Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <secondaryty cn and ref conference and firstg CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR and y 2013 and not is * and not booktitle, Resumos and not booktitle, Abstracts>.
13 referências foram encontradas buscando em 15 dentre 15 sites
(este total pode incluir algumas duplicatas - para ver a conta certa clique no botão Mostrar Todas).
As 10 mais recentes estão listadas abaixo.
Data e hora local de busca: 24/02/2021 20:32.

Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGPDW34R/434KMUB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m16d/2020/08.19.11.39
Última Atualização2020:08.19.11.39.57 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m16d/2020/08.19.11.39.57
Última Atualização dos Metadados2020:08.19.11.39.57 simone
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Chave de CitaçãoNevesRodrCarr:2013:ExCuEu
TítuloA expansão da cultura de eucalipto na região do Vale do Paraíba e sua relação com as características hidrológicas da bacia
FormatoCD-ROM; On-line; Papel.
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho866 KiB
Área de contextualização
Autor1 Neves, Otto Marques dos Santos
2 Rodriguez, Daniel Andres
3 Carriello, Felix
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal Fluminense (UFF)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Universidade Federal Fluminense (UFF)
Endereço de e-Mail do Autor1 ottomarques@id.uff.br
2 daniel.andres@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveEucalipto, Vale do Paraíba Paulista, bacias hidrográficas, Landsat 5.
AreaCST
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 19/08/2020 08:39 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGPDW34R/434KMUB
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGPDW34R/434KMUB
Idiomapt
Arquivo AlvoNeves_expansao.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosabstract accessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory date descriptionlevel dissemination doi e-mailaddress edition editor isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3EPM9MR
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.05.12.00.50
Última Atualização2020:08.18.20.12.40 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.05.12.00.51
Última Atualização dos Metadados2020:08.18.20.12.41 simone
Chave de CitaçãoToméFort:2013:CaPa
TítuloLevantamento de carbono orgânico total (COT) dissolvido nos corpos de água superficiais na área do INPE - Cachoeira Paulista
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos2
Tamanho2273 KiB
Área de contextualização
Autor1 Tomé, Vanessa Daniéle
2 Forti, Maria Cristina
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHR6
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 vanessa_dtomeh@hotmail.com
2 cristina.forti@inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data30 e 31 de julho de 2013
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2013-09-05 12:00:51 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 12:37:27 :: administrator -> simone :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavecarbono orgânico total (COT), corpos de água superficiais, composição química.
ResumoNo campus do INPE, em Cachoeira Paulista-SP, existem áreas degradadas devido à prática pecuária, e incêndios causados pelos antigos proprietários. Estas atividades antrópicas causaram alterações na dinâmica do ecossistema desta região. Com isto surgiu à necessidade de se implantar um projeto de recuperação da cobertura vegetal no entorno dos corpos de água presentes no campus. Por esta razão, este trabalho tem como objetivo realizar um estudo da qualidade da água em torno das regiões mais afetadas, e assim auxiliar na escolha das áreas a serem recuperadas, com os dados obtidos será realizada uma comparação entre as composições químicas antes e após o inicio do projeto. Além desse estudo, foi realizado também um estudo sobre a variabilidade da composição química da água de poço campus do INPE em São José dos Campos em diferentes pontos de tomadas dessas águas. Na estação seca de 2012 foram coletadas amostras de água de dois lagos, ao longo do perfil de profundidade, e duas amostras superficiais de um riacho, e, na estação chuvosa de 2012 e 2013 foram repetidas as coletas da estação chuvosa de 2012 acrescidas da amostragem de um terceiro lago, no campus do INPE em Cachoeira Paulista. No campus de INPE de São José dos Campos-SP em de janeiro e dezembro de 2012, também foram coletadas amostras de água subterrâneas. Essas amostras foram transportadas para o Laboratório de Aerossóis, Soluções Aquosas e Tecnologias (LAPBio/LAQUATEC), onde foram tratadas e analisadas. Foram determinadas as concentrações de carbono inorgânico (CI), carbono orgânico total (COT), e nitrogênio total (NT), utilizando um analisador de carbono; para os cátions e ânions maiores, utilizou-se cromatografia a líquido de íons; a matéria orgânica foi determinada por calcinação e a alcalinidade, através da Titulação de Gran. A partir dos resultados observou-se que, na estação chuvosa, a variação da concentração do NPOC é grande, devido à diluição da água. O CI, na estação seca, apresenta valores de concentração relativamente altos nas águas do riacho devido à baixa vazão. Entretanto, não foi observada variação significativa na concentração de NT, nos dois períodos estudados.
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > COCST > Levantamento de carbono...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 05/09/2013 09:00 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3EPM9MR
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3EPM9MR
Idiomapt
Arquivo AlvoVanessa Daniéle Tomé.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3EPCM6N
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.13.07.23
Última Atualização2020:08.18.20.02.42 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.13.07.24
Última Atualização dos Metadados2020:08.18.20.02.43 simone
Chave de CitaçãoSakamotoSaba:2013:EsRaAs
TítuloEstudo de raios ascendentes através de câmeras de vídeo e campo elétrico
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho550 KiB
Área de contextualização
Autor1 Sakamoto, Hugo Mitsuo
2 Saba, Marcelo Magalhães Fares
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHP6
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade de São Paulo (USP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 hugo.sakamoto@usp.br
2 marcelo.saba@inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data30 e 31 de julho de 2013
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2013-09-03 13:07:24 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 12:37:26 :: administrator -> simone :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveraios ascendentes, descarga elétrica, proteção.
ResumoEste relatório apresenta o trabalho desenvolvido ao longo dos meses compreendidos entre agosto de 2012 e julho de 2013 sobre o monitoramento e estudo de raios ascendentes na cidade de São Paulo. A partir dos dados coletados por câmeras de vídeo e variações de campo elétrico e sua eventual análise, foi estudada a formação desta espécie de descarga elétrica e os modos apropriados de proteção.
AreaCST
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 03/09/2013 10:07 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3EPCM6N
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3EPCM6N
Idiomapt
Arquivo AlvoSakamoto_estudo.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3EPD9TH
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.16.19
Última Atualização2020:08.18.20.00.22 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.16.19.46
Última Atualização dos Metadados2020:08.18.20.00.23 simone
Chave de CitaçãoRosaOliv:2013:AvSeBi
TítuloAvaliação da sensibilidade dos biomas Amazônia e cerrado à seca utilizando tipos funcionais de plantas (TFPs)
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos2
Tamanho3808 KiB
Área de contextualização
Autor1 Rosa, Jéssica de Paula Gonçalves
2 Oliveira, Gilvan Sampaio de
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHBE
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 FATEA
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 jessica.rosa@inpe.br
2 gilvan.sampaio@inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data30 e 31 de julho de 2013
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2013-09-03 16:19:46 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 12:37:26 :: administrator -> simone :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveAmazônia, cerrado, seca, tipos funcionais de plantas.
ResumoModelos de biosfera terrestre são os componentes dos modelos climáticos que simulam a interação entre a biosfera e superfície dos continentes e a atmosfera. O objetivo geral deste trabalho é avaliar a sensibilidade dos biomas Amazônia e Cerrado à seca, através de simulações com a versão pontual do modelo de biosfera terrestre InLand/IBIS, o qual representa um modelo de quarta geração e integra a maioria dos processos superficiais relevantes para o sistema climático, contribuindo com informações sobre como a vegetação tropical utiliza e dimensiona as trocas de carbono em condições de seca no sistema solo-planta-atmosfera. Foram realizadas simulações na Amazônia, com as condições da torre do sítio experimental k83 (0303'01''S, 5456'W), localizado na Floresta Nacional do Tapajós. Simulações no Cerrado não foram possíveis de serem realizadas nesta etapa, devido à ausência de dados observacionais de entrada para o modelo. As simulações com o modelo InLand foram realizadas de forma que a simulação (1) utilizou a configuração default, ou seja, condição inicial do modelo, a simulação (2) alterando os parâmetros de distribuição de raízes (B2), simulação (3) alterando a capacidade máxima da enzima RuBisCo (Vmáx) e simulação (4) alterando a concentração de CO2. Vale ressaltar que as simulações foram realizadas considerando a vegetação dinâmica, no qual o índice de área foliar, altura dos tipos funcionais de plantas e outras características fenológicas da vegetação são determinadas dinamicamente em resposta às forçantes ambientais. Os resultados demonstram que a taxa do aumento do valor de Vmáx de 60 mol m-2s-1 para 120 mol m-2s-1, influenciou diretamente os valores de produtividade aumentando a fixação de carbono pelas plantas ao longo de todo período simulado, mesmo em meses de menor precipitação. Assim, é possível concluir que o modelo consegue aplicar um estresse à planta quando alterado o valor de Vmáx, e que este estresse pode ser manipulado através dos valores de Vmáx utilizado nas simulações. Também foi possível analisar que a produtividade primária bruta (GPP) e produtividade primária líquida (NPP) foram maiores quando se considerou uma atmosfera enriquecida com CO2. Desta forma, a representação da troca líquida (NEE) entre a atmosfera e as plantas apresentou-se como um sumidouro de carbono quando considerada CO2 = 700ppm e uma fonte de carbono para atmosfera quando considerada CO2= 300ppm. Em relação à alteração das raízes, quando considerada uma distribuição mais uniforme da raiz (B2=0.980), o estresse hídrico é maior em relação utilização (B2=0.999). Isto ocorre, pois quando utilizado B2=0.999, a maior parte das raízes está alocada nas camadas mais profundas, as quais justamente possuem maior quantidade de água, e contribuem para a manutenção da produtividade durante o período de menor precipitação. Desta forma, é possível concluir nesta primeira etapa que o parâmetro B2 é um dos parâmetros capazes de melhorar a representação dos fluxos de carbono na Amazônia.
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > COCST > Avaliação da sensibilidade...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 03/09/2013 13:19 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3EPD9TH
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3EPD9TH
Idiomapt
Arquivo AlvoJessica de Paula Gonçalves Rosa.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3EPHJF8
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.04.15.55
Última Atualização2020:08.18.19.42.02 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.04.15.55.27
Última Atualização dos Metadados2020:08.18.19.42.04 simone
Chave de CitaçãoMascarenhasSaba:2013:AsPeDe
TítuloAspectos pedagógicos de um desafio científico para alunos de ensino fundamental e médio
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho997 KiB
Área de contextualização
Autor1 Mascarenhas, Matheus
2 Saba, Marcelo Magalhães Fares
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHP6
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Centro Universitário Claretiano
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 mascarenhasm@hotmail.com
2 marcelo.saba@inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data30 e 31 de julho de 2013
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2013-09-04 15:55:27 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 12:37:27 :: administrator -> simone :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveaspectos pedagógicos, ensino fundamental, ensino médio, desafio científico.
ResumoEsse trabalho tem como foco elaborar uma pesquisa utilizando como meio os desafios científicos para alunos de ensino fundamental e médio. Com esses desafios fornecer ferramentas pedagógicas e didáticas aos professores do ensino de ciências das escolas de Ensino Fundamental e Médio, envolvendo-os (alunos e professores) com os diversos ramos da ciência e tecnologia, no caso concreto com as ciências espaciais. Constatamos um déficit na qualificação e número de profissionais na área de pesquisa no Brasil, ainda que esse número esteja melhorando gradativamente, se faz necessário encontrar características pedagógicas que realmente transforme essa realidade brasileira. Os desafios científicos podem contribuir com essa questão, auxiliando aos professores no desenvolvimento próprio, promovendo uma formação continuada e também fornecendo a eles novas ferramentas didáticas para o ensino e o aprendizado de ciências. Melhorar a educação básica talvez seja um dos primeiros passos para melhorar a formação de um futuro pesquisador e, portanto, essa etapa da vida acadêmica de um pesquisador deve receber uma especial atenção.
AreaCST
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 04/09/2013 12:55 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3EPHJF8
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3EPHJF8
Idiomapt
Arquivo AlvoMascarenhas_aspectos.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3EPDHAD
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.17.48.29
Última Atualização2020:08.18.19.34.15 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.17.48.30
Última Atualização dos Metadados2020:08.18.19.34.16 simone
Chave de CitaçãoLopesRodrSiqu:2013:EsEfMu
TítuloEstudos dos efeitos das mudanças globais na bacia do Rio Madeira
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho952 KiB
Área de contextualização
Autor1 Lopes, Lucas Garofolo
2 Rodriguez, Daniel Andres
3 Siqueira Júnior, José Lázaro de Siqueira
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 lucas.garofolo@inpe.br
2 daniel.andres@inpe.br
3 jose.lazaro@cptec.inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data30 e 31 de julho de 2013
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2013-09-03 17:48:30 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2013-12-17 15:35:32 :: administrator -> marcelo.pazos@sid.inpe.br :: 2013
2014-01-20 18:40:40 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2013
2020-04-29 12:37:27 :: administrator -> simone :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveRio Madeira, eventos hidroclimáticos, bacia Amazônica.
ResumoEventos hidroclimáticos extremos tem se tornado mais recorrente nas últimas décadas na bacia Amazônica. Ainda, o quarto relatório do IPCC mostra que um grande número das projeções dos modelos atmosféricos concorda na tendência de incrementos na frequência e valor destes extremos. No intuito de analisar esses eventos, sob o impacto dos efeitos das mudanças globais na bacia do Rio Madeira, foram desenvolvidas análises de series de tempo das projeções futuras de descargas. Este trabalho apresenta projeções de descargas máximas com base nas vazões geradas pelo Modelo Hidrológico de Grandes Bacias do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (MGB-INPE) desenvolvido pelo Centro de Ciências do Sistema Terrestre. O modelo MGB foi alimentado com resultados dos cenários de mudanças climáticas desenvolvido no CPTEC-INPE com o modelo atmosférico Eta, e com dados de alguns dos modelos atmosféricos coordenados pelo CMIP5: MIROC5, CSIRO-Mk3.6.0, IPSL e o HadGEM2. Foram aplicados dois métodos para a obtenção do Tempo de Recorrência: a análises de dados por cima de um limiar através da Distribuição Pareto Generalizada (GPD) e a análises de valores extremos anuais através da Distribuição Generalizada de Extremos (GEV). As projeções de ambos os métodos, retornam vazões máximas de 2, 5, 10, 50 e 100 anos para o exutório da Bacia do Rio Madeira, no período histórico de 1970 a 1990 e nos períodos futuros 2011-2040, 2041-2070 e 2071-2100. Os resultados apresentam uma importante variabilidade entre modelos durante o período histórico, com o GEV subestimando as vazões, em geral, e o GPD superestimando-as. Na maioria dos modelos, a metodologia GEV mostra a diminuição das descargas com menores tempos de retorno, enquanto que aquelas associadas com maiores tempos de retorno se incrementam até o final do século. Por outro lado, a aplicação do GPD resulta, em geral, no incremento das descargas máximas sob o impacto das mudanças climáticas.
AreaCST
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 03/09/2013 14:48 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3EPDHAD
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3EPDHAD
Idiomapt
Arquivo AlvoLopes_estudos.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3EPCE3P
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.11.41
Última Atualização2020:08.18.19.28.41 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.11.41.12
Última Atualização dos Metadados2020:08.18.19.28.42 simone
Chave de CitaçãoFraulobSaba:2013:RaAsSu
TítuloRaios ascendentes e sua detecção por sistemas de localização de descargas
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho556 KiB
Área de contextualização
Autor1 Fraulob, Halph Macedo
2 Saba, Marcelo Magalhães Fares
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHP6
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade de São Paulo (USP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 halph.fraulob@usp.br
2 marcelo.saba@inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data30 e 31 de julho de 2013
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2013-09-03 11:41:12 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 12:37:26 :: administrator -> simone :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveraios ascendentes, campo elétrico, descargas atmosféricas.
ResumoProjeto de iniciação científica pelo Institulo Nacional de Pesquisas Espaciais que visa monitorar raios ascendentes na cidade de São Paulo, SP. Utilizou-se três sensores capacitivos com um sistema de filtragem e amostragem capaz de medir valores de campo elétrico gerado por descargas atmosféricas além de captação do evento em vídeo para posterior estudo do fenômeno físico do raio. ABSTRACT: Undergraduate research project by Institulo Nacional de Pesquisas Espaciais that aims to monitor upward lightning in the city of São Paulo, SP. We used three capacitive sensors with a filter system capable of measuring and sampling values of the electric field generated by lightning in addition to capture the event on video for further study of the physical phenomena of lightning.
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > COCST > Raios ascendentes e...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 03/09/2013 08:41 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3EPCE3P
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3EPCE3P
Idiomapt
Arquivo AlvoFraulob_raios.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3EPGUC2
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.04.12.27
Última Atualização2020:08.18.19.10.00 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.04.12.27.08
Última Atualização dos Metadados2020:08.18.19.10.02 simone
Chave de CitaçãoCarvalhoCard:2013:EsFlVe
TítuloEstimativas de flamabilidade da vegetação
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho1352 KiB
Área de contextualização
Autor1 Carvalho, Marcos Felipe Oliveira de
2 Cardoso, Manoel
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 FATEA
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 marcos.carvalho@inpe.br
2 manoel.cardoso@inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data30 e 31 de julho de 2013
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2013-09-04 12:27:08 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 12:37:27 :: administrator -> simone :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavevegetação, flamabilidade, umidade relativa.
ResumoA propensão de a vegetação queimar é uma variável importante para vários estudos e descrições dos biomas continentais, sobretudo em áreas de preservação ambiental. Como o fogo é um forte distúrbio, sua ocorrência pode ter impactos importantes para as condições atuais e futuras de superfícies vegetadas. Desta forma, o desenvolvimento de métodos capazes de estimar o grau de flamabilidade tem amplo interesse em pesquisas sobre a dinâmica da vegetação e suas relações com outras componentes dos ecossistemas terrestres. Para contribuir nestes tópicos, idealizamos um projeto composto por duas componentes principais. Na primeira componente, mais teórica, foi realizada uma pesquisa bibliográfica para conhecimento de metodologias existentes. Este levantamento identificou estudos que foram organizados principalmente em três grupos, de acordo com o método utilizado: (i) sensoriamento remoto, com metodologias que utilizaram imagens de satélites e índices de vegetação; (ii) medição direta no local, através de sensores de umidade; e (iii) métodos destrutivos, onde é necessário a coleta de tecido vegetal para posterior análise em laboratório. Esses estudos foram mapeados e organizados em um banco de dados que servirá para comparações com os resultados deste projeto e outras pesquisas futuras. Com base nesta pesquisa bibliográfica, planejamos a segunda componente deste projeto, onde apresentamos um novo método que visa relacionar a flamabilidade da vegetação a outras variáveis ambientais relevantes, através de medidas indiretas da umidade do tecido vegetal, em ambiente de laboratório para permitir maior controle de grandezas como a umidade atmosférica e do solo. Para isso, foi criado um microambiente dentro de uma câmara climática, onde foram amostradas a umidade relativa (UR) e a temperatura (T) do ar com e sem a presença de plantas, e a umidade de seu solo, através de sensores comerciais e desenvolvidos pelo LAS/INPE. Os resultados desta componente experimental indicam que o método aqui apresentado é útil para a realização de estimativas de flamabilidade utilizando medidas indiretas da umidade da vegetação, sem a destruição do tecido vegetal. As condições exploradas mostraram que as plantas tiveram o efeito de aumentar a UR da câmara climática, principalmente em condições iniciais de baixa umidade atmosférica. Quando a atmosfera da câmara deixou de ser controlada, a variação (aumento) da UR com o tempo foi maior na presença das plantas. Em todos os casos, o peso do conjunto vaso-planta diminuiu após as medidas, apoiando a hipótese de que a UR se elevou devido à evapotranspiração das plantas no interior da câmara. No futuro, pretendemos aumentar o número de medições com o objetivo de avaliar outros aspectos da flamabilidade da vegetação, principalmente em relação à sua dinâmica em função de variações na umidade do solo.
AreaCST
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 04/09/2013 09:27 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3EPGUC2
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3EPGUC2
Idiomapt
Arquivo AlvoCarvalho_estimativas.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3EPDHQS
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.17.55
Última Atualização2013:09.03.19.29.50 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.03.17.55.15
Última Atualização dos Metadados2020:04.29.13.30.12 simone
Chave de CitaçãoSilvaRodrRand:2013:AnOpRe
TítuloAnálise da operação dos reservatórios das bacias dos rios Madeira e Tocantins e sua relação com clima atual e projeções futuras
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho1304 KiB
Área de contextualização
Autor1 Silva, Lucas Chilelli da
2 Rodrigues, Daniel Andres
3 von Randow, Rita de Cássia Silva
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
3 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de Itajubá
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 chilelli.unifei@gmail.com
2 daniel.andres@inpe.br
3 rita.vonrandow@inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data30 e 31 de julho de 2013
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2013-09-03 17:55:15 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 12:37:27 :: administrator -> simone :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chavereservatórios, vazões, climatologia, reservoirs, flows, climatology.
ResumoUm reservatório de água é resultado da ação antrópica no ambiente, seja pela construção de uma barragem, seja pela formação artificial de um lago para os mais diversos fins, como abastecimento de água, aproveitamento hidroelétrico, lazer, entre outros. Os reservatórios formados por usinas hidroelétricas impactam diretamente os ecossistemas da área de entorno, alterando por exemplo os padrões do microclima da região pelo aumento da área disponível para evaporação. Por outro lado, a capacidade de armazenamento pode ser afetada por mudanças climáticas que possam vir a ocorrer, afetandoo regime de vazões das quais esses reservatórios são dependentes para manter a finalidade para a qual foram construídos. O setor elétrico brasileiro passa por um momento de contínua expansão e a maior fonte de energia renovável do país é exatamente a hidroelétrica, que corresponde a cerca de 88% da matriz renovável do Brasil. A partir dessa informação é possível perceber a importância do estudo do impacto que as mudanças climáticas terão nos padrões de operação e na disponibilidade hídrica para a geração de energia hidroelétrica. Das duas bacias hidrográficas estudadas a do rio Tocantins já possui grande parte de seu potencial aproveitado, cerca de 90%, enquanto que o rio Madeira constitui um grande potencial promissor para investimento. Atualmente estão em construção duas usinas no curso do rio Madeira, a Usina Hidroelétrica de Jirau e a Usina Hidroelétrica de Santo Antônio, ambas com mais de 3.000 Mw de potência instalada. O objetivo desse trabalho foi montar um banco de dados de vazões obtidos nas agências reguladoras de água e energia do Brasil e a partir desses dados inferir os planos de operação das hidroelétricas do Tocantins e Madeira. Foram geradas equações que relacionam a vazão afluente com a vazão defluente dos reservatórios nas duas bacias. Essas equações poderão ser incorporadas a modelos hidrológicos de grandes bacias como o desenvolvido pelo INPE (MGB/INPE), para que através de simulações de diferentes cenários de mudanças climáticas seja possível prever a disponibilidade hídrica e, por conseguinte avaliar se o potencial de energia hidroelétrica previsto para essas hidrelétricas será mantido. As simulações hidrológicas mostraram que as usinas de fio d´água não afetam as vazões dos rios de forma significativa, porém são muito mais susceptíveis as alterações no ciclo hidrológico e às variações de vazão nos rios, assim a geraçãode energia desses empreendimentos pode ser seriamente comprometida caso ocorram severas mudanças climáticas. ABSTRACT: A water reservoir is the result of human action on the environment, either by building a dam, or by the formation of an artificial lake for various purposes such as water supply, hydroelectric, leisure, among others. The reservoirs formed by hydroelectric dams directly impact the ecosystems of the surrounding area, for example, changing the patterns of microclimate by increasing the area available for evaporation. On the other hand, the storage capacity can be affected by climate changes that may occur affecting the flow regime of these reservoirs which are dependent to maintain the purpose for which they were built. The Brazilian electric sector is going through a time of continued expansion and the largest source of renewable energy in the country is exactly the hydropower, which accounts for about 88% of Brazilians renewable matrix. From this information it is possible to realize the importance of studying the impact that climate change will have on patterns of operation and availability of water for hydropower generation. From the two watersheds studied the Tocantins River already has most of its potential tapped, about 90%, while the Madeira River is a major promising potential for investment. Currently there are two plants under construction in the course of the Madeira River, the hydroelectric plant of Jirau and Santo Antonio Hydroelectric Power Plant, both with more than 3,000 MW of installed power. The aim of this work was to assemble a database of flow obtained in the regulatory agencies of water and energy in Brazil and from these data to infer the plans of operation of hydropower dams in Tocantins and Madeira basins. Were generated equations that relate the inflow to the outflow in each reservoir on both basins. These equations can be incorporated into hydrological models of large basins such as that developed by INPE (MGB/INPE), so that through simulations of different climate change scenarios is possible to predict water availability and therefore evaluate if the potential of hydroelectric power planned for such plants will be maintained. The simulations showed that the run-of-the-river dams not affect river flows significantly, but are much more susceptible to changes in the hydrological cycle and the flow variations in rivers, thus generating electricity from these projects can be seriously compromised if severe climate changes occur.
AreaCST
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 03/09/2013 14:55 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3EPDHQS
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3EPDHQS
Idiomapt
Arquivo AlvoLucas Chilelli da Silva.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaArtigo em Evento (Conference Proceedings)
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3EPNL73
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.05.19.35.52
Última Atualização2013:09.09.12.22.56 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/09.05.19.35.53
Última Atualização dos Metadados2020:04.29.12.38.45 simone
Chave de CitaçãoAndradeFort:2013:EsÍoMa
TítuloEstudo de íons maiores no extrato aquoso de particulado atmosférico em São José dos Campos
Ano2013
Data de Acesso24 fev. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho1117 KiB
Área de contextualização
Autor1 Andrade, Welison Michael Guimarães
2 Forti, Maria Cristina
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHR6
Grupo1
2 CST-CST-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Paulista (UNIP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 welison_mga@yahoo.com.br
2 cristina.forti@inpe.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Localização do EventoSão José dos Campos
Data30 e 31 de julho de 2013
Título do LivroAnais
Editora (Publisher)INPE
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Tipo SecundárioPRE CN
Histórico2013-09-05 19:35:53 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 12:37:27 :: administrator -> simone :: 2013
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-Chaveíons maiores, poluentes, composição química, material particulado inalável.
ResumoPara depreender os processos de emissão, transformação e contaminação da atmosfera urbana por poluentes é de suma relevância observar diferentes parâmetros de qualidade para identificar e quantificar espécies químicas, principalmente em áreas com forte influência antropogênicas, pois a atividade industrial e a frota de veículos automotores são os principais responsáveis pela emissão de gases e particulados na atmosfera. Em meio a outros poluentes atmosféricos, o material particulado inalável em suspensão (com diâmetro aerodinâmico menor que 10 μm) tem grande importância devido à sua composição química complexa, suas propriedades físicas e os impactos nocivos na saúde humana. Neste estudo de caso, a composição química do material particulado inalável (MP10) foi determinada dosando-se os ânions (cloreto, nitrato e sulfato) e os cátions (sódio, amônio, potássio, cálcio e magnésio) maiores no extrato aquoso. O MP10 foi obtido em períodos de 24 horas no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) de São José dos Campos-SP entre Março de 2010 a Fevereiro de 2011 abrangendo os períodos seco e chuvoso. As coletas foram realizadas com o auxílio de um amostrador dicotômico instalado a cerca de 20 m acima do solo no edifício CEA, tendo como substrato de coleta filtros de policarbonato. Através de análise gravimétrica estabeleceu-se a massa das frações do MP10 e para a análise dos íons no extrato aquoso utilizou-se da técnica de cromatografia a líquido de íons . A comparação entre o período chuvoso e seco para a fração grossa (MP2,5-10) aponta uma relação inversa entre a precipitação anual (P) e a concentração média anual de MP2,5-10, pois para o período seco temos: P= 114,2 mm ; MP2,5-10= 8,42 μg.m-3 e para o período chuvoso P=1104,6 mm; MP2,5-10=5,44 μg.m-3, já para a fração fina (MP2,5) a concentração média anual não apresentou alterações significativas entre o período seco: P=114,2 mm; MP2,5= 3,95 μg.m-3 e chuvoso: P= 1104,6 mm; MP2,5= 3,63μg.m-3. Quanto à concentração média dos íons maiores verificou-se que para o MP2, 5-10 a ordem decrescente dos íons é: nitrato, cálcio, sulfato, sódio, cloreto, potássio, amônio e magnésio e para o MP2,5 a ordem de predominância é: sulfato, sódio, nitrato, cálcio, potássio, cloreto, magnésio e amônio.
AreaCST
ArranjoBDMCI > Fonds > Produção > COCST > Estudo de íons...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 05/09/2013 16:35 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3EPNL73
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3EPNL73
Idiomapt
Arquivo AlvoWelison Michael Andrade.pdf
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Detentor da CópiaSID/SCD
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F3T29H
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar