Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <secondaryty pn and ref journal and firstg CRS-CCR-INPE-MCTI-GOV-BR and y 2014 and not dissemination websci and issn *>.
2 referências encontradas buscando em 14 dentre 15 sites.
Eventualmente nem todas as referências esperadas puderam ser exibidas porque o acesso a pelo menos um site falhou.
Data e hora local de busca: 23/10/2020 02:56.
Tipo da ReferênciaJournal Article
Identificador8JMKD3MGP5W34M/3GJ6MKH
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2014/06.30.13.55
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2014/06.30.13.55.21
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
Rótuloself-archiving-INPE-MCTI-GOV-BR
ISSN0560-4613
1808-0936
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoBerraFontKupl:2014:CoReEs
Autor1 Berra, Elias Fernando
2 Fontana, Denise Cybis
3 Kuplich, Tatiana Mora
Identificador de Curriculo1
2
3 8JMKD3MGP5W/3C9JJ9P
Grupo1
2
3 CRS-CCR-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1
2
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1
2
3 tatiana.kuplich@inpe.br
TítuloComparação da reflectância espectral e do ivdn dos sensores liss-iii/resourcesat-1 e tm/landsat 5 em povoamento florestal
RevistaRevista Brasileira de Cartografia
Ano2014
Volume66/2
Palavras-Chaveintercalibração, bandas equivalentes, dossel florestal.
ResumoCom o encerramento das atividades do Landsat 5, tem-se buscado satélites cujos sensores apresentem características semelhantes aos da série Landsat. Neste contexto, sensores embarcados na série de satélites Indian Remote Sensing satellites (IRS) surgem como opção. O objetivo deste trabalho foi realizar uma comparação das bandas equivalentes e do IVDN do sensor Linear Imaging Self-Scanner III (LISS-III, a bordo do ResourceSat-1) e do sensor Thematic Mapper (TM, a bordo do Landsat 5) com vistas a avaliar a capacidade de integração entre os sensores. A comparação foi baseada em leitura de pixels localizados dentro de talhões florestais de Pinus elliottii. Os pixels selecionados foram os coincidentes com coordenadas geográfi cas medidas durante inventário florestal. Cenas foram adquiridas com uma diferença de 17 dias entre os dois sensores. Destas, os valores de refl ectância de superfície foram recuperados e o IVDN calculado. Gráficos de dispersão com curvas de regressão ajustadas e coefi cientes de determinação dos dados equivalentes aos dois sensores foram gerados para quantificar as incertezas nestas relações e prover uma avaliação das diferenças entre os sensores. As regressões ajustadas apontaram as bandas do infravermelho médio como as de maior similaridade (R²=0,90 e coeficiente angular de 0,91) e as bandas do verde como tendo a maior diferença (R²=0,67 e coeficiente angular de 0,63). O IVDN, com R² de 0,86 e coeficiente angular de 0,92, apresentou as menores diferenças relativas entre os sensores. Conclui-se que o LISS-III é uma alternativa válida aos dados TM, contudo, deve-se ter em mente a ocorrência de diferenças devido às características intrínsecas a cada sensor e área de estudo.
Páginas393-406
Tipo SecundárioPRE PN
DivulgaçãoPORTALCAPES
AreaSRE
Nota TerciáriaTrabalho não Vinculado à Tese/Dissertação
Tamanho335 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoComparação da reflectância espectral e do IVDN dos sensores LISS.pdf
Última Atualização2014:06.30.13.55.21 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 administrator
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.03.04.21 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 administrator {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailadriano.petry@crs.inpe.br
e-Mail (login)marciana
Grupo de Usuáriosadriano.petry@crs.inpe.br
marcelo.pazos@inpe.br
marciana
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
marciana
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Estágio do Documentonot transferred
Tipo de Versãopublisher
Política de Arquivamentoallowpublisher allowfinaldraft
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3EUFCFP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 30/06/2014 10:55 1.0 KiB 
Histórico2014-06-30 13:55:21 :: adriano.petry@crs.inpe.br -> administrator ::
2018-06-04 03:04:21 :: administrator -> marciana :: 2014
Campos Vaziosalternatejournal archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel doi format isbn language lineage mark month nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readpermission rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarytype typeofwork url
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
Tipo da ReferênciaJournal Article
Identificador8JMKD3MGP3W34P/3HK6H3H
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21b/2014/12.19.18.25
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21b/2014/12.19.18.25.12
Sitemtc-m21b.sid.inpe.br
DOI10.5902/2179460X13205
Rótuloself-archiving-INPE-MCTI-GOV-BR
ISSN0100-8307
2179-460X
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoKulmanReiSouPirSau:2014:OcEsRi
Autor1 Kulman, Denilson
2 Reis, Janete Teresinha
3 Souza, Angélica Cargnin de
4 Pires, Carlos Alberto da Fonseca
5 Sausen, Tânia Maria
Identificador de Curriculo1
2
3
4
5 8JMKD3MGP5W/3C9JJ9M
Grupo1 CRS-CCR-INPE-MCTI-GOV-BR
2
3
4
5 CRS-CCR-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
2
3
4
5 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
TítuloOcorrência de Estiagem no Rio Grande do Sul no Período de 1981 à 2011
RevistaCiência e Natura
Ano2014
Volume36
Número3
Mêsset.-dez.
Palavras-Chaveestiagem, ocorrência, Krigagem, espacialização, Drought, occurrence, Kriging, spatialization.
ResumoA estiagem é um fenômeno natural, mas na presença humana vem causando enormes prejuízos socioeconômicos no Estado do Rio Grande do Sul, principalmente, no setor agropecuário. O objetivo principal desse trabalho consiste na espacialização da ocorrência de estiagem no Rio Grande do Sul, no período de 1981 a 2011, utilizando o método da Krigagem. A partir da Krigagem foram gerados três mapas divididos por décadas e um mapa do somatório dos 31 anos, além de um mapa da divisão municipal. Verificou-se que a maior ocorrência de estiagem concentra-se na porção sudoeste do Estado, visível tanto na espacialização pela divisão municipal quanto pelo zoneamento realizado por meio da Krigagem. Levando em consideração a espacialização obtida para todo o período observa-se a diminuição das áreas de grande ocorrência de estiagem no oeste do Estado e das áreas de baixa ocorrência na porção leste do Estado. Com isso, espera-se contribuir no planejamento e investimento visando à diminuição de perdas econômicas, principalmente no setor agropecuário no estado. ABSTRACT: The drought is a natural phenomenon, but the human presence is causing huge socio-economic losses in the state of Rio Grande do Sul, mainly in the agricultural sector. The main objective of this work is the spatialization of the occurrence of drought in the Rio Grande do Sul, in the period 1981-2011, using the Kriging method. As from the Kriging three maps divided for decades and one map of the summation of the 31 years considered were generated, besides a map drawn up using the municipal division. It was found that the higher occurrence of drought is concentrated in the southwestern portion of the state, visible both in the spatialization of the municipal division as the zoning performed through Kriging. Considering the spatialization obtained through of the Kriging for the whole period it is observed the reduction of the areas of high occurrence of drought in west of the state and of the areas of low occurrence in the eastern portion of the state. With this, we expect to contribute in planning and investment, aiming to reducing economic losses, especially in the agricultural sector in the state.
Páginas441– 449
Idiomapt
Tipo de Trabalhojournal article
Tipo SecundárioPRE PN
DivulgaçãoPORTALCAPES
AreaMET
Nota TerciáriaTrabalho não Vinculado à Tese/Dissertação
Tamanho1410 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo Alvo13205-68458-1-PB.pdf
Última Atualização2014:12.19.18.25.12 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 administrator
Última Atualização dos Metadados2018:06.04.03.04.41 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20 administrator {D 2014}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Endereço de e-Mailadriano.petry@crs.inpe.br
e-Mail (login)marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Usuáriosadministrator
adriano.petry@crs.inpe.br
marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m21b/2013/09.26.14.25.20
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Estágio do Documentonot transferred
Tipo de Versãopublisher
Política de Arquivamentoallowpublisher allowfinaldraft
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3EUFCFP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 19/12/2014 16:25 1.0 KiB 
Histórico2014-12-19 18:25:12 :: adriano.petry@crs.inpe.br -> administrator ::
2018-06-04 03:04:41 :: administrator -> marcelo.pazos@inpe.br :: 2014
Campos Vaziosalternatejournal archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel electronicmailaddress format isbn lineage mark nextedition notes orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarytype url
Data de Acesso23 out. 2020
atualizar 
similares