Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <size * and not readpermission, deny and firstgroup, *ETE-INPE-MCTI-GOV-BR and {{year, 2014 and {referencetype, Journal or referencetype, Book or secondaryty MAN or secondarytype, NTC or secondarytype, PUD or {referencetype, Report and not secondarytype, TAE} or {referencetype, Conference and not booktitle, Resumos and not booktitle, Abstracts} or referencetype, Program}} or {referencetype, Source and not nextedition, * and repos */2014/* and {not year, * or year, 2014}}} or {date, 2014 and referencetype, Thesis and {course CMC-ETES-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR or course CMS-ETES-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR or course CSE-ETES-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR or course PCP-ETES-SPG-INPE-MCTI-GOV-BR}}>.
109 referências foram encontradas buscando em 15 dentre 15 sites
(este total pode incluir algumas duplicadas - para ver a conta certa clique no botão Mostrar Todas).
As 10 mais recentes estão listadas abaixo.
Data e hora local de busca: 24/11/2020 13:18.

Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42R6HJ2
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.10.13.57
Última Atualização2020:07.10.13.57.32 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.10.13.57.32
Última Atualização dos Metadados2020:07.10.13.57.32 simone
Chave de CitaçãoCostaPradMora:2014:CáVaEl
TítuloCálculo da variação dos elementos orbitais de satélites lunares devido à distribuição não uniforme de massa da Lua
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos2
Tamanho2002 KiB
Área de contextualização
Autor1 Costa, Maria Lívia Galhego Thibes Xavier da
2 Prado, Antonio Fernando Bertachini de Almeida
3 Moraes, Rodolpho Vilhena de
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JGJA
Grupo1
2 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Endereço de e-Mail do Autor1 livia.thibes@gmail.com
2 prado@dem.inpe.br
3 rodolpho.vilhena@gmail.com
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas33
Palavras-Chavesatélites lunares, elementos orbitais.
ResumoSe ignorarmos a existência de perturbações, um veículo espacial, sujeito exclusivamente à atração gravitacional de um corpo central, desenvolve uma trajetória cônica fixa em um plano fixo. Em outras palavras, sua órbita possui elementos keplerianos constantes. Em aplicações reais, quando forças perturbativas são consideradas - para este trabalho, forças que derivam de um potencial gravitacional - os parâmetros que descrevem a órbita são funções do tempo. Através dos polinômios de Legendre e das equações planetárias de Lagrange, podemos descrever o potencial gravitacional e obter as variações temporais de tais parâmetros. Da comparação entre a variação dos elementos angulares de órbitas de satélites artificiais terrestres e lunares, provocada pela distribuição não uniforme de massa dos corpos centrais (Terra e Lua, respectivamente), para o caso terrestre, constata-se que os harmônicos de menor ordem e grau são mais significativos em ordem de grandeza. Consequentemente, para certas aplicações de satélites artificiais terrestres, é suficiente considerar apenas os dois ou três primeiros termos do potencial, para estudarmos, por exemplo, a variação dos elementos angulares. Entretanto, no caso lunar, não existe uma correspondência ordenada entre a ordem dos harmônicos e as suas magnitudes, portanto, também, vários termos do potencial devem ser considerados no cálculo destas variações para uma melhor aproximação. No presente trabalho, o cálculo das variações seculares para o argumento do pericentro (ω), longitude do nodo ascendente (Ω) e anomalia média (M) é refinado, analisando, além de J2 e J4, os termos quadráticos envolvendo os harmônicos J2, J4 e J6 do potencial perturbador. Verificamos, novamente, que a influência de considerarmos mais harmônicos no cálculo da variação dos elementos orbitais é maior para o caso de satélites lunares do que para satélites artificiais terrestres, obtendo valores cada vez mais relevantes. Simulações são feitas considerando órbitas prógradas e retrógradas, com altas e baixas excentricidades e inclinações. Os casos de órbitas congeladas e heliossíncronas também são analisados.
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 10/07/2020 10:57 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoMaria Lívia Galhego T. X. da Costa.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42R34QS
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.09.18.58
Última Atualização2020:07.09.18.58.39 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.09.18.58.39
Última Atualização dos Metadados2020:07.09.18.58.39 simone
Chave de CitaçãoMorganKugaZana:2014:DeImCá
TítuloDesenvolvimento e implementação do cálculo recursivo do geopotencial de altíssima ordem e grau para aplicações espaciais
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho660 KiB
Área de contextualização
Autor1 Morgan, Leonardo
2 Kuga, Hélio Koiti
3 Zanardi, Maria Cecília F. P. S.
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHC9
Grupo1
2 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Estadual Paulista (UNESP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Endereço de e-Mail do Autor1 leomorgan_@hotmail.com
2 helio.kuga@inpe.br
3 cecilia@feg.unesp.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas38
Palavras-Chavecalculo recursivo, aplicações espaciais.
ResumoO objetivo deste trabalho é a implementação e análise de precisão de um algoritmo para o cálculo da aceleração do geopotencial baseado na soma de Clenshaw. Os trabalhos estão sendo implementados no software MATLAB, por ser uma linguagem própria e eficiente para os cálculos necessários. Inicialmente o projeto consiste na criação de um algoritmo que calcula, com altíssima precisão, a variação do geopotencial devido à deformidade terrestre em determinado ponto, com o método recursivo de Clenshaw para os polinômios de Legendre e suas normalizações, além da normalização das expressões do seno e cosseno do ângulo da latitude, e os coeficientes harmônicos esféricos da EGM96 (Earth Gravitacional Model 1996). Com tais expressões aplicadas a recursividade das mesmas, pôde-se implementar métodos computacionais mais eficientes, com os graus dos polinômios atingindo a ordem de até 360, sem perder a precisão ou a eficiência numérica. Em continuidade, foi feita uma análise dos resultados do geopotencial sem a interferência do coeficiente harmônico J(2,0), que corresponde ao maior harmônico, avaliando-se, assim, a influências dos demais coeficientes do EGM 96 na Terra, assim como o comportamento dos polinômios de Legendre no geopotencial terrestre. A partir desta análise, criou-se algumas imagens do formato terrestre, multiplicando os coeficientes por fatores de alta ordem para poder ressaltar a influência dos mesmos no potencial, também foi criada o formato conhecido como geóide, que indica uma aproximação real do formato da Terra. Além disso, pôde-se realizar a integração do programa para uma órbita conhecida, utilizando os métodos numéricos RK4 (Runge Kutta de 4ª ordem), a órbita estudada foi do satélite SCD-I. Deste modo, pôde-se comprovar a funcionalidade do método para o programa espacial brasileiro, e suas aplicações no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais INPE.
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 09/07/2020 15:58 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoLeonardo Morgan.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42QRJP2
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.08.18.27
Última Atualização2020:07.08.18.27.51 administrator
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.08.18.27.51
Última Atualização dos Metadados2020:07.09.14.21.16 administrator
Chave de CitaçãoDenyaHinc:2014:CoPrBa
TítuloConcepção e projeto de uma bancada de testes para injetores de fluídos criogênicos em condições críticas
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho892 KiB
Área de contextualização
Autor1 Denya, Arthur
2 Hinckel, José Nivaldo
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHS5
Grupo1
2 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 arthurdeyna@gmail.com
2 hinckel@dem.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Histórico2020-07-08 18:27:52 :: simone -> administrator ::
2020-07-09 14:17:20 :: administrator :: Concepção e projeto de uma bancada de testes para injetores de fluídos criogênicos em condições críticas ->
2020-07-09 14:19:07 :: administrator :: -> 2014
2020-07-09 14:21:16 :: administrator -> simone :: 2014
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas43
Palavras-Chavebancada de testes, injetores de fluídos criogênicos.
ResumoEste trabalho iniciado em agosto de 2013 tem como objetivo dar continuidade ao projeto de Iniciação Científica em andamento desde 2012, para a concepção e elaboração de um projeto de uma bancada de testes para sistemas de injeção de propelentes de motores foguete a propelentes líquidos. Inicialmente o trabalho em 2012 tratou da busca de material para se ter um melhor embasamento teórico sobre o tema. O trabalho atual consiste no dimensionamento dos principais componentes constituintes da bancada de testes, tais como dimensionamento do tanque principal, tubulação do sistema, etc. Devido o fluído que é utilizado no sistema, os matérias, componentes em geral e as dimensões das tubulações devem receber um cuidado especial na sua escolha a fim de evitar danos ao equipamento e até mesmo ao operador. Sistemas inovadores de propulsão demonstraram a sua boa eficiência no espaço e na sua capacidade para manter e controlar a velocidade de órbita da nave espacial. Fluidos que são gasosos à temperatura ambiente, mas armazenados a temperaturas baixas, ou seja, abaixo do seu ponto de ebulição, são chamados de fluidos criogênicos. As propriedades especiais de um fluido criogênico devem ser consideradas dentro dos aspectos operacionais da bancada. O equipamento consiste basicamente em: Válvula reguladora de pressão, Válvula de abertura, Manômetros; Tanque de dióxido de carbono gasoso, Tanque de dióxido de carbono liquido, Tanque de Nitrogênio líquido, Tanque de Nitrogênio gasoso, Termômetros, Medidor de vazão, Válvula de pressurização, Válvula de segurança, Pressurização do líquido, Válvula de segurança, Reservatório, Válvula reguladora de vazão, Válvula de enchimento do tanque, Válvula de desvio, Purga, Injetor, Bomba de vácuo.
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 08/07/2020 15:27 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoArthur Deyna.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42QRQ38
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.08.19.31
Última Atualização2020:07.08.19.31.55 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.08.19.31.55
Última Atualização dos Metadados2020:07.08.19.31.55 simone
Chave de CitaçãoDeynaHinc:2014:CoPrBa
TítuloConcepção e projeto de uma bancada de testes para injetores de fluídos criogênicos em condições críticas
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho892 KiB
Área de contextualização
Autor1 Deyna, Arthur
2 Hinckel, José Nivaldo
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHHU
Grupo1
2 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 arthurdeyna@gmail.com
2 hinckel@dem.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas43
Palavras-Chavefluídos criogênicos, bancada de testes.
ResumoEste trabalho iniciado em agosto de 2013 tem como objetivo dar continuidade ao projeto de Iniciação Científica em andamento desde 2012, para a concepção e elaboração de um projeto de uma bancada de testes para sistemas de injeção de propelentes de motores foguete a propelentes líquidos. Inicialmente o trabalho em 2012 tratou da busca de material para se ter um melhor embasamento teórico sobre o tema. O trabalho atual consiste no dimensionamento dos principais componentes constituintes da bancada de testes, tais como dimensionamento do tanque principal, tubulação do sistema, etc. Devido o fluído que é utilizado no sistema, os matérias, componentes em geral e as dimensões das tubulações devem receber um cuidado especial na sua escolha a fim de evitar danos ao equipamento e até mesmo ao operador. Sistemas inovadores de propulsão demonstraram a sua boa eficiência no espaço e na sua capacidade para manter e controlar a velocidade de órbita da nave espacial. Fluidos que são gasosos à temperatura ambiente, mas armazenados a temperaturas baixas, ou seja, abaixo do seu ponto de ebulição, são chamados de fluidos criogênicos. As propriedades especiais de um fluido criogênico devem ser consideradas dentro dos aspectos operacionais da bancada. O equipamento consiste basicamente em: Válvula reguladora de pressão, Válvula de abertura, Manômetros; Tanque de dióxido de carbono gasoso, Tanque de dióxido de carbono liquido, Tanque de Nitrogênio líquido, Tanque de Nitrogênio gasoso, Termômetros, Medidor de vazão, Válvula de pressurização, Válvula de segurança, Pressurização do líquido, Válvula de segurança, Reservatório, Válvula reguladora de vazão, Válvula de enchimento do tanque, Válvula de desvio, Purga, Injetor, Bomba de vácuo.
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 08/07/2020 16:31 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoArthur Deyna.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42QRKJ8
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.08.18.37
Última Atualização2020:07.08.18.37.12 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.08.18.37.12
Última Atualização dos Metadados2020:07.08.18.37.12 simone
Chave de CitaçãoMoreiraGermSouz:2014:MoSiAg
TítuloModelagem e simulação do agendamento e despachamento de manobras espaciais por tempo e por eventos
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho1786 KiB
Área de contextualização
Autor1 Moreira, Anna Carolina
2 Germano, André Andreatta
3 Souza, Marcelo Lopes de Oliveira e
Identificador de Curriculo1
2
3 8JMKD3MGP5W/3C9JHP4
Grupo1
2 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
3 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 ETEP Faculdades
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 annac_moreira@hotmail.com
2 andre.germano@embraer.com.br
3 marcelo@dem.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas34
Palavras-Chavemanobras espaciais, agendamento, despachamento.
ResumoEste trabalho, iniciado em Janeiro de 2012, tem como objetivo estudar o agendamento e despachamento de manobras orbitais por tempo e eventos. Usualmente, um satélite artificial necessita ser manobrado para que possa atingir sua órbita final e realizar sua missão, após ser colocado em uma órbita inicial. Esta tarefa é realizada por estações de rastreio no solo. Elas planejam tais manobras espaciais e enviam-nas para o satélite executá-las. Para isto, as estações de rastreio no solo estabelecem o contato com o satélite quando ele passa sobre a região de visibilidade de suas antenas. Uma vez estabelecido o enlace descendente, a estação cria também um enlace ascendente que é utilizado para o envio de telecomandos e a execução de medidas de rastreio (distância e velocidade). Baseadas nestas medidas, as manobras espaciais são calculadas e telecomandos podem ser enviados para o planejamento (=agendamento) e execução (=despachamento) de tais manobras espaciais visando atingir a órbita final. Estes telecomandos serão executados com base nas medidas de tempo disponíveis a bordo; ou em sinais lógicos denotando a ocorrência de eventos internos ou externos ao satélite. Neste trabalho é apresentado o estudo da programação da modelagem e simulação do agendamento e despachamento da Transferência de Hohmann por tempo e por eventos. Posteriormente, o trabalho pretende apresentar a modelagem e simulação do agendamento e despachamento de uma sucessão de manobras espaciais mais realistas de satélites como os do INPE e analisar os resultados obtidos. A ferramenta utilizada para esse estudo é o software Orbiter. Este é um software livre de programação, modelagem e simulação tridimensional de voos espaciais que utiliza a linguagem de programação Lua. O script utilizado possui os cálculos da transferência de Hohmann e dos processos direto e inverso de posicionamento de um satélite implementados. Os resultados obtidos são coerentes com os resultados reais, revelando um software bastante realista e preciso; capaz de calibrar as manobras, visando realizá-las com êxito e não perder o satélite; e prever algumas das falhas que podem vir a ocorrer nas manobras e assim corrigí-las sempre que possível.
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 08/07/2020 15:37 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoAnna Carolina Moreira.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42QMA65
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.50
Última Atualização2020:07.07.18.50.55 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.50.55
Última Atualização dos Metadados2020:07.07.18.50.55 simone
Chave de CitaçãoMatosKugaGarc:2014:EsAtSa
TítuloEstimação de atitude de satélites artificiais com quatérnions
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho764 KiB
Área de contextualização
Autor1 Matos, Nicholas de Freitas Oliveira
2 Kuga, Hélio Koiti
3 Garcia, Roberta Veloso
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHC9
Grupo1
2 DEA-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Estadual Paulista (UNESP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Universidade de São Paulo (USP)
Endereço de e-Mail do Autor1 nicholas.f.matos@hotmail.com
2 hkk@dem.inpe.br
3 robertagarcia@usp.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas35
Palavras-ChaveModificados de Rodrigues, Filtro de Kalman Unscented, estimação de atitude.
ResumoA atitude de veículos espaciais é um fator de grande importância para o sucesso das missões espaciais, sendo um dos problemas relevantes estudados na Engenharia Aeroespacial. A partir disto, muitos trabalhos de pesquisa envolvendo veículos espaciais objetivam-se a buscar métodos que estimem a atitude com maior precisão e que utilizem o mínimo de transformações matemáticas possíveis, diminuindo assim a probabilidade de existirem erros. Sendo assim, em similaridade ao trabalho de doutorado de Garcia (2011), no qual a autora estimou a atitude de satélites artificiais utilizando quatérnions e ângulos de Euler com o Filtro de Kalman Unscented, este trabalho teve como objetivo obter a atitude do satélite CBERS-2 utilizando os Parâmetros modificados de Rodrigues. Os parâmetros de Rodrigues possuem uma relação direta com os quatérnions, evitando possíveis problemas de singularidade que os quatérnions apresentariam. Este trabalho foi iniciado em agosto de 2013 e foi dividido em quatro fases: (I) estudo do modelo matemático dos Parâmetros de Rodrigues (PMR), (II) adaptação dos PMR no algoritmo de estimação de atitude (Garcia, 2011), (III) simulações da estimação da atitude com o filtro de Kalman Unscented e (IV) comparação dos resultados obtidos utilizando PMR com Quatérnions (Matos, 2013) e ângulos de Euler (Garcia, 2011).
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 07/07/2020 15:50 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoNicholas de Freitas Oliveira Matos.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42QM98L
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.39
Última Atualização2020:07.07.18.39.57 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.39.57
Última Atualização dos Metadados2020:07.07.18.39.57 simone
Chave de CitaçãoCastroRicc:2014:EsEsSa
TítuloEstudo da estabilidade de um satélite dual-spin contendo um amortecedor de nutação tipo massa-mola na plataforma
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho1298 KiB
Área de contextualização
Autor1 Castro, Renan Carlos de
2 Ricci, Mário César
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHS5
Grupo1
2 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 FATESF
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 renan_castro2005@hotmail.com
2 mario.ricci@inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas43
Palavras-Chavesatélites, amortecedor.
ResumoO objetivo final deste trabalho, o qual tem prazo para finalização em julho de 2015, é apresentar um estudo sobre a estabilidade de um satélite dual-spin contendo um amortecedor de nutação do tipo massa-mola na plataforma. O satélite dual-spin é de grande interesse para engenharia e tecnologia de satélites. Alguns satélites de sensoriamento remoto e de comunicação possuem partes rotativas que podem ser representadas pelo esquema dual-spin. Essa denominação é dada a satélites que combinam as vantagens de uma plataforma orientada e de um rotor encarregado de manter a rigidez giroscópica. Para efeito de estabilização em torno do eixo de menor momento de inércia um dispositivo dissipador de energia deve ser incluído na parte orientada. As equações do movimento podem ser obtidas pelo método direto de Newton ou pelo método indireto, através da energia cinética total do sistema e utilizando as equações de Lagrange para coordenadas generalizadas e para quase-coordenadas. Até o presente momento foi obtida toda a base teórica necessária para o desenvolvimento do projeto, através de estudos preliminares. Também foram obtidas as três equações não lineares de movimento, para torque externo nulo, usando o método de Newton. O objetivo agora é obter as mesmas equações usando as equações de Lagrange para coordenadas generalizadas e para quase-coordenadas. Às três equações devem ser anexadas mais duas associadas com o torque sobre o rotor e com o balanço de forças no amortecedor, resultando um sistema com 5 equações e 5 incógnitas. A seguir serão obtidas as equações linearizadas em torno das condições nominais de operação. O método de Routh será utilizado para testar a estabilidade do sistema linear e as condições para a estabilidade serão obtidas. Apesar de fornecer subsídios fundamentais para a compreensão da estabilidade em satélites dual-spin a análise desenvolvida até aqui é um pouco restritiva quanto a questão do amortecimento. Para finalizar o trabalho pretende-se, se o tempo assim o permitir, aplicar a abordagem do sumidouro de energia para obter as condições de estabilidade de um satélite dual-spin com dissipação de energia no rotor e na plataforma.
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 07/07/2020 15:39 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoRenan Carlos de Castro.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42QM8NB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.33
Última Atualização2020:07.07.18.33.27 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.33.27
Última Atualização dos Metadados2020:07.07.18.33.27 simone
Chave de CitaçãoPeresRicc:2014:PrSiCo
TítuloProjeto de um sistema de controle de atitude que utiliza um volante de inércia suspenso por dois eixos cardan
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho740 KiB
Área de contextualização
Autor1 Peres, Raphael Willian
2 Ricci, Mário César
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JHS5
Grupo1
2 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 FATESF
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 raphael-peres@hotmail.com
2 mariocesarricci@uol.com.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas39
Palavras-Chavecontrole de atitude, inércia, eixo cardan.
ResumoO objetivo final deste trabalho, o qual tem prazo para finalização em julho de 2015, é aplicar a teoria clássica de controle no projeto de um sistema de controle de atitude de satélites. Pretende-se com este trabalho apresentar os procedimentos de projeto para um sistema de controle de atitude contendo um volante de inércia suspenso por dois eixos cardan (gimbals), para um satélite estabilizado em três eixos numa órbita geoestacionária. A utilização de um volante de inércia com dois eixos cardan é uma opção bastante interessante porque, com apenas um dispositivo, é possível controlar o torque em torno dos três eixos do veículo, através do controle de velocidade da roda e do fenômeno do girotorqueamento com dois graus de liberdade. Se o tamanho da roda e a velocidade são determinados adequadamente é possível cancelar torques cíclicos sem empregar jatos de gás, usando-os apenas periodicamente para cancelar torques de perturbação seculares (que crescem linearmente com o tempo). Nesse sistema, baseado em um volante de inércia, é necessário apenas um sensor de arfagem/rolamento (sensor de Terra) para a manutenção precisa da atitude. Diferentemente de sistemas de controle baseados em expulsão de massa, os quais têm necessidade de utilização contínua de propulsores, além dos sensores de rolamento, arfagem e guinada. Considera-se que o satélite está na trajetória nominal em órbita e, portanto, que a fase de aquisição da atitude já tenha transcorrido. Serão determinados propriedades específicas, leis de controle e parâmetros do sistema com o intuito de anular o torque de perturbação de pressão de radiação e o torque devido ao desalinhamento dos propulsores do sistema de controle de órbita. Será analisada a estabilidade do sistema de controle e serão obtidas respostas para torques de perturbação impulsivos, em degrau e cíclico. Até o presente momento, foi obtida toda a base teórica necessária para o desenvolvimento do projeto através de estudos preliminares. Também foram obtidas as equações não lineares de movimento, partindo do pressuposto que o satélite é um corpo rígido com uma roda de inércia capaz de gerar momento angular internamente, o qual somado com o momento angular do veículo fornece o momento angular total. Os torques que agem sobre o satélite, que foram considerados no modelo, são os torques de distúrbio devido à pressão de radiação solar, torques de desalinhamentos do vetor empuxo dos jatos de gás e o torque devido ao gradiente de gravidade. O objetivo, a partir de agora, é obter as três equações linearizadas para os movimentos de rolamento, arfagem e guinada, em torno das condições nominais e realizar o controle nos três eixos.
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 07/07/2020 15:33 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoRaphael Willian Peres.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42QM86P
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.26
Última Atualização2020:07.07.18.26.43 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.26.43
Última Atualização dos Metadados2020:07.07.18.26.43 simone
Chave de CitaçãoHortaFormPrad:2014:EnPrDi
TítuloCaptura gravitacional: encontros próximos em dinâmica orbital
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos2
Tamanho1413 KiB
Área de contextualização
Autor1 Horta, Raíssa Santos
2 Formiga, Jorge Kennety Silva
3 Prado, Antonio Fernando Bertachini de Almeida
Identificador de Curriculo1
2
3 8JMKD3MGP5W/3C9JGJA
Grupo1
2 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
3 DMC-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 ETEP Faculdades
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 raissa.s.h@hotmail.com
2 jkennety@yahoo.com.br
3 antonio.prado@inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas21
Palavras-ChaveAstrodinâmica, Mecânica Celeste, Captura Gravitacional.
ResumoÉ sabido que para a área espacial, o fenômeno de captura gravitacional temporária em órbitas de satélites artificiais é de extrema importância no planejamento de missões quando se tem objetivo de economizar combustível. Miller e Belbruno (1991), mostra que utilizar captura gravitacional ocasiona uma considerável economia de combustível, para um mesmo nível de energia. Neste estudo estamos interessados em analisar a captura de um veículo espacial dado à mudança de uma órbita hiperbólica com energia positiva ao redor de um corpo celeste, para uma órbita elíptica com energia negativa e mapear regiões onde ocorrem estas capturas com base na variação de energia e distâncias de aproximação da Lua. Utilizando um integrador numérico e baseado no estudo de variação de energia entre os problemas de dois e três corpos, a velocidade relativa do veículo será analisada para se determinar o tempo de influencia gravitacional em torno de um corpo celeste.
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 07/07/2020 15:26 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoRaíssa Santos Horta.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar 
Área de identificação
Tipo da ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/42QM7BH
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.16
Última Atualização2020:07.07.18.16.48 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/07.07.18.16.48
Última Atualização dos Metadados2020:07.07.18.16.48 simone
Chave de CitaçãoPelosiOrla:2014:PrNuAt
TítuloPropagação numérica da atitude de satélites artificiais com quatérnions e torques externos
Ano2014
Data de Acesso24 nov. 2020
Número de Arquivos1
Tamanho1420 KiB
Área de contextualização
Autor1 Pelosi, Tatiane Scarabel
2 Orlando, Valcir
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JJAL
Grupo1
2 CBS-ETE-INPE-MCTI-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Estadual Paulista (UNESP)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 tatiane_pelosi@hotmail.com
2 valcir@ccs.inpe.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Documentoconcluido
Estágio do Documentonot transferred
Transferível1
Número de Páginas58
Palavras-Chaveatitude, satélites artificiais, torques externos.
ResumoEste trabalho envolve a análise da influência de torques externos na atitude de satélites artificiais, com aplicações voltadas para satélites estabilizados por rotação. A atitude do satélite sofre a ação de torques externos, devido à existência de perturbações ambientais, tais como a de origem magnética, a atração da gravidade, o arrasto atmosférico, o potencial elétrico e a incidência da radiação solar. Deste modo o objetivo deste projeto é realizar simulações numéricas a partir das equações do movimento rotacional escritas em termos das componentes da velocidade de rotação e dos quatérnions, incluindo simultaneamente os torques aerodinâmico, gradiente de gravidade, elétrico, magnéticos e o torque devido a força de pressão de radiação solar direta. São utilizados a linguagem FORTRAN e o método de integração numérica de Runge-Kutta. As aplicações são realizadas para os Satélites Brasileiros de Coleta de Dados ambientais, SCD1 e SCD2. Os resultados são apresentados em termos dos ângulos de ascensão reta e declinação do eixo de rotação do satélite e da magnitude da velocidade de rotação. Com o intuito de obter resultados mais precisos que os encontrados em trabalhos anteriores foi considerada a atualização diária na simulação parâmetros que antes eram considerados constantes. Com os dados obtidos pelas simulações numéricas foi possível calcular o ângulo de aspecto solar, utilizando o software EXCEL para ambos os satélites citados a cima.
AreaETES
TipoRDP
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 07/07/2020 15:16 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
Arquivo AlvoTatiane Scarabel Pelosi.pdf
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Área de fontes relacionadas
Repositório Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label language lineage mark nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
atualizar