Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <secondaryty cn and ref conference and firstg DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR and y 2014 and not is * and not booktitle, Resumos and not booktitle, Abstracts>.
8 referências encontradas buscando em 15 dentre 15 sites.
Data e hora local de busca: 23/10/2020 03:36.
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Identificador8JMKD3MGP5W34M/3GTDQCS
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2014/08.26.13.20.57
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2014/08.26.13.20.58
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoArrudaPereKoul:2014:EsCaPa
Autor1 Arruda, Ariadne Cristina de
2 Pereira Júnior, Alfredo da Costa
3 Koulikoff, Isaura Isabel Martins
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JGGQ
Grupo1
2 DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 FATEC JACAREÍ
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 FATEC JACAREÍ
Endereço de e-Mail do Autor1 ariadne.live@gmail.com
2 alfredo@dsr.inpe.br
3 isauramartinskff@gmail.com
TítuloSeveridade do fogo no bioma cerrado: estudo de caso para o Parque Estadual do Jalapão
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Ano2014
Título do LivroAnais
Data30-31 jul., 2014
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Editora (Publisher)INPE
Localização do EventoSão José dos Campos
Palavras-Chavecerrado, Parque Estadual do Jalapão, queimadas, manejo do fogo.
ResumoO objetivo do presente trabalho é o estudo da frequência e severidade do fogo no bioma Cerrado, tendo como área de estudo o Parque Estadual do Jalapão (PEJ), criado em janeiro/2001, com área de 158.885,5 ha, localizado no município de Mateiros, leste do Tocantins, nas bacias hidrográficas dos rios Sono, Soninho e Novo. O bioma Cerrado, a savana brasileira, é um dos biomas mais ameaçados do país, com mais de 50% de sua área já desmatada ou alterada. A determinação da frequência e severidade do fogo é fundamental para que se estabeleça um plano para o manejo do fogo nas áreas de preservação do Cerrado. É necessário que esses resultados sejam utilizados como critério para que as diferentes fitofisionomias sejam preservadas, e que mais estudos sejam realizados no sentido de recuperar áreas que sofrem queimadas frequentes. O período para a quantificação das queimadas foi de 1997 a 2013, com a verificação de bancos de dados existentes (1997 a 2008) e novas classificações de imagens (2009 a 2013) dos satélites da série Landsat e ResourceSat com auxílio dos softwares SPRING e TERRAVIEW. As análises do estudo foi baseada a partir do mapeamento das queimadas já existentes (1997 2008), a novas classificações (2009 2013) de três datas distintas nos períodos inicial, medial e final da estação seca para os respectivos anos. A média anual da área queimada foi em torno de um terço do Parque, o que configura o tempo de retorno do por volta de três anos. As extensões alcançaram até quase metade do Parque e foram maiores no período final da estação seca, o que pode ter consequências negativas na conservação dos ecossistemas e da biodiversidade do Parque.
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Idiomapt
Tipo SecundárioPRE CN
AreaSRE
Tamanho197 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoArruda_severidade.pdf
Última Atualização2020:07.06.18.44.20 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 simone
Última Atualização dos Metadados2020:07.06.18.44.21 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 simone {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Estágio do Documentonot transferred
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3ER446E
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 26/08/2014 10:20 1.0 KiB 
Histórico2014-08-26 13:20:58 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 13:33:49 :: administrator -> simone :: 2014
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Identificador8JMKD3MGP3W/3HG7NAC
Repositóriosid.inpe.br/plutao/2014/12.01.14.04.49
Metadadossid.inpe.br/plutao/2014/12.01.14.04.50
Siteplutao.sid.inpe.br
Rótulolattes: 5861976540584134 5 BreunigGalBalGaiTel:2014:SEREMU
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoBreunigGalBalGaiTel:2014:SeReMu
Autor1 Breunig, Fábio Marcelo
2 Galvão, Lênio Soares
3 Balbinot, Rafael
4 Gaida, William
5 Teles, Thiago Sousa
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHLF
Grupo1
2 DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
3
4
5 SER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Departamento de Engenharia Florestal - DEF
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Departamento de Engenharia Florestal - DEF
4 Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Programa de Pós-Graduação em Geografia e Geociências - PPGGEO
5 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Programa de Pós-Graduação em Sensoriamento Remoto - PGSER
TítuloSensoriamento remoto multiangular no estudo do Parque Estadual do Turvo RS / Multiangular remote sensing for the study of Parque Estadual do Turvo – RS
Nome do EventoCongresso Brasileiro de Cartografia, 26; Congresso Brasileiro de Geoprocessamento; 5 Exposicarta, 25.
Ano2014
VolumeCT04
Título do LivroAnais
Data2014
Localização do EventoGramado
Palavras-ChaveMISR, ângulo zenital de visada, ângulo zenital solar, floresta decidual, monitoramento, MISR, view zenith angle, solar zenith angle, deciduous forest, monitoring.
Resumobstract: The use of images acquired by sensors at different view geometries (stereo-pairs) is consolidated considering the reconstruction of three-dimensional space by stereoscopic vision. On the other hand, the use of images acquired at different view and illumination angles is still unusual regarding the spectral information extraction, especially in Brazil. In this context, the work aims to make a spectral evaluation of a native forest fragment in northwestern Rio Grande do Sul State, in South of Brazil, using multi-angle images of the Multi-angle Imaging Spectroradiometer (MISR) sensor. The MISR sensor, onboard the Terra platform, acquires images in nine different view angles (almost simultaneously) and in four multispectral bands (blue, green, red and near infrared). The study area is the Parque Estadual do Turvo (PET), which has an area of approximately 17,500 ha. The PET is one of the largest native forest fragments of southern Brazil and has a great continuity in the province of Misiones (Argentina), extending to the Parque Nacional de Foz do Iguaçu forest Parana, Brazil. The MISR data were acquired from the Langley Atmospheric Sciences Data Center at NASA. For the evaluation, the MISR products MIL2ASLS (MISR Level 2 Land Surface Data - Bidirectional Reflectance Factor-BRF) and MIANCAGP (Anciallary Geographic Product) were used. We used the following softwares: MISR_viewer and ENVI. A total of up to 44 pixels (samples) were extracted from the PET area. To avoid spectral mixture, we defined a one kilometer buffer from the forest boundary. Bidirectional reflectance factor data (BRF) of the four MISR bands were analyzed as a function of the view direction and angle. Furthermore, we additionally analyzed the patterns of vegetation indices such as the Normalized Difference Vegetation Index (NDVI) and Enhanced Vegetation Index (EVI). In order to allow a comparative basis among all the bands and among the vegetation indexes, the data were normalized to nadir viewing. Results showed that the backscattering direction reflectance of all the bands was higher than in the forward scattering direction. As the view angle increased toward the backscattering direction, the reflectance value increased. The opposite pattern was observed in the forward scattering direction. When normalized to the nadir viewing, the bands of green and red showed higher anisotropy. This anisotropic pattern relates to the higher solar zenith angle in the winter combined to the litter-fall of the forest dominant species. NDVI showed higher isotropy throughout the year in all view directions, when compared to the EVI. Due to its strong correlation with the near-infrared band and the shadow fraction, the EVI showed strong anisotropy, especially in the winter. Results showed the importance of considering the spectral and angular response pattern of vegetation when biophysical (Leaf Area Index) and biochemical (chlorophyll, water content) parameters estimates are object of study using data acquired by pointing-capability or large field-of-view sensors are used.
Páginas1-11
Idiomapt
URL (dados não confiáveis)http://www.cartografia.org.br/cbc/trabalhos/4/316/CT04-34_1402403472.pdf
Tipo SecundárioPRE CN
Tipo TerciárioArtigo
FormatoDVD
AreaSRE
Nota TerciáriaTrabalho não Vinculado à Tese/Dissertação
Tamanho973 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoCT04-34_1402403472.pdf
Última Atualização2015:01.13.13.10.32 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.23.39.43 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
e-Mail (login)marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Usuárioslattes
marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirodpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Estágio do Documentonot transferred
Tipo de Versãofinaldraft
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3ER446E
8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreementnão têm arquivos
Histórico2014-12-01 14:04:50 :: lattes -> administrator ::
2018-06-04 23:39:43 :: administrator -> marcelo.pazos@inpe.br :: 2014
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor electronicmailaddress isbn issn lineage mark nextedition notes numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project publisher publisheraddress rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject type
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Identificador8JMKD3MGP3W/3HG7NAA
Repositóriosid.inpe.br/plutao/2014/12.01.14.04.47
Metadadossid.inpe.br/plutao/2014/12.01.14.04.48
Siteplutao.sid.inpe.br
Rótulolattes: 5861976540584134 5 GaidaGroBreGalTel:2014:AvToPa
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoGaidaGroBreGalTel:2014:AvToPa
Autor1 Gaida, William
2 Gross, Joceli Augusto
3 Breunig, Fábio Marcelo
4 Galvão, Lênio Soares
5 Teles, Thiago Sousa
Identificador de Curriculo1
2
3
4 8JMKD3MGP5W/3C9JHLF
Grupo1
2
3
4 DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
5 SER-SRE-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Programa de pós-graduação em Geografia - PPGGEO
2 Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Programa de pós-graduação em Geografia - PPGGEO
3
4 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
5 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
TítuloAvaliação da topografia do Parque Estadual do Turvo, RS, utilizando o modelo digital de elevação ASTER GDEM Versão 2 / Evaluation of the topography of the Parque Estadual do Turvo, RS, using the digital elevation model ASTER-GDEM version 2
Nome do EventoCongresso Brasileiro de Cartografia, 26; Congresso Brasileiro de Geoprocessamento; 5 Exposicarta, 25.
Ano2014
VolumeCT04
Título do LivroAnais
Data2014
Localização do EventoGramado
Palavras-ChaveModelagem Topográfica, Sensoriamento Remoto, Relevo, Geomorfologia, Análise Espacial, Topographic modeling, Remote sensing, Relief, Geomorphology, Spacial analysis.
ResumoO sensoriamento remoto proporcionou um acréscimo significativo na capacidade de obtenção de dados da superfície terrestre, o que viabilizou a realização de estudos cada vez mais complexos envolvendo grandes áreas. Entre estes estudos, pode-se destacar a modelagem topográfica do terreno, que apresenta muitas aplicações em estudos geomorfológicos, hidrológicos, geográficos e biológicos. Esta técnica possibilita uma visão em macro escala do relevo o que permite a elaboração de uma série de produtos baseados nas diversas variáveis topográficas como declividade, altimetria, orientação de vertentes, entre outras, permitindo a análise e a interpretação de grandes regiões da superfície terrestre. Neste contexto, o presente trabalho teve por objetivo a realização da modelagem topográfica da área do Parque Estadual do Turvo (PET), no sul do Brasil, utilizando o modelo digital de elevação gerado a partir das imagens do Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer Global Digital Elevation Model Version 2 (ASTER-GDEM V2), visando contribuir para futuros estudos na referida área de estudo. A metodologia empregada foi desenvolvida por meio de ferramentas próprias a modelagem topográfica para a obtenção de mapas de altimetria, declividade do terreno, orientação de vertentes, relevo sombreado e o mapa de fator de iluminação. Estes dados foram quantificados em classes, permitindo a caracterização topográfica da área de estudo. Os resultados mostraram que o modelo digital de elevação ASTER-GDEM V2 mostrou-se eficiente para a concretização do objetivo proposto e possibilitou a caracterização da topografia. Com a geração de uma imagem de relevo sombreado verificou-se as linhas estruturais do relevo, marcando os interflúvios e pequenos vales onde os cursos de água formam uma rede de drenagem com um padrão dendrítico. De maneira geral, o PET tem altitudes variando de 200 a 360 metros. A maioria da área do PET apresenta declividades entre 2 e 15 graus. Verificou-se uma maior concentração de vertentes orientadas para o Norte. Em relação ao fator de iluminação, no inverno o PET apresenta uma maior área de relevo sombreado em relação às áreas iluminadas. ABSTRACT Remote sensing has provided a significant improvement in the ability to obtain data from the Earth's surface, which enabled the conduction of increasingly complex studies covering large areas. Among these studies, we can highlight the topographic modeling, which has many applications in geomorphological, hydrological, geographical and biological studies. This technique enables large areas coverage insight of the relief, which allows the generation of several products based on topographic variables such as slope, altitude, aspect, among others, allowing the analysis and interpretation of large regions of the Earth's surface. In this context, the present study aimed to conduct the topographic modeling of Parque Estadual do Turvo (PET) in South Brazil, using digital elevation model derived from the Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer - Global Digital Elevation Model Version 2 (ASTER-GDEM V2), aiming to contribute to future studies in that area of study. The methodology was developed by the topographic modelling tools to obtain maps of altitude, terrain slope, aspect, shaded relief and the illumination factor. These data were quantified according classes, allowing the topographic characterization of the study area. The results showed that the digital elevation model ASTER-GDEM V2 was efficient for the characterization of topography. With the generation of a shaded relief image structural lines of the relief were found, marking the interfluves and small valleys where rivers form a network with a dendritic drainage. In general, the PET altitude ranges from 200 to 360 meters. The most of PET area presents slopes between 2 and 15 degrees. It was verified larger amounts of North oriented surfaces. Regarding the illumination factor, the PET presented more shaded surfaces in the winter when compared to the illuminated ones.
Páginas1-15
Idiomapt
URL (dados não confiáveis)http://www.cartografia.org.br/cbc/trabalhos/4/398/CT04-55_1402676841.pdf
Tipo SecundárioPRE CN
Tipo TerciárioArtigo
FormatoDVD
AreaSRE
Nota TerciáriaTrabalho não Vinculado à Tese/Dissertação
Tamanho1751 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoCT04-55_1402676841gaida.pdf
Última Atualização2015:01.14.11.18.26 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.23.39.43 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
e-Mail (login)marciana
Grupo de Usuárioslattes
marcelo.pazos@inpe.br
marciana
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
marciana
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirodpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Estágio do Documentonot transferred
Tipo de Versãofinaldraft
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3ER446E
8JMKD3MGPCW/3F3NU5S
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreementnão têm arquivos
Histórico2014-12-01 14:04:48 :: lattes -> administrator ::
2018-06-04 23:39:43 :: administrator -> marciana :: 2014
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor electronicmailaddress isbn issn lineage mark nextedition notes numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project publisher publisheraddress rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject type
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Identificador8JMKD3MGP5W34M/3GTSSTU
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2014/08.29.12.56.41
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2014/08.29.12.56.42
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoKoulikoffCost:2014:EsCaEs
Autor1 Koulikoff, Isaura Isabel Martins
2 Costa Junior, Alfredo Pereira da
Grupo1
2 DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 FATEC
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 isauramartinskff@gmail.com
2 alfredo@dsr.inpe.br
TítuloFrequência do fogo no bioma cerrado: estudo de caso para a estação ecológica Uruçuí-Una, Piauí
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Ano2014
Título do LivroAnais
Data30-31 jul., 2014
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Editora (Publisher)INPE
Localização do EventoSão José dos Campos
Palavras-Chavesavana, uso da terra, sensoriamento remoto.
ResumoO objetivo deste estudo é a análise da frequência do fogo na Estação Ecológica Uruçuí-Una,bioma Cerrado. A determinação da frequência do fogo é fundamental para que se estabeleça um plano para o manejo do fogo nas áreas de preservação do Cerrado. É necessário que seja utilizado com critério para que as diferentes fitofisionomias sejam preservadas, e que mais estudos sejam realizados no sentido de recuperar áreas que sofrem queimadas frequentes.A área de estudo foi criada em junho/1981, com 135.000 ha e está localizada no município de Baixa Grande do Ribeira, sudoeste do Piauí. Está inserida no Cerrado, a savana brasileira, um dos biomas mais ameaçados do país com mais de 50% de sua área já desmatada ou alterada. O estudo teve como base a interpretação visual de imagens dos sensores do satélite Landsat 5, Resourcesat-1 e Landsat 8, para os períodos de 2000 a 2013. O mapeamento das áreas queimadas foi realizado utilizando-se as ferramentas de geoprocessamento dos softwares SPRING 5.2.3 e TERRAVIEW.Os resultados mostraram que se queimou até metade da área da Estação, com picos de áreas queimadas nos anos de 2004 (37%), 2007 (27%) e 2010 (47%). Isso mostra que a Estação não possui total efetividade como área de proteção ambiental do bioma Cerrado principalmente pela ocorrência de extensas queimadas sem controle dentro da Estação. Esse processo antrópico é provavelmente causado por atividades agropecuárias que fazem uso do fogo como ferramenta de limpeza e que muitas vezes foge do controle. Essas atividades são realizadas tanto por comunidades familiares que vivem no interior da Estação e no seu entorno como por agricultores e pecuaristas empresariais no entorno.
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Idiomapt
Tipo SecundárioPRE CN
AreaSRE
Tamanho202 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoKoulikoff_frequencia.pdf
Última Atualização2020:07.06.19.43.01 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 simone
Última Atualização dos Metadados2020:07.06.19.43.02 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 simone {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriosmarcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Estágio do Documentonot transferred
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3ER446E
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 29/08/2014 09:56 1.0 KiB 
Histórico2014-08-29 12:56:42 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 13:33:50 :: administrator -> simone :: 2014
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Identificador8JMKD3MGP3W/3HG7F8J
Repositóriosid.inpe.br/plutao/2014/12.01.12.38.58
Metadadossid.inpe.br/plutao/2014/12.01.12.38.59
Siteplutao.sid.inpe.br
Rótulolattes: 4375690234648247 1 MataveliChav:2014:AnDiEs
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoMataveliChav:2014:AnDiEs
Autor1 Mataveli, Guilherme Augusto Verola
2 Chaves, Michel Eustáquio Dantas
Grupo1 DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
2 Universidade Federal de Lavras (UFLA)
Endereço de e-Mail do Autor1 mataveli@dsr.inpe.br
2 micheldchaves@gmail.com
TítuloAnálise da distribuição espacial dos focos de queimada no Estado de Minas Gerais entre 2009 e 2012
Nome do EventoSimpósio Mineiro de Geografia, 1.
Ano2014
Título do LivroAnais
Data2014
Localização do EventoAlfenas
Palavras-ChaveSensoriamento Remoto, Queimadas, MODIS, Minas Gerais, Remote Sensing, Fires, MODIS, Minas Gerais.
ResumoAs queimadas atingem grande parte da superfície terrestre vegetada e são uma importante variável no clima local e regional, devido ao transporte das emissões de gases e aerossóis associadas a esse fenômeno, assim como uma importante fonte de mudanças no uso e cobertura da terra. Durante muito tempo, para se estudar as queimadas eram realizados experimentos e medições in situ, porém esse tipo de abordagem é limitado quando se considera um fenômeno tão dinâmico. Como alternativa para o estudo das queimadas surgiu o sensoriamento remoto, devido a sua possibilidade de aquisição de dados de forma global e sistêmica, estando atualmente disponíveis de forma gratuita produtos de fogo derivados de sensores orbitais, como o MODIS. Nesse sentido, o presente trabalho teve por objetivo analisar a distribuição espacial dos focos de queimada derivados dos produtos de fogo MOD14 e MYD14 no Estado de Minas Gerais entre 2009 e 2012. Foi possível perceber as maiores concentrações de focos de queimada na região Norte do Estado e as menores concentrações no Sul e Leste de Minas Gerais, geralmente em áreas pertencentes ao bioma Mata Atlântica, com o menor número total de focos encontrado em 2009 e o maior total em 2010, sendo que a grande maioria dos focos em todos os anos estava associada ao bioma Cerrado. ABSTRACT: Fires reach most of vegetated land surface of the planet and are an important variable in local and regional climate, due to transport of emissions associated with this phenomenon, as well as an important source of land use and land cover changes. For a long time, fires study were performed using small scale combustion experiments and field measurements, however this approach is limited when considering such a dynamic phenomenon. As an alternative to the study fires, remote sensing emerged due to its ability to acquire data in a global and systematic way, being currently available for free fire products derived from orbital sensors, such as MODIS. In this direction, the present study aimed to analyze the spatial distribution of fires in Minas Gerais State between 2009 and 2012 using MOD14 and MYD14 fire products. It was possible to notice the highest concentrations of fires in the North of the State, and the lowest concentrations were found in South and East of Minas Gerais, usually in areas belonging to the Mata Atlântica biome; lowest total number of fires were found in 2009 and the highest total in 2010, with the great majority of fires associated with the Cerrado biome.
Páginas1657-1669
Idiomapt
URL (dados não confiáveis)http://www.unifal-mg.edu.br/simgeo/system/files/anexos/Guilherme%20Augusto%20Verola%20Mataveli.pdf
Tipo SecundárioPRE CN
Tipo TerciárioArtigo
FormatoDVD
AreaSRE
Nota TerciáriaTrabalho não Vinculado à Tese/Dissertação
Tamanho652 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoMataveli_analise.pdf
Última Atualização2015:02.10.18.19.38 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.23.39.38 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
e-Mail (login)marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Usuárioslattes
marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirodpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Estágio do Documentonot transferred
Tipo de Versãopublisher
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3ER446E
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreementnão têm arquivos
Histórico2014-12-01 12:38:59 :: lattes -> administrator ::
2018-06-04 23:39:38 :: administrator -> marcelo.pazos@inpe.br :: 2014
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor isbn issn lineage mark nextedition notes numberofvolumes orcid organization parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project publisher publisheraddress resumeid rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject type volume
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Identificador8JMKD3MGP5W34M/3GTE45S
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2014/08.26.14.42.51
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2014/08.26.14.42.52
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Chave SecundáriaINPE--PRE/
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoSilvaNova:2014:DiSóMi
Autor1 Silva, Bruna dos Santos
2 Novaes Júnior, René Antonio
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JJ5R
Grupo1
2 DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 UNIMES
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 brunas@dsr.inpe.br
2 rene@dsr.inpe.br
TítuloDiagnóstico sócio-ambiental da micro bacia Quiririm – Puruba, município de Ubatuba-SP
Nome do EventoSeminário de Iniciação Científica do INPE (SICINPE).
Ano2014
Título do LivroAnais
Data30-31 jul., 2014
Cidade da EditoraSão José dos Campos
Editora (Publisher)INPE
Localização do EventoSão José dos Campos
Palavras-Chavegeotecnologias, bacia hidrográfica, planejamento, área de proteção ambiental, educação ambiental.
ResumoA microbacia Quiririm - Puruba, objeto de estudo, localiza-se, no município de Ubatuba- SP, entre os paralelos 23º11´47´´e 23º21´23´´ S e os meridianos 44º52´25´´ e 45º02´21´´ O (W Gr) no trópico de Capricórnio. O Rio Puruba nasce na Serra do Mar e deságua na Praia do Puruba mais especificamente no Oceano Atlântico. A bacia encontra-se em sua maior parte inserida no Parque Estadual da Serra do Mar Núcleo Picinguaba, e caracteriza-se por apresentar uma área bem preservada da Mata Atlântica. A bacia apresenta núcleos de ocupação humana em seu interior, onde hoje residem cerca de 180 famílias, que vivem principalmente da pesca e da agricultura, embora este cenário venha mudando. Este trabalho tem como objetivo realizar um mapeamento das áreas consideradas de proteção permanente, assim como das áreas resultantes passíveis de algum tipo de uso do solo, que por sua vez possa a vir gerar renda as famílias residentes sem infringir as leis que regem a área de estudo. Além do mapeamento referente ás áreas de proteção permanente e do uso do solo, pretende-se realizar um levantamento socioeconômico junto à população residente com o intuito de obter informações reais sobre as características da população. Espera-se como resultado deste trabalho obter a localização e quantificação das áreas consideradas de proteção permanente e das áreas passíveis de algum tipo de uso do solo. Estes resultados permitirão a sobreposição com o número de famílias que lá residem visando à busca da sustentabilidade, ou seja, se as áreas passíveis de uso do solo atendem as necessidades de geração de renda e subsistência das famílias que lá se encontram. Para isto serão utilizadas ferramentas como o Sensoriamento Remoto e o Sistema de Informações Geográficas os quais permitem de uma forma mais rápida e eficaz a elaboração de mapas temáticos, e a sobreposição com dados cadastrais adquiridos através de trabalho de campo, permitindo desta forma que tenhamos uma visão ampla da situação socioeconômica-ambiental da área estudada, contribuindo assim para alcançarmos um planejamento territorial mais racional e adequado.
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Idiomapt
Tipo SecundárioPRE CN
AreaSRE
Tamanho187 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoSilva_diagnostico.pdf
Última Atualização2020:07.06.21.06.09 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 simone
Última Atualização dos Metadados2020:07.06.21.06.10 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 simone {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Estágio do Documentonot transferred
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3ER446E
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 26/08/2014 11:42 1.0 KiB 
Histórico2014-08-26 14:42:52 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2020-04-29 13:33:49 :: administrator -> simone :: 2014
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor format isbn issn label lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype type url versiontype volume
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Identificador8JMKD3MGP3W/3HG7GLR
Repositóriosid.inpe.br/plutao/2014/12.01.12.56.38
Metadadossid.inpe.br/plutao/2014/12.01.12.56.39
Siteplutao.sid.inpe.br
Rótulolattes: 7825746856469683 1 ESilvaVale:2014:AvDiQu
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoSilvaVale:2014:AvDiQu
Autor1 Silva, Daniel E.
2 Valeriano, Dalton de Morisson
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JGT4
Grupo1 DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
2 AMZ-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
TítuloAvaliação da discriminação de queimadas naturais e antrópicas a partir de dados de monitoramento de queimadas e incêndios em Minas Gerais, Brasil
Nome do EventoSimpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto, 7 (GEONORDESTE 2014).
Ano2014
Título do LivroAnais
Data2014
Localização do EventoAracaju
Palavras-Chavefogo, Cerrado, Kernel.
ResumoAs queimadas representam uma perturbação de grande impacto no bioma Cerrado. Por isso, é preciso integra-las nos modelos de distribuição da vegetação. Esse trabalho visa discriminar em grande escala os focos de queimadas em relação a sua origem, natural ou antrópica, baseado na distinção dos seus padrões temporais intra-anuais. Índices espaciais de ocorrência de queimada antrópica e natural são gerados pelo método de Kernel e validados através o estudo da distribuição da vegetação do Cerrado. As correlações espaciais entre índices de diferentes origens são baixas. A confusão entre esses índices e varáveis climáticas, que poderia limitar o seu uso em estudo da distribuição da vegetação, é atenuada. Os índices gerados explicam significativamente parte da discriminação entre fitofisionomias do Cerrado associadas ao fogo. Esses índices são então válidos para estudos dos impactos do fogo antrópico e natural na cobertura da vegetação.
NotasSetores de Atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
Idiomapt
URL (dados não confiáveis)http://www.resgeo.com.br/geonordeste2014/anais/doc/pdfs/32.pdf
Tipo SecundárioPRE CN
Tipo TerciárioResumo Estendido
FormatoDVD
AreaSRE
Nota TerciáriaTrabalho não Vinculado à Tese/Dissertação
Tamanho290 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo Alvosilva_avaliacao.pdf
Última Atualização2015:02.09.12.47.11 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.23.39.40 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
e-Mail (login)marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Usuárioslattes
marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirodpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Estágio do Documentonot transferred
Tipo de Versãopublisher
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3ER446E
8JMKD3MGPCW/3ETL435
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreementnão têm arquivos
Histórico2014-12-01 12:56:39 :: lattes -> administrator ::
2018-06-04 23:39:40 :: administrator -> marcelo.pazos@inpe.br :: 2014
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor electronicmailaddress isbn issn lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project publisher publisheraddress rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject type volume
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaConference Proceedings
Identificador8JMKD3MGP3W/3HG7GKE
Repositóriosid.inpe.br/plutao/2014/12.01.12.56
Metadadossid.inpe.br/plutao/2014/12.01.12.56.37
Siteplutao.sid.inpe.br
Rótulolattes: 7825746856469683 1 ESilvaVale:2014:ImHeEs
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoSilvaVale:2014:ImHeEs
Autor1 Silva, Daniel E.
2 Valeriano, Dalton de Morisson
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JGT4
Grupo1 DSR-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
2 AMZ-OBT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 esilva@dsr.inpe.br
2 dalton@dsr.inpe.br
TítuloComparativo de mapeamentos da vegetação em diferentes escalas espaciais: impacto da heterogeneidade espacial das fitofisionomias na qualidade da representação
Nome do EventoSimpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto, 7 (GEONORDESTE 2014).
Ano2014
Título do LivroAnais
Data2014
Localização do EventoAracaju
Palavras-Chaveresolução espacial, heterogeneidade espacial, Cerrado.
ResumoMapear a vegetação em grande escala envolve o uso de uma classificação simplificada, como o sistema de classificação da cobertura da terra (LCCS), que visa harmonizar a legenda, afim de que mapeamentos possam ter usos múltiplos. No entanto, um aumento de escala gera uma perda de informação pela própria simplificação da classificação e pela redução da resolução espacial que o acompanha. A heterogeneidade espacial da vegetação alvo, definida pela sua fragmentação e pela forma dos seus fragmentos, tende a aumentar os tipos de vegetação em um pixel e então condiciona o realismo da representação obtida. Neste trabalho, propõe-se estimar o acerto espacial de mapeamentos de duas escalas espaciais e investigar diferenças de acerto entre classes de vegetação através a análise da sua heterogeneidade espacial. Os mapeamentos do Inventario Florestal de Minas Gerais (IFMG) e do Global Land Cover Network (GLC-SHARE) são confrontados. O acerto espacial é satisfatório para a maioria das fisionomias. Divergências interessam principalmente a associação de áreas de cultura à vegetação do cerradão e da vereda mapeada pelo IFMG. Essas diferenças são relacionadas a uma alta heterogeneidade espacial , consequência da localização em região de grandes interesses agrícolas ou do determinismo ambiental das fisionomias.
NotasSetores de Atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
Idiomapt
URL (dados não confiáveis)http://www.resgeo.com.br/geonordeste2014/anais/doc/pdfs/44.pdf
Tipo SecundárioPRE CN
Tipo TerciárioResumo Estendido
FormatoDVD; On-line.
AreaSRE
Nota TerciáriaTrabalho não Vinculado à Tese/Dissertação
Tamanho145 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoSilva_comparativo.pdf
Última Atualização2015:02.13.12.41.15 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.23.39.40 dpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01 administrator {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
e-Mail (login)marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Usuárioslattes
marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirodpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Estágio do Documentonot transferred
Tipo de Versãopublisher
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3ER446E
8JMKD3MGPCW/3ETL435
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreementnão têm arquivos
Histórico2014-12-01 12:56:37 :: lattes -> administrator ::
2018-06-04 23:39:40 :: administrator -> marcelo.pazos@inpe.br :: 2014
Campos Vaziosaccessionnumber archivingpolicy archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel dissemination doi edition editor isbn issn lineage mark nextedition numberofvolumes orcid organization pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project publisher publisheraddress rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark serieseditor session shorttitle sponsor subject type volume
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
similares