Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <ref thesis and course SER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR and date 2015>.
23 referências foram encontradas buscando em 15 dentre 15 sites
(este total pode incluir algumas duplicatas - para ver a conta certa clique no botão Mostrar Todas).
As 10 mais recentes estão listadas abaixo.
Data e hora local de busca: 02/03/2021 17:20.

Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3J4KK5E
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2015/03.06.13.23
Última Atualização2015:08.27.17.56.24 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2015/03.06.13.23.12
Última Atualização dos Metadados2020:12.31.02.07.45 administrator
Chave SecundáriaINPE-17510-TDI/2292
Chave de CitaçãoCairo:2015:CaTePr
TítuloCaracterização temporal das propriedades bio-óticas do reservatório de Ibitinga/SP
Título AlternativoTemporal characterization of the bio-optical properties of the Ibitinga/SP reservoir
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-04-08
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas147
Número de Arquivos1
Tamanho3319 KiB
Área de contextualização
AutorCairo, Carolline Tressmann
BancaBarbosa, Cláudio Clemente Faria (presidente/orientador)
Calijuri, Maria do Carmo (orientadora)
Novo, Evlyn Márcia Leão de Moraes
Galvão, Lênio Soares
Pereira Filho, Waterloo
Endereço de e-Mailcarol_tc@dsr.inpe.br
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2015-03-06 13:23:12 :: carol_tc@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2015-03-06 13:50:40 :: yolanda -> carol_tc@dsr.inpe.br ::
2015-03-06 15:29:27 :: carol_tc@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2015-03-10 17:58:43 :: yolanda -> carol_tc@dsr.inpe.br ::
2015-03-12 17:27:07 :: carol_tc@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2015-03-16 12:18:19 :: yolanda -> carol_tc@dsr.inpe.br ::
2015-03-16 14:18:38 :: carol_tc@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2015-04-17 16:31:27 :: yolanda -> carol_tc@dsr.inpe.br ::
2015-04-17 17:00:52 :: carol_tc@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2015-04-17 17:53:45 :: yolanda -> administrator ::
2015-04-18 15:59:39 :: administrator -> yolanda ::
2015-08-27 17:59:40 :: yolanda -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2015-08-28 13:40:09 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: -> 2015
2020-12-31 02:07:45 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavecaracterização bio-ótica, monitoramento da qualidade da água, reservatório tropical, componentes oticamente ativos, propriedades óticas, bio-optic characterization, water quality monitoring, tropical reservoir, optically active components, optical properties.
ResumoO grau de trofia dos reservatórios vem sendo alterado por mudanças das condições ambientais decorrentes das atividades antrópicas, promovendo e intensificando o processo de eutrofização nesses ambientes de transição entre rios e lagos e, consequentemente, deteriorando a qualidade das águas superficiais. O monitoramento da qualidade da água desses ecossistemas aquáticos, ao longo do tempo e do espaço, visa tanto assegurar seus múltiplos usos como orientar as políticas ambientais e de saúde pública. As propriedades óticas dos sistemas aquáticos são indicadores de propriedades biogeoquímicas, permitindo o seu monitoramento por meio de sensores da cor da água. A análise das propriedades bio-óticas dos sistemas aquáticos pode dar subsídio ao desenvolvimento de modelos para a estimativa de seus componentes oticamente ativos (COAs) a partir de imagens de sensoriamento remoto, sendo, portanto, de grande relevância para a expansão das aplicações dessa tecnologia. Como o desenvolvimento de modelos requer informações bio-óticas que cubram um amplo range de variação dos COAs e das propriedades óticas inerentes e aparentes, a hipótese que motiva esta pesquisa é determinar em que época do ano, dentre as analisadas, obtêm-se a maior amplitude de variação dos COAs e das propriedades óticas para o mesmo número de amostras. O objetivo do presente estudo foi caracterizar a variabilidade espaço-temporal das propriedades bio-óticas do reservatório de Ibitinga/SP, a partir de dados radiométricos e limnológicos coletados emph{in-situ} de fevereiro a julho de 2014. Em cada estação amostral foram adquiridos perfis das seguintes variáveis óticas: coeficientes de absorção, atenuação e retroespalhamento, bem como espectros de radiâncias/irradiâncias acima e na coluna d${'}$água, sendo que estas medidas permitiram calcular o K$_{d}$ e a R$_{RS}$. Concomitante com estas medidas, amostras de água foram coletadas para determinação das concentrações dos constituintes oticamente ativos e dos coeficientes de absorção de particulados e de CDOM. Os valores mínimos e máximos do coeficiente de atenuação difusa da irradiância descendente ponderado para a radiação fotossinteticamente ativa ( $^{w}$K$_{d}$$_{(av)}$ PAR) ao longo das campanhas de campo foram respectivamente 0,99 m$^{-1}$ e 3,45 m-$^{1}$. Já a faixa de concentrações médias dos COAs foi de 14,39 a 16,17 mg/L para o carbono total dissolvido (DTC), 11,46 a 100,53 $mu$g/L para clorofila-a e 1,83 a 14,53 mg/L para o material em suspensão total (MST). Os valores mínimo e máximo de absorção por CDOM em 440 nm foram 0,730 m$^{-1}$ e 1,708 m$^{-1}$, respectivamente. Observou-se em todas as estações amostrais baixa disponibilidade de luz na região do azul na profundidade de 1 metro, evidenciando que a absorção por CDOM é significativa no reservatório no período amostrado. Além disso, verificou-se que a variabilidade do Kd é influenciada principalmente pela presença de fitoplâncton e CDOM no reservatório, sendo que a R$_{RS}$ também mostrou tendências semelhantes. Disso se conclui que a análise de todos os dados indicou mudanças das propriedades óticas no espaço e no tempo, sendo máxima a variabilidade espacial nos meses de chuva e mínima nos meses secos e frios. Ao longo do tempo, do verão para o inverno, as propriedades óticas do reservatório tendem a ser cada vez mais dominadas pelo CDOM. ABSTRACT: Reservoir${'}$s trophic level has been drastically changed by alterations in the environmental conditions derived from human activities causing eutrophication and deterioration of the quality of surface waters. Water quality in time and space helps to ensure reservoir${'}$s multiple uses and provides guidelines for public health policies. The optical properties of aquatic systems are indicators of biogeochemical properties, allowing their monitoring by the color water sensors. The analysis of bio-optical properties of aquatic systems can give subsidy to the development of models for the estimation of its optically active components (AOCs) from remote sensing images, and is therefore of great importance for the expansion of applications of this technology. As the development of models requires bio-optical information covering a wide range of AOCs and the inherent and apparent optical properties variation, the hypothesis that motivates this research is to determine in what time of the year, among the analyzed, is obtained the greatest amplitude variation of AOCs and optical properties for the same number of samples. The aim of this study is to characterize the temporal and spatial variability of the bio-optical properties of the Ibitinga/SP reservoir using radiometric and limnological data collected in-situ throughout the year between February and July of 2014. At each sampling station the profiles were acquired in the following optical variable: absorption, attenuation and backscattering coefficients, as well as the radiance/irradiance spectrums above and in the water column, and these measures allowed to calculate the K$_{d}$ and R$_{r}$s. Concurrently with these measures, water samples were collected to determine the concentrations of optically active constituents and absorption coefficients of particles and CDOM. The minimum and maximum values of the downward irradiance-weighted diffuse attenuation coefficient for the photosynthetically active radiation ( $^{w}$K$_{d}$$_{(av)}$ PAR) over the field campaigns were respectively 0.99 m$^{-1}$ and 3.45 m$^{-1}$. The average intervals of the concentrations of AOCs was 14.39 to 16.17 mg/L for dissolved total carbon (DTC), 11.46 to 100.53 $mu$g/L for chlorophyll-a and 1.83 to 14.53 mg/L for total suspended material (MST). The minimum and maximum values of absorption in 440 nm by CDOM were 0.730 m$^{-1}$ and 1.708 m$^{-1}$, respectively. It was noted that in all stations there is low light availability in blue region in one meter, evidencing that absorption by CDOM is significant in the reservoir over the months in stations. Furthermore, it was found in this study that the K$_{d}$ variability is influenced mainly by the presence of phytoplankton and CDOM in the reservoir, and the R$_{rs}$ also showed similar trends. The analysis of all data indicated changes in the optical properties in space and time, being the spatial variability maximum in the rainy months and minimum in dry and cold months. Over time, from summer to winter, the reservoir optical properties tend to be increasingly dominated by CDOM.
AreaSRE
ArranjoRepositório da BDMCI > Fonds INPE > Produção > SER > Caracterização temporal das...
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 19/05/2015 13:23 148.9 KiB 
originais/Avaliação final pagina 2 da aluna Carolline Tressmann Cairo.pdf 24/04/2015 13:47 21.8 KiB 
originais/Correção da dissertação_Carol.pdf 25/08/2015 13:30 405.7 KiB 
originais/dissertacao_FINAL_correcao_biblioteca_correta.docx 27/08/2015 13:10 6.8 MiB
originais/dissertacao_FINAL_correcao_biblioteca_correta.pdf 27/08/2015 13:10 3.2 MiB
originais/Soliciração de correção Biblioteca.pdf 21/08/2015 13:27 140.6 KiB 
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 27/08/2015 14:56 587.9 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3J4KK5E
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3J4KK5E
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
carol_tc@dsr.inpe.br
marcelo.pazos@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
carol_tc@dsr.inpe.br
marcelo.pazos@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.22
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3J3BGME
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2015/02.26.13.32
Última Atualização2015:08.25.19.06.44 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2015/02.26.13.32.15
Última Atualização dos Metadados2018:06.05.04.15.15 administrator
Chave SecundáriaINPE-17529-TDI/2311
Chave de CitaçãoAlves:2015:AnMoBa
TítuloAnálise morfoestrutural das bacias dos rios Paraíba e Mamanguape (PB), com base em MDE-SRTM e imagem PALSAR/ALOS-1
Título AlternativoMorphostructural analysis of the Paraíba and Mamanguape river basins (PB), based on DEM-SRTM and PALSAR/ALOS-1
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-04-06
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas179
Número de Arquivos1
Tamanho10233 KiB
Área de contextualização
AutorAlves, Fabio Corrêa
BancaRossetti, Dilce de Fátima (presidente/orientadora)
Santos, João Roberto dos
Valeriano, Márcio de Morisson
Bezerra, Francisco Hilário Rego
Endereço de e-Mailfcalves@dsr.inpe.br
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2015-02-26 13:34:55 :: fcalves@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2015-03-11 14:54:34 :: yolanda -> fcalves@dsr.inpe.br ::
2015-04-22 13:39:50 :: fcalves@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2015-08-21 19:10:05 :: yolanda -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2015-08-25 19:06:44 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br :: -> 2015
2015-08-25 19:08:47 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2018-06-05 04:15:15 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavedeformação tectônica, quaternário, sensoriamento remoto, tectonic deformation, quaternary, remote sensing.
ResumoUm número crescente de publicações tem demonstrado influência de atividades tectônicas cenozóicas na região Nordeste do Brasil, apesar de sua localização na margem passiva da placa Sulamericana. Influência tectônica na configuração da paisagem atual da Bacia Paraíba tem sido sugerida por características morfoestruturais derivadas do relevo e dos sistemas de drenagem. Porém, faltam ainda estudos detalhados que possam confirmar a presença de estruturas tectônicas em várias áreas dessa bacia. O objetivo desta pesquisa foi analisar a influência tectônica no desenvolvimento das bacias dos rios Paraíba e Mamanguape na porção norte da Bacia Paraíba (PB) a partir de técnicas e produtos de sensoriamento remoto. Para isso, utilizou-se análise de bacias de drenagem e das características morfoestruturais com base em modelo digital de elevação (MDE) adquirido pela emph{Shuttle} Radar emph{Topography Mission} (SRTM), variáveis geomorfométricas derivadas desse produto, além de imagem de radar multipolarizada do sensor PALSAR/ALOS-1. Os resultados demostraram que a coerência topográfica foi mais eficiente do que o MDE-SRTM na extração da rede de drenagem da área de estudo. Além de auxiliar na extração de lineamentos morfoestruturais, esse MDE também foi útil para o cálculo de índices morfométricos, como o fator de simetria topográfica transversal (FSTT), que foi útil para sugerir influência tectônica em várias subbacias da área de estudo. Esse índice revelou rios com alta assimetria, principalmente, aqueles localizados em áreas da cobertura sedimentar, além de evidenciar dois conjuntos de subbacias com padrões de basculamentos diferenciados. A análise conjunta dos elementos morfoestruturais das bacias de drenagem pesquisadas permitiu reunir evidências em suporte a deformações tectônicas na área de estudo. Essas se manifestaram no Quaternário tardio e são devidas a reativações de esforços distensivos e compressivos já registrados no embasamento cristalino durante a deposição sedimentar. Isto ficou evidenciado pela boa correspondência dos lineamentos morfoestruturais da cobertura sedimentar com aquelas do embasamento cristalino pré-cambriano. Além desses resultados, o presente trabalho também contribuiu para a caracterização morfológica de depósitos residuais de um provável delta na desembocadura do rio Paraíba. Operações aritméticas utilizando imagens PALSAR/ALOS-1 foram essenciais na geração de um conjunto de dados que permitiu melhor caracterizar a feição deltaica em estudo. Técnicas de filtragem espacial (i.e., filtragem de média e direcional) permitiram realçar essa paleomorfologia, além de possibilitar discriminar detalhes das morfologias correspondentes a seus subambientes sedimentares. A morfologia cuspidada e a presença de inúmeras feições curvilíneas atribuídas a cordões litorâneos e à paleolinha de costa, validou a hipótese de que a paleomorfologia investigada corresponde a depósitos residuais de um paleodelta influenciado por ondas. A combinação de dados morfológicos e cronológicos sugere que esse delta tenha sido formado há cerca de 2.140 $pm$ 144 anos, i.e., após tendência de queda do nível do mar no Holoceno médio. No entanto, a interpretação obtida com a análise morfoestrutural levou a propor que sua gênese também pode ter sido impulsionada por fator tectônico. ABSTRACT: An increasing number of publications have shown the influence of Cenozoic tectonic activities in northeastern Brazil, despite its localization in a passive margin of the Sulamerican plate. Tectonic influence in the current landscape configuration of the Paraíba Basin has been suggested by morphostructural characteristics derived from relief and drainage systems. However, detailed studies to confirm the presence of tectonic structures in various areas in this basin are lacking. The goal of this work was to analyze the tectonic influence in the development of the Paraíba and Mamanguape river basins, northern of Paraíba Basin (PB), from techniques and remote sensing products. The research was undertaken through the analysis of drainage basin and of morphostructural characteristics based on digital elevation model (DEM) acquired by the Shuttle Radar Topography Mission (SRTM), geomorphometric variables derived from this product, and multi-polarized radar image from the PALSAR/ALOS-1 sensor. The results showed that the topographic coherence was more efficient than the DEM-SRTM to extract the drainage network of the study area. In addition to help the extraction of morphostructural lineaments, the DEM-SRTM was also useful for the calculation of morphometric indices, such as the Transverse Topographic Symmetry Factor (TTSF), which was useful to suggest tectonic influence in various sub-basins of the study area. This index revealed rivers with high asymmetry which mainly include those located in areas with sedimentary cover, in addition to highlight two sets of sub-basins with different tilting patterns. The integrated analysis of morphostructural elements of the analyzed drainage basins allowed provide evidence to support tectonic deformation in study area. This was manifested in the late Quaternary and is due to the reactivation of extensional and compressive efforts already recorded in the crystalline basement during sedimentary deposition. This was evidenced by the good correspondence between the morphostructural lineaments from the areas with sedimentary cover and those from the Precambrian crystalline basement. In addition to these results, the present work also contributed to the morphological characterization of residual deposits related to a delta located at the Paraíba River´s mouth. Arithmetic operations using PALSAR/ALOS-1 images were essential for generating a data set that allowed the best characterization of the studied deltaic feature. Spatial filtering techniques (i.e., mean and directional filtering) allowed highlight this paleomorphology, in addition to help discriminating details of morphologies corresponding to its sedimentary sub-environments. The cuspate morphology and the presence of curvilinear features attributed to beach ridges and paleoshoreline validated the hypothesis that the investigated paleomorphology corresponds to residual deposits of a wave-influenced paleodelta. The combination of morphological and chronological data suggest that this delta was formed during the past 2.140 $pm$ 144 years, i.e., after the mid-Holocene sea-level fall. However, the interpretation obtained from the morphostructural analysis led to propose that its genesis might have also been driven by tectonic factor.
AreaSRE
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > SER > Análise morfoestrutural das...
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 19/05/2015 10:42 149.2 KiB 
originais/avaliação final pagina 2 do aluno Fábio Corrêa Alves.pdf 04/05/2015 14:41 21.6 KiB 
originais/Dissertação_Fabio_Alves_corrigida_final.docx 04/05/2015 09:19 18.0 MiB
originais/Dissertação_Fabio_Alves_corrigida_final.pdf 04/05/2015 09:09 10.0 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 21/08/2015 16:03 567.4 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3J3BGME
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3J3BGME
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
fcalves@dsr.inpe.br
marcelo.pazos@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
fcalves@dsr.inpe.br
marcelo.pazos@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3L83TUB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2016/02.22.17.48
Última Atualização2016:03.28.14.19.00 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2016/02.22.17.48.06
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.02.56.02 administrator
Chave SecundáriaINPE-17675-TDI/2433
Chave de CitaçãoPaes:2015:DeAlMa
TítuloDetecção de alvos no mar em imagens SAR explorando recursos da polarimetria compacta em modo híbrido
Título AlternativoSAR sea target detection exploiting features of hybrid-polarity architecture on compact polarimetry
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-12-18
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseTese (Doutorado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas135
Número de Arquivos1
Tamanho5781 KiB
Área de contextualização
AutorPaes, Rafael Lemos
BancaLorenzzetti, João Antonio (presidente/orientador)
Sant'Anna, Sidnei João Siqueira
Gherardi, Douglas Francisco Marcolino
Lentini, Carlos Alessandre Domingos
Fernandes, David
Endereço de e-Mailpubtc@inpe.br
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2016-02-24 10:47:51 :: luis.cpv@hotmail.com -> yolanda ::
2016-03-24 18:18:57 :: yolanda -> marciana ::
2016-03-28 13:07:48 :: marciana -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2016-03-28 14:19:00 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br :: -> 2015
2016-03-28 14:20:09 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2018-06-04 02:56:02 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveSAR, polarimetria compacta, detecção de alvos, caracterização polarimétrica, métricas de desempenho, compact polarimetry, target detection, polarimetric characterization, performance metrics.
ResumoNo presente estudo, a detecção de alvos metálicos no mar através de imagens SAR orbitais será estudada através de novos recursos polarimétricos. A Polarimetria Compacta consiste na transmissão de uma única onda com polarização diferente dos sentidos horizontal e vertical e na recepção em duas bases ortogonais e coerentes. A principal vantagem deste modo de imageamento é que permite que uma área maior em superfície seja coberta, porém proporcionando praticamente as mesmas informações obtidas em um modo full-pol, o qual apresenta a restrição de cobrir pequenas áreas. Assim, a exploração desta tecnologia em atividades de monitoramento de grandes áreas como as oceânicas são de grande interesse para a comunidade cientifica. Este estudo mostrará como algumas arquiteturas em Polarimetria Compacta poderão ser emuladas a partir de dados full-polarimétricos, além da geração de parâmetros polarimétricos. A arquitetura Modo Híbrido será explorada e analisada. Através da detecção destes alvos por meio da técnica de limiarização global mostrar-se-á a robustez de tais parâmetros para tal proposito. Adicionalmente, demonstrar-se-á como é possível combinar as informações destes parâmetros, caracterizando os alvos através de suas respostas polarimétricas. A arquitetura HP e seus parâmetros não são construídos como pseudo assinaturas full-pol, pois são interpretados como dados HP reais e a partir de tais parâmetros inferem-se propriedades de espalhamento de uma cena. A superfície do mar é investigada em função das condições ambientais e das características dos alvos. Para tanto, técnicas que usam limiares globais e adaptativos (ex.: CFAR) foram implementados. A avaliação de desempenho é feita através de métricas como Figura-de-Mérito (FoM) e também novas métricas que avaliam a sensibilidade dos parâmetros no Modo Híbrido dadas as variações do fundo oceânico, assim como também a influência das características dos alvos para as detecções (DoST). Métricas objetivas para avaliar a influência relativa ao estado do mar (RSPolF) sobre os diversos parâmetros polarimétricos e canais intensidade são apresentados e associados à escala de Beaufort e à escala de estado de mar. Os resultados experimentais demonstram que os parâmetros do Modo Híbrido são capazes de distinguir alvos do fundo oceânico apenas com limiares globais. Estes parâmetros fornecem informações polarimétricas complementares e permitem a caracterização destes alvos quando combinados, por exemplo, quanto ao tipo de rebatimento da onda retroespalhada e quanto à rugosidade da superfície, entre outras informações. ABSTRACT: In this study, target at sea detection is addressed using Hybrid Polarity (HP) Synthetic Aperture Radar (SAR) architecture. Wave polarimetry concepts are used to define HP features that are used to observe targets at sea. The sensitivity of HP features to both targets and the surrounding environment is analyzed through the novel objective norm, namely the Relative Sensitivity for Polarimetric Features (RSPolF) index. Detection performance is evaluated by the novel Dependency of Sea state and Target surface characteristics (DoST) metric, and by the well-known Figure-of-Merit (FoM). Experiments undertaken on HP measurements emulated from Radarsat-2 and ALOS-PALSAR full-polarimetric actual SAR data demonstrate the effectiveness of the proposed HP approach and the different sensitivity of HP features to targets and background sea characteristics. Following those results, a ranking the HP features performance is proposed which mainly highlights that HP features complement each other in the detection process. Finally, a Constant False Alarm Rate (CFAR) approach is proposed to exploit two HP features for target detection in an unsupervised way. A useful way to characterize sea and metallic targets can be achieved by means of PCA. Main HP features can be selected, analyzing the first PC, and the characterization is done according some polarimetric behaviors.
AreaSRE
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > SER > Detecção de alvos...
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 01/03/2016 10:22 186.0 KiB 
originais/Pagina 2 Rafael Lemos Paes.pdf 24/02/2016 14:16 29.4 KiB 
originais/TeseRafaelPaes -FINAL-rev BIBLIOTECA(1).docx 25/02/2016 11:02 23.0 MiB
originais/TeseRafaelPaes -FINAL-rev BIBLIOTECA-1-.pdf 01/03/2016 10:39 5.5 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 24/03/2016 15:18 646.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3L83TUB
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3L83TUB
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
marciana
pubtc@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
marciana
pubtc@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.22
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3L46AM8
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2016/01.29.16.13
Última Atualização2016:03.24.16.51.22 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2016/01.29.16.13.55
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.02.56.01 administrator
Chave SecundáriaINPE-17642-TDI/2402
Chave de CitaçãoBertani:2015:SeReCa
TítuloSensoriamento remoto e caracterização morfológica no baixo rio Solimões, com análise de suas rias fluviais
Título AlternativoRemote sensing and morphological description in the lower Solimões river with analysis of its fluvial rias
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-11-30
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseTese (Doutorado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas154
Número de Arquivos1
Tamanho11226 KiB
Área de contextualização
AutorBertani, Thiago de Castilho
BancaRosseti, Dilce de Fátima (presidente/orientadora)
Valeriano, Márcio de Morisson
Rennó, Camilo Daleles
Luchiari, Ailton
Costa, Sandra Maria Fonseca da
Endereço de e-Mailthiagobertani@gmail.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2016-01-29 16:13:55 :: thiagobertani@gmail.com -> administrator ::
2016-02-12 12:47:56 :: administrator -> yolanda ::
2016-02-15 11:33:10 :: yolanda -> thiagobertani@gmail.com ::
2016-02-19 14:41:32 :: thiagobertani@gmail.com -> administrator ::
2016-02-19 17:03:39 :: administrator -> yolanda ::
2016-03-24 13:28:49 :: yolanda -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2016-03-24 14:27:57 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br :: -> 2015
2016-03-24 16:51:57 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2018-06-04 02:56:01 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveAmazônia, sensoriamento remoto, rias fluviais, MDE, Amazon, remote sensing, fluvial rias.
ResumoRias fluviais são lagos alongados formados pelo bloqueamento de canais fluviais tributários em seu baixo curso. Estas feições, que podem alcançar mais de uma centena de quilômetros, são tipicamente abundantes na região amazônica, onde ocorrem em uma quantidade ainda não registrada para outros sistemas fluviais do globo. Hipóteses conflitantes sobre a origem das rias amazônicas resultam da ausência de estudos sistemáticos visando sua melhor caracterização. Esta pesquisa explorou produtos e técnicas de sensoriamento remoto aplicados à caracterização geomorfológica e morfoestrutural de uma área no baixo rio Solimões contendo uma grande concentração de rias fluviais. O objetivo foi reconstituir a dinâmica fluvial no tempo e espaço e analisar os fatores que levaram ao estabelecimento das rias nessa área. É proposto um modelo de evolução das rias fluviais amazônicas com base na integração de dados morfológicos com dados sedimentológicos e cronológicos de uma paleorria excepcionalmente bem preservada na margem esquerda do rio Madeira. As análises baseadas em dados de sensoriamento remoto levaram a propor que o padrão de distribuição e a morfologia das rias fluviais no baixo rio Solimões sofrem influência significativa de movimentações tectônicas. Além disso, o registro sedimentar dos depósitos de paleorrias revelou ambientes de lago cujo preenchimento iniciou-se ainda no final do Pleistoceno, contrariamente às hipóteses climáticas que sugerem um favorecimento da erosão de vales fluviais durante este período em função de condições climáticas relativamente mais áridas que as atuais. Conclui-se que reativações tectônicas durante o Quaternário são determinantes na distribuição das rias fluviais na área de estudo e sugere-se que deformações tectônicas podem ter tido papel fundamental no estabelecimento destas feições que tipificam grande parte dos sistemas de drenagem amazônicos. ABSTRACT: Fluvial rias are elongated lakes formed by the blocking of tributary rivers in their lower course. These features, that can be up to 150 km long, are typically abundant in the Amazon region, where the quantity of these features in the landscape has not yet been documented elsewhere in the world. The origin of the Amazonian fluvial rias, however, is controversy due to the lack of more detailed studies. In this work, we explored remote sensing data toward geomorphological and morphostructural analysis in an area located in the Lower Solimões river course where there is a high concentration of fluvial rias. The goal was to reconstruct the fluvial dynamics through space and time in order to discuss the factors that lead to the establishment of the fluvial rias in this region. A model has been proposed to the evolution of fluvial rias in the study area based on the integration of morphological with sedimentological and chronological data of a documented paleoria feature which is exceptionally well preserved in the right margin of the medium Madeira River. The remote sensing data analyses lead to propose that the spatial distribution and the morphology of the fluvial rias in the study area are biased by neotectonics. Moreover, the sedimentological record of the two cores from the paleoria feature revealed lake environments where the sedimentary infill has started at least in the Late Pleistocene, which is contrary to the climatic hypothesis that suggests increased erosion during this period. We conclude that tectonic reactivations through the Quaternary were critical factors influencing the spatial distribution of the paleorias in the study area and suggest that tectonic deformations might have been determinant factors for the establishment of these features that typify the Amazonian fluvial systems.
AreaSRE
ArranjoINPE > Produção > SER > Sensoriamento remoto e...
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 29/02/2016 09:44 187.1 KiB 
originais/Avaliação final pag 2 da aluna Thiago de Castilho Bertani.pdf 22/02/2016 09:37 327.3 KiB 
originais/TESE_FINAL_corrigida.docx 29/02/2016 14:05 21.1 MiB
originais/TESE_FINAL_corrigida.pdf 29/02/2016 14:09 10.5 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 24/03/2016 10:27 601.9 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3L46AM8
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3L46AM8
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
thiagobertani@gmail.com
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
thiagobertani@gmail.com
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.22
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3L2L93P
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2016/01.20.13.11
Última Atualização2016:02.02.12.56.21 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2016/01.20.13.11.53
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.02.56.01 administrator
Chave SecundáriaINPE-17614-TDI/2382
Chave de CitaçãoSomoza:2015:ImDeVe
TítuloImpacto do desflorestamento na velocidade de propagação da água em zonas de várzea do baixo Amazonas
Título AlternativoDesforestation impacts on the water flow propagation for the low amazon floodplain
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-08-31
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseTese (Doutorado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas135
Número de Arquivos1
Tamanho17441 KiB
Área de contextualização
AutorSomoza, Regla de la Caridad Duthit
BancaNovo, Evlyn Márcia Leão de Moraes (presidente/orientadora)
Rennó, Camilo Daleles (orientador)
Barbosa, Cláudio Clemente Faria
Rudorff, Conrado de Moraes
Collishonn, Walter
Endereço de e-Mailpubtc@inpe.br
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2016-01-20 13:12:38 :: luis.cpv@hotmail.com -> yolanda ::
2016-01-26 15:07:12 :: yolanda -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2016-02-01 11:51:47 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br :: -> 2015
2016-02-01 12:21:56 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2016-02-02 11:34:48 :: administrator -> marcelo.pazos@sid.inpe.br :: 2015
2016-02-02 12:57:42 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2018-06-04 02:56:01 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaverugosidade hidráulica, velocidade do escoamento, modelagem hidrodinâmica, várzea, desflorestamento, roughness coefficient, runoff velocity, hydrodynamic modeling, floodplain, deforestation.
ResumoAs mudanças na velocidade do fluxo de inundação tem impacto relevante tanto para a hidráulica quanto para os aspectos ecológicos e biogeoquímicos das várzeas. Trabalhos recentes mostraram elevado desflorestamento na planície do baixo Amazonas (RENÓ et al., 2011), que é uma região de floresta inundável, o qual está relacionado à redução da rugosidade hidráulica nesta região. Além desse fato, existem indícios de um aumento da velocidade da onda de inundação à jusante de Manaus (SOMOZA et al., 2013). Contudo, para quantificar o real impacto do desflorestamento tanto na redução de rugosidade hidráulica quanto na variação da velocidade de fluxo, faz-se necessário um estudo aprofundado dessa temática, envolvendo tanto a análise de dados observacionais in situ e/ou por sensoriamento remoto, quanto por modelagem computacional hidrodinâmica de alto desempenho. É dentro desse contexto que se insere o presente trabalho no qual foram integradas informações que quantificam a mudança de rugosidade hidráulica da planície de inundação do Lago Grande de Curuai a um modelo de propagação da água. As caraterísticas da hidrodinâmica da várzea de Curuai, descritas previamente em um modelo conceitual (BARBOSA, 2005), foram bem representadas pelas simulações do modelo hidrodinâmico ANUGA. Os resultados sugerem de forma indireta, que a redução de 17% no valor médio da rugosidade hidráulica, numa área correspondente a 33,4% da extensão várzea, modificou os padrões da velocidade média do escoamento dágua impactando toda a várzea de Curuai. No extremo Oeste da várzea de Curuai, onde foi observada a região com maior remoção da floresta e consequente diminuição dos valores de rugosidade hidráulica, constatou-se que o desflorestamento nos canais de entrada à planície de inundação acelera o processo de inundação das áreas periodicamente inundáveis da várzea. Simulações realizadas para o período de cheia extrema de 2009 mostraram que no sistema de troca rio-várzea, os canais localizados a Oeste, são mais dependentes da distribuição espacial das mudanças na rugosidade hidráulica que da variabilidade no nível fluviométrico. ABSTRACT: The water flow velocity has a relevant importance for the hydraulic, ecological and biogeochemical characteristics of the floodplain. In the last 30 years, almost half of the floodplain forest in the Lower Amazon has been removed (RENÓ et al., 2011), what probably caused a hydraulic roughness reduction. Also, an increase in the velocity of the flood wave downstream from Manaus was suggested by the statistical analyses of water level time-series (SOMOZA et al., 2013). However, to quantify the actual impact of deforestation either on hydraulic roughness or on water flood velocity, it was necessary a comprehensive study of this theme. The hypothesis that floodplain forest deforestation causes the increase in the flood wave velocity was tested by integrating remote sensing and in situ data into a water propagation model. The model allowed simulating different land use scenarios of the floodplain, in the last 30 years. The hydrodynamic characteristics of the Curuai floodplain, previously described in a conceptual model (BARBOSA, 2005), were well represented by the simulation with the hydrodynamic model ANUGA. Over the past 30 years, the runoff circulation pattern had no significant changes. At the West side of the Curuai floodplain, deforestation next to the input channels accelerated the flood wave propagation into the periodically flooded areas of the floodplain. This region corresponds to the highest removal of forest areas with consequent reduction of hydraulic roughness. Simulations of extreme events as the flood of 2009 showed that channels located at the West side of the Curuai floodplain were more dependent on the spatial distribution of the hydraulic roughness than on water level variability.
AreaSRE
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > SER > Impacto do desflorestamento...
Conteúdo da Pasta source
originais/001-2.pdf 04/11/2015 14:30 26.9 KiB 
originais/@4primeirasPaginas.pdf 09/11/2015 16:13 94.5 KiB 
originais/ReglaTeseFinal.pdf 29/10/2015 11:16 16.9 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 26/01/2016 13:03 625.6 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3L2L93P
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3L2L93P
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
pubtc@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
pubtc@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.22
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3L2FEBH
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2016/01.19.10.55
Última Atualização2016:03.11.12.10.43 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2016/01.19.10.55.50
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.02.56.01 administrator
Chave SecundáriaINPE-17640-TDI/2400
Chave de CitaçãoMoura:2015:UsMuMo
TítuloUsing multi-angle modis data to observe vegetation dynamics in the Amazon Forest
Título AlternativoUtilização de dados multiangulares do sensor MODIS para análise da dinâmica da vegetação na Floresta Amazônica
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-12-08
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseTese (Doutorado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas107
Número de Arquivos1
Tamanho3244 KiB
Área de contextualização
AutorMoura, Yhasmin Mendes de
BancaGalvão, Lênio Soares (presidente/orientador)
Santos, João Roberto dos (orientador)
Anderson, Liana Oighenstein
Lyapustin, Alexei I.
Ferreira Júnior, Laerte Guimarães
Endereço de e-Mailyhas.mendes@gmail.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2016-01-19 10:59:05 :: yhas.mendes@gmail.com -> administrator ::
2016-02-12 12:48:19 :: administrator -> yolanda ::
2016-03-08 18:19:06 :: yolanda -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2016-03-09 14:18:20 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br :: -> 2015
2016-03-09 14:56:09 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2016-03-11 11:56:08 :: administrator -> marcelo.pazos@sid.inpe.br :: 2015
2016-03-11 12:03:10 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2016-03-11 12:09:02 :: administrator -> marcelo.pazos@sid.inpe.br :: 2015
2016-03-11 12:10:43 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2018-06-04 02:56:01 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveAmazônia, anisotropia, MODIS, MAIAC, sensoriamento remoto multiangular, Amazon, anisotropy, multi-angle remote sensing.
ResumoSeasonality and drought in Amazon rainforests have been controversially discussed in the literature, partially due to a limited ability of current remote sensing techniques to detect drought impacts on tropical vegetation. Detailed knowledge of vegetation structure is required for accurate modeling of terrestrial ecosystem. However, direct measurements of the three dimensional distribution of canopy elements using LiDAR are not widely available, especially in the Amazon region. This thesis explores a novel multi-angle remote sensing approach to determine changes in vegetation structure from differences in directional scattering (anisotropy) observed from the analysis of Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS) data, atmospherically corrected using the Multi-Angle Implementation Atmospheric Correction Algorithm (MAIAC). Chapter 1 presents a general overview of the topic, followed by a theoretical background of the most important types of remote sensing data used in this thesis (Chapter 2). Chapter 3 describes the retrieval of BRDF from MODIS data. Chapters 4 and 5 present two distinct approaches using multi-angular MODIS data. In Chapter 4, the potential of using MODIS anisotropy for modeling vegetation roughness from directional scattering of visible and near-infrared (NIR) reflectance was evaluated across different forest types. Derived estimates were compared to independent measures of canopy roughness (entropy) obtained from the: 1) airborne laser scanning (ALS), 2) spaceborne LiDAR Geoscience Laser Altimeter System (GLAS), and 3) spaceborne SeaWinds/QSCAT. GLAS-derived entropy presented strong seasonality and varied between different forest types. Results from Chapter 4 showed linear relationships between MODIS-derived anisotropy and ALS-derived entropy with a coefficient of determination (r$^{2}$) of 0.54 and a root mean squared error (RMSE) of 0.11, even in high biomass regions. Significant relationships were also obtained between MODIS-derived anisotropy and GLAS-derived entropy (0.5$leq$r$^{2}$$leq$0.61; p<0.05), with similar slopes and offsets found throughout the season. The RMSE varied between 0.26 and 0.30 (units of entropy). The relationships between the MODIS-derived anisotropy and backscattering measurements ($sigma$$^{0}$) from SeaWinds/QuikSCAT were also significant (r$^{2}$=0.59, RMSE=0.11). Results also showed a strong linear relationship of the anisotropy with field- (r$^{2}$=0.70) and LiDAR-based (r$^{2}$=0.88) estimates of leaf area index (LAI). In Chapter 5, the method was used to analyze seasonal changes in the Amazonian forests, comparing them to spatially explicit estimates of onset and length of dry season obtained from the Tropical Rainfall Measurement Mission (TRMM). The results of Chapter 5 showed an increase in vegetation greening during the beginning of dry season (7% of the basin), which was followed by a decline (browning) later during the dry season (5% of the basin). Anomalies in vegetation browning were particularly strong during the 2005 and 2010 drought years (10% of the basin). The magnitude of seasonal changes was significantly affected by regional differences in onset and duration of the dry season. Seasonal changes were much less pronounced when assuming a fixed dry season from June through September across the Amazon basin. The findings reconcile remote sensing studies with field-based observations and model results, supporting the argument that tropical vegetation growth increases during the beginning of the dry season, but declines after extended dry season and drought periods. Overall, we concluded that multi-angle approaches, as the one used in this thesis, are suitable to extrapolate measures of canopy structure across different forest types, and may help quantify drought tolerance and seasonality in the Amazonian forests. RESUMO: Os temas sazonalidade e secas severas na Amazônia vêm sido discutidos de maneira controversa na literatura, parcialmente devido à habilidade limitada das atuais técnicas de sensoriamento remoto para detecção e análise da resposta de florestas tropicais a estes eventos. O conhecimento detalhado da estrutura da vegetação constitui um dado fundamental para melhoria da modelagem dos ecossistemas terrestres. No entanto, medições diretas da distribuição tridimensional dos elementos do dossel, por exemplo, oriundas de LiDAR, não são disponíveis amplamente, especialmente na região Amazônica. Neste estudo, é proposta uma abordagem de sensoriamento remoto multiangular para avaliar mudanças na estrutura da vegetação a partir de diferenças do espalhamento direcional (anisotropia) observado pelo Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS), que teve seus dados atmosfericamente corrigidos usando o Multi-Angle Implementation Atmospheric Correction Algorithm (MAIAC). O Capítulo 1 apresenta uma visão geral do problema, seguido de uma base teórica sobre os mais importantes temas e dados de sensoriamento remoto usados nesta tese (Capítulo 2). O Capítulo 3 descreve o modelo utilizado para recuperação dos dados da Função de Distribuição da Reflectância Bidirecional (BRDF) a partir dos dados MODIS. Os Capítulos 4 e 5 apresentam duas abordagens distintas usando dados multiangulares do MODIS. No Capítulo 4 foi avaliado o potencial dos dados de anisotropia de superfície para modelar a rugosidade dos dosséis através do espalhamento direcional nas bandas de reflectância do visível e infravermelho próximo sobre diferentes tipologias florestais. Foram efetuadas comparações entre os dados de anisotropia em relação à medidas independentes de rugosidade de dosséis (entropia) obtidos de dados: 1) LiDAR aerotransportado (ALS), 2) LiDAR orbital do Geoscience Laser Altimeter System (GLAS), e 3) radar orbital do SeaWinds/QSCAT. Dados de entropia do GLAS apresentaram forte sazonalidade entre as tipologias florestais analisadas. Os resultados mostraram uma relação linear entre os dados de anisotropia derivados do sensor MODIS com os dados de entropia estimados do LiDAR aerotransportado com coeficiente de determinação (r$^{2}$) de 0.54 e erro médio quadrático (RMSE) de 0.11, mesmo em regiões de floresta densa. Relações significantes foram também obtidas entre anisotropia derivada do MODIS e entropia derivada do GLAS (0.52$leq$r$^{2}$$leq$0.61; p<0.05), com inclinações e interceptos aproximadamente similares ao longo de diferentes meses. O RMSE variou entre 0.26 e 0.30 (unidades de entropia). A correlação entre anisotropia do MODIS com medidas de retroespalhamento ($sigma$$^{0}$) do sensor SeaWinds/QuikSCAT foi estatísticamente significante (r$^{2}$=0.59, RMSE=0.11). Os resultados também mostraram uma forte correlação linear entre os dados de anisotropia e as estimativas de índice de área foliar (LAI) obtidas em campo (r$^{2}$=0.70) e a partir de dados LiDAR (r$^{2}$=0.88). No Capítulo 5, analisou-se as variações sazonais das florestas Amazônicas, em que foram calculadas estimativas espacialmente explícitas do início e duração da estação seca na região utilizando dados do Tropical Rainfall Measurement Mission (TRMM). Os resultados mostraram um aumento em verdejamento da vegetação (emph{greening}) durante o início da estação seca (7% da bacia), seguido de um subsequente declínio (emph{browning}) no final da estação seca ($sim$5% da bacia). As anomalias negativas (emph{browning}) foram particularmente mais fortes durantes os anos de seca extrema na região, em 2005 e 2010 ($sim$10% da bacia). Os resultados mostraram que a magnitude dessas mudanças sazonais pode ser significantemente afetada pelas diferenças regionais de início e duração da estação seca. Mudanças sazonais foram muito menos pronunciadas quando se assumiu um período fixo de estação seca (junho até setembro) sobre a bacia Amazônica. Os resultados reconciliam estudos baseados em dados de sensoriamento remoto com observações de campo e modelagem, uma vez que fornecem uma base mais sólida sobre o argumento de que a vegetação tropical aumenta seu crescimento durante o início da estação seca, mas sofre um declínio com o seu prolongamento, e especialmente após períodos de secas severas. Como conclusão geral, a abordagem multiangular utilizada neste trabalho se mostrou satisfatória, permitindo a extrapolação de estimativas estruturais do dossel sobre diferentes tipologias florestais, podendo auxiliar na quantificação sobre os impactos e resiliência das florestas Amazônicas em relação a ocorrências de secas severas.
AreaSRE
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > SER > Using multi-angle modis...
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 02/02/2016 14:08 186.3 KiB 
originais/Avaliação Final Yhasmin Mendes Moura Pag 2.pdf 02/02/2016 13:47 33.3 KiB 
originais/TESE_MOURA_vf_FINAL-2.pdf 10/03/2016 15:07 3.0 MiB
originais/TESE_MOURA_vf_FINAL.docx 10/03/2016 15:04 7.1 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 08/03/2016 14:57 596.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3L2FEBH
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3L2FEBH
Idiomaen
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
yhas.mendes@gmail.com
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
yhas.mendes@gmail.com
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.22
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3KLCMC5
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2015/11.24.11.20
Última Atualização2016:03.08.16.18.14 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2015/11.24.11.20.58
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.02.55.51 administrator
Chave SecundáriaINPE-17641-TDI/2401
Chave de CitaçãoDória:2015:CaDiFl
TítuloSensoriamento remoto de luzes noturnas para estimativas populacionais em escalas regional e local: os casos do Distrito Florestal Sustentável da BR-163 (PA) e da Região Metropolitana de São Paulo
Título AlternativoNighttime light images for population estimates at regional and local scales: the cases of the Sustainable Forest District of BR-163 (PA) and the São Paulo Metropolitan Region
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-11-30
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas131
Número de Arquivos1
Tamanho4554 KiB
Área de contextualização
AutorDória, Vinicius Etchebeur Medeiros
BancaMonteiro, Antônio Miguel Vieira (presidente/orientador)
Kampel, Silvana Amaral (orientadora)
Almeida, Cláudia Maria de
Novo, Evlyn Márcia Leão de Moraes
Bueno, Maria do Carmo Dias
Endereço de e-Mailvinicius.doria@ibge.gov.br
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2015-11-24 11:22:26 :: viniciusdoria@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2015-11-27 12:46:10 :: yolanda -> viniciusdoria@dsr.inpe.br ::
2016-01-28 13:41:02 :: viniciusdoria@dsr.inpe.br -> administrator ::
2016-02-12 12:47:26 :: administrator -> yolanda ::
2016-03-07 19:14:40 :: yolanda -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2016-03-08 14:04:05 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br :: -> 2015
2016-03-08 16:19:12 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2018-06-04 02:55:51 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveluzes noturnas, OLS, VIIRS, estimativa de população, análise espacial, nighttime light, population estimates, spatial analysis.
ResumoO processo de urbanização na Amazônia contemporânea se expressa não somente nas cidades e vilas estabelecidas e estruturadas, mas também em outras formas de organização do espaço decorrentes de atividades humanas. Por sua vez, Regiões Metropolitanas experimentam variados processos locais de expansão urbana, com ocupações que ocorrem horizontal e verticalmente. Dados de sensoriamento remoto e técnicas de geoprocessamento têm sido utilizados para descrever e entender processos de urbanização e ocupação do território e, mais recentemente, para auxiliar na caracterização da distribuição espacial da população nestes territórios urbanizados e na estimativa do volume populacional. Este trabalho tem por objetivo avaliar a contribuição de imagens mosaico de luzes noturnas do emph{Operational Linescan System} (OLS) e do emph{Visible Infrared Imaging Radiometer Suite} (VIIRS) para estimativas de população, estudando as áreas do Distrito Florestal Sustentável da BR163 (DFS-BR163) na Amazônia Paraense, e a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Dados de luzes noturnas e dados demográficos foram sistematizados para inferir o quantitativo populacional e a distribuição da população em escalas regional e local. Realizou-se inicialmente a intercalibração das imagens mosaico de luzes do OLS e o refinamento da imagem mosaico de luzes do VIIRS. Para verificar a utilidade da série temporal dos mosaicos de luzes noturnas em estimativas de população, a técnica de regressão linear foi adotada para o DFS-BR163, na análise de imagens mosaico OLS de 2000, 2007 e 2010. A Regressão Geograficamente Ponderada (GWR) foi aplicada para imagem mosaico VIIRS 2012 em escala local e intraurbana na RMSP. Da análise dos resultados obtidos para a escala do DFS-BR163 pode-se afirmar que: (1) a intercalibração das imagens mosaico do OLS deve ser adaptada para as condições locais para garantir análises consistentes da série temporal; (2) o refinamento da imagem mosaico VIIRS é essencial para eliminar as luzes não associadas à presença de ocupação humana; (3) a capacidade do sensor VIIRS em identificar e individualizar áreas de diferentes intensidades de ocupação humana indica o potencial destas imagens para estudos de distribuição espacial da população; (4) os dados indicaram regressões com funções lineares, para os mosaicos do OLS, e exponencial, para o mosaico do VIIRS, sendo que de 67% a 80% da variabilidade observada nos quantitativos populacionais pôde ser explicada pelas imagens de luzes noturnas, os erros das estimativas são explicados por fatores locais das áreas iluminadas e as estimativas do VIIRS apresentaram erros significativamente menores do que as do OLS. Para a RMSP, constatou-se que a GWR apresentou estimativas populacionais satisfatórias, com erro geral de 5% em relação à população observada, e os coeficientes da GWR mostraram-se associados a diferentes padrões de ocupação urbana na RMSP. Por fim, este trabalho indica o potencial do uso de dados de luzes noturnas do OLS e do VIIRS para estimativas de população nas escalas regional e local, podendo auxiliar os modelos de distribuição e de estimativa anual da população. ABSTRACT: The contemporary urbanization process in the Amazon region is expressed not only by structured cities and established villages, but also by other spatial forms of territory occupation generated by human activities. On the other hand, Metropolitan Regions experience various local urban growing processes that occur horizontally and vertically. Remote sensing data and geoinformation techniques have been used to describe and understand urbanization and colonization processes, and, particularly in recent years, they have been used to assist on the characterization of spatial population distribution in these urbanized areas and on population estimates. This work aims to identify the contribution of nighttime lights images from Operational Linescan System (OLS) and Visible Infrared Imaging Radiometer Suite (VIIRS) for population estimates in the BR163-Sustainable Forest District (DFS-BR163), in the Brazilian Amazon, and the São Paulo Metropolitan Region (RMSP). Nighttime lights images and demographic data were organized to infer population counts and distribution, considering both regional and local scales. First, intercalibraton of OLS nighttime lights mosaic images and refinement of VIIRS nighttime lights mosaic image to remove noise and lights from ephemeral events were carried out. Then, a linear regression model explored the relationships between OLS nighttime lights mosaic images and population estimates in DFS-BR163, in 2000, 2007 and 2010. At local and intraurban scale, Geographically Weighted Regression (GWR) was used to study VIIRS 2012 mosaic image and population distribution in the RMSP. The results from DFS-BR163 scale suggest that: (1) the OLS mosaic images intercalibration has to be adapted to the local conditions to guarantee consistent analysis of the time series; (2) the refinement of VIIRS nighttime lights mosaic image is essential to eliminate ephemeral sources and noises; (3) the VIIRS sensibility to identify and individualize human settlements of different intensities of human occupation highlights the potential of VIIRS images for spatial population distribution studies; (4) population estimates presented linear relationship for OLS mosaic images regressions and exponential relationship for VIIRS. Also, 67% to 80% of the population variability could be explained by nighttime lights images; the estimate errors were related to local characteristics of lit areas; and VIIRS estimate errors were substantially lower than OLS s. For the RMSP, GWR presented satisfactory estimates, with general error of 5% for the observed population data, and the GWR coefficients were related to different urban occupation patterns in the RMSP. Lastly, this work indicates the potential of OLS and VIIRS nighttime lights data for population estimates at both regional and local scales, suggesting that these images could also be used as ancillary data for spatial distribution models and annual population estimates.
AreaSRE
ArranjoINPE > Produção > SER > Sensoriamento remoto de...
Conteúdo da Pasta source
originais/160127_dissertacao_doria_v2.docx 12/02/2016 11:54 7.7 MiB
originais/160127_dissertacao_doria_v2.pdf 15/02/2016 14:38 4.3 MiB
originais/@4primeirasPaginas.pdf 03/02/2016 10:08 187.4 KiB 
originais/Avaliação final pag 2 do aluno Vinicius Etcherbeur Medeiros Dória.pdf 29/01/2016 14:00 35.5 KiB 
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 07/03/2016 15:50 638.3 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3KLCMC5
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3KLCMC5
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
viniciusdoria@dsr.inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
viniciusdoria@dsr.inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.22
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3KABML2
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2015/09.23.17.42
Última Atualização2016:02.19.13.09.26 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2015/09.23.17.42.27
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.02.55.41 administrator
Chave SecundáriaINPE-17630-TDI/2392
Chave de CitaçãoSaito:2015:IdÁrTe
TítuloIdentificação de áreas com tendência a desertificação no estado do Espírito Santo com o auxilio de geotecnologias
Título AlternativoAreas identification with trend desertification with aid geotechnologies, in Espirito Santo state
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-10-28
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseTese (Doutorado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas146
Número de Arquivos1
Tamanho12941 KiB
Área de contextualização
AutorSaito, Nathalia Suemi
BancaMoreira, Mauricio Alves (presidente/orientador)
Santos, Alexandre Rosa dos (orientador)
Ponzoni, Flávio Jorge
Shimabukuro, Yosio Edemir
Ferrari, Jéferson Luiz
Trabaquini, Kleber
Endereço de e-Mailnssaito@gmaill.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2015-09-23 18:24:47 :: nssaito@gmail.com -> yolanda ::
2015-09-24 17:54:11 :: yolanda -> nssaito@gmail.com ::
2015-09-28 16:47:59 :: nssaito@gmail.com -> yolanda ::
2015-09-28 18:33:01 :: yolanda -> nssaito@gmail.com ::
2015-12-21 19:51:41 :: nssaito@gmail.com -> yolanda ::
2015-12-22 15:55:19 :: yolanda -> nssaito@gmail.com ::
2015-12-23 15:54:27 :: nssaito@gmail.com -> yolanda ::
2016-01-12 11:02:17 :: yolanda -> administrator ::
2016-01-12 13:30:38 :: administrator -> yolanda ::
2016-01-12 18:29:27 :: yolanda -> nssaito@gmail.com ::
2016-01-12 19:02:54 :: nssaito@gmail.com -> yolanda ::
2016-02-19 13:13:17 :: yolanda -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2016-03-01 17:48:55 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br :: -> 2015
2016-03-01 18:29:31 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2018-06-04 02:55:41 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveNDVI, tendência, MODIS, STA, trend.
ResumoA degradação da terra é, nas últimas décadas, um dos mais graves problemas ambientais e sociais enfrentados pela humanidade por ameaçar, principalmente, a segurança alimentar da população. Em algumas regiões do planeta, a degradação, associada às intensas atividades humanas, alcança seu limite com a desertificação. Dessa forma, buscou-se, com este trabalho, Identificar áreas com tendência à desertificação por meio de séries temporais de imagens NDVI e precipitação associada às geotecnologias em áreas que apresentam significativa mudança das condições ambientais no Estado do Espírito Santo. As áreas de fragilidade ambiental foram obtidas por meio de técnicas paramétricas e não paramétricas das tendências dos dados do NDVI o qual foi correlacionado com os dados de precipitação para eliminar falsos alarmes. Para compreender quando as mudanças nos valores do NDVI ocorreram no ano foi aplicada sobre esses dados a técnica de Análise de Tendência Sazonal. Posteriormente procedeu-se com o mapeamento do uso e cobertura da terra para o município que apresentou a maior indicação de áreas com fragilidade ambiental. Constatou-se que no Estado do Espírito Santo 30,56% são áreas estáveis; 28,61% são áreas não significativas, 0,99% implicam em mudanças negativas induzidas pelas atividades humanas; 21,16% implicam em mudanças negativas induzidas pelas variações climáticas; 5,27% implicam em mudanças positivas induzidas pelas atividades humanas (áreas irrigadas ou alagadas); e, 13,41% implicam em mudanças positivas induzidas pelas variações climáticas (resposta da vegetação às chuvas). Observa-se que a região Norte do Estado apresenta a maior contribuição em áreas com tendência negativa. A Análise de Tendência Sazonal indicou por meio das curvas ajustadas a correspondência típica para Verões chuvosos e Invernos secos com uma defasagem temporal entre a chuva e a resposta total da vegetação de aproximadamente três meses. As maiores diferenças de tendência negativas ocorreram na Primavera/Verão para as microrregiões localizadas ao Norte do Estado e as maiores diferenças de tendência positivas no Outono/Inverno para as microrregiões localizadas ao Sul. Para o mapeamento das áreas de fragilidade selecionou-se o município de Conceição da Barra como o de maior porcentagem em área de tendências negativas. Grande parte dessas áreas não sofreu alteração do uso e cobertura da terra, o que indica a perda no vigor vegetativo. Diante do exposto, foi possível identificar e quantificar as áreas de fragilidade ambiental no Estado do Espírito Santo, além de demonstrar que os dados obtidos a partir do sensor MODIS foram adequados para a análise temporal do NDVI e que quando associados aos dados meteorológicos contribuem para eliminar falsos alarmes no comportamento da vegetação. ABSTRACT: Land degradation is, in recent decades, one of the most serious environmental and social problems facing humanity by threatening, especially food security of the population. In some regions of the planet, degradation, associated with intense human activities, reaches its limit with desertification. We sought, with this work, identify areas where the degradation process through time series of NDVI images (obtained from the MODIS sensor) and precipitation associated with geotechnology in areas with significant change in environmental conditions in the state of Espirito Santo. To this, obtained by means of parametric and non-parametric techniques trends NDVI data which was correlated with rainfall data to eliminate false . To understand when changes in NDVI values occurred in the year was applied to the data the Seasonal Trend Analysis technique. Later proceeded with the mapping of land use and land cover for the municipality with the highest contribution in fragile areas. It was found that in the state of Espirito Santo 30.56% are stable areas; 28.61% are not significant areas, 0.99% imply negative changes induced by human activities; 21.16% imply negative changes induced by climate variations; 5.27% imply positive changes induced by human activities (irrigated areas or flooded); and 13.41% imply positive changes induced by climate variations (response of vegetation to rainfall). The North region is the most negative trends. With the Seasonal Trend Analysis The pattern found in adjusted curves showed typical match for rainy summers and dry winters with a time lag between the rain and the overall response of approximately three months vegetation. The major differences of negative trends are occurring in the spring/summer for the micro-state located to the north and the major differences of positive trend in autumn/winter for the micro-regions located to the south. For mapping the areas of fragility was selected the municipality of Conceição da Barra as the highest percentage in area of negative trends. Most of these areas did not change the use and land cover, indicating the loss in plant vigor. Given the above, it was possible to identify and quantify areas of environmental fragility in the state of Espirito Santo, and demonstrate that the data obtained from the MODIS sensor were adequate for temporal analysis of NDVI and when combined with meteorological data help to eliminate false alarms in the behavior of vegetation.
AreaSRE
ArranjoINPE > Produção > SER > Identificação de áreas...
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas-2.pdf 15/01/2016 10:35 187.0 KiB 
originais/Avaliação final pag 2 da aluna Nathalia Suemi Saito.pdf 05/01/2016 09:48 326.8 KiB 
originais/Tese_NathaliaSaito.docx 12/01/2016 10:53 35.0 MiB
originais/teste para versao final/Tese_NathaliaSaito.pdf 12/01/2016 11:21 12.2 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 19/02/2016 11:09 526.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3KABML2
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3KABML2
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
nssaito@gmail.com
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
nssaito@gmail.com
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.22
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3K4B5TP
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2015/08.17.16.47
Última Atualização2016:01.26.18.07.26 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2015/08.17.16.47.10
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.02.55.38 administrator
Chave SecundáriaINPE-17608-TDI/2376
Chave de CitaçãoGouveia:2015:InPrCi
TítuloA influência dos processos de circulação oceânica nos extremos de produção comercial da sardinha verdadeira
Título AlternativoThe influence of oceanic circulation process about extreme of commercial production the brazilian sardine
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-08-28
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas132
Número de Arquivos1
Tamanho12291 KiB
Área de contextualização
AutorGouveia, Mainara Biazati
BancaGherardi, Douglas Francisco Marcolino (presidente/orientador)
Lorenzzetti, João Antonio
Lentini, Carlos Alessandre Domingos
Endereço de e-Mailmainara@globo.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2015-08-17 16:49:01 :: mainara@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2015-08-25 18:18:23 :: yolanda -> mainara@dsr.inpe.br ::
2015-10-30 19:47:27 :: mainara@dsr.inpe.br -> yolanda ::
2016-01-22 16:52:47 :: yolanda -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2016-01-26 17:44:14 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br :: -> 2015
2016-01-26 18:08:42 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2018-06-04 02:55:38 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavemodelagem biofísica, sensoriamento remoto, sardinha verdadeira, biophysical modeling, remote sensing, the brazilian sardine.
ResumoA sardinha verdadeira distribui-se ao longo da Plataforma Continental Sudeste (PCSE) e, economicamente é a espécie pelágica mais importante no Brasil. Seu recrutamento é dependente das áreas de maior ocorrência de desova e do transporte de ovos e larvas que está diretamente ligado ao padrão de circulação superficial do oceano. Com base no uso combinado de um modelo hidrodinâmico, de dados de sensoriamento remoto e de um modelo baseado no indivíduo (MBI) buscou-se verificar possíveis relações de causa e o efeito entre a circulação oceânica na PCSE e os extremos de desembarques comercial da sardinha. Para tanto, foram realizados dois experimentos de desova, aleatório e por zonas, entre os anos de 1980 a 2007, com a finalidade de rastrear essas partículas e verificar o impacto das condições ambientais no desenvolvimento larval até seu recrutamento. Os resultados indicam que não há diferenças significativas entre os extremos de capturas comercial para mortalidade por temperatura e por perda de advecção, a um nível de 5% de significância, ou seja, os extremos de capturas comercial são apenas variações casuais. Porém, a mortalidade por temperatura foi significativamente maior que a mortalidade por perdas de advecção ao longo da série histórica, sendo assim, a mortalidade por temperatura foi a principal causa da mortalidade da sardinha para o período de estudo. Os anos de 1995, 1996, 1989 e 2000, foram indicados nos dois experimentos, aleatório e por zonas, como valores discrepantes nos testes de Kruskal-Wallis representando desta forma, os ápices de desembarques comercial registrado entre 1980 a 2007. Baseado nos dois modelos utilizados, as sardinhas preferem áreas de ressurgência para a sua desova por ser uma região com água mais rica em nutrientes, produtividade fitoplântica cinco vezes maior na zona eufótica, entretanto, quando a ACAS encontra-se na superfície ela ocasiona a morte das larvas por baixa temperatura. Ao longo dos 45 dias de experimento, período da desova até o seu desenvolvimento larval, pode-se verificar que as massas d água presentes para o período de estudo foram a Água Tropical e Água Subtropical, regiões mais favoráveis ao seu desenvolvimento. Portanto, o processo de circulação superficial oceânica é responsável pela distribuição temporal da sardinha na quantidade de indivíduos para o seu recrutamento. ABSTRACT: Brazilian Sardine occur along the South Brazil Bight being the most economically important species in Brazil. Its recruitment depends on the areas with the highest spawning occurrence and the transport of eggs and larvae, which is directly associated with the ocean surface circulation pattern. The possible cause-effect relationship between the oceanic circulation in the SBB and the extremes of commercial sardine landings were accessed through the combined use of an hydrodynamical model, remote sensing data and an Individual Based Model (IBM). Two spawning experiments (random and zonal distribution) were performed for the 1980-2007 time span, in order to track these particles and analyze the impact of the environmental conditions on the larval development. Results show no significant differences between extreme sardine landings (years of maxima and minima), both for death by temperature and by advection (5% significance level) so, commercial catches are only casual variations. However, the temperature mortality was significantly higher than mortality losses advection along the time series, and thus the mortality temperature was the main cause of mortality sardine for the study period. The years of 1995, 1996, 1989 and 2000, were nominated in both experiments, and random areas like outliers in the Kruskal-Wallis test thus representing the apex of commercial landings registered between 1980-2007. Brazilian Sardine chooses preferably upwelling areas for spawning, due to the high nutrient concentration of the water (phytoplactonic production is up to five times higher in the euphotic zone of upwelling areas). On the other hand, when ACAS reaches the surface, it induces low temperature, which is one of the most important causes of mortality. The most favorable water masses for the sardine development are Tropical Water (TW) and Subtropical Shelf Water (STSW). Hence, oceanic surface circulation process is responsible for the temporal distribuition of The Brazilian Sardine in the number of individual for recruitment.
AreaSRE
ArranjoINPE > Produção > SER > A influência dos...
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas-1.pdf 11/11/2015 11:07 139.5 KiB 
originais/Avaliação final página 2 da aluna Mainara Biazati Gouveia.pdf 28/10/2015 13:33 22.2 KiB 
originais/DISSERTACAO-SARDINE-MAINARA-INPE.docx 27/11/2015 14:25 9.4 MiB
originais/DISSERTACAO-SARDINE-MAINARA-INPE.pdf 27/11/2015 14:36 11.6 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 22/01/2016 14:48 634.6 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3K4B5TP
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3K4B5TP
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
mainara@dsr.inpe.br
marcelo.pazos@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
mainara@dsr.inpe.br
marcelo.pazos@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.22
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Área de identificação
Tipo de ReferênciaThesis
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3JUHDQH
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2015/07.31.16.19
Última Atualização2016:01.22.17.43.43 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2015/07.31.16.19.11
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.02.55.31 administrator
Chave SecundáriaINPE-17604-TDI/2372
Chave de CitaçãoPinto:2015:DeDeSu
TítuloDetecção de deformações superficiais na Mina do Manganês do Azul através da interferometria de radar orbital
Título AlternativoDetection of surface displacements in the Azul open pit manganese mine by using synthetic aperture radar interferometry
CursoSER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Ano2015
Data2015-08-25
Data de Acesso02 mar. 2021
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto)
Número de Páginas193
Número de Arquivos1
Tamanho12390 KiB
Área de contextualização
AutorPinto, Carolina de Athayde
BancaParadella, Waldir Renato (presidente/orientador)
Mura, José Claudio (orientador)
Gama, Fábio Furlan
Silva, Arnaldo de Queiroz da
Endereço de e-Mailcarolina.athp@gmail.com
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Tipo SecundárioTDI
Histórico2015-08-20 12:22:14 :: carolina.athp@gmail.com -> yolanda ::
2015-08-31 19:14:41 :: yolanda -> carolina.athp@gmail.com ::
2015-09-04 13:32:03 :: carolina.athp@gmail.com -> yolanda ::
2015-09-04 14:05:10 :: yolanda -> carolina.athp@gmail.com ::
2015-10-21 12:32:47 :: carolina.athp@gmail.com -> yolanda ::
2015-10-21 15:52:09 :: yolanda -> carolina.athp@gmail.com ::
2015-10-21 16:49:42 :: carolina.athp@gmail.com -> yolanda ::
2015-10-22 13:24:51 :: yolanda -> carolina.athp@gmail.com ::
2015-10-23 02:20:14 :: carolina.athp@gmail.com -> yolanda ::
2015-10-23 12:34:38 :: yolanda -> carolina.athp@gmail.com ::
2015-10-23 15:01:09 :: carolina.athp@gmail.com -> yolanda ::
2016-01-20 18:24:39 :: yolanda -> marcelo.pazos@sid.inpe.br ::
2016-01-22 17:43:43 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br :: -> 2015
2016-01-22 17:44:25 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2015
2018-06-04 02:55:31 :: administrator -> :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveTerraSAR-X, interferometria SAR diferencial, Mina de Manganês do Azul, província mineral de Carajás, região Amazônica, differential SAR interferometry, open pit manganese mine, Carajás province, Amazon region.
ResumoA Mina do Azul, inserida na Província Mineral de Carajás, região Amazônica, é a mina de manganês a céu aberto mais importante do Brasil. A Vale S.A. opera na área com três cavas simultaneamente (minas 1, 2 e 3), que são associadas a produtos de rochas de alteração de baixa qualidade geomecânica com arenitos, siltitos e coberturas lateríticas da Formação Águas Claras. Com o intuito de monitorar possíveis deformações no terreno, foram utilizadas na investigação 33 imagens TerraSAR-X (TSX-1), no formato StripMap, que abrangem o período de 20 março de 2012 a 4 abril de 2013. As cenas foram processadas utilizando duas abordagens interferométricas: DInSAR Convencional (Interferometria SAR Diferencial) e DInSAR Avançada. As abordagens DInSAR Avançada empregadas são baseadas na Interferometria por Espalhadores Persistentes (PSI) e DInSAR Times Series. Os resultados mostraram que a maior parte das minas pode ser considerada estável no período de cobertura de aquisição das imagens SAR. No entanto, as maiores taxas de deformações foram detectadas nas pilhas de estéril, provavelmente relacionadas a mecanismos de recalque, e também ao longo dos taludes do flanco norte da Mina 1, indicando movimentos em direção ao centro da mina. Nesse setor da mina, a relação espacial das estruturas geológicas com os PS mostrou que as maiores taxas de deformação estão concentradas ao longo do corredor de deformação composto por falhas, fraturas e dobras, relacionado ao Sistema de Falhas Carajás. Medidas de radar de campo de um curto período de cobertura do TSX-1, para as paredes das bancadas do flanco sul da Mina 1, mostraram que o padrão de deformação dos PS é concordante com as medidas geotécnicas de campo. Assim, a investigação enfatizou a importância que a DInSAR orbital pode ter no monitoramento da deformação e na avaliação dos riscos nesse tipo de mineração. ABSTRACT: The Azul mining complex, located in the Carajás Mineral Province, Amazon region, encompasses the most important manganese mine in Brazil. Vale S.A. company operates in the area three simultaneous excavations (mines 1, 2 and 3), which are conducted on rock alteration products of low geomechanical quality related to sandstones, siltstones and a lateritic cover. In order to monitor ground deformation, 33 TerraSAR-X (TSX-1) StripMap images covering the period of March 2012- April 2013 were used in the investigation. The scenes were processed based on two interferometric approaches: the Conventional DInSAR (Differential Synthetic Aperture Radar Interferometry) and the Advanced DInSAR (A-DInSAR). A-DInSAR approaches based on Persistent Scatterer Interferometry (PSI) analysis and DInSAR Times Series were used and these results showed that most of the area was considered stable during the time span of the SAR acquisitions. However, a high deformation rates were mapped over a waste pile, probable related to settlements, and also along the north flank of mine 1, indicative of cut slope movements toward the center of the pit. A spatial relationship of geological structures with Persistent Scatterers (PS) was observed for this sector of the mine, given by PS showing deformation rates concentrated along a structural corridor with faults, fractures and folds related to the Carajás Fault system. Despite only ground-based radar measurements were available for a short time period of the TSX-1 coverage, for wall benches along the south flank of mine 1, the PS movement patterns showed concordance with geotechnical field measurements. The investigation emphasized the important role that satellite-based DInSAR can play for deformation monitoring and risk assessment in this kind of mining area.
AreaSRE
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > SER > Detecção de deformações...
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 09/11/2015 10:34 95.5 KiB 
originais/Avaliação Final - Carolina de Athayde Pinto.pdf 26/10/2015 13:47 309.8 KiB 
originais/Dissertação_Carolina.pdf 26/10/2015 09:50 11.4 MiB
originais/Dissertação_Carolina_final.docx 23/10/2015 12:54 80.5 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 20/01/2016 16:22 609.8 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3JUHDQH
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3JUHDQH
Idiomapt
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
carolina.athp@gmail.com
marcelo.pazos@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Grupo de Leitoresadministrator
carolina.athp@gmail.com
marcelo.pazos@inpe.br
yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Licença de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.22
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype