Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <ref thesis and course GESATM-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR and date 2013>.
3 referências encontradas buscando em 15 dentre 15 sites.
Data e hora local de busca: 24/02/2021 20:27.
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3DCL6Q2
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/01.14.12.18
Última Atualização2013:05.20.11.36.55 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/01.14.12.18.10
Última Atualização dos Metadados2018:06.05.04.13.47 administrator
Chave SecundáriaINPE-17166-TDI/2012
Chave de CitaçãoAzambuja:2013:CaTePr
TítuloCaracterização de tempestades produtoras de sprites na América do Sul
Título AlternativoCharacterization of sprite producing thunderstorms in South America
CursoGESATM-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2013
Data2013-02-06
Data de Acesso24 fev. 2021
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Geofísica Espacial/Ciências Atmosféricas)
Número de Páginas147
Número de Arquivos1
Tamanho4387 KiB
Área de contextualização
AutorAzambuja, Rodrigo da Rosa
GrupoGESATM-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
BancaMuralikrishna, Polianaya (presidente)
Tavares, Fernanda de São Sabbsa (orientadora)
Machado, Luiz Augusto Toledo (orientador)
Saba, Marcelo Magalhães Fares
Williams, Earle
Lacerda, Moacir
Endereço de e-Mailrodrigoaza@gmail.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2013-02-21 13:04:03 :: rodrigoaza@gmail.com -> yolanda ::
2013-02-21 18:48:22 :: yolanda -> rodrigoaza@gmail.com ::
2013-04-16 03:51:04 :: rodrigoaza@gmail.com -> administrator ::
2013-05-14 13:05:47 :: administrator -> lmanacero@yahoo.com ::
2013-05-15 12:40:16 :: lmanacero@yahoo.com -> tereza@sid.inpe.br ::
2013-05-17 12:25:11 :: tereza@sid.inpe.br :: -> 2013
2013-05-20 12:02:01 :: tereza@sid.inpe.br -> administrator :: 2013
2018-06-05 04:13:47 :: administrator -> :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveSprites, relâmpagos, sistemas convectivos, sprites, lightning, conective systems.
ResumoA relação entre as propriedades físicas e atividade elétrica de seis Sistemas Convectivos (SCs) que produziram sprites na América do Sul foi analisada utilizando a localização e horário de ocorrência dos sprites, dados de temperatura de topo de nuvem nos canais infravermelho (IR) e vapor d´água (WV) do extit{Geostationary Operational Environmental Satellite} (GOES) 10 e 12, e dados de descargas elétricas da RINDAT e WWLLN. Um total de 506 sprites foi observado e 12% dos eventos teve um relâmpago Nuvem-Solo (NS) gerador identificado, sendo a maioria, $sim$95%, de NS positivos (NS+). Para caracterizar os SCs foram analisadas: a área total dos sistemas, área de topos frios, fração convectiva (FC), temperatura média (T$_{med}$) e taxa de ocorrência de relâmpagos NS. A área dos SCs foi calculada adotando um limiar de temperatura de T $leq$ -38$º$ C e as células convectivas imersas foram associadas a topos frios com em T $leq$ -63$º$ C, exceto para a tempestade de fevereiro de 2006, que era $sim$8$º$C mais extquotedblleft{quente} extquotedblright que as demais e para a qual foi adotado o limiar T $leq$ -54$º$ C. Os relâmpagos NS geradores de sprites eram relâmpagos NS+ que ocorreram preferencialmente na região de precipitação estratiforme dos SCs. Em função disso foi proposto um modelo conceitual para as características de um sistema convectivo favorável à ocorrência de sprites. Nesse modelo, a geração de sprites é mais propícia durante o período de decréscimo da FC, após ela ter atingido seu máximo, e consequente durante o aumento da T$_{med}$, independentemente do que acontece com a área total do sistema, que pode estar aumentando, diminuindo ou estável. O modelo também prevê nessa fase um aumento da taxa de ocorrência de NS+, superando a de NS-, devido à dissipação das células convectivas que alimentam região estratiforme com água e gelo predominantemente eletrificados com carga positiva, condição fundamental para a ocorrência dos NS+ geradores de sprites. Em 3 casos analisados essas características foram observadas após o SC atingir grandes áreas e alta atividade de relâmpagos NS. Um dos sistemas produziu um único sprite em apenas 2,5h após seu início, tempo curto em relação a média de $sim$10 h nos outros casos estudados e de 3-8 h relatados na literatura. Com uma área máxima de 6.000 km$^{2}$, duas ordens de magnitude menor que a área média dos sistemas estudados, $sim$260.000 km$^{2}$, comparável à área dos sistemas convectivos produtores de sprites na Europa e Japão, foi o menor sistema produtor de sprites já observado na América do Sul, tendo ocorrido na região do norte da Argentina, que tem características sinóticas semelhantes ao planalto central Norte Americano, potencializadoras de grandes sistemas de mesoescala. Nos demais casos, as características propostas no modelo não puderam ser observadas possivelmente devido a: (1) o grande número de núcleos convectivos com diferentes ciclos de vida imersos na área do SC; (2) a união do SC a outros sistemas convectivos. Embora todos os sprites tenham ocorrido sobre regiões de dissipação de áreas convectivas, essas regiões tinham uma diferença de temperatura no canal de vapor d´água com infravermelho ($igtriangleup$ T = T$_{WV}$-T$_{IR}$) maior que -15$°$C, o que indica que essas nuvens eram penetrativas, i.e., com alto conteúdo de gelo, potencialmente um extquotedblleft{reservatório} extquotedblright de cargas positivas. ABSTRACT: The relationship between physical properties and electrical activity of six convective systems (CSs) that produce sprites in South America was analyzed using the location and time of occurrence of sprites, cloud top temperature in the infrared (IR) and water vapor (WV) channels of the Geostationary Operational Environmental Satellite (GOES) 10 and 12, and electrical discharge data from RINDAT and WWLLN. A total of 506 sprites was observed, and 12% of the events had a parent cloud-to-ground (CG) lightning identified, the majority being positive CGs (+CGs), $sim$95%. To characterize the CSs the following parameters were analyzed: the total area of the systems, area of the tops cold, convective fraction (CF), mean temperature (Tmed) and rate of occurrence of CG lightning. The CS areas were calculated by adopting a threshold temperature of T $leq$-38$º$C and for the areas of the convective cells immersed in the system at the adopted threshold was T $leq$-63$°$C, except for the storm of February 2006, which was $sim$8$º$C warmer than the others and for which the adopted threshold was T $leq$-54$º$C. The sprite parent CG lightning were CG+ that occurred preferentially in the region of stratiform precipitation. Due to that, a conceptual model for the characteristics of a convective systems favorable to the occurrence of sprites was proposed. In this model, sprite generation is favored during the decrease in CF, after it reached its maximum and consequent increase of Tmed, regardless of the total area of the system, which may be increasing, decreasing, or stable. The model also predicts that in this phase there is also an increase in the rate of occurrence of +CGs, exceeding the -CG rate, due to the dissipation of the convective region, which feeds the stratiform region with predominantly positively charged water and ice basic condition for occurrence of sprite generating +CGs . These characteristics were observed after the CS reach large areas and high CG lightning activity in 3 cases analyzed. One of the systems produced a single sprite only 2.5 h after its onset, a short time compared to the average of $sim$10 h for the other cases studied, and 3-8 h reported in the literature. With a maximum area of 6,000 km$^{2}$, two orders of magnitude smaller than the average size of the systems studied, $sim$260,000 km$^{2}$, the size of this system was comparable to the area of convective systems producing sprites in Europe and Japan. It was the lowest sprite producing system ever observed in America South, occurring in the northern region of Argentina, which has similar synoptic characteristics to the North American high plains, which provide for large mesoscale systems. In other cases, the characteristics proposed in the conceptual model could not be observed possibly due to: (1) the large number of convective cells with different life cycles immersed in the CS area, (2) the merge of the CS with other convective systems. Although all sprites have occurred over regions of convective dissipation, these areas had a temperature difference between the water vapor and infrared ($igtriangleup$T = T$_{W V}$-T$_{IR}$) greater than -15$°$C, indicating that these clouds were penetrative, with high ice content , potentially a extquotedblleft{reservoir} extquotedblright of positive charges.
AreaCEA
Conteúdo da Pasta source
Originais/@4primeirasPaginas.pdf 14/05/2013 13:43 777.3 KiB 
Originais/aprovacao.pdf 17/04/2013 15:03 164.9 KiB 
Originais/Disserta‡Æo_RodrigoAzambuja_VF.docx 17/04/2013 14:02 23.5 MiB
Originais/Disserta‡Æo_RodrigoAzambuja_VF.pdf 16/04/2013 09:44 10.2 MiB
publicacao.pdf 15/05/2013 08:57 4.3 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 14/01/2013 10:18 1.7 KiB 
autorizacao.pdf 15/05/2013 09:39 2.5 MiB
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3DCL6Q2
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3DCL6Q2
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
lmanacero@yahoo.com
rodrigoaza@gmail.com
tereza@sid.inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
murali@dae.inpe.br
rodrigoaza@gmail.com
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.20.35
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F2PG65
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel doi electronicmailaddress format isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3DUTDHB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/04.24.13.54
Última Atualização2013:08.07.14.03.29 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/04.24.13.54.19
Última Atualização dos Metadados2018:06.05.04.14.05 administrator
Chave SecundáriaINPE-17235-TDI/2067
Chave de CitaçãoGomes:2013:EfOnPl
TítuloEfeitos das ondas planetárias na aeroluminescência
Título AlternativoEffects of the planetary waves in the airglow
CursoGESATM-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2013
Data2013-05-16
Data de Acesso24 fev. 2021
Tipo da TeseTese (Doutorado em Geofísica Espacial/Ciências Atmosféricas)
Número de Páginas241
Número de Arquivos1
Tamanho3895 KiB
Área de contextualização
AutorGomes, Fábio do Egito
GrupoGESATM-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
AfiliaçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
BancaLago, Alisson Dal (presidente)
Takahashi, Hisao (orientador)
Gobbi, Delano
Alvalá, Plínio Carlos
Miyoshi, Yasunobu
Costa, Ricardo Arlen Buriti da
Endereço de e-Mailfabioegito@yahoo.com.br
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2013-04-24 13:55:16 :: fabioegito@yahoo.com.br -> yolanda ::
2013-05-09 14:00:42 :: yolanda -> fabioegito@yahoo.com.br ::
2013-07-18 17:13:08 :: fabioegito@yahoo.com.br -> administrator ::
2013-07-19 01:42:18 :: administrator -> yolanda ::
2013-07-29 14:30:43 :: yolanda -> lmanacero@yahoo.com ::
2013-08-07 14:04:13 :: lmanacero@yahoo.com -> tereza@sid.inpe.br ::
2013-08-08 19:26:13 :: tereza@sid.inpe.br :: -> 2013
2013-08-08 19:26:37 :: tereza@sid.inpe.br -> administrator :: 2013
2018-06-05 04:14:05 :: administrator -> :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveaeroluminescência, ondas planetárias, mesosfera e baixa termosfera, modelo de circulação geral da atmosfera, airglow, planetary waves, mesosphere and lower thermosphere (MLT), general circulation model (GCM).
ResumoNeste trabalho medidas experimentais das emissões da aeroluminescência do OH(6-2), O2b(0-1) e do OI5577 obtidas entre 2004 e 2006 por fotômetros instalados em duas estações de médias latitudes no Japão, Sata (31,0$º$N; 130,7$º$L) e Rikubetsu (43,5$º$N; 143,8$º$L), foram utilizadas para estudar as ondas planetárias na região da MLT e seus efeitos sobre a aeroluminescência. Simulações feitas com o modelo de circulação geral da atmosfera da Universidade de Kyushu foram utilizadas para simular as taxas de emissão e entender os processos relacionados às ondas planetárias. A análise espectral da intensidade das emissões mostrou que variações com períodos entre 2 e 20 dias são recorrentes. Estas foram interpretadas como sendo assinaturas das ondas planetárias de 2, 5, 10 e 16-dias. Enquanto as assinaturas da onda de 2- dias são comuns principalmente no verão, as assinaturas das ondas de 5, 10 e 16-dias são observadas com mais frequência entre os equinócios de outono e primavera. A análise espectral de medidas de vento obtidas nas proximidades dos observatórios de aeroluminescência, em Yamagawa (31,2$º$N; 130,6$º$L) e Wakkanai (45,4$º$N; 141,7$º$L), confirmam as características observadas nas medidas da intensidade da aeroluminescência. As emissões do OH(6-2), O2b(0-1) e OI5577 simuladas pelo modelo também exibiram assinaturas das ondas planetárias semelhantes às observadas nas medidas experimentais, indicando que o modelo reproduz razoavelmente bem os aspectos observados nos dados experimentais. O modelo foi utilizado como ferramenta diagnóstica para identificar os mecanismos responsáveis pelas assinaturas das ondas planetárias na aeroluminescência. Observou-se que as assinaturas das ondas planetárias na aeroluminescência são devidas principalmente a variações provocadas pelas ondas no oxigênio atômico. O transporte advectivo quase- adiabático de oxigênio atômico foi identificado como o principal mecanismo responsável pelas assinaturas das ondas planetárias na aeroluminescência. ABSTRACT: In this work measurements of OH(6-2), O2b(0-1) and OI5577 airglow emissions carried out at two middle latitude stations in Japan, Sata (31,0$º$N; 130,7$º$L) and Rikubetsu (43,5$º$N; 143,8$º$L), have been used to study planetary wave signatures in the MLT region and their effects on airglow emissions. Kyushu University General Circulation Model was also used to perform simulation of the airglow emissions and to understand in the dynamical processes related to the planetary waves. Spectral analyses of the airglow intensities show that oscillations ranging from 2 to 20 days are common. They were attributed to the 2, 5, 10 e 16-day planetary waves. While oscillations around 2 days are frequently observed in the summer, longer period oscillations, 5 to 20 days, are common between fall and spring equinoxes. Spectral analysis of wind measurements taken near the airglow observatories, at Yamagawa (31,2$º$N; 130,6$º$E) and Wakkanai (45,4$º$N; 141,7$º$E), show the same features and corroborate the results obtained from airglow. OH(6-2), O2b(0-1) and OI5577 airglow emissions simulated by the model also showed signatures of planetary waves similar to those identified in the observational data. This indicates that the model can reproduce reasonably well the features observed in the measured data. The model has been used as diagnostic tool to identify mechanisms responsible for the planetary wave signatures in the airglow. It has been identified that planetary signatures in the airglow are mainly caused by variation of the atomic oxygen concentration induced by the waves. Quasi- adiabatic advective vertical transport of atomic oxygen was found to be the primarily mechanism responsible for causing variation in the airglow emission rates.
AreaCEA
ArranjoINPE > Produção > GESATM > Efeitos das ondas...
Conteúdo da Pasta source
Originais/@4primeirasPaginas-7.pdf 07/08/2013 10:29 776.6 KiB 
Originais/aprovacao.pdf 23/07/2013 08:09 143.5 KiB 
Originais/Tese_correcoes_biblioteca_18jul.doc 22/07/2013 11:26 19.8 MiB
Originais/Tese_correcoes_biblioteca_22jul.pdf 22/07/2013 11:28 5.9 MiB
publicacao.pdf 07/08/2013 10:43 3.8 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 24/04/2013 10:54 1.7 KiB 
autorizacao.pdf 07/08/2013 11:03 3.0 MiB
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3DUTDHB
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3DUTDHB
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
fabioegito@yahoo.com.br
lmanacero@yahoo.com
tereza@sid.inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
fabioegito@yahoo.com.br
lmanacero@yahoo.com
tereza@sid.inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor dos Direitosoriginalauthor yes
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F2PG65
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel doi electronicmailaddress format isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readpermission resumeid secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3F94LME
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/11.20.16.23
Última Atualização2014:01.24.10.54.39 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/11.20.16.23.46
Última Atualização dos Metadados2018:06.05.04.14.58 administrator
Chave SecundáriaINPE-17304-TDI/2117
Chave de CitaçãoPaulino:2013:EsGlMa
TítuloEstudo global da maré lunar na média atmosfera através de medidas por satélite
Título AlternativoGlobal study of the lunar tide in the middle atmosphere by satellite measurements
CursoGESATM-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2013
Data2013-12-16
Data de Acesso24 fev. 2021
Tipo da TeseTese (Doutorado em Geofísica Espacial)
Número de Páginas210
Número de Arquivos1
Tamanho73518 KiB
Área de contextualização
AutorPaulino, Ana Roberta da Silva
GrupoGESATM-CEA-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
BancaDal Lago, Alisson (presidente)
Batista, Paulo Prado (orientador)
Batista, Inez Staciarini (orientadora)
Clemesha, Barclay Robert
Lima, Lourivaldo Mota
Brum, Christiano Garnett Marques
Endereço de e-Mailanaroberta@dae.inpe.br; arspaulino@gmail.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2013-11-20 16:27:25 :: anaroberta -> administrator ::
2013-11-21 19:21:18 :: administrator -> yolanda ::
2013-12-11 11:50:06 :: yolanda -> anaroberta ::
2013-12-19 14:08:13 :: anaroberta -> yolanda ::
2013-12-19 16:32:50 :: yolanda -> administrator ::
2014-01-01 07:50:05 :: administrator -> luis.cpv@hotmail.com ::
2014-01-24 10:56:03 :: luis.cpv@hotmail.com -> tereza@sid.inpe.br ::
2014-01-24 11:32:44 :: tereza@sid.inpe.br :: -> 2013
2014-01-24 12:00:14 :: tereza@sid.inpe.br -> administrator :: 2013
2018-06-05 04:14:58 :: administrator -> :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveMaré lunar, média Atmosfera, SABER. Lunar tide, middle atmosphere, SABER.
ResumoUtilizando dez anos de medidas de temperatura fornecidas pelo instrumento SABER/ TIMED é possssível estudar a maré semidiurna lunar desde 20 km até 120 km. As amplitudes e fases no campo de temperatura são calculadas aplicando o ajuste de mínimos quadrados no conjunto de dados de aproximadamente 60 dias (combinando os dados obtidos na órbita ascendente e descendente do sátelite). A assinatura da maré semidiurna lunar na temperatura é estudada para o intervalo de altitude entre 20 km e 120 km, no intervalo de latitude entre $50^{º} S$ e $50^{º} N$ e centrada em cadamês para o período entre fevereiro de 2002 e janeiro de 2012. Uma clara assinatura de uma onda de 12,42 h, correspondente a maré semidiurna lunar, é observada nos dados. Características de uma onda verticalmente propagante para cima é observada nos perfis verticais de amplitude e fase para praticamente todas as altitudes. As melhores condições de propagação para a maré semidiurna lunar são obtidas na região da baixa termosfera. Um comportamento assimétrico entre os hemisférios e uma variabilidade sazonal são observados na amplitude desta oscilação. Além disso, variações longitudinais são observadas indicando a presença de componentes não migrantes. ABSTRACT: Atmospheric lunar semidiurnal tides are studied using ten years of temperature data collected by the TIMED/SABER satellite. The amplitudes and phases in the temperature field are calculated by performing a least mean square fit to a dataset of about 60-day interval (combining ascending and descending data together). The mean tidal structures are studied for the height range from 20 km to 120 km, between +or- $50^{º}$ latitude, and centered on each month from February 2002 to January 2012. A clear signature of the 12,42 h lunar semidiurnal tide is observed in the data. Characteristics of propagating waves are observed in the vertical amplitude and phase proles at almost all heights. The best conditions of propagation for the lunar semidiurnal tide are reached in the lower thermosphere region. Asymmetry between the hemispheres and seasonal variability is observed in the amplitudes of the tide. Longitudinal variations are also observed, which reveals the existence of non-migrating components in addition to the dominant migrating lunar tide.
AreaCEA
ArranjoINPE > Produção > GESATM > Estudo global da...
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 24/12/2013 10:18 804.1 KiB 
originais/Banca Examinadora da alina- Ana Roberta da Silva Paulino.pdf 14/01/2014 13:58 384.3 KiB 
originais/Tese.pdf 19/12/2013 14:39 71.6 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 24/01/2014 08:54 1.3 MiB
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3F94LME
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3F94LME
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
anaroberta
pubtc@inpe.br
tereza@sid.inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
anaroberta
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor dos Direitosoriginalauthor yes
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F2PG65
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readpermission resumeid secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype