *SPG-INPE* and date 2012>.
3 referências encontradas buscando em 15 dentre 15 sites.
Data e hora local de busca: 27/02/2021 10:48.
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3BA9HLL
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/02.02.15.30
Última Atualização2012:05.25.12.00.27 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/02.02.15.30.12
Última Atualização dos Metadados2018:06.05.04.12.24 administrator
Chave SecundáriaINPE-17005-TDI/1884
Chave de CitaçãoAntunes:2012:ToCoEl
TítuloTomografia de condutividade elétrica sob a bacia do Paraná utilizando dados do campo geomagnético
Título AlternativoElectrical conductivity tomography beneath the Paraná basin from geomagnetic field data
CursoGESAST-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2012
Data2012-02-29
Data de Acesso27 fev. 2021
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Ciência do Ambiente Solar-Terrestre)
Número de Páginas151
Número de Arquivos1
Tamanho21762 KiB
Área de contextualização
AutorAntunes, Cassio Espindola
GrupoGESAST-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
BancaMuralikrishna, Polinaya (presidente)
Dutra, Severino Luiz Guimarães (vice-presidente)
Vitorello, Ícaro (orientador)
Pádua, Marcelo Banik de (orientador)
Bologna, Mauricio de Souza
Endereço de e-Mailantunes.cassioe@gmail.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2012-02-22 18:41:39 :: cassioea -> yolanda ::
2012-03-09 13:42:42 :: yolanda -> cassioea ::
2012-05-02 18:08:44 :: cassioea -> yolanda ::
2012-05-17 19:39:21 :: yolanda -> lmanacero@yahoo.com ::
2012-05-21 16:53:41 :: lmanacero@yahoo.com -> ivone@sid.inpe.br ::
2012-05-21 18:27:50 :: ivone@sid.inpe.br :: -> 2012
2012-05-22 12:31:11 :: ivone@sid.inpe.br -> lmanacero@yahoo.com :: 2012
2012-05-22 12:34:14 :: lmanacero@yahoo.com -> ivone@sid.inpe.br :: 2012
2012-05-22 13:34:15 :: ivone@sid.inpe.br -> administrator :: 2012
2012-05-24 16:42:01 :: administrator -> ivone@sid.inpe.br :: 2012
2012-05-24 19:48:47 :: ivone@sid.inpe.br -> lmanacero@yahoo.com :: 2012
2012-05-25 12:03:28 :: lmanacero@yahoo.com -> administrator :: 2012
2012-11-03 23:56:58 :: administrator -> ivone@sid.inpe.br :: 2012
2013-01-14 19:47:52 :: ivone@sid.inpe.br -> administrator :: 2012
2018-06-05 04:12:24 :: administrator -> tereza@sid.inpe.br :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveGeomagnetic Depth Sounding (GDS), inversão 3D, indução eletromagnética, sondagens geomagnéticas, bacia do Paraná, 3D inversion, electromagnetic induction, geomagnetic sounding, Paraná basin.
ResumoDevido as limitações dos métodos geofísicos convencionais, as propriedades físicas do interior da Terra ainda são pouco conhecidas, principalmente em profundidades superiores à dezenas de quilômetros. No entanto, este estudo apresenta um recente avanço na investigação da condutividade elétrica da litosfera através de modelos tomográficos 3D. Os modelos gerados são da região central da Bacia do Paraná (entre os paralelos 2$0°$S - 3$0°$S e meridianos 4$6°$W - 5$6°$W). A Bacia do Paraná possui área total aproximada de 1,5 milhões k$m^{2}$ sob parte do Brasil meridional, o leste do Paraguai, o nordeste da Argentina e o norte do Uruguai. A camada superficial da bacia é formada por um pacote sedimentar-magmático bastante condutivo, o qual pode atingir espessuras de até 7 mil km no seu depocentro. Já o seu embasamento é mais resistivo e aparentemente composto por rochas ígneas e metamórficas. Para obter as informações das características geoelétricas da sub-superfície. foi aplicado o método de sondagens geomagnéticas profundas - GDS ( extit{Geomagnetic Depth Sounding}). O método GDS baseia-se na relação linear existente entre a componente vertical e as componentes horizontais do campo geomagnético. Essa relação é definida através das funções de transferência magnética, ou funções de transferência vertical - VTFs ( extit{Vertical Transfer Functions}). As VTFs indicam a existência de inomogeneidades laterais na condutividade elétrica do interior da Terra, sinalizadas pelo aumento ou decréscimo da componente anômala vertical do campo geomagnético de superfície. Para estimar as VTFs, foram utilizados registros das variações do campo geomagnético obtidos por magnetômetros de fluxo saturado. Estes dados foram coletados durante diversas campanhas realizadas em cerca de 200 sítios. Os sensores foram posicionadas em formato de grade com espaçamento médio de 50 a 100 km entre estações. A faixa de período das variações geomagnéticas analisada está compreendida entre 320 e 2 $cdot$ 1$0^{4}$s. Os modelos de resistividade elétrica foram gerados através da inversão 3D das VTFs de um subconjunto de 63 estações e 7 períodos. A inversão apenas de VTFs detecta regiões de contraste lateral na condutividade do meio, mas não recupera o valor real da resitividade do interior da Terra. Por esse motivo, foram realizadas inversões para três modelos iniciais de semiespaços uniformes com resistividades de 50, 100 e 500 $Omega$$cdot$m (contendo a condutividade dos oceanos). Os modelos obtidos apresentam concordância na localização horizontal das anomalias condutoras detectadas. No entanto, como era esperado, as posições verticais (profundidades) das estruturas variam de acordo com a resistividade do modelo inicial utilizado. Uma das principais feições observadas nos modelos é um grande canal condutor com direção NE próximo a calha do rio Paraná. Outras duas regiões de destaque apresentam condutores com direção NW ao longo do lineamento Torres Posadas e do Arco de Ponta Grossa. Estas estruturas apresentam profundidades crustais e são interpretadas como possíveis resíduos, relacionados aos eventos magmáticos que afetaram a Bacia do Paraná no início do período Cretáceo. ABSTRACT: Due to the limitations of the usual geophysical methods, the physical properties of Earth's interior are still poorly known, especially at depths greater than tens of kilometers. However, this study presents a recent progress for the investigation of lithospheric electrical conductivity from 3D tomography models. The obtained models are for the central region of the Paraná Basin (between parallels 2$0°$S - 3$0°$S and e meridians 4$6°$W - 5$6°$W). The Paraná Basin has an approximately total area of 1.5 millions k$m^{2}$ under part of the meridional Brazil, Eastern Paraguay, Northeastern Argentina and Northern Uruguay. The surface layer of the basin is formed by a high conductivity sedimentary-volcanic package, which may reach 7 km of thickness in its depocenter. Its basement is more resistive and seems to be composed by igneous and metamorphic rocks. In order to obtain information of the sub-surface geoelectrical characteristics, the geomagnetic depth sounding (GDS) method was used. The GD8 method is based in the linear relationship existing between the vertical component and the horizontal components of the geomagnetic field. This relationship is defined through the magnetic transfer functions, or vertical transfer functions (VTF). The VTFs indicates the existence of lateral inhomogeneities in the Earth's electrical conductivity, signaled by an increase or decrease of the vertical anomalous geomagnetic field. To estimate the VTFs, data from the geomagnetic field variations measured by fluxgate magnetometers were used. The data were recorded during several field surveys carried out in about 200 sites. The sensors were deployed in an array with 50 to 100 km mean separation between stations. The period range of the geomagnetic field variations analyzed goes from 320 up to 2 $cdot$ 1$0^{4}$ s. The electrical resistivity models were generated through the 3D inversion of the VTFs for a subset of 63 stations and 7 periods. The inversion using only VTFs can detect regions of lateral contrasts in the medium conductivity, however it cannot recover the real resistivity value of the Earth's interior. Therefore, inversions for three starting models have been performed, which are homogeneous half-spaces with 50, 100 and 500 $Omega$$cdot$m resistivity (containing the conductivity of the sea). The models obtained agree with the horizontal position of the anomalous conductors detected. However, as expected, the vertical positions (depths) of the structures vary depending on the resistivity of the starting model. One of the main bodies observed is a large conductive NE lineament near the Paraná river channel. Other two important regions show NW conductors around the Torres Posadas lineament and the Ponta Grossa Arch. These structures are located in crustal depths and are possibly related to the magmatic events that affected the Paraná Basin during the early Cretaceous period.
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > GESAST > Tomografia de condutividade...
Conteúdo da Pasta source
Originais/@4primeirasPaginas-1.pdf 21/05/2012 15:34 778.7 KiB 
Originais/Folha de Aprova‡ao.pdf 03/05/2012 11:45 757.1 KiB 
Originais/publicacao.pdf 10/05/2012 14:44 20.2 MiB
publicacao.pdf 22/05/2012 08:47 8.2 MiB
tex_final.zip 22/05/2012 08:48 39.8 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 02/02/2012 13:30 1.9 KiB 
autorizacao.pdf 21/05/2012 13:41 76.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3BA9HLL
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3BA9HLL
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
cassioea
ivone@sid.inpe.br
lmanacero@yahoo.com
Grupo de Leitoresadministrator
cassioea
ivone@sid.inpe.br
lmanacero@yahoo.com
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F2PF8L
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)tereza@sid.inpe.br
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3BS8S7H
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/05.10.21.43
Última Atualização2012:06.06.12.05.59 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/05.10.21.43.51
Última Atualização dos Metadados2018:06.05.04.12.29 administrator
Chave SecundáriaINPE-17018-TDI/1895
Chave de CitaçãoNegreti:2012:EsCoEl
TítuloEstudo do conteúdo eletrônico total na região brasileira em períodos magneticamente perturbados
Título AlternativoStudy of the total electron content over Brazilian region during magnetically disturbed times
CursoGESAST-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2012
Data2012-03-28
Data de Acesso27 fev. 2021
Tipo da TeseTese (Doutorado em Geofísica Espacial/Ciências do Ambiente Solar-Terrestre)
Número de Páginas323
Número de Arquivos1
Tamanho9134 KiB
Área de contextualização
AutorNegreti, Patrícia Mara de Siqueira
GrupoGESAST-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
BancaBatista, Inez Staciarini (presidente)
Kantor, Ivan Jelinek (vice-presidente)
Paula, Eurico Rodrigues de (orientador)
Abdu, Mangalathayil Ali (orientador)
Echer, Ezequiel
Camargo, Paulo de Oliveira
Muella, Marcio Tadeu Assis Honorato
Endereço de e-Mailpaty.mara@gmail.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2012-05-10 21:48:35 :: patricia.mara@dae.inpe.br -> yolanda ::
2012-05-15 14:47:31 :: yolanda -> patricia.mara@dae.inpe.br ::
2012-05-21 13:43:20 :: patricia.mara@dae.inpe.br -> yolanda ::
2012-06-01 19:43:01 :: yolanda -> lmanacero@yahoo.com ::
2012-06-06 12:09:32 :: lmanacero@yahoo.com -> ivone@sid.inpe.br ::
2012-06-06 14:29:29 :: ivone@sid.inpe.br -> administrator :: -> 2012
2018-06-05 04:12:29 :: administrator -> :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveconteúdo eletrônico total, ionosfera, tempestades magnéticas, Sistema de Posicionamento Global (GPS), total electron content, ionosphere, magnetic storms, Global Positioning System (GPS).
ResumoNeste trabalho foram estudadas as respostas ionosféricas aos eventos de tempestades magnéticas intensas e muito intensas (super tempestades) ocorridas entre 2001 e 2006. O parâmetro estudado foi o Conteúdo Eletrônico Total (TEC), que retrata a dinâmica ionosférica durante as perturbações magnéticas. Nos eventos estudados neste trabalho, foi possível verificar a fase positiva da tempestade ionosférica, em que a característica principal foram os aumentos no TEC devido aos campos elétricos de penetração, inclusive com estabelecimento de um efeito fonte intensificado que resulta em um desenvolvimento da anomalia equatorial com cristas mais proeminentes e deslocadas para maiores latitudes. Foram observadas também a fase negativa da tempestade ionosférica, em que campos elétricos de dínamo perturbado e modificações na composição neutra causam diminuições no TEC, e a fase de recuperação, em que os níveis do TEC gradualmente retomam os valores do período calmo. A deriva vertical ionosférica sobre o equador geomagnético foi simulada utilizando uma rede neural baseada no método de magnetômetros, utilizando a diferença $igtriangleup$ extit{H}, que fornece uma aproximação realística do comportamento da deriva vertical ionosférica diurna, devido às variações observadas no eletrojato equatorial. Dessa forma, as derivas verticais diurnas foram simuladas em Jicamarca, no Brasil e nas Filipinas, para os períodos de tempestades magnéticas estudados nesse trabalho. As variações longitudinais observadas nas derivas e as respostas no TEC foram examinadas nessas três localidades. As derivas verticais diurnas simuladas foram utilizadas para calcular o campo elétrico zonal, denominado $E_{yIONO}$ & neste trabalho, e examinar os eventos de penetração de campos elétricos, em que o campo zonal apresenta assinatura semelhante ao campo elétrico interplanetário ($E_{yIEF}$). Foram observados eventos em que o $E_{yIONO}$ apresentou assinatura semelhante ao $E_{yIEF}$ durante 2 e 7 horas seguidas, porém não foi possível concluir neste trabalho que ocorreu um evento de penetração de longa duração, pois as incursões negativas do $E_{yIEF}$ não são transmitidas com a mesma eficiência ao plano equatorial como ocorre nas incursões positivas. Dessa forma, os valores negativos do $E_{yIEF}$, que resultam de uma incursão para norte da componente $B_{z}$ do campo magnético interplanetário, não foram observados serem transmitidos ao plano equatorial. Assim, neste trabalho assumiu-se que ocorreram eventos de extit{overshielding} durante as incursões para norte de $B_{z}$. A incursão negativa mais intensa da componente $B_{z}$ observada neste trabalho (-52,2 nT) resultou na tempestade magnética mais intensa (Sym-H = -490 nT), resultando também nas modificações mais significativas no TEC, que apresentou aumentos de aproximadamente 300 %. Aumentos no TEC durante a ocorrência de um Evento HILDCAA ( extit{High Intensity Long Duration Continuous AE Activity}) foram observados, em que os aumentos no TEC foram compatíveis com os observados durante as tempestades magnéticas ($sim$ 100%) e aumentos no índice F10.7 durante a ocorrência de HILDCAA. O aumento no TEC durante esse fenômeno foi associado ao aumento no índice F10.7. Neste trabalho mostrou-se que o TEC responde majoritariamente às forçantes do vento solar, e mesmo na ausência de tempestades magnéticas, como durante o evento HILDCAA observado, as modificações nas forçantes do vento solar são responsáveis por causar aumentos significativos no TEC. ABSTRACT: This work presents a study of the ionopheric response to intense and very intense magnetic storms occurred from 2001 to 2006. The parameter studied here was the Total Electron Content (TEC) which reveals the ionospheric dynamic during geomagnetic disturbances. The events discussed in this study present the well known phases of ionospheric storms. We verified the positive phase of the ionospheric storm which presents increases in TEC due to the prompt penetration electric fields, and also the intensification of the fountain effect that generates the equatorial anomaly with prominent crests displaced to higher latitudes. The negative phase of the ionospheric storm was also observed when disturbance dynamo electric fields and changes in the neutral composition caused TEC decreases. The recovery phase of the ionospheric storms observed in this study showed the gradual recovery of TEC to quiet time values. The vertical plasma drifts over the geomagnetic equator were simulated using the dual magnetometer technique which provides a realistic estimate of the daytime vertical drift based on the equatorial electrojet variations. The vertical drifts were simulated for Peru, Brazil and Philippine sectors for the periods of the magnetic storms studied in this work. The longitudinal differences observed in the responses by the vertical drifts and the TEC were analyzed using the data from the three locations. The simulated vertical drifts were used to calculate the zonal electric field, denoted as $E_{yIONO}$ in this study, in order to verify the occurrence of penetration electric fields. During events of penetration electric fields the zonal electric field and the interplanetary electric field (IEF) present similar signatures. We verified similarities between $E_{yIONO}$ and $E_{yIEF}$ lasting from 2 to 7 hours but it was not possible to attribute them to long duration penetration electric fields. The reason is that the negative incursions of $E_{yIEF}$ were not transmitted to the equatorial plane with the same efficiency observed during the positive incursions. For that reason the negative incursions of $E_{yIEF}$ (occurred during northward incursions of the interplanetary magnetic field $B_{z}$) and the resulting negative vertical drifts observed over the geomagnetic equator were attributed to extit{overshielding} events. The most negative magnitude of IMF $B_{z}$ observed in this study (-52.2 nT) resulted in the most intense magnetic storm analyzed here (Sym-H = -490 nT) and also the most remarkable TEC differences, which presented increases of about 300% compared to quiet time. One event of HILDCAA (High Intensity Long Duration Continuous AE Activity) phenomenon was observed and the TEC increases during the HILDCAA event were comparable to the TEC changes observed during magnetic storms ($sim$100%). The main feature observed during the HILDCAA event was an increase in the F10.7 index and this was probably the cause of the TEC enhancements. In this work we show that TEC responds mostly to the solar wind forcing and significant TEC changes may occur even in the absence of magnetic storms as we could verify during the HILDCAA event analyzed here.
AreaCEA
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > GESAST > Estudo do conteúdo...
Conteúdo da Pasta source
Originais/@4primeirasPaginas.pdf 29/05/2012 13:08 777.9 KiB 
Originais/Folha de Aprova‡ao.pdf 23/05/2012 08:15 928.0 KiB 
Originais/tese_patricia_bancav2.doc 22/05/2012 15:34 49.8 MiB
Originais/tese_patricia_bancav2.pdf 22/05/2012 15:38 35.9 MiB
publicacao.pdf 05/06/2012 13:33 8.9 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 10/05/2012 18:43 1.9 KiB 
autorizacao.pdf 06/06/2012 09:05 108.5 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3BS8S7H
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3BS8S7H
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
ivone@sid.inpe.br
lmanacero@yahoo.com
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
ivone@sid.inpe.br
lmanacero@yahoo.com
patricia.mara@dae.inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F2PF8L
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3BB948L
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/02.08.16.24
Última Atualização2012:04.23.12.18.49 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/02.08.16.24.40
Última Atualização dos Metadados2018:06.05.04.12.24 administrator
Chave SecundáriaINPE-16973-TDI/1854
Chave de CitaçãoVieira:2012:EsSéTe
TítuloEstudo das séries temporais de raios cósmicos secundários mediante análises por regressão iterativa e transformada wavelet contínua
Título AlternativoStudy of secundary cosmic ray time series through interative spectral analysis and continuous wavelets transform
CursoGESAST-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2012
Data2012-03-01
Data de Acesso27 fev. 2021
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Geofísica Espacial/Ciências do Ambiente Solar-Terrestre)
Número de Páginas139
Número de Arquivos1
Tamanho3862 KiB
Área de contextualização
AutorVieira, Lucas Ramos
GrupoGESAST-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
BancaJúnior, Odim Mendes (presidente)
Kantor, Ivan Jelinek (vice-presidente)
Lago, Alisson Dal (orientador)
Rigozo, Nivaor Rodolfo (orientador)
Schuch, Nelson Jorge (orientador)
Silva, Marlos Rockenbach da
Endereço de e-Maillucasfisico@gmail.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2012-02-08 16:24:40 :: lucas.vieira@dge.inpe.br -> yolanda ::
2012-03-01 19:04:06 :: yolanda -> lucas.vieira@dge.inpe.br ::
2012-03-05 19:03:30 :: lucas.vieira@dge.inpe.br -> yolanda ::
2012-03-23 19:25:57 :: yolanda -> sabrina ::
2012-04-03 18:18:25 :: sabrina -> lmanacero@yahoo.com ::
2012-04-10 14:59:22 :: lmanacero@yahoo.com -> viveca@sid.inpe.br ::
2012-04-11 14:22:11 :: viveca@sid.inpe.br -> lmanacero@yahoo.com ::
2012-04-11 14:33:11 :: lmanacero@yahoo.com -> viveca@sid.inpe.br ::
2012-04-16 19:34:43 :: viveca@sid.inpe.br -> administrator :: -> 2012
2012-04-23 11:58:01 :: administrator -> yolanda@sid.inpe.br :: 2012
2012-04-23 12:16:38 :: yolanda@sid.inpe.br -> lmanacero@yahoo.com :: 2012
2012-04-23 12:20:59 :: lmanacero@yahoo.com -> administrator :: 2012
2018-06-05 04:12:24 :: administrator -> viveca@sid.inpe.br :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveraios cósmicos, atividade solar, análise espectral, wavelet, cosmic ray, solar activity, spectral analysis, wavelet.
ResumoO objetivo desta dissertação de mestrado é estudar os fenômenos, associados à atividade solar, responsáveis pelas variações de curto prazo nos dados de raios cósmicos secundários (múons e nêutrons), medidos em superfície. Utilizaram-se séries temporais de 2001 a 2002, época de máxima atividade solar, do Protótipo do Detector Multidirecional de Múons (PDMM), instalado no Observatório Espacial do Sul, no município de São Martinho da Serra, RS. Os dados de múons foram corrigidos pelo efeito de pressão atmosférica, que é anticorrelacionado com o fluxo de raios cósmicos secundários. Os dados de nêutrons foram adquiridos do Monitor de Nêutrons de Thule. Os dados representativos da atividade solar foram obtidos do satélite Advanced Composition Explorer (ACE). As séries temporais foram analisadas mediante a aplicação de Análise por Regressão Iterativa (ARIST) e transformada wavelet de Morlet. O ARIST é uma técnica espectral clássica que fornece informações globais referentes à frequência, amplitude e fase embutidas em uma série temporal. Por meio da análise wavelet obtém-se a evolução temporal das periodicidades e amplitudes. Deu-se destaque a periodicidade de 13,5 dias, ocorrida entre outubro de 2001 e janeiro de 2002, tanto nos dados de raios cósmicos secundários quanto nos dados representativos da atividade solar. Sugere-se que a ocorrência da oscilação de 13,5 dias seja decorrente de casuais efeitos combinados de Ejeções de Massa Coronal e Regiões de Interação Corrotantes. A variação diurna nos dados do PDMM foi identificada utilizando-se a técnica de análise de época superposta. ABSTRACT: The purpose of this work is to study the phenomena associated with solar activity, responsible for short-term variations in the secondary cosmic ray data (muons and neutrons), measured at the surface. We used time series from 2001 to 2002, time of maximum solar activity, from the prototype of the Multidirectional Muon Detector (PDMM), installed at the Southern Space Observatory, in São Martinho da Serra, RS. The data of muons were corrected by the effect of atmospheric pressure, which is anticorrelated with the flux of secondary cosmic rays. The neutron data were acquired from Thule Neutron Monitor. Representative data of solar activity were obtained from Advanced Composition Explorer (ACE) satellite. The time series were analyzed by applying Iterative Regression Analysis (ARIST) and the Morlet wavelet transform. The ARIST is a classical spectral technique that provides comprehensive information regarding the frequency, amplitude and phase embedded in a series. By wavelet analyses it is obtained the temporal evolution of frequency and amplitude. It has given importance to the frequency of 13.5 days, which occurred between October 2001 and January 2002, both in secondary cosmic ray data and the data representative of the solar activity. It is suggested that the occurrence of oscillation of 13.5 days is arising from casual combined effects of Coronal Mass Ejections and Co-rotating Interaction Regions. Finally, the diurnal variation on data from PDMM was identified using the technique of superposed epoch.
AreaCEA
ArranjoINPE > Produção > GESAST > Estudo das séries...
Conteúdo da Pasta source
Luciana Manacero/originais/4primeirasPaginas.tex 23/04/2012 08:57 4.5 KiB 
Luciana Manacero/originais/@4primeirasPaginas.pdf 23/04/2012 09:01 779.3 KiB 
Luciana Manacero/originais/Dissertacao_final_com_revisoes.docx 09/03/2012 17:15 26.0 MiB
Luciana Manacero/originais/Dissertacao_revisada_Lucas_Vieira.pdf 12/03/2012 09:20 9.2 MiB
Luciana Manacero/originais/folha de aprovacao.pdf 09/04/2012 13:37 462.1 KiB 
Luciana Manacero/publicacao.pdf 23/04/2012 09:11 3.8 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 08/02/2012 14:24 1.9 KiB 
autorizacao.pdf 11/04/2012 11:23 76.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3BB948L
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3BB948L
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
lmanacero@yahoo.com
lucas.vieira@dge.inpe.br
sabrina
viveca@sid.inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F2PF8L
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel doi electronicmailaddress format isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readergroup readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)viveca@sid.inpe.br
atualizar