Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <secondaryty cn and ref conference and firstg CRN-GB-INPE-MCTI-GOV-BR and y 2015 and not is * and not booktitle, Resumos and not booktitle, Abstracts>.
2 referências encontradas buscando em 15 dentre 15 sites.
Data e hora local de busca: 02/03/2021 18:24.
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3J9MQ8H
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2015/04.06.19.28
Última Atualização2015:04.06.19.29.18 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2015/04.06.19.28.48
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.02.55.20 administrator
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoPereiraCuel:2015:ImAmSo
TítuloImpactos Ambientais e Socioeconômicos da Seca de 2012 / 2014 e Conflitos pela Água no Baixo Jaguaribe, no Estado do Ceará
Ano2015
Data de Acesso02 mar. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho463 KiB
Área de contextualização
Autor1 Pereira, Guilherme Reis
2 Cuellar, Miguel Zanic
Identificador de Curriculo1 8JMKD3MGP5W/3C9JHBQ
Grupo1 CRN-GB-INPE-MCTI-GOV-BR
2 CRN-GB-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 guilherme@crn.inpe.br
2 miguel@crn.inpe.br
Nome do EventoCongresso Brasileiro de Sociologia, 17.
Localização do EventoPorto Alegre, RS
Data20-23 jul.
Título do LivroAnais
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2015-04-06 19:28:48 :: simone -> administrator ::
2018-06-04 02:55:20 :: administrator -> simone :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Tipo de Versãofinaldraft
ResumoDe tempos em tempos a seca afeta as atividades agropecuárias no Semiárido e traz dificuldades para as condições de vida da população. No passado, a região do Vale do Jaguaribe também sofreu grandes secas nos anos de 1724 até 1728 e de 1732, que mataram muitos habitantes e quase todo gado. As secas de 1777 a 1778 e de 1790 a 1793 também mataram quase todo rebanho e acabaram com a indústria do charque jaguaribano (Pantalena e Maia 2014, p.5). Mesmo em microrregiões próximas a bacias hidrográficas, a seca atinge justamente a parcela da população mais vulnerável economicamente que estão distantes dos reservatórios. A questão do manejo e distribuição da água é central para mitigar os efeitos da seca e viabilizar um desenvolvimento com avanços sociais. Entretanto, a gestão dos recursos hídricos, em geral, e a política de irrigação, em particular, são feitas de maneira ineficiente, sem o uso racional da água e sem assistência técnica aos agricultores irrigantes. Em conseqüência, o acesso à água é desigual entre as empresas e fazendeiros do agronegócio e os pequenos produtores da agricultura familiar. Tal situação está provocando conflitos pelo acesso à água, por terras próximas aos reservatórios de água e pelo acesso ao perímetro irrigado. A partir das imagens do satélite Landsat-7, constata-se o desaparecimento de lâminas d'água na microrregião do Baixo Jaguaribe, situada a leste do estado do Ceará. O Baixo Jaguaribe é cortado pela bacia do rio Jaguaribe que tem uma extensão de 610 km, sua área de drenagem chega a 80 mil km2 e é formada à direita pelos rios Carius, Salgado e Figueiredo e, à esquerda, pelos rios Banabuiú e Palhano (Pantalena e Maia, 2014). As chuvas se concentram entre os meses de fevereiro a maio e são distribuídas no espaço de forma irregular. Em condições normais de chuva a partir de 720 mm, havia açudes e muitas lagoas naturais que se formam quando se eleva o nível dos rios e açudes. A disponibilidade de recursos hídricos e o relevo plano possibilitaram a implantação de dois projetos de irrigação pelos governos federal e estadual, atraindo empresas nacionais e multinacionais da fruticultura (melão, banana e abacaxi) e de grãos (arroz, feijão, milho e soja). Entre os impactos da seca, pode-se destacar o surgimento de conflitos socioambientais em razão da escassez de água, mesmo numa região privilegiada do Semiárido com a presença de rios e o maior açude do país. Pode-se observar nas imagens de satélite que há polígonos verdes em meio à paisagem seca da Caatinga. Existem conflitos pelo acesso à água entre as empresas instaladas nos perímetros irrigados e os pequenos agricultores distantes dos recursos hídricos. Também tem conflito entre o abastecimento humano e a agricultura irrigada. Do lado do agronegócio, há o interesse em continuar aumentando a produção e, conseqüentemente, aumentando o consumo de água. Por outro lado, na Região Metropolitana de Fortaleza há mais de dois milhões de pessoas que são abastecidas, em grande parte, pelos açudes Orós e Castanhão através do Canal do Trabalhador.
AreaSRE
ArranjoINPE > Produção > CRCRN > Impactos Ambientais e...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 06/04/2015 16:28 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34P/3J9MQ8H
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34P/3J9MQ8H
Idiomapt
Arquivo Alvopereira_impactos.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
simone
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2011/03.29.20.55
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3EUAPES
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Área de notas
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor format isbn issn keywords label lineage mark nextedition notes numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project publisher publisheraddress rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url volume
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/4343FEB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/08.15.18.51
Última Atualização2020:08.15.18.51.11 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/08.15.18.51.11
Última Atualização dos Metadados2021:02.26.05.01.49 administrator
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Rótuloself-archiving-INPE-MCTIC-GOV-BR
Chave de CitaçãoSkeeteCarv:2015:PlCoDa
TítuloProjeto SAMANAU SAT: plataforma de coleta de dados com transmissor de baixo custo
Ano2015
Data de Acesso02 mar. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho188 KiB
Área de contextualização
Autor1 Skeete, André Winston Arruda
2 Carvalho, Manoel Jozeane Mafra de
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHNP
Grupo1
2 CRN-GB-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE)
Localização do EventoSão José dos Campos, SP
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2020-08-15 18:51:11 :: simone -> administrator ::
2021-02-26 05:01:49 :: administrator -> simone :: 2015
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Tipo de Versãopublisher
ResumoEste trabalho, iniciado em 2012, tem como objetivo o projeto e desenvolvimento de uma plataforma de coleta de dados meteorológicos, com uso extensível a áreas como geologia ou geofísica ou ao combate de endemias. O principal objetivo é a obtenção de um baixo custo de produção, tendo em vista o alto custo de outras plataformas similares. As principais características consistem na flexibilidade da coleta e a alta resolução obtida, principalmente pela simplicidade na instalação e o caráter modular do projeto, que será abordado a seguir. Outro enfoque está na criação de um produto não poluente. Isso foi mais um motivo para tornar o projeto cada vez mais modular. O sistema foi pensado para ter uma rede de posição variável e malha fina (módulos pequenos) que, sozinhos, têm uma baixa capacidade sensorial, entretanto, quando em grande quantidade, têm uma excelente resolução nos dados obtidos. Outros fatores motivaram o design modular: possibilidade de funcionar sem fontes externas de energia; sustentabilidade ambiental e a transmissão de dados não vinculada a estruturas já existentes no ambiente. Isso tudo porque esses módulos serão posicionados em lugares remotos, diferentemente das centrais. As centrais, mesmo não estando em pontos tão remotos, devem prezar pela portabilidade, pois precisam estar perto dos módulos. Visto isso, duas opções foram ventiladas: PandaBoard e Arduino. A PandaBoard foi escolhida por ter um poder computacional relativamente alto e baixo custo elétrico. É certo que o arduino também oferece isso, mas o diferencial da PandaBoard é o Sistema Operacional (SO) que ela usa, pois facilita muito a utilização de aplicações como banco de dados, reduzindo a complexidade do software que será produzido durante o projeto. O desenvolvimento de um projeto com uma aplicação direta e fácil adaptação para muitos outros meios foi a ideia principal que geriu todo o desenvolvimento do projeto, mantendo o projeto modular, mas ao mesmo tempo mantendo cada parte de fácil integração com as demais, mantendo o sistema como um todo unitário, enquanto facilita o desenvolvimento de projetos futuros. Em continuidade à este projeto, seriam ideias de boa aceitação: projeto de análise de dados meteorológicos para previsão de fenômenos naturais; projeto de observação de dados meteorológicos a longo prazo, tendo em vista estudos climáticos; projeto de criação de desenvolvimento de sensores para aquisição de dados meteorológicos; projeto para tentar verificar uma relação entre incidência de câncer e índices de radioatividade.
AreaETES
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 15/08/2020 15:51 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/4343FEB
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/4343FEB
Idiomapt
Arquivo AlvoSkeete_projeto.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3EUAPES
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist booktitle callnumber copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor electronicmailaddress format isbn issn keywords lineage mark nextedition notes numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project publisher publisheraddress readergroup readpermission rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar