Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <secondaryty cn and ref conference and firstg CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR and y 2012 and not is *>.
13 referências foram encontradas buscando em 15 dentre 15 sites
(este total pode incluir algumas duplicatas - para ver a conta certa clique no botão Mostrar Todas).
As 10 mais recentes estão listadas abaixo.
Data e hora local de busca: 27/02/2021 10:50.

Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGPDW34R/433QKLB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m16d/2020/08.14.10.54
Última Atualização2020:08.14.10.54.45 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m16d/2020/08.14.10.54.45
Última Atualização dos Metadados2020:08.14.10.54.45 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoCarmoAlva:2012:CaIsC5
TítuloCaracterização do isopreno (C5H8) na região de São José dos Campos, SP
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho200 KiB
Área de contextualização
Autor1 Carmo, Felipe Batista do
2 Alvalá, Plínio Carlos
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JJ4C
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade de Taubaté (UNITAU)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1
2 plinio@dge.inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
AreaCST
ArranjoRepositório da BDMCI > Fonds INPE > Produção > COCST > Caracterização do isopreno...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 14/08/2020 07:54 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGPDW34R/433QKLB
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGPDW34R/433QKLB
Idiomapt
Arquivo AlvoCarmo_caracterizacao.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosabstract accessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn keywords label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup readpermission rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CM2ES8
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.21.18.19
Última Atualização2020:08.14.10.45.54 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.21.18.19.49
Última Atualização dos Metadados2020:08.14.10.45.55 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoAlexandreSampSant:2012:CrBaDa
TítuloCriação de um Banco de Dados para Calibração do Modelo de Culturas Agrícolas (AGRO-IBIS)
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho195 KiB
Área de contextualização
Autor1 Alexandre, Felipe Ferreira
2 Sampaio, Gilvan
3 Santos, Thiago Veloso dos
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 felipe.alexandre@inpe.br
2 gilvan.sampaio@inpe.br
3 thiago.veloso@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2012-09-21 18:21:39 :: marcelo.pazos -> administrator :: 2012
2020-04-29 11:43:31 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveAgricultura, modelagem da fenologia, fisiologia de culturas agrícolas, AgroIBIS.
ResumoA agricultura desempenha papel fundamental na economia brasileira. Porções significativas do território nacional são dedicadas ao cultivo de culturas que constituem importantes fontes de alimentação para o mercado interno e de recursos financeiros, através das exportações. Nesse contexto, a modelagem da fenologia e fisiologia de culturas agrícolas é uma importante ferramenta para, por exemplo, traçar cenários de risco climático ou segurança alimentar da agricultura brasileira. O presente trabalho, iniciado em setembro de 2011, tem como principal objetivo criar um banco de dados baseado em testes de sensibilidade no modelo de culturas agrícolas AgroIBIS, através da alteração de alguns dos vários parâmetros relacionados à estrutura da vegetação disponíveis no modelo. Um dos benefícios trazidos por esse trabalho será fornecer um referencial para pesquisadores que possuam interesse em pontos chave da calibração do AgroIBIS antes da realização de seus experimentos numéricos. O AgroIBIS simula vários aspectos do ciclo de vida de culturas agrícolas: plantio, enchimento de grãos, irrigação, transporte de nutrientes e colheita. O primeiro passo desse trabalho foi a integração do AgroIBIS com a componente de superfície do Modelo Brasileiro do Sistema Climático Global (MBSCG), denominada Inland, que se encontra atualmente em desenvolvimento no CCST/INPE. Embora o AgroIBIS e o Inland sejam baseados no mesmo modelo global de vegetação dinâmica, o IBIS, as rotinas exclusivas de culturas agrícolas tiveram de ser reescritas e incorporadas ao Inland, o que representou um verdadeiro desafio do ponto de vista computacional. Em seguida, uma revisão de literatura foi realizada para fundamentar a escolha dos parâmetros a serem testados. As variáveis do modelo eleitas para mostrar os efeitos dos testes de sensibilidade foram o índice de área foliar (LAI) e a biomassa. O LAI foi escolhido por ser uma importante estimativa da densidade vegetal, que controla, por exemplo, a absorção de radiação e taxa de transpiração da planta. A biomassa representa a soma de todo o carbono assimilado pela fotossíntese e estocado nas diversas partes da planta, e, portanto, também foi avaliada. O banco de dados obtido por esse trabalho será sumarizado no Seminário de Iniciação Científica através de mapas produzidos a partir da diferença entre as variáveis simuladas (LAI e biomassa) utilizando o parâmetro ajustado e o parâmetro padrão do modelo (a chamada simulação de controle).
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > COCST > Criação de um...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 21/09/2012 15:19 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CM2ES8
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CM2ES8
Idiomapt
Arquivo AlvoAlexandre_criacao.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CMKUUH
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.25.18.07
Última Atualização2020:08.13.20.17.33 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.25.18.07.41
Última Atualização dos Metadados2020:08.13.20.17.34 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoLopesRodrJúniGonç:2012:EsEfMu
TítuloEstudos dos efeitos das mudanças globais na bacia do Rio Madeira
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho194 KiB
Área de contextualização
Autor1 Lopes, Lucas Garofolo
2 Rodriguez, Daniel Andrés
3 Júnior, José Lázaro de Siqueira
4 Gonçalves, Anderson Sene
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
3 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 FATEC
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
4 CEMADEN/INPE
Endereço de e-Mail do Autor1 lucas.garogolo@inpe.br
2 daniel.andres@cptec.inpe.br
3 jose.lazaro@cptec.inpe.br
4 anderson.goncalves@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2012-09-25 18:45:31 :: marcelo.pazos -> administrator :: 2012
2020-04-29 11:43:32 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavemudanças climáticas, Rio Madeira, MGB-INPE.
ResumoDada a sua importância sobre o equilíbrio ambiental da América do Sul, a Bacia do Amazonas é foco de muitos estudos. É focando nisto que o estudo dos efeitos das mudanças climáticas na bacia do Rio Madeira foi desenvolvido. A bacia do Rio Madeira se localiza dentro da bacia amazônica e a maior parte de sua superfície está no território boliviano (51%), estendendo pelo Brasil (42%) e também o Peru (7%) tendo seu clima e relevo variados. Este trabalho apresenta melhorias na geração de cenários hidrológicos resultantes das mudanças climáticas na Bacia do Rio Madeira. Os cenários hidrológicos são gerados utilizando o Modelo Hidrológico de Grandes Bacias do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (MGBINPE). O modelo MGB-INPE é alimentado com os resultados do downscaling dinâmico de cenários de mudanças climáticas desenvolvido no CPTEC-INPE com o modelo atmosférico Eta. Resultados anteriores mostraram a necessidade de melhoria nos dados de entrada do modelo MGB-INPE, incluindo melhorias nas técnicas de correção de erros sistemáticos nas simulações de precipitação do modelo atmosférico Eta. Uma nova metodologia, que contempla a correção de erros sistemáticos na simulação de volumes precipitados e na quantidade de dias com precipitação, foi aplicada para a correção das precipitações simuladas pelo modelo Eta, realizando simulações hidrológicas para o período de 1970 a 1990, e projeções para 2011 a 2099, em 10 sub-bacias do Rio Madeira. Comparando as climatologias obtidas através desta nova metodologia com as obtidas anteriormente, percebe-se uma melhora na coerência nos valores de evapotranspiração, precipitação e vazão. As analises dos volumes de precipitação para os cenários futuros obteve uma redução de 15,7% em comparação com o clima atual (1970 a 1990), o que refletiu numa redução de 35,6% na vazão.
AreaCST
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 25/09/2012 15:07 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CMKUUH
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CMKUUH
Idiomapt
Arquivo AlvoLopes_estudos.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CMPAUC
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.26.12.20.25
Última Atualização2020:08.13.20.11.42 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.26.12.20.26
Última Atualização dos Metadados2020:08.13.20.11.42 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoMellerMartSchu:2012:AvPoEó
TítuloAvaliação do potencial eólico do sul do Brasil
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos2
Tamanho3763 KiB
Área de contextualização
Autor1 Meller, Marco Aurélio Wobeto
2 Martins, Fernando Ramos
3 Schuch, Nelson Jorge
Identificador de Curriculo1
2
3 8JMKD3MGP5W/3C9JHUD
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
3 CRS-CCR-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 UFSM
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 marcowobeto@yahoo.com.br
2 fernando.martins@cptec.inpe.br
3 njschuch@lacesm.ufsm.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2012-09-26 13:49:54 :: marcelo.pazos -> administrator :: 2012
2020-04-29 11:43:32 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveenergia eólica, ventos horizontais, projeto SONDA.
ResumoA energia proveniente da fonte eólica, ventos, é uma alternativa viável e sustentável para a complementação da matriz energética brasileira. Para viabilizar sua implantação é necessário determinar o potencial eólico para cada região, a partir da análise estatística dos ventos. O Projeto de Pesquisa desenvolvido no Laboratório de Recursos de Energia Renováveis do Centro Regional Sul de Pesquisas Espaciais LRER/CRS/CCR/INPE MCTI, tem por objetivo avaliar o potencial eólico da Região Central do Rio Grande do Sul, estudar a predominância da direção e a velocidade média dos ventos horizontais, em períodos sazonais e anuais, assim como calcular o comprimento de rugosidade do terreno. Os dados eólicos utilizados nas análises são coletados a partir da estação de referência do projeto SONDA (Sistema de Organização Nacional de Dados Ambientais) localizada no Observatório Espacial do Sul, em São Martinho da Serra, RS. Os dados são coletados por três anemômetros instalados nas alturas de 10, 25 e 50 metros acima do solo acoplados na torre anemométrica da estação. A série de dados utilizada no estudo compreende o período de Janeiro de 2005 até Dezembro de 2011. Com base nos dados anemométricos construíram-se histogramas, que representam graficamente a frequência de dados em colunas, a rosa dos ventos, que mostra graficamente a frequência dos ventos para cada uma das direções: Norte (N), Sul (S), Leste (L) e Oeste (O) e calculou-se a distribuição de Weibull e seus parâmetros através do programa WasP® - Wind Atlas Analysis and Application Program. As medidas foram agrupadas bimestralmente, obtendo a estatística sazonal dos ventos. A análise revelou predominância de ventos na direção Sudeste (SE) para o Primeiro, Segundo, Quarto e Quinto bimestres, e Nordeste (NE) para o Terceiro e Quarto bimestres. Analisando o anemômetro que esta situado a 25 metros de altitude temos que os valores de densidade de potência (P) são maiores no Terceiro e Quarto bimestres e o fator de escala (A) da distribuição de Weibull foi maior durante o Quarto e Quinto bimestres, enquanto o fator de forma (k) foi maior no Primeiro e Quinto bimestres. As análises de rugosidade (z) do terreno mostram valores demasiadamente altos para as características locais. Dessa forma, há necessidade da ampliação da série de dados, objetivando uma maior confiabilidade dos resultados.
AreaCST
Arranjo 1BDMCI > Fonds > Produção > CRCRS > Avaliação do potencial...
Arranjo 2BDMCI > Fonds > Produção > COCST > Avaliação do potencial...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 26/09/2012 09:20 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CMPAUC
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CMPAUC
Idiomapt
Arquivo AlvoMarco Aurélio Wobeto Meller.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3EUFCFP
8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CMKARH
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.25.14.26.57
Última Atualização2020:08.13.20.06.59 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.25.14.26.58
Última Atualização dos Metadados2020:08.13.20.07.00 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoMoreiraAlva:2012:DeFlMe
TítuloDeterminação do fluxo de metano em reservatórios de hidroelétricas
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho195 KiB
Área de contextualização
Autor1 Moreira, Luara Bernardes Esteves
2 Alvalá, Plínio Carlos
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JJ4C
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 UNITAU
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 luara_moreira@yahoo.com.br
2 plinio@dge.inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2012-09-25 16:37:01 :: marcelo.pazos -> administrator :: 2012
2020-04-29 11:43:32 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveMetano, reservatórios de centrais hidrelétricas.
ResumoDevido ao considerável potencial de geração de energia, os processos de emissão de gases de efeito estufa em reservatórios de centrais hidrelétricas no Brasil vêm sendo discutidos por diversos setores da sociedade. Os dados empíricos que balizam estas discussões podem ser obtidos a partir da amostragem do ar que é liberado para a atmosfera na decomposição da matéria orgânica existente nestes reservatórios. Dentre os gases analisados está o metano (CH4), composto com destacado papel na regulação térmica do planeta. Dentre as metodologias existentes, o metano pode ser quantificado a partir de coletas de ar realizadas com seringas plásticas de polipropileno em câmaras estáticas. Neste trabalho foi avaliado o limite de uso das seringas empregadas na coleta deste gás, uma vez que o polipropileno pode ser permeável ao gás estocado, possibilitando a adsorção das amostras ao longo do tempo de uso das seringas. Os ensaios foram realizados no Laboratório de Biogeoquímica Ambiental do CCST/INPE, onde seringas, novas e usadas, foram preenchidas com o mesmo gás padrão, correspondente a concentração de 1804 ± 2,17% nanomol.mol-1 de CH4, sendo posteriormente analisadas por cromatografia gasosa. Todas as seringas foram limpas com nitrogênio para eliminação de qualquer gás traço. A metodologia foi validada por meio da comparação entre as seringas teste com injeções realizadas diretamente do cilindro de gás padrão e da linearidade das curvas de calibração do equipamento. O teste foi realizado para sete dias de armazenagem de amostras nas seringas, onde, para cada dia, cada uma das seringas foi analisada em triplicata, totalizando 24 amostras, 12 acondicionadas em seringas novas e 12 em seringas já manuseadas (usadas) em trabalhos anteriores, com dois anos de utilização em média. O uso de seringas novas proporcionou uma menor variação na concentração do metano em relação ao volume injetado diretamente do cilindro padrão, sendo seu desvio padrão percentual médio no intervalo de estocagem avaliado igual a 0,7%. Para as seringas usadas, este valor correspondeu a 1,4%, diferença que não se mostrou significativa ao nível de 5% de probabilidade pelo teste t de Student. As curvas de concentração apresentaram comportamento semelhante, estando suas diferenças associadas aos possíveis erros de amostragem e injeção do gás padrão e das amostras. Portanto, os resultados do ensaio indicam que é possível a reutilização das seringas de polipropileno para a coleta e armazenagem para análise de metano, visto que as seringas usadas apresentaram uma variação de concentração não significativa ao longo de 7 dias. Porém, há necessidade de novos testes que comprovem estes resultados para maiores tempos de armazenamento.
AreaCST
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 25/09/2012 11:26 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CMKARH
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CMKARH
Idiomapt
Arquivo AlvoMoreira_determinacao.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CMTKAL
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.27.11.54
Última Atualização2020:08.13.20.02.56 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.27.11.54.14
Última Atualização dos Metadados2020:08.13.20.02.57 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoNevesRodr:2012:ExCuEu
TítuloA expansão da cultura de eucalipto na região do Vale do Paraíba e sua relação com as características hidrológicas da bacia
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho199 KiB
Área de contextualização
Autor1 Neves, Otto Marques dos Santos
2 Rodriguez, Daniel Andres
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 UFF
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 ottomarques@id.uff.br
2 daniel.andres@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2012-09-27 12:16:07 :: marcelo.pazos -> administrator :: 2012
2020-04-29 11:43:32 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveEucalipto, Vale do Paraíba Paulista, bacias hidrográficas, Landsat 5.
ResumoEste trabalho tem como objetivo a conclusão do projeto de iniciação científica proposto, o qual consiste numa análise temporal a cerca da evolução da cultura de eucalipto sobre o Vale do Paraíba Paulista e suas consequências para as bacias hidrográficas do local. A primeira fase do projeto foi organizada na obtenção de imagens de satélite para posterior análise e classificação de uso e cobertura do solo. Foram selecionadas imagens do satélite Landsat 5, sensor TM, nas bandas 3, 4 e 5 dos anos de 1995 e 2010; nas órbitas / ponto: 218/76 e 219/76. Depois de selecionadas, as imagens foram devidamente processadas e classificadas através do Sistema de Informações Geográficas (SIG) SPRING. Depois, foi realizada a divisão da imagem em grandes classes (não floresta, transição, floresta) através do NDVI - Índice de Vegetação Normalizado pela Diferença. Esta fase teve por objetivo facilitar a classificação da área de estudo. O método escolhido para classificação foi a classificação não supervisionada das imagens, em que os grandes grupos selecionados foram segmentados e depois classificados através do classificador automático IsoSeg. Terminada esta etapa a imagens foram editadas e remapeadas, e ao final do processo foram obtidas as cartas de uso e cobertura do solo do Vale do Paraíba Paulista nos anos em questão. A segunda fase consistiu na obtenção de dados SRTM (Shuttle Radar Topography Mission), que serviram à geração de um MNT (Modelo Numérico de Terreno). A utilização do aplicativo TerraHidro permite, através do algoritmo HAND Height Above Nearest Drainage , a divisão do território em 3 classes topológicas: Baixio, Vertente e Topo de Morro; as quais foram cruzadas com as áreas de silviculturas obtidas através da classificação de uso e cobertura do solo realizada para os dois anos (1995 e 2010). A análise das duas classificações verificou um aumento da área coberta por silvicultura da ordem de 42 mil hectares para 60 mil hectares. Mesmo com o aumento, 47% do plantio continuou nas vertentes. O plantio em topos de morro aumentou de 25% para 27% do total, enquanto o plantio em áreas de baixio reduziu de 27% para 25% do total.
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > COCST > A expansão da...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 27/09/2012 08:54 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CMTKAL
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CMTKAL
Idiomapt
Arquivo AlvoNeves_a expansao.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CMJP3H
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.25.11.26.57
Última Atualização2020:08.13.19.46.53 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.25.11.26.58
Última Atualização dos Metadados2020:08.13.19.46.54 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoSilvaRand:2012:AvSiEf
TítuloAvaliação de simulações da eficiência do uso da água pelo modelo IBIS em diferentes biomas brasileiros
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho194 KiB
Área de contextualização
Autor1 Silva, Leonardo Rodrigues da
2 von Randow, Celso
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 FATEC
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 leonardo_faust@hotmail.com
2 celso.vonrandow@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2012-09-25 14:08:04 :: marcelo.pazos -> administrator :: 2012
2020-04-29 11:43:32 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavemodelo integrado da biosfera terrestre, biomas brasileiros, clima.
ResumoA referente pesquisa tem por objetivo analisar dados extraídos do modelo integrado da biosfera terrestre IBIS, para a verificação da eficiência do uso da água nos diversos biomas brasileiros, como, Amazônia, Cerrado e Caatinga e a criação de uma página na internet que divulgue os dados inerentes a esta e outras pesquisas dentro do grupo Superfície Biosfera e Atmosfera (SBA). O modelo simula vários processos relevantes da interação entre a biosfera e o clima, e com esta ferramenta se pode averiguar vários cálculos que distinguem o uso da água pelas plantas em sua fotossíntese, o escoamento da água, a evapotranspiração, drenagem do solo e outras interações hidrológicas indiretas. Assim pode-se comparar e analisar os resultados observados, com os resultados simulados para vários anos, e obter eventuais discrepâncias entre tais analises, para o ajuste e melhora do modelo. Até o momento já foram realizados 10 anos de simulações sobre a Amazônia e o Cerrado. Os resultados mostram que o modelo prevê diminuição da eficiência no uso da água na região amazônica quando testados altos níveis de umidade no solo, aumentando a taxa de escoamento e drenagem do solo e diminuindo a evapotranspiração. Quanto ao Cerrado, houve grande perda da água excedente no solo e se estabilizando em níveis padrões ao Cerrado brasileiro, e a biomassa que demonstrou uma leve queda. Com esta análise pode-se averiguar eventos que distinguem o melhor uso da água em diversos biomas, como cálculos da absorção do carbono e a perda da água pela transpiração, a emissão de carbono bruto, líquido e a evapotranspiração. Todos os resultados provenientes desta e outras pesquisas poderão ser visualizados na página do grupo SBA, desta forma facilitando o acesso a dados interessantes a pesquisadores e grupos de pesquisa.
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > COCST > Avaliação de simulações...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 25/09/2012 08:26 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CMJP3H
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CMJP3H
Idiomapt
Arquivo AlvoSilva_avaliacao.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CMECQ8
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.24.11.30.24
Última Atualização2020:08.13.19.39.44 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.24.11.30.25
Última Atualização dos Metadados2020:08.13.19.39.45 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoSilvaRodrRand:2012:AnVaHi
TítuloModelagem da transferência solo-vegetação-atmosfera em micro bacias de floresta intacta e com diferentes níveis de distúrbios na amazônia central: análise das variáveis hidrológicas
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho199 KiB
Área de contextualização
Autor1 Silva, Francisco Jaime Oliveira Ferreira da
2 Rodriguez, Daniel Andres
3 von Randow, Rita de Cássia Silva
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 francisco.ferreira@inpe.br
2 danielandres@inpe.br
3 rita.vonrandow@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2012-09-24 12:30:22 :: marcelo.pazos -> administrator :: 2012
2020-04-29 11:43:31 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveAmazônia, Brasil, clima, desmatamento, ciclo hidrológico.
ResumoA Amazônia tem um papel fundamental sobre o clima não só no Brasil, mas também na América do Sul e estudar os impactos que o desmatamento na região causa sobre o ciclo hidrológico é de enorme importância. O objetivo deste estudo foi preparar dados para modelagem das componentes do ciclo hidrológico para uma área da Amazônia Central com diferentes tipos de vegetações (floresta primária, floresta secundária e pastagem) em microbacias localizadas a cerca de 60 km ao norte de Manaus. Comparações das variáveis para os diferentes tipos de cobertura vegetal também foram realizadas. Utilizando dados coletados nos anos de 2008 a 2010 observou-se que a precipitação tem alta variabilidade quando comparada entre os tipos de vegetação. Na estação seca (mês de agosto a outubro) os valores de precipitação da floresta primária foram inferiores em comparação com as outras vegetações. Em setembro de 2009 foi registrado o menor valor acumulado mensal com total de 7,1 mm, representando apenas 11% do valor total acumulado mensalmente na pastagem e 10,2% do valor total mensal da floresta secundária. Sabe-se que a evapotranspiração na floresta é maior que na pastagem na estação seca, consequentemente, a precipitação formada localmente devido à evapotranspiração deveria ser maior na floresta primária, contrariando o resultado encontrado. Somente em duas situações os acumulados na floresta primária foram equivalentes ou maiores que nos outros tipos de vegetação. Atenção deve ser dada ao mês seguinte ao menor valor acumulado mensal (outubro de 2009), em que a precipitação na floresta primária alcançou 247 mm, 3.8 e 5.2 vezes mais que na pastagem e na floresta secundária, respectivamente. Esse é um valor alto para um mês de estação seca. Sobre a análise realizada com resultados de umidade do solo medidos com sonda de nêutrons no platô da pastagem e floresta primária, constatou-se que os valores na floresta primária são maiores que na pastagem durante todo o ano. Esse resultado está de acordo com o esperado, já que na pastagem espera-se que haja mais escoamento superficial e menos infiltração devido à compactação do solo. Além disso, na pastagem há mais evaporação do solo devido à incidência direta da radiação solar.
AreaCST
ArranjoRepositório da BDMCI > Fonds INPE > Produção > COCST > Modelagem da transferência...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 24/09/2012 08:30 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CMECQ8
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CMECQ8
Idiomapt
Arquivo AlvoSilva_modelagem.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CMPLKL
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.26.14.18
Última Atualização2020:08.13.19.35.14 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.26.14.18.18
Última Atualização dos Metadados2020:08.13.19.35.15 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoSouzaFort:2012:EsÍoMa
TítuloEstudo de íons maiores no extrato aquoso de particulado atmosférico em São José dos Campos
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho258 KiB
Área de contextualização
Autor1 Souza, Mariana de Almeida
2 Forti, Maria Cristina
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHR6
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 UNITAU
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 mariana.asouza@yahoo.com.br
2 cristina.forti@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2012-09-26 14:33:58 :: marcelo.pazos -> administrator :: 2012
2020-04-29 11:43:32 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveespécies químicas, atmosfera, poluentes, material particulado inalável.
ResumoA identificação e quantificação de diferentes espécies químicas presentes na atmosfera são importantes para o monitoramento e compreensão dos processos de emissão, transformação e contaminação da atmosfera por poluentes, especialmente em áreas influenciadas por atividades antropogênicas (industrial, veicular, etc) responsáveis pela emissão de gases e particulados para a atmosfera. Dentre os poluentes atmosféricos, o material particulado inalável em suspensão (<10 mm: diâmetro aerodinâmico) possui uma importância significativa devido à sua composição química complexa, suas propriedades físicas e os impactos causados na saúde humana. Neste trabalho, composição química do material particulado inalável (MPI) foi determinada em sua moda fina (MP≤ 2,5) e grossa (MP2,5-10) dosando-se os ânions(cloreto, nitrato e sulfato) e os cátions (sódio, amônio, potássio, cálcio e magnésio) maiores no extrato aquoso. O MPI foi coletado diariamente em períodos de 24 horas abrangendo os períodos seco e chuvoso da região entre 05/03/2010 a 17/02/2011, no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, localizado em São José dos Campos/SP, utilizando-se um coletor para pequeno volume do tipo dicotômico instalado no edifício CEA a cerca de 20 m acima do solo, empregando-se como substrato de coleta filtros de policarbonato. A massa das frações do MPI foi determinada através de análise gravimétrica e as espécies químicas de interesse foram determinadas no extrato aquoso através da técnica de cromatografia líquida de íons. Os resultados obtidos apontam uma relação inversa entre a precipitação anual (P) e a concentração média anual de MP2,5-10 em suspensão na atmosfera, tanto para o período seco (P=238,2 mm; MP2,5-10=8,36 mg.m-3), quanto para o período chuvoso (P=1045,8 mm; MP2,5-10=5,49 mg.m-3), enquanto que a concentração média anual de MP≤2,5 em suspensão na atmosfera não apresenta diferença significativa entre o período chuvoso (P=1045,8 mm;MP≤2,5=4,316 mg.m-3) quando comparado ao período seco (P=238,2 mm; MP≤2,5 =3,382 mg.m-3). Em relação à concentração dos íons maiores a ordem decrescente da concentração média anual para o MP2,5-10 é NO3>Ca>SO4>Cl>Na>K>Mg>NH4, e para o MP≤2,5 é SO4>NH4>NO3>Na>Ca>K>Cl>Mg, mostrando que para essa moda há uma predominância do ânion sulfato, indicando sua origem da transformação gás-partícula, similarmente é o que ocorre com os íons amônio e nitrato que também se encontram em grande quantidade na moda fina.
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > COCST > Estudo de íons...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 26/09/2012 11:18 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CMPLKL
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CMPLKL
Idiomapt
Arquivo AlvoSouza_estudo.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CN4UJB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.28.11.39
Última Atualização2020:08.13.19.33.10 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.28.11.39.07
Última Atualização dos Metadados2020:08.13.19.33.11 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoToméFort:2012:LeCaTo
TítuloLevantamento de carbono total (COT) dissolvidos nos corpos de águas superficiais do INPE – Cachoeira Paulista
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2012
Data de Acesso27 fev. 2021
Número de Arquivos2
Tamanho1099 KiB
Área de contextualização
Autor1 Tomé, Vanessa Daniéle
2 Forti, Maria Cristina
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHR6
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 UNIVAP
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 vanessa_dtomeh@hotmail.com
2 cristina.forti@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data01 e 02 de agosto de 2012
Páginas124
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2012-09-28 13:06:33 :: marcelo.pazos -> administrator :: 2012
2020-04-29 11:43:33 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveCachoeira Paulista, São José dos Campos, analises de água, carbono total (COT).
ResumoO aumento nos índices de poluição decorrentes de processos de origem antrópica, que contribuem para o aumento da concentração de dióxido de carbono (CO2) lançado na atmosfera, resulta, entre outros efeitos, na exarcebação do efeito estufa. Parte desta concentração de CO2 na atmosfera é absorvida pelos oceanos e dissolvida em corpos de água, interferindo no ciclo do carbono. O campus do INPE, em Cachoeira Paulista, contém áreas degradadas, devido principalmente à antiga prática pecuária e incêndios eventuais, ocorridos na região. Como existe um esforço no sentido de iniciar, brevemente, um projeto de recuperação da cobertura vegetal no entorno de um corpo de água da área, foi iniciado um estudo sobre a qualidade das águas desse e de outros corpos de água para possibilitar uma comparação entre as composições antes de após o início da recuperação. Em face dessa problemática, desenvolveu-se um trabalho cujo objetivo foi a caracterização química de alguns corpos de água superficiais no campus do INPE em Cachoeira Paulista, nessa área foram coletadas águas de um reservatório e de um riacho. As amostras foram tratadas e analisadas nas facilidades disponíveis no Laboratório de Aerossóis, Soluções Aquosas e Tecnologias (LAPBio/LAQUATEC). Nessas amostras foi determinada matéria orgânica, por calcinação, a alcalinidade, através da Titulação de Gran, os cátions e ânions maiores, através de cromatografia a líquido de íons, o nitrogênio total (TN), carbono inorgânico (IC) e carbono orgânico total (TOC), com um analisador de carbono. Além disso, esses mesmos procedimentos foram utilizados para caracterizar amostras de água dos poços do campus do INPE em São José dos Campos, para fins comparativos. Comparando o ponto um do Rio com o ponto dois foi observado uma queda do COT de aproximadamente 27%. Isto porque, no ponto um é drenada uma área com mais vegetação do que no ponto dois. No Lago maior e no Lago da administração, houve o mesmo fenômeno ao longo do seu perfil, ou seja, as superfícies obtiveram apresentaram valores maiores do que no fundo dos lagos, esta variação foi de aproximadamente 10,5% e 8%, respectivamente, devido a maior concentração de luminosidades, plâncton e de fotossíntese ocorre nas superfícies. As analises de água subterrânea apresentaram condições normais, mesmo com o alto teor de cálcio e magnésio na caixa dágua um, pois nesta local ocorre a sedimentação.
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > COCST > Levantamento de carbono...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 28/09/2012 08:39 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CN4UJB
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CN4UJB
Idiomapt
Arquivo AlvoVanessa Daniéle Tomé.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar