Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <related:sid.inpe.br/mtc-m21b/2014/08.29.12.56.42-0:pt:title:2:estacao cerrado fogo frequencia:frequencia fogo bioma cerrado caso estacao ecologica urucui una piaui:>.
3 referências encontradas buscando em 15 dentre 15 sites.
Data e hora local de busca: 04/12/2020 04:00.
Área de identificação
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP5W34M/3GTSSTU
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2014/08.29.12.56.41
Última Atualização2020:07.06.19.43.01 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2014/08.29.12.56.42
Última Atualização dos Metadados2020:07.06.19.43.02 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoKoulikoffCost:2014:EsCaEs
TítuloFrequência do fogo no bioma cerrado: estudo de caso para a estação ecológica Uruçuí-Una, Piauí
Ano2014
Data30-31 jul., 2014
Data de Acesso04 dez. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho202 KiB
Área de contextualização
Autor1 Koulikoff, Isaura Isabel Martins
2 Costa Junior, Alfredo Pereira da
Grupo1
2 DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 FATEC
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 isauramartinskff@gmail.com
2 alfredo@dsr.inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Histórico2014-08-29 12:56:42 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 13:33:50 :: administrator -> simone :: 2014
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Tipo SecundárioPRE CN
Palavras-Chavesavana, uso da terra, sensoriamento remoto.
ResumoO objetivo deste estudo é a análise da frequência do fogo na Estação Ecológica Uruçuí-Una,bioma Cerrado. A determinação da frequência do fogo é fundamental para que se estabeleça um plano para o manejo do fogo nas áreas de preservação do Cerrado. É necessário que seja utilizado com critério para que as diferentes fitofisionomias sejam preservadas, e que mais estudos sejam realizados no sentido de recuperar áreas que sofrem queimadas frequentes.A área de estudo foi criada em junho/1981, com 135.000 ha e está localizada no município de Baixa Grande do Ribeira, sudoeste do Piauí. Está inserida no Cerrado, a savana brasileira, um dos biomas mais ameaçados do país com mais de 50% de sua área já desmatada ou alterada. O estudo teve como base a interpretação visual de imagens dos sensores do satélite Landsat 5, Resourcesat-1 e Landsat 8, para os períodos de 2000 a 2013. O mapeamento das áreas queimadas foi realizado utilizando-se as ferramentas de geoprocessamento dos softwares SPRING 5.2.3 e TERRAVIEW.Os resultados mostraram que se queimou até metade da área da Estação, com picos de áreas queimadas nos anos de 2004 (37%), 2007 (27%) e 2010 (47%). Isso mostra que a Estação não possui total efetividade como área de proteção ambiental do bioma Cerrado principalmente pela ocorrência de extensas queimadas sem controle dentro da Estação. Esse processo antrópico é provavelmente causado por atividades agropecuárias que fazem uso do fogo como ferramenta de limpeza e que muitas vezes foge do controle. Essas atividades são realizadas tanto por comunidades familiares que vivem no interior da Estação e no seu entorno como por agricultores e pecuaristas empresariais no entorno.
AreaSRE
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 29/08/2014 09:56 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Idiomapt
Arquivo AlvoKoulikoff_frequencia.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3ER446E
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/38AB57E
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2010/09.22.18.29
Última Atualização2020:08.12.18.36.16 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2010/09.22.18.29.04
Última Atualização dos Metadados2020:08.12.18.36.17 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoReis:2010:AnDiAn
TítuloAnálise da dinâmica da antropização e da frequência das queimadas nas bacias hidrográficas da estação ecológica Uruçuí-Una, Piauí, Bioma Cerrado, com base em imagens de sensores orbitais
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2010
Data13-14 jul. 2010
Data de Acesso04 dez. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho58 KiB
Área de contextualização
AutorReis, Thatiana Costa
GrupoDPI-OBT-INPE-MCT-BR
AfiliaçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autorreistc@dsr.inpe.br
Endereço de e-Mailalessandra@sid.inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Histórico2010-11-11 16:42:28 :: alessandra@sid.inpe.br -> administrator :: 2010
2020-04-28 18:34:22 :: administrator -> simone :: 2010
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Tipo SecundárioPRE CN
Páginas14
ResumoRESUMO: Este trabalho tem como objetivo estimar e avaliar a área desmatada e queimada nas bacias hidrográficas da Estação Ecológica Uruçuí-Una (ESECUU) com base em imagens CCD/CBERS-2 e TM/Landsat-5 de 2003 a 2008. Esta estação apresenta 135.000 ha, fica no estado do Piauí e apresenta vegetação típica do Cerrado. O Cerrado é visto como uma das últimas fronteiras agrícolas do Brasil, apresentando terras de baixo custo e condições favoráveis para o cultivo intensivo de grãos. O fogo é utilizado para possibilitar a rebrota da pastagem na estação seca, sendo esta a principal razão da existência de queimadas neste bioma (Coutinho, 1990). Foram selecionadas duas imagens para cada ano estudado, uma do meio da estação seca e outra do fim da estação seca. Para realizar as estimativas, os mapeamentos realizados em trabalho de projetos de pesquisa PIBIC anteriores foram revisados e corrigidos manualmente utilizando-se um Sistema de Informações Geográficas, o SPRING, A análise dos dados evidenciou que o tamanho das áreas queimadas variou ao longo dos anos, entretanto, foi observado um padrão no qual a proporção de áreas queimadas no final da estação seca é maior do que no meio da estação. No meio da estação a proporção de áreas queimadas é baixa, mantendo-se praticamente constante ao longo dos anos, porém, o mesmo não foi observado para o final da seca. No ano de 2007, por exemplo, foi queimada uma grande área, 241.273,440 ha, enquanto que em 2006 a área queimada foi de 29.385,090 ha, mostrando haver uma grande flutuação. Com relação as áreas desmatadas, não se observou grandes variações entre o meio e o final da estação seca e nem ao longo dos anos. Houve um pequeno aumento de 141.950,070 ha (3,00%) em 2003 para 224.288,370 ha (4,90%) em 2008, enquanto que na área do parque foi de 11.612,430 ha em 2003 (5,71%) para 15.255,090 ha (7,50%) em 2008. Foi realizado o cruzamento dos mapas de desmatamento e de queimada buscando encontrar uma relação entre as queimadas de um ano e o desmatamento do mesmo ano, do ano seguinte e após dois anos. Porém, não foram encontradas relações mostrando que a queimada ocorre indistintamente em áreas que foram desmatadas recentemente ou não. De acordo com a lei que rege o funcionamento das estações ecológicas, não deveriam existir desmatamentos ou ocupação humana nesta Unidade de Conservação ou em seu entorno. Essas análises mostram que a lei não está sendo cumprida, não havendo a preservação da biota da estação ecológica e de seu entorno. Como continuidade desse trabalho serão utilizadas técnicas de mineração de dados para classificar e caracterizar os polígonos de queimada e de desmatamento com relação ao seu tamanho e forma, buscando associá-los a diferentes processos de ocupação.
AreaSRE
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreementnão têm arquivos
Área de condições de acesso e uso
Idiomapt
Arquivo AlvoReis_analise.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriosadministrator
alessandra@sid.inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Detentor da CópiaSID/SCD
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3EQCCU5
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor isbn issn keywords label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42U5ADL
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.28.17.54
Última Atualização2020:07.28.17.54.53 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.28.17.54.53
Última Atualização dos Metadados2020:07.28.17.54.53 simone
Chave de CitaçãoReisEscaPere:2010:AnDiAn
TítuloAnálise da dinâmica da antropização e da frequência das queimadas nas Bacias Hidrográficas da Estação Ecológica Uruçuí-Una, Piauí, bioma Cerrado, com base em imagens de sensores orbitais
Ano2010
Data de Acesso04 dez. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho600 KiB
Área de contextualização
Autor1 Reis, Thatiana Costa
2 Escada, Maria Isabel Sobral
3 Pereira, Alfredo da Costa
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHS5
Grupo1
2 DPI-OBT-INPE-MCT-BR
3 DSR-OBT-INPE-MCT-BR
Afiliação1
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 reistc@dsr.inpe.br
2 isabel@dpi.inpe.br
3 alfredo@dsr.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas17
Palavras-Chaveantropização, queimadas, Estação Ecológica Uruçuí-Una, Piauí, Cerrado.
ResumoNessa pesquisa foi analisada a dinâmica da antropização e da freqüência das queimadas nas bacias hidrográficas da Estação Ecológica Uruçuí-Una, Piauí, bioma Cerrado, com base em imagens de sensores orbitais. Foram estimadas e avaliadas as áreas desmatadas e queimadas nas bacias hidrográficas da Estação Ecológica Uruçuí-Una com base em imagens de TM/Landsat-5 de 2003 a 2008. Além de avaliar as áreas desmatadas nas bacias foram feitas comparações das áreas desmatadas entre as bacias hidrográficas e a Estação Ecológica Uruçuí-Una para verificar a efetividade da mesma. Foi concluído que a Estação Ecológica não está de acordo com a lei e que dados de sensoriamento remoto e o geoprocessamento são importantes ferramentas para o estudo de áreas que apresentam poucos recursos para fiscalização.
AreaSRE
TipoRPQ
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 28/07/2020 14:54 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Idiomapt
Arquivo AlvoThatiana Costa Reis.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar