Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <secondaryty pn and ref journal and firstg DOP-CPT-INPE-MCTI-GOV-BR and y 2012 and not dissemination websci>.
3 referências encontradas buscando em 15 dentre 15 sites.
Data e hora local de busca: 02/03/2021 17:57.
Área de identificação
Tipo de ReferênciaJournal Article
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3DC2T3E
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2013/01.10.13.59
Última Atualização2013:01.10.14.00.48 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2013/01.10.13.59.10
Última Atualização dos Metadados2021:01.03.02.53.39 administrator
Chave SecundáriaINPE--PRE/
ISSN0102-7786
Chave de CitaçãoEscobarSelu:2012:ClSiCa
TítuloClassificação Sinótica dos Campos de Pressão Atmosférica na América do Sul e Sua Relação com as Baixas do Chaco e do Noroeste Argentino / Synoptic Classification Of The Atmospheric Pressure Fields Over South America And Its Relation To The Chaco And The Argentinean Northwest Lows
Ano2012
Data de Acesso02 mar. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho956 KiB
Área de contextualização
Autor1 Escobar, Gustavo Carlos Juan
2 Seluchi, Marcelo Enrique
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHP2
Grupo1 DOP-CPT-INPE-MCTI-GOV-BR
2 SSS-CPT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1
2 marcelo.seluchi@cemaden.gov.br
Endereço de e-Mailmarcelo.pazos@inpe.br
RevistaRevista Brasileira de Meteorologia
Volume27
Número3
Páginas365 - 375
Tipo SecundárioPRE PN
Nota SecundáriaB5_CIÊNCIAS_AGRÁRIAS_I B3_ECOLOGIA_E_MEIO_AMBIENTE B3_ENGENHARIAS_I B3_ENGENHARIAS_II B4_ENGENHARIAS_III B4_ENGENHARIAS_IV B2_GEOCIÊNCIAS B1_GEOGRAFIA B1_INTERDISCIPLINAR B4_MATEMÁTICA_/_PROBABILIDADE_E_ESTATÍSTICA B2_PLANEJAMENTO_URBANO_E_REGIONAL_/_DEMOGRAFIA C_QUÍMICA
Histórico2013-01-10 13:59:10 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator ::
2013-01-10 13:59:11 :: administrator -> marcelo.pazos@sid.inpe.br :: 2012
2013-01-10 14:00:49 :: marcelo.pazos@sid.inpe.br -> administrator :: 2012
2021-01-03 02:53:39 :: administrator -> marcelo.pazos@inpe.br :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Palavras-Chaveclassificação sinótica da pressão atmosférica, BNOA, BCH, componentes principais, synoptic classification, NA, CHL, principal components.
ResumoO trabalho apresenta uma classificação dos campos de pressão atmosférica ao nível médio do mar sobre América do Sul, durante as estações de verão e inverno, com o intuito de identificar os principais padrões sinóticos associados à Baixa do Noroeste da Argentina (BNOA) e à Baixa do Chaco (BCH). Para isso, a técnica de Análise de Componentes Principais rotacionadas foi aplicada à serie de reanálises do NCEP para o período 1985-2010. Um segundo objetivo foi determinar as principais frequências de variabilidade relacionadas com a atuação de ambos os sistemas, mediante a utilização do método de Análise Espectral. Os resultados destacam cinco padrões de circulação que representam aproximadamente 80% dos casos analisados. Durante o verão, a BCH, localizada entre o norte da Argentina, Paraguai, Mato Grosso do Sul e o sul da Bolívia, está associada principalmente com dois padrões sinóticos. A BNOA está associada apenas com um padrão sinótico, similar ao campo médio sazonal. Já no inverno, a BCH não aparece, confirmando seu caráter térmico, gerada principalmente pela liberação de calor latente, produto da convecção observada na área de atuação deste sistema. A BNOA também está associada apenas com um padrão sinótico durante esta estação. Este padrão é similar ao obtido no verão, porém representando menor porcentagem de variância e relacionado principalmente com perturbações sinóticas. A análise de frequência mostra que o modo de circulação associado à BCH tem um pico de energia em torno dos 17 dias, enquanto que a BNOA apresenta um pico de energia em torno dos 22 dias durante o verão e um relativo aumento da variabilidade sinótica no inverno. ABSTRACT: This work performs a classification of sea level pressure fields for South America during summer and winter, in order to identify the main synoptic patterns associated with the Northwestern Argentinean Low (NAL) and the Chaco Low (CHL). To this purpose, the Principal Component Analysis technique in rotated mode was applied to the NCEP reanalysis for the period from 1985 to 2010. A second objective was to determine the main variability frequencies related to both systems, by employing Spectral Analysis. The results provide five circulation patterns, representative of about 80% of all cases. During summer, the CHL, located between northern Argentina, Paraguay, Bolivia and southern MS, is mainly associated with two synoptic patterns. The NAL is associated with a single synoptic mode, similar to the seasonal mean field. During winter, the CHL is not recognized, in agreement with its thermal nature related to latent heat released by tropical convection. The NAL is also associated with a unique synoptic mode during this season. This mode is similar to that obtained in the summer and is also related to synoptic scale disturbances but explaining a lesser percentage of variance. The Frequency Analysis show that the circulation mode associated to the CHL has an energy peak at around 17 days, while the NAL has an energy peak around 22 days in summer and a relative increase of synoptic variability in winter.
AreaMET
Arranjo 1INPE > Produção > DIDOP > Classificação Sinótica dos...
Arranjo 2INPE > Produção > SESSS > Classificação Sinótica dos...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 10/01/2013 11:59 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3DC2T3E
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3DC2T3E
Grupo de Usuáriosadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Grupo de Leitoresadministrator
marcelo.pazos@inpe.br
Visibilidadeshown
Política de Arquivamentoallowpublisher allowfinaldraft
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhoiconet.com.br/banon/2006/11.26.21.31
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/43SQKNE
8JMKD3MGPCW/43SRFME
DivulgaçãoPORTALCAPES; SCIELO.
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
Campos Vaziosalternatejournal archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel doi format isbn label language lineage mark month nextedition notes orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project rightsholder secondarydate session shorttitle sponsor subject targetfile tertiarymark tertiarytype typeofwork url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)marcelo.pazos@inpe.br
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaJournal Article
Sitemtc-m16d.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP7W/3CLB3E5
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.17.13.35
Última Atualização2012:09.17.13.41.59 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m19/2012/09.17.13.35.01
Última Atualização dos Metadados2021:01.02.22.17.25 administrator
Chave SecundáriaINPE--PRE/
ISSN0102-7786
Chave de CitaçãoMendonçaSouAndSilFer:2012:EsFlCa
TítuloEstimativa do fluxo do calor sensível utilizando o algoritmo sebal e imagens modis para a região norte fluminense, RJ
Ano2012
MêsMar.
Data de Acesso02 mar. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho848 KiB
Área de contextualização
Autor1 Mendonça, José Carlos
2 Sousa, Elias Fernandes de
3 André, Romísio Geraldo Bouhid
4 Silva, Bernardo Barbosa da
5 Ferreira, Nelson de Jesus
Grupo1
2
3
4
5 DOP-CPT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Laboratório de Meteorologia, Universidade Estadual Norte Fluminense (LAMET/UENF), Macaé, RJ, Brasil
2 Laboratório de Engenharia Agrícola (LEAG/UENF), Campos dos Goytacazes, RJ, Brasil
3 Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Brasília, DF, Brasil
4 Departamento de Ciências Atmosféricas, Universidade Federal de Campina Grande (DCA/UFCG), Campina Grande, PB, Brasil
5 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
RevistaRevista Brasileira de Meteorologia
Volume27
Número1
Páginas85 - 94
Tipo SecundárioPRE PN
Nota SecundáriaB5_CIÊNCIAS_AGRÁRIAS_I B3_ECOLOGIA_E_MEIO_AMBIENTE B3_ENGENHARIAS_I B3_ENGENHARIAS_II B4_ENGENHARIAS_III B4_ENGENHARIAS_IV B2_GEOCIÊNCIAS B1_GEOGRAFIA B1_INTERDISCIPLINAR B4_MATEMÁTICA_/_PROBABILIDADE_E_ESTATÍSTICA B2_PLANEJAMENTO_URBANO_E_REGIONAL_/_DEMOGRAFIA C_QUÍMICA
Histórico2012-09-17 13:35:01 :: marciana -> administrator ::
2012-09-17 13:35:01 :: administrator -> marciana :: 2012
2012-09-17 13:45:25 :: marciana -> administrator :: 2012
2012-09-21 12:03:04 :: administrator -> marciana :: 2012
2012-12-26 11:36:17 :: marciana -> administrator :: 2012
2021-01-02 22:17:25 :: administrator -> simone :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Tipo de Versãopublisher
ResumoNeste estudo foram utilizadas imagens do sensor MODIS e o SEBAL na avaliação de duas proposições para a estimação do fluxo de calor sensível (H), baseadas na seleção dos pixels âncoras utilizados na determinação da diferença da temperatura à superfície (dT). Denominou-se H-CLÁSSICO, a proposição que utilizou pixels com temperaturas extremas, e H-PESAGRO, aquela que adotou o pixel frio para a menor temperatura e o pixel quente para o valor de H obtido como resíduo da equação de Penman-Monteith (FAO56), estimado com dados observados em uma estação agrometeorológica. Os resultados de H estimados pelas duas proposições foram comparados com valores de H obtidos pelo Balanço de Energia (Razão de Bowen) sobre uma área cultivada com cana-de-açúcar. Com os resultados obtidos pode-se concluir que a proposição H-PESAGRO necessitou de um menor número de interações para a estabilização dos valores da resistência aerodinâmica (rah) e que os resultados, estimados com a proposição H-CLÁSSICA, apresentaram valores 58,35 % mais elevados do que os estimados pela H-PESAGRO. Quando comparados com os valores de H estimados pelo método da razão de Bowen sobre o pixel da cana-de-açúcar, os coeficientes de correlação foram r = 0,54 e r = 0,71, respectivamente, para as proposições H-CLÁSSICA e H-PESAGRO.
AreaMET
Arranjo
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/09/2012 10:35 1.0 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP7W/3CLB3E5
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP7W/3CLB3E5
Idiomapt
Arquivo Alvoa09v27n1.pdf
Grupo de Usuáriosadministrator
marciana
Grupo de Leitoresadministrator
marciana
Visibilidadeshown
Política de Arquivamentoallowpublisher allowfinaldraft
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02.53
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/43SQKNE
DivulgaçãoPORTALCAPES; SCIELO.
Acervo Hospedeirosid.inpe.br/mtc-m19@80/2009/08.21.17.02
Área de notas
Campos Vaziosalternatejournal archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel doi e-mailaddress electronicmailaddress format isbn keywords label lineage mark nextedition notes orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project resumeid rightsholder secondarydate session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype typeofwork url
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 
Área de identificação
Tipo de ReferênciaJournal Article
Siteplutao.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
IdentificadorJ8LNKAN8RW/3D53QCS
Repositóriodpi.inpe.br/plutao/2012/11.28.17.33.24
Última Atualização2013:01.16.17.59.09 marciana
Metadadosdpi.inpe.br/plutao/2012/11.28.17.33.25
Última Atualização dos Metadados2021:01.02.22.16.44 administrator
Chave SecundáriaINPE--PRE/
DOI10.1590/s0102-77862012000100009
ISSN0102-7786
Rótulolattes: 4115926760183892 3 MendonçaSouFerAndSil:2012:EsFlCa
Chave de CitaçãoMendonçaSouFerAndSil:2012:EsFlCa
TítuloEstimativa do fluxo do calor sensível utilizando o algoritmo SEBAL e imagens MODIS para a região Norte Fluminense, RJ
Ano2012
Data de Acesso02 mar. 2021
Número de Arquivos1
Tamanho832 KiB
Área de contextualização
Autor1 Mendonça, José Carlos
2 Sousa, Elias Fernandes de
3 Ferreira, Nelson Jesuz
4 André, Romísio Geraldo Bouhid
5 Silva, Bernardo Barbosa da
Grupo1
2
3 DOP-CPT-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1
2
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1
2
3 nelson.ferreira@cptec.inpe.br
Endereço de e-Mailnelson.ferreira@cptec.inpe.br
RevistaRevista Brasileira de Meteorologia
Volume27
Número1
Páginas85-94
Tipo SecundárioPRE PN
Histórico2012-11-28 23:06:32 :: lattes -> administrator :: 2012
2012-12-26 11:32:12 :: administrator -> marciana :: 2012
2013-01-16 18:01:18 :: marciana -> administrator :: 2012
2021-01-02 22:16:44 :: administrator -> marciana :: 2012
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Tipo do ConteudoExternal Contribution
Tipo de Versãopublisher
Palavras-Chavesensoriamento remoto, balanço de energia, agrometeorologia, SEBAL, remote sensing, energy balance, agrometeorology, SEBAL.
ResumoNeste estudo foram utilizadas imagens do sensor MODIS e o SEBAL na avaliação de duas proposições para a estimação do fluxo de calor sensível (H), baseadas na seleção dos pixels âncoras utilizados na determinação da diferença da temperatura à superfície (dT). Denominou-se H-CLÁSSICO, a proposição que utilizou pixels com temperaturas extremas, e H-PESAGRO, aquela que adotou o pixel frio para a menor temperatura e o pixel quente para o valor de H obtido como resíduo da equação de Penman-Monteith (FAO56), estimado com dados observados em uma estação agrometeorológica. Os resultados de H estimados pelas duas proposições foram comparados com valores de H obtidos pelo Balanço de Energia (Razão de Bowen) sobre uma área cultivada com cana-de-açúcar. Com os resultados obtidos pode-se concluir que a proposição H-PESAGRO necessitou de um menor número de interações para a estabilização dos valores da resistência aerodinâmica (rah) e que os resultados, estimados com a proposição H-CLÁSSICA, apresentaram valores 58,35 % mais elevados do que os estimados pela H-PESAGRO. Quando comparados com os valores de H estimados pelo método da razão de Bowen sobre o pixel da cana-de-açúcar, os coeficientes de correlação foram r = 0,54 e r = 0,71, respectivamente, para as proposições H-CLÁSSICA e H-PESAGRO. ABSTRACT: ESTIMATIVE OF SENSIBLE HEAT FLUX (H) IN NORTH FLUMINENSE REGION, RJ, USING MODIS PRODUCTS AND SEBAL ALGORITHM Images from the MODIS and SEBAL algorithm were used to evaluate two proposals for estimating sensible heat flux (H) based on the selection of anchor pixels used to determine the surface temperature difference (dT). The proposition in which pixels with extreme temperatures were used was called H-CLASSIC. The other one H-PESAGRO adopted for cold pixels the lowest temperature and for the hot pixels the value of H as a residue of the equation of Penman-Monteith FAO 56, using observed data from agrometeorological station. The results showed that the H-PESAGRO required a smaller number of interactions for the stabilization of the aerodynamic resistance (rah) values. H- CLASSIC estimated values were 58.35% higher than the estimated by H-PESAGRO. The estimated H values using Bowen ratio when compared with the sugar cane pixels presented correlation coefficients of r = 0.54 and r = 0.71 for the Propositions H-CLASSIC and H-PESAGRO, respectively.
AreaMET
Arranjo
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreementnão têm arquivos
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/J8LNKAN8RW/3D53QCS
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/J8LNKAN8RW/3D53QCS
Idiomaen
Arquivo Alvoa09v27n1.pdf
Grupo de Usuárioslattes
marciana
Visibilidadeshown
Política de Arquivamentoallowpublisher allowfinaldraft
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/43SQKNE
DivulgaçãoPORTALCAPES; SCIELO.
Acervo Hospedeirodpi.inpe.br/plutao@80/2008/08.19.15.01
Área de notas
NotasSetores de Atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
Campos Vaziosalternatejournal archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel format isbn lineage mark mirrorrepository month nextedition orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup readpermission resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype typeofwork url
Área de controle da descrição
e-Mail (login)marciana
atualizar