Resultado da Pesquisa
A expressão de busca foi <{ref Thesis and date 2019 and course *MET-SESPG-INPE-MCTIC-GOV-BR} or {y 2019 and {secondaryt NTC or secondaryt PUD or secondaryt MAN or {ref Report and not secondaryt TAE}} and firstg *CGCPT-INPE-MCTIC-GOV-BR}>.
39 referências foram encontradas buscando em 14 dentre 14 sites
(este total pode incluir algumas duplicadas - para ver a conta certa clique no botão Mostrar Todas).
As 10 mais recentes estão listadas abaixo.
Data e hora local de busca: 31/10/2020 15:52.

Tipo da ReferênciaReport
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3U2SNQ5
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.11.15.14
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.11.15.14.34
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoAndradeChanTche:2019:AnSéTe
Autor1 Andrade, Igor Foti de
2 Chan, Chou Sin
3 Tcheou, Michel Pompeu
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JGRQ
Grupo1
2 DIDMD-CGCPT-INPE-MCTIC-GOV-BR
Afiliação1 Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Endereço de e-Mail do Autor1 igor_foti@live.com
2 chou.sinchan@gmail.com
3 mtcheou@uerj.br
TítuloAnálise das séries temporais das previsões climáticas sazonais do modelo ETA
Ano2019
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Palavras-ChaveModelo ETA.
ResumoO modelo Eta/INPE é um modelo atmosférico, estado da arte baseado em equações de conservação de massa, energia e momentum e é utilizado para obter dados atmosféricos através de previsões. Alguns dos processos atmosféricos representados pelo modelo incluem a precipitação, turbulência atmosférica, os processos de transferência radiativa na atmosfera pelas ondas curtas e longas, os fenômenos de interação entre a atmosfera-vegetação-solo, interação entre atmosfera e oceano, temperatura etc. O modelo é utilizado pelo CPTEC para obter-se diferentes previsões meteorológicas em diversos intervalos de tempo com diferentes resoluções. Todavia, os modelos numéricos de previsão possuem erros de viés sistemáticos e podem se destoar do estado real da atmosfera. Com isso, há interferência no tempo de integração e há a geração de erros. O objetivo deste trabalho é comparar os dados observacionais de precipitação com as previsões do modelo Eta sobre a América do Sul durante o período da estação de Inverno por uma análise estatística. O intuito de fazer a comparação dos resultados é para que futuramente seja feito um arcabouço de correção de viés sistemático das previsões tratando os dados no domínio da frequência, através da transformada de cossenos bidimensional.
Número de Páginas11
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Idiomapt
TipoRPQ
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
AreaMET
Tamanho348 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoIGOR FOTI.pdf
Última Atualização2019:09.11.15.14.34 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:05.13.19.38.56 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone {D 2019}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Permissão de Leituraallow from all
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 11/09/2019 12:14 1.7 KiB 
Histórico2019-09-11 15:14:52 :: simone :: -> 2019
2019-09-11 15:15:25 :: simone -> administrator :: 2019
2020-01-06 11:42:20 :: administrator -> simone :: 2019
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark mirrorrepository nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaThesis
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3UPM47L
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/01.17.12.12
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/01.17.12.12.42
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Chave SecundáriaINPE-18277-TDI/2953
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoSales:2020:PaOcTr
AutorSales, Domingo Cassain
TítuloO papel dos oceanos tropicais no deficit de precipitação sobre a Região Nordeste do Brasil durante o outono austral de 2012 a 2017
Ano2020
BancaPezzi, Luciano Ponzi (presidente)
Coelho, Caio Augusto dos Santos (orientador)
Cavalcanti, Iracema Fonseca de Albuquerque
Camargo, Ricardo de
Sakamoto, Meiry Sayuri
Data2019-12-19
Título AlternativoThe role of tropical oceans in precipitation deficit over the northeast Brazil region during the austral autumn from 2012 to 2017
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Palavras-ChaveNordeste brasileiro, variabilidade interanual de precipitação, modelo de circulação geral da atmosfera, previsão climática sazonal, Northeast Brazil, precipitation interannual variability, atmospheric general circulation model, seasonal climate forecasting.
ResumoEste trabalho analisa o déficit de precipitação na Subregião Norte do Nordeste do Brasil (NNEB) durante o outono austral de 2012 a 2017, por meio de uma análise observacional e de experimentos diagnósticos e prognósticos com o Modelo de Circulação Geral da Atmosfera do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos/Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (MCGA do CPTEC/INPE). O foco do trabalho consiste em responder as seguintes questões: qual o papel dos bacias oceânicas tropicais no déficit de precipitação sobre o NNEB, durante o outono austral de 2012 a 2017? Foi possível prever as anomalias de precipitação no NEB com um mês de antecedência, no período de estudo? Nos experimentos diagnósticos (que prescrevem a TSM observada como condição de limite inferior para o MCGA do CPTEC/INPE), os quais foram desenhados para responder a primeira pergunta, a resposta isolada e combinada das forçantes tropicais das bacias oceânicas sobre a precipitação e outras variáveis atmosféricas (como pressão do nível do mar, circulação de baixos níveis, umidade específica e anomalias de ômega) foram analisadas. Foram encontrados que, para os anos de 2012 e 2013, o Atlântico apresentou-se como a principal forçante oceânica a modular anomalias negativas de precipitação sobre o NEB (para este último ano, o oceano Índico também atuou no sentido de inibir a convecção sobre o NEB). Para os anos de 2014 até 2017, os oceanos Pacífico e Índico atuaram no sentido de modular anomalias negativas de precipitação sobre o NEB, enquanto que o Atlântico modulou anomalias positivas. No experimento prognóstico (que persiste a anomalia de TSM observada em janeiro do ano em estudo até o período de fevereiro a maio do mesmo ano), a resposta das anomalias de precipitação sobre o NNEB foi investigada, tentando antecipar os papéis isolados do oceano Pacífico, do oceano Atlântico (caracterizado por dipolos definidos), bem como a influência combinada das duas bacias oceânicas. Além disso, na tentativa de alcançar condições oceânicas mais próximas da realidade (ao invés de persistir a anomalia de TSM), uma abordagem de decaimento exponencial sobre a anomalia de TSM observada em janeiro foi aplicada para o ano específico de 2015. Em todos os 6 anos, o modelo conseguiu prognosticar déficit de precipitação sobre o NEB. Além desses resultados, foram encontrados três grupos de anos semelhantes: 2012 e 2013 (nos quais as condições oceânicas do Atlântico tropical apresentaram-se como forçante dominante, caso fosse desenvolvido um padrão do tipo dipolo), 2014 e 2017 (onde as condições oceânicas do Atlântico apresentaram-se como as forçantes predominantes na subregião do NNEB, enquanto que as influências da persistência das condições do Pacífico prevaleceram na subregião do SNEB) e 2015 e 2016 (nos quais as condições do Pacífico prevaleceram devido ao desenvolvimento de um El Niño). Os resultados dos experimentos desenvolvidos neste trabalho contribuíram para o entendimento da relação entre as anomalias de TSM e anomalias de precipitação sobre o NNEB, identificando a bacia oceânica responsável pelo déficit de precipitação observado, além de ilustrar o potencial do uso de informações de anomalias de TSM recentemente observadas para forçar o modelo e antecipar déficit de precipitação na perspectiva da previsão climática sazonal. ABSTRACT: This work analyzes the precipitation deficit over the northern part of northeast Brazil (NNEB) during 2012-2017 austral autumn, through an observational analysis and diagnostic and prognostic experiments with the Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos/Instituto National de Pesquisas Espaciais Atmospheric General Circulation Model (CPTEC/INPE AGCM). The focus of the work is to answer the following questions: what is the role of tropical ocean basins in the precipitation deficit over NNEB subregion, during the austral autumn from to 2012 to 2017 period? Was it possible to forecast the precipitation anomalies over NEB one month in advance, during the study period? In the diagnostic experiments (which prescribe the observed SST as a lower boundary condition for the CPTEC/INPE AGCM), which were designed to answer the first question, the isolated and combined response of the tropical forcing of the ocean basins over the precipitation and other atmospheric variables (like, sea level pressure, low level circulation, specific humidity and omega anomalies) were analyze. It was found that, for the years 2012 and 2013, the Atlantic presented as the main ocean forcing to modulate negative precipitation anomalies over NEB (for this last year, the Indian Ocean also acted to inhibit the convection over the NEB). For the years 2014 to 2017, the Pacific and Indian Oceans acted to modulated negative precipitation anomalies over the NEB, while the Atlantic modulated positive anomalies. In the prognostic experiments (which persists the SST anomaly observed in January of the year in study through the February to May of the same year) the precipitation anomalies response over NNEB were investigate trying to anticipate the isolated roles of the Pacific Ocean, Atlantic Ocean (characterized by pre-defined dipoles), as well as the comined influence of the two ocean basins. Additionally, in an attempt to represent ocean conditions closer to reality (instead to the persisting the SST anomaly), an exponential decay approach to the January observed SST anomaly was applied for the specific year of 2015. In all 6 years, the model was able to predict precipitation deficit over the NEB. Three groups of similar years were found: 2012 and 2013 (in which the oceanic conditions of the tropical Atlantic were the dominant forcing, if a dipole pattern were developed), 2014 and 2017 (where the oceanic conditions of the Atlantic presented as the predominant forcing over the NNEB subregion, while the influences of the persistence of Pacific conditions prevailed in the SNEB subregion), and 2015 and 2016 (in which Pacific conditions prevailed due to the development of an El Niño event). The results of the experiments developed in this work contributed to the understanding of the relationship between SST anomalies and precipitation anomalies over the NNEB subregion, identifying the ocean basin responsible for the observed rainfall deficit, in addition to illustrating the potential of using SST anomalies information recently observed to force the model and anticipate precipitation deficit from the perspective of seasonal climate forecasting. The model results contributed for the understanding of the relationship between SST and precipitation anomalies over NNEB by identifying the ocean basin driving the observed precipitation deficit, as well as illustrated the potential for the use of recently observed SST anomaly information to force the model and antecipate the manifested precipitation deficit from the perspective of seasonal climate forecasting.
Número de Páginas312
Idiomapt
Tipo da TeseTese (Doutorado em Meteorologia)
Tipo SecundárioTDI
AreaMET
CursoMET-MET-SESPG-INPE-MCTIC-GOV-BR
Tamanho72911 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Última Atualização2020:03.18.15.28.32 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:03.22.23.14.04 sid.inpe.br/bibdigital@80/2006/04.07.15.50 administrator
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
Endereço de e-Maildomingosales@gmail.com
Grupo de Usuáriosdomingosales@gmail.com pubtc@inpe.br simone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Repositório de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor dos Direitosoriginalauthor yes
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F35TRS
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas (1).pdf 18/03/2020 08:17 176.0 KiB 
originais/Avaliação final pag 01 e 02 de Domingo Cassain Sales - MET.pdf 18/03/2020 08:56 762.5 KiB 
originais/INPE_Thesis_CASSAIN_DC.pdf 17/02/2020 08:08 70.4 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/01/2020 10:12 1.7 KiB 
autorizacao.pdf 18/03/2020 12:28 1.0 MiB
Histórico2020-01-17 12:12:42 :: domingosales@gmail.com -> pubtc@inpe.br ::
2020-01-20 16:40:21 :: pubtc@inpe.br -> domingosales@gmail.com ::
2020-02-11 15:38:22 :: domingosales@gmail.com -> pubtc@inpe.br ::
2020-02-11 16:46:50 :: pubtc@inpe.br -> domingosales@gmail.com ::
2020-02-13 09:20:40 :: domingosales@gmail.com -> pubtc@inpe.br ::
2020-02-13 10:22:39 :: pubtc@inpe.br -> domingosales@gmail.com ::
2020-02-16 16:14:00 :: domingosales@gmail.com -> pubtc@inpe.br ::
2020-03-18 17:36:43 :: pubtc@inpe.br -> simone ::
2020-03-18 17:37:07 :: simone :: -> 2020
2020-03-18 17:37:07 :: simone -> administrator :: 2020
2020-03-18 18:23:08 :: administrator -> simone :: 2020
2020-03-18 18:46:21 :: simone -> administrator :: 2020
2020-03-18 18:47:46 :: administrator -> simone :: 2020
2020-03-18 18:48:24 :: simone -> administrator :: 2020
2020-03-22 23:14:04 :: administrator -> :: 2020
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readergroup resumeid secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
similares 
Tipo da ReferênciaThesis
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3UN8M8L
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2020/01.08.12.57
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2020/01.08.12.57.22
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Chave SecundáriaINPE-18269-TDI/2945
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoRocha:2020:AvAtAl
AutorRocha, Raphael Moura
TítuloAvaliação da atribuição de altura ao vento estimado pelo sensor ABI/GOES-16 na América do Sul
Ano2020
BancaSapucci, Luiz Fernando (presidente)
Negri, Renato Galante (orientador)
Coelho, Simone Marilene Sievert da Costa
Gonçalves, Weber Andrade
Data2019-11-19
Título AlternativoAssessment of satellite winds height assignment for ABI/GOES-16 for South America
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Palavras-Chavesatélite, vento, AMV, GOES-16, ABI, satellite, wind.
ResumoA estimativa por satélite da altura do topo de nuvens é uma variável auxiliar essencial para a derivação de ventos por satélite, comumente conhecidos no inglês como Atmospheric Motion Vectors (AMVs), que são posteriormente assimilados em modelos numéricos de tempo para fornecer um diagnóstico da atmosfera. Um importante condutor da incerteza dos AMVs é a sua altura, estimada por diferentes algoritmos de acordo com as capacidades de cada satélite. O objetivo deste estudo foi avaliar os algoritmos de atribuição de altura operacional para AMVs utilizados no Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) para o Geostationary Operational Environmental Satellite versão 16 (GOES-16), que está operacional em 75,2 Oeste desde dezembro de 2017. A derivação dos produtos GOES-16 pelo CPTEC fornece sua implementação e adaptação mais rápidas para aplicações na América do Sul. A comparação direta entre os AMVs do CPTEC com os AMVs da National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA), reanálises e radiossondas, para nuvens opacas e para nuvens semitransparentes em diferentes regiões da América do Sul evidencia a consistência e coerência dos produtos gerados pelo CPTEC. ABSTRACT: Satellite estimation of cloud top height is an essential auxiliary variable for the derivation of satellite winds, commonly known as Atmospheric Motion Vectors (AMVs), which are later assimilated into numerical weather models to provide a diagnosis of the atmosphere. An important driver of AMVs uncertainty is their height, estimated by different algorithms according to the capabilities of each satellite. The objective of this study was to evaluate the AMVs height assignment algorithms used operationally in the Weather Forecast and Climate Studies Center (CPTEC) for the 16th version of the Geostationary Operational Environmental Satellite (GOES-16), which is operational in 75.2 West since December 2017. The derivation of GOES-16 products by CPTEC provides their faster implementation and adaptation for applications in South America. The direct comparison between CPTEC AMVs and AMVs from National Oceanic and Atmospheric Administration NOAA, reanalyses and radiosondes, for opaque clouds and for semitransparent clouds in different regions of South America, shows the consistency and coherence of the products generated by CPTEC.
Número de Páginas62
Idiomapt
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Meteorologia)
Tipo SecundárioTDI
AreaMET
CursoMET-MET-SESPG-INPE-MCTIC-GOV-BR
Tamanho22515 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Última Atualização2020:03.20.13.39.02 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:03.22.23.14.04 sid.inpe.br/bibdigital@80/2006/04.07.15.50 administrator
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
Endereço de e-Mailraphaelmrocha@hotmail.com
Grupo de Usuáriospubtc@inpe.br raphaelmrocha@hotmail.com simone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Repositório de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Detentor dos Direitosoriginalauthor yes
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F35TRS
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 20/03/2020 10:35 175.8 KiB 
originais/Avaliação final pag 01 e 02 de Raphael Moura Rocha - MET.pdf 17/03/2020 09:54 315.7 KiB 
originais/dissertacao_2019_banca_v4.pdf 20/01/2020 14:00 21.6 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 08/01/2020 10:57 1.7 KiB 
autorizacao.pdf 20/03/2020 10:38 1.0 MiB
Histórico2020-01-08 12:57:22 :: raphaelmrocha@hotmail.com -> pubtc@inpe.br ::
2020-01-08 15:55:01 :: pubtc@inpe.br -> raphaelmrocha@hotmail.com ::
2020-01-16 04:43:53 :: raphaelmrocha@hotmail.com -> administrator ::
2020-01-16 09:54:39 :: administrator -> pubtc@inpe.br ::
2020-01-16 09:55:19 :: pubtc@inpe.br -> raphaelmrocha@hotmail.com ::
2020-01-16 14:03:10 :: raphaelmrocha@hotmail.com -> pubtc@inpe.br ::
2020-01-16 16:27:48 :: pubtc@inpe.br -> raphaelmrocha@hotmail.com ::
2020-01-20 15:43:11 :: raphaelmrocha@hotmail.com -> administrator ::
2020-03-20 13:21:49 :: administrator -> pubtc@inpe.br ::
2020-03-20 14:52:39 :: pubtc@inpe.br -> simone ::
2020-03-20 14:54:03 :: simone :: -> 2020
2020-03-20 14:54:19 :: simone -> administrator :: 2020
2020-03-22 23:14:04 :: administrator -> :: 2020
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readergroup resumeid secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
similares 
Tipo da ReferênciaThesis
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3ULA5AS
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2019/12.27.13.25
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2019/12.27.13.25.39
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Chave SecundáriaINPE-18276-TDI/2952
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoPadovani:2020:EsSoTe
AutorPadovani, Rafael Vernini
TítuloEstudo sobre tempestades com potencial de gerar desastres naturais no interior do estado de São Paulo, utilizando radares de polarização simples
Ano2020
BancaVila, Daniel Alejandro (presidente)
Orsini, Jose Antonio Marengo (orientador)
Moreira, Demerval Soares (orientador)
Costa, Izabelly Carvalho da
Nascimento, Ernani de Lima
Data2019-12-20
Título AlternativoStudy of thunderstorms with potential to generate natural disasters in the state of São Paulo using simple polarization radars
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Palavras-Chaveradar meteorológico, tempestades, GPM, índice de severidade, desastres naturais, weather radar, storms, severity index, natural disasters.
ResumoEste trabalho teve entre seus objetivos estudar as características de tempestades convectivas que causaram desastres naturais sobre o interior do estado de São Paulo (IESP) a partir de dados de refletividade de radares meteorológicos de polarização simples. Foram selecionados 25 eventos de danos à vida e à propriedade registrados no BDDNI (Banco de Desastres Naturais do IPMET) que ocorreram dentro da área de cobertura dos radares de Bauru (BRU) e Presidente Prudente (PPR). O período de estudo foi de 4 anos, entre 2015 e 2018. Os dados de radar foram avaliados através de uma metodologia de calibração de dados de radares de superfície (GR) comparados com amostragens coincidentes do radar de precipitação (dPR) do satélite GPM. O software TITAN (NCAR) foi utilizado para identificação, análise, rastreio e previsão das tempestades sobre o IESP e, para isso, foram feitos testes de sensibilidade do algoritmo. Também foi feita uma estatística descritiva das tempestades de 4 anos de dados de BRU e PPR. Dos eventos selecionados do BDDNI, 18 deles foram utilizados como controle, 5 como testes e 2 como estudos de caso para avaliação dos padrões dos parâmetros de refletividade VIL, DVIL, VIHM, HMA, MAXZ, ECHOTOP, volume, suas respectivas derivadas temporais, além de FOKR, POH e HMAXZ. Entre os resultados, foi observado que BRU e PPR subestimavam a refletividade em 13 e 11 dBZ, respectivamente, e após análise das flutuações temporais dessas subestimativas, offsets foram aplicados como correção às matrizes 3-D de refletividade. Após os testes de sensibilidade, foram escolhidos a resolução de 1 km x 1 km x 1 km para construção das matrizes 3-D de e o limiar de 40 dBZ e 16 km3 para identificação de células no TITAN. Para BRU e PPR, respectivamente, foi observado que as famílias de tempestades ocorreram em maior parte no verão (49 e 45,9%), com deslocamento preferencial para ESE e que iniciação convectiva ocorreu principalmente no período da tarde. Também foi observado uma relação entre os parâmetros de refletividade média e máxima e topo médio e máximo com as estações do ano e que houve uma correlação entre máximo volume e tempo de duração das famílias de tempestade (0,59 e 0,58) e entre o topo médio e o volume médio (0,57 e 0,56). Para os eventos do BDDNI, foi observado um padrão de "crescimento" ("colapso") de VIL, DVIL e VIHM, e suas derivadas temporais, nos momentos imediatamente anterior (durante) o evento, considerando o horário aproximado, padrão que não foi observado com os outros parâmetros de refletividade. A partir da avaliação do conjunto controle, foi construído um índice de severidade a partir das derivadas temporais de VIL, DVIL e VIHM normalizados. Por conta da heterogeneidade dos eventos, os intervalos entre os percentis de 25% e 75% dos valores nominais desses 3 parâmetros foram utilizados para criar 3 categorias de tempestade que auxiliaram na interpretação do índice dinâmico. Após testes, o índice mostrou-se uma ferramenta objetiva satisfatória para utilização no monitoramento e previsão de tempestades com potencial para gerar desastres naturais. ABSTRACT: This work had among its objectives to study the characteristics of thunderstorms that caused natural disasters in the interior of the state of São Paulo (IESP) from reflectivity data of simple polarization weather radar. Were selected 25 records of damage to life and property events of BDDNI that occurred within the coverage area of the Bauru radars (BRU) and Presidente Prudente (PPR). The study period was 4 years, between 2015 and 2018. Radar data were evaluated using a calibration methodology of ground radar (GR) data compared with coincident sampling of precipitation radar (dPR) of the GPM satellite. TITAN (NCAR) software was used for identification, analysis, tracking and forecasting of storms over IESP and, for this, sensitivity tests of the algorithm were made. Descriptive statistics of 4-year storms from BRU and PPR data were also performed. Of the selected BDDNI events, 18 of them were used as controls, 5 as tests and 2 as case studies to evaluate the patterns of reflectivity parameters VIL, DVIL, VIHM, HMA, MAXZ, ECHOTOP, volume, their respective temporal derivatives, and from FOKR, POH and HMAXZ. Among the results, it was observed that BRU and PPR underestimated reflectivity by 13 and 11 dBZ, respectively, and after analysis of the temporal fluctuations of these underestimates, offsets were applied as a correction to the 3-D reflectivity matrices. After the sensitivity tests, a resolution of 1 km x 1 km x 1 km was chosen for the construction of 3-D arrays and the 40 dBZ and 16 km3 threshold for cell identification in TITAN. For BRU and PPR, respectively, it was observed that storm families occurred mostly in summer (49 and 45.9%), with preferential displacement to ESE and convective initiation occurred mainly in the afternoon. It was also observed a relation between the average and maximum reflectivity parameters and average and maximum top with the seasons of the year and that there was a correlation between maximum volume and duration of storm families (0.59 and 0.58) and between the middle top and the average volume (0.57 and 0.56). For BDDNI events, a VIL, DVIL and VIHM "growth" ("collapse") pattern and their temporal derivatives were observed at the moments immediately preceding (during) the event, considering the approximate time, a pattern that was not observed with the other reflectivity parameters. From the evaluation of the control set, a severity index was constructed from the normalized temporal VIL, DVIL and VIHM derivatives. Due to the heterogeneity of the events, the intervals between the 25% and 75% percentiles of the nominal values of these 3 parameters were used to create 3 storm categories that aided in the interpretation of the dynamic index. After testing, the index proved to be a satisfactory objective tool for use in monitoring and forecasting storms with potential to generate natural disasters.
Número de Páginas158
Idiomapt
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Meteorologia)
Tipo SecundárioTDI
AreaMET
CursoMET-MET-SESPG-INPE-MCTIC-GOV-BR
Tamanho23893 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Última Atualização2020:02.28.15.09.03 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:03.10.21.18.48 sid.inpe.br/bibdigital@80/2006/04.07.15.50 administrator
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
Endereço de e-Mailvernini.rafael@gmail.com
Grupo de Usuáriossimone vernini.rafael@gmail.com
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Repositório de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.20.35
Detentor dos Direitosoriginalauthor yes
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F35TRS
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 28/02/2020 10:01 177.3 KiB 
originais/Avaliação final pag 01 e 02 de Rafael Vernini Padovani - MET.pdf 28/02/2020 10:07 753.2 KiB 
originais/Dissertacao_Rafael_Vernini_Padovani-2.pdf 13/02/2020 11:12 22.5 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 27/12/2019 11:25 1.7 KiB 
autorizacao.pdf 28/02/2020 12:08 1.0 MiB
Histórico2019-12-27 13:25:39 :: vernini.rafael@gmail.com -> administrator ::
2019-12-30 16:20:36 :: administrator -> pubtc@inpe.br ::
2020-03-09 11:49:17 :: pubtc@inpe.br -> simone ::
2020-03-09 11:49:48 :: simone :: -> 2020
2020-03-09 11:50:18 :: simone -> administrator :: 2020
2020-03-10 21:18:48 :: administrator -> :: 2020
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readergroup resumeid secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
similares 
Tipo da ReferênciaThesis
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3UGCJT8
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2019/12.03.12.37   (acesso restrito)
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2019/12.03.12.37.04
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Chave SecundáriaINPE-18259-TDI/2939
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoRodrigues:2020:AnSéHi
AutorRodrigues, Alan Dias
TítuloAnálise da série histórica da radiação solar inferida por satélite via modelo GL 1.2/CPTEC-INPE (1998-2017)
Ano2020
BancaCeballos, Juan Carlos (presidente)
Coelho, Simone Marilene Sievert da Costa (orientadora)
Porfírio, Anthony Carlos Silva
Rosário, Nilton Manuel Évora do
Sena, Elisa Thomé
Data2019-10-10
Título AlternativoAnalysis of the historical series of solar radiation infered by satellite via model GL1.2 / CPTEC-INPE (1998-2017)
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Palavras-Chaveanálise de tendência, homogeneidade, radiação solar, trend analysis, homogeneity, solar radiation.
ResumoOs dados da série de radiação solar descendente na superfície da DSA/CPTEC-INPE abrangem atualmente mais de 20 anos de informações sobre a América do Sul e são inferidos por satélites GOES por meio do Modelo GL1.2. Estas informações são úteis para diversos fins em variadas áreas, por exemplo, para agricultura, arquitetura, energia e meteorologia. Existem diagnósticos e validação deste modelo para períodos restritos de tempo, porém nada que contemple grande parte da extensa série temporal de dados (1998-2017). Os objetivos deste trabalho tiveram a finalidade de explorar os dados de radiação na superfície a partir de estudos de tendência, a fim de compreender o comportamento temporal da série, avaliação da homogeneidade e a estabilidade temporal, e avaliação da qualidade das estimativas por meio da comparação com dados observacionais in situ. Primeiramente, foi levantada uma série de 20 anos de dados de irradiância média mensal, a partir de dados diários, e realizada a verificação dos dados observacionais da rede SolRad-Net e SONDA. As estimativas por satélite GL1.2 foram comparadas com dados medidos nas estações e apresentam boa concordância com a verdade terrestre. Na base diária foi obtido erro médio de 8,4 W.m-2, RMSE médio de 28,3 W.m-2 e coeficiente de determinação médio de 0,85. Na escala mensal encontrouse MBE, RMSE e R2 de 8,7 W.m-2, 19,2 W.m-2 e 0,77, respectivamente. No geral, o modelo apresenta tendência em superestimar a verdade terrestre nas regiões norte, centro-oeste e nordeste por meio das comparações satélite-observações e de forma mais acentuada na região norte nos diagramas de dispersão. A comparação dos resultados do trabalho com outros estudos da literatura corrobora uma boa concordância tanto para escala diária quanto mensal. Os resultados de tendência pelo teste MK mostram que as estatísticas são dominadas por valores positivos não significativos e o Sens slope aponta a existência de tendências de aumento na maioria das estações avaliadas (tendência de 1,47 W.m-2 na média de todas as estações por duas décadas). A homogeneidade dos dados pelo teste SNHT infere que 53,3% dos 90 registros de magnitude máxima tiveram interferência relacionada a desgaste de sensores ou transição de satélites, 38,9% a efeitos do clima e tempo, e os demais não estiveram associados a impactos de sensor e clima. Os dados de irradiância média mensal indicam muito boa estabilidade temporal com mais de 82% das medidas realizadas do coeficiente em baixa variabilidade. Na análise da série histórica de 1998-2017 foi possível observar a partir do desvio padrão da anomalia padronizada haver ligeira tendência de aumento da irradiância média anual neste período e variações associadas a fenômenos climáticos. Além disso, a variabilidade interanual do estado climático da série influencia o nível de radiação solar que atinge a superfície e explica parte dos sinais encontrados na anomalia, tais como: regiões afetadas por seca e com excesso de chuva, ocasionado por impactos dos fenômenos ENOS. Os resultados sugerem que as estações da região norte, centro-oeste, sudeste e sul possuem homogeneidade nos dados depois de 2012. Em geral, os resultados obtidos na pesquisa foram consistentes e proporcionaram o entendimento do comportamento do modelo GL em um período de 20 anos, consequentemente a base de dados mostra boa confiabilidade dos dados de radiação solar. ABSTRACT: The data of the surface descent solar radiation series from the DSA/CPTEC-INPE cover currently more than 20 years of information about South America and are inferred by GOES satellites using the GL1.2 Model. This information is useful for several purposes in different application areas, for example, agriculture, architecture, energy and meteorology. There are Gl1.2 model diagnoses and validation literature studies for restricted periods of time, but none of them cover the extensive temporal data series (1998-2017). This work aims to explore surface radiation data analysing temporal trends, homogeneity and temporal stability. Additionally, it evaluates the quality data by comparing with observational data in situ. Firstly, was collected a series of 20 years of monthly average irradiance data, from daily GL1.2 data, and compared with SolRad-Net and SONDA observational data. The estimates by satellite GL1.2 showed good agreement with terrestrial truth. On a daily basis were obtained average error of 8,4 W.m-2, average RMSE of 28,3 W.m-2 and average coefficient of determination of 0,85. In the monthly scale, it was found MBE, RMSE and R2 of 8,7 W.m-2, 19,2 W.m-2 and 0,77, respectively. In general, the Gl1.2 model tends to overestimate terrestrial truth in the north, midwest, and northeast regions and this overestimation is bigger in the north region. The results found here compared with other literature studies corroborates a good agreement for both daily and monthly scales. The trend results by the MK test show that the statistics are dominated by non-significant positive values and the Sen's slope points to increasing trends in most of the stations evaluated (trend of 1,47 W.m-2 in average of all stations per two decades). The homogeneity of the data by the SNHT test infers that 53,3% of the 90 maximum magnitude records had interference related to sensor degradation or satellite transition, 38,9% to climate and weather effects, and the others were not associated with sensor and climate impacts. The average monthly irradiance data indicate very good temporal stability with more than 82% of the measures performed with coefficient at low variability. In the analysis of the historical series of 1998-2017, it was possible to observe from the standard deviation of the standard anomaly to have a slight tendency of increase of the annual average irradiance in this period and variations associated with climatic phenomena. In addition, the interannual variability of the climatic state of the series influences the level of solar radiation that reaches the surface and explains some of the signs found in the anomaly, such as: regions affected by drought and excess rainfall, caused by impacts of ENSO phenomena. The results suggest that the north, midwest, southeast and south stations have homogeneity in data after 2012. In general, the results obtained in the survey were consistent and provided an understanding of the behavior of the GL model over a period of 20 years, consequently the database shows good reliability of solar radiation data.
Número de Páginas163
Idiomapt
Tipo da TeseDissertação (Mestrado em Meteorologia)
Tipo SecundárioTDI
AreaMET
CursoMET-MET-SESPG-INPE-MCTIC-GOV-BR
Tamanho6189 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Última Atualização2020:02.12.10.15.45 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:02.14.15.45.52 sid.inpe.br/bibdigital@80/2006/04.07.15.50 administrator
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
Endereço de e-Mailaldiro_mic@hotmail.com
Grupo de Usuáriosluis.cpv@hotmail.com pubtc@inpe.br simone
Grupo de Leitoresadministrator luis.cpv@hotmail.com pubtc@inpe.br simone yolanda.souza@mcti.gov.br
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Repositório de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Permissão de Leituradeny from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F35TRS
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas (1).pdf 10/02/2020 08:14 176.7 KiB 
originais/Avaliação final pag 01 e 02 de Alan Dias Rodrigues- MET.pdf 10/02/2020 08:24 786.6 KiB 
originais/Dissertação - Alan Dias Rodrigues - publicacao.pdf 03/12/2019 10:32 5.5 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 03/12/2019 10:37 1.7 KiB 
autorizacao.pdf 10/02/2020 12:08 1.3 MiB
Histórico2019-12-03 12:37:04 :: luis.cpv@hotmail.com -> pubtc@inpe.br ::
2020-02-12 10:53:12 :: pubtc@inpe.br -> simone ::
2020-02-12 10:53:43 :: simone :: -> 2020
2020-02-12 10:53:44 :: simone -> administrator :: 2020
2020-02-14 15:45:52 :: administrator -> :: 2020
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress resumeid rightsholder secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
similares 
Tipo da ReferênciaThesis
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3UAML53
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2019/10.29.16.19.40
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2019/10.29.16.19.41
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Chave SecundáriaINPE-18258-TDI/2938
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoBiscaro:2020:PrFíQu
AutorBiscaro, Thiago Souza
TítuloProcessos físicos que controlam a formação de nuvens rasas e sua evolução à convecção profunda na região central Amazônica
Ano2020
BancaVila, Daniel Alejandro (presidente)
Machado, Luiz Augusto Toledo (orientador)
Fisch, Gilberto Fernando
Albrecht, Rachel Ifanger
Mattos, Enrique Vieira
Data2019-10-07
Título AlternativoPhysical processes controlling shallow clouds formation and their evolution to deep convection over central Amazon
UniversidadeInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
CidadeSão José dos Campos
Palavras-Chavetransição rasa-profunda, ciclo de vida de nuvens, microfísica de nuvens, GoAmazon2014/5, projeto CHUVA, shallow to deep convection, cloud life cycle, cloud mycrophysics, CHUVA project.
ResumoNeste estudo são explorados alguns fatores que controlam o desenvolvimento de nuvens precipitantes no período diurno sobre a bacia Amazônica, especificamente sobre o sítio instrumental do experimento GoAmazon 2014/5 (T3), e seu desenvolvimento para sistemas mais severos e a análise do ciclo de vida destes sistemas, incluindo a evolução dos tipos e conteúdos de hidrometeoros estimados por um radar polarimétrico. A primeira parte do estudo apresenta uma abordagem sobre como a precipitação diurna é modulada pelos eventos noturnos desenvolvidos sobre a Amazônia Central usando dados do GoAmazon2014/5, bem como radar e dados de satélite. Observações locais de ocorrências de nuvens, temperatura do solo, características da camada limite planetária e dados de satélite são usadas para identificar quais mecanismos físicos controlam as chuvas diurnas no Amazonas durante a estação chuvosa e seca. Isto é realizado através da avaliação das propriedades atmosféricas durante os períodos noturnos dos dias anteriores aos eventos de chuva. As observações são tipificadas em duas classes: a) dias sem chuva durante o período noturno e sem chuva durante o período diurno subsequente (NR-NR); e b) dias sem chuva durante o período noturno, mas com chuva observada durante o período diurno subsequente (NR-RR). As comparações entre as transições NR-NR e NR-RR são apresentadas para as estações chuvosa (janeiro a abril) e seca (junho a setembro). Os resultados sugerem que a precipitação diurna da estação chuvosa é modulada principalmente pela cobertura noturna de nuvens e efeitos locais, enquanto que na estação seca a precipitação é controlada principalmente pela circulação em grande escala. Na segunda parte do estudo um algoritmo de rastreio é utilizado para detecção e análise da evolução de núcleos convectivos observados pelo radar banda-S de Manaus. Foi demonstrada a maior predominância de famílias de longa duração na estação seca, assim como uma maior área dos núcleos convectivos, em comparação com a estação chuvosa. O exame das taxas de expansão mostra que durante a estação chuvosa tanto a expansão quanto o decaimento dos núcleos convectivos ocorrem de forma mais intensa. A análise do movimento vertical abaixo de 0 C mostra que há uma linearidade na tendência de aumento da expansão da área dos núcleos com o aumento da intensidade da corrente ascendente. As velocidades verticais observadas com o perfilador de vento se mostram correlacionadas com a taxa de expansão para os casos de núcleos em expansão em ambas as estações, mas com diferentes tempos de resposta - proporcionais as velocidades verticais em cada estação. A análise da classificação de hidrometeoros para cada estágio de desenvolvimento do sistema (expansão, maturação, e decaimento) mostram diferenças sazonais fisicamente coerentes com os outros resultados apresentados. A evolução temporal mostra o impacto da transformação dos hidrometeoros sólidos das camadas superiores em acordo com as observações de velocidades verticais e características esperadas de cada tipo de precipitação (convectiva ou estratiforme) nas estações chuvosa e seca. ABSTRACT: This study explores some of the factors that control the development of daytime precipitation clouds over the Amazon basin, specifically the GoAmazon2014/5 (T3) instrumental site, and their development to severe precipitation and life cycle analysis, including the evolution of hydrometeor types and contents estimated by a polarimetric radar. The first part of the study presents an approach on how daytime precipitation is modulated by night-time events developed over the Central Amazon using GoAmazon2014/5 data, as well as radar and satellite data. Local observations of cloud occurrences, soil temperature, planetary boundary layer characteristics, and satellite data are used to identify which physical mechanisms control daytime rainfall in the Amazon during the wet and dry season. This is accomplished by assessing atmospheric properties during the nocturnal periods of the days prior to rain events. Observations are categorized the observations into two classes: a) days having no rain during the nocturnal period and no rain during the subsequent diurnal period (NR-NR); and b) days having no rain during the nocturnal period, but having rain observed during the subsequent diurnal period (NR-RR). Comparisons between NR-NR and NR-RR transitions are presented for the wet (January to April) and dry (June to September) seasons. The results suggest that wet season diurnal precipitation is modulated mainly by night-time cloud coverage and local effects such as turbulence, while dry season rain events are mainly controlled by large-meso scale circulation. In the second part of the study a tracking algorithm is used to detect and analyze the evolution of convective nuclei observed by the Manaus S-band radar. The higher predominance of long-term families in the dry season is demonstrated, as well as a larger convective nuclei area compared to the wet season. Examination of area expansion rates shows that during the wet season both expansion and dissipation of the convective nuclei occur more intensely. The analysis of vertical movement below 0 C shows that there is a linear relationship between nuclei area expansion and updraft intensity. The vertical velocities observed with the wind profiler are correlated with the expansion rate for cases of expanding cores in both seasons, but with different response times - proportional to the vertical velocities in each season. The hydrometeor classification analysis for each life-cycle stage of the systems (expansion, maturation, and dissipation) shows seasonal differences physically consistent with the other results presented. The temporal evolution shows the impact of the transformation of the upper layer solid hydrometeors in according to the vertical velocities observations and expected characteristics of each type of precipitation (convective or stratiform) in the wet and dry seasons.
Número de Páginas161
Idiomapt
Tipo da TeseTese (Doutorado em Meteorologia)
Tipo SecundárioTDI
AreaMET
CursoMET-MET-SESPG-INPE-MCTIC-GOV-BR
Tamanho15451 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Última Atualização2020:02.10.13.51.06 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:02.11.09.00.51 sid.inpe.br/bibdigital@80/2006/04.07.15.50 administrator
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Espelhourlib.net/www/2017/11.22.19.04.03
Endereço de e-Mailthiago.biscaro@inpe.br
Grupo de Usuáriospubtc@inpe.br simone thiago.biscaro@inpe.br
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Repositório de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.20.35
Detentor dos Direitosoriginalauthor yes
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3F35TRS
Conteúdo da Pasta source
originais/@4primeirasPaginas.pdf 07/02/2020 10:41 177.5 KiB 
originais/Avaliação final pag 01 e 02 de Thiago Souza Biscaro- MET.pdf 07/02/2020 11:55 882.5 KiB 
originais/Tese_INPE_revisada_biscaro2019_v2.pdf 03/12/2019 07:57 13.9 MiB
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 29/10/2019 14:19 1.7 KiB 
autorizacao.pdf 07/02/2020 12:31 996.7 KiB 
Histórico2019-10-29 16:19:50 :: thiago.biscaro@inpe.br -> administrator ::
2019-10-30 18:22:14 :: administrator -> pubtc@inpe.br ::
2019-10-30 18:22:40 :: pubtc@inpe.br -> thiago.biscaro@inpe.br ::
2019-11-27 16:55:25 :: thiago.biscaro@inpe.br -> pubtc@inpe.br ::
2019-11-28 13:10:31 :: pubtc@inpe.br -> administrator ::
2019-11-28 13:12:07 :: administrator -> pubtc@inpe.br ::
2019-11-28 13:12:27 :: pubtc@inpe.br -> thiago.biscaro@inpe.br ::
2019-11-28 14:13:53 :: thiago.biscaro@inpe.br -> pubtc@inpe.br ::
2020-02-10 12:23:57 :: pubtc@inpe.br -> simone ::
2020-02-10 13:53:34 :: simone :: -> 2020
2020-02-10 13:54:00 :: simone -> administrator :: 2020
2020-02-11 09:00:51 :: administrator -> :: 2020
Campos Vaziosacademicdepartment affiliation archivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder creatorhistory descriptionlevel dissemination doi electronicmailaddress format group isbn issn label lineage mark nextedition notes number orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readergroup resumeid secondarydate secondarymark session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
similares 
Tipo da ReferênciaReport
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3UEDKUB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2019/11.21.11.03
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2019/11.21.11.03.50
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Número do RelatórioINPE-18256-PRP/267
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoSetzerSismSant:2019:Ve11Ju
Autor1 Setzer, Alberto Waingort
2 Sismanoglu, Raffi Agop
3 Santos, José Guilherme Martins dos
Identificador de Curriculo1 8JMKD3MGP5W/3C9JGGG
Grupo1 DIDSA-CGCPT-INPE-MCTIC-GOV-BR
2 DIDSA-CGCPT-INPE-MCTIC-GOV-BR
3 DIDSA-CGCPT-INPE-MCTIC-GOV-BR
Afiliação1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 alberto.setzer@inpe.br
2 raffi.agop@gmail.com
3 jgmsantos@gmail.com
TítuloMétodo do cálculo do risco de fogo do programa do INPE - Versão 11, junho/2019
Ano2019
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Palavras-Chaverisco de fogo, queimadas, incêndios florestais, vegetação, fire risk, fire danger, wildfires, forest fires, vegetation.
ResumoEste documento descreve o método de cálculo dos produtos de Risco de Fogo (RF) para queima da vegetação gerados no Programa Queimadas do INPE. O princípio meteorológico para estimar o RF é o de que quanto mais dias seguidos sem chuva em um local, maior o risco de queima da sua vegetação. Adicionalmente, são considerados efeitos locais do tipo da vegetação, da temperatura máxima e umidade relativa mínima do ar diárias, da elevação topográfica e latitude, assim como a presença de fogo na área. Calcula-se o número de dias sem chuva anteriormente ao dia de interesse, até o limite de 120 dias; no caso da ocorrência de precipitação no período, são atribuídos pesos em função da quantidade de chuva e do intervalo até a data do cálculo. Chega-se assim ao número hipotético de dias consecutivos sem chuva, ou Dias de Secura. Temperatura máxima acima de 30 oC e Umidade Relativa mínima abaixo de 40% para o ar aumentam linearmente o RF no dia de interesse; abaixo e acima destes limites, respectivamente, diminuem o RF. A presença de focos de queima detectados por satélites e a elevação topográfica e a latitude locais também aumentam o risco diretamente. São cinco as categorias do RF na escala de 0 a 1: Mínimo, abaixo de 0,15; Baixo, de 0,15 a 0,4; Médio, de 0,4 a 0,7; Alto, de 0,7 a 0,95 e; Crítico, acima de 0.95. As previsões diárias de RF para até cinco dias, e de uma a quatro semanas seguem os mesmos princípios do RF observado, porém utilizando dados de previsões numéricas de tempo. Os mapas de RF gerados e os Fogogramas são apresentados no Portal Queimadas do INPE e enviados em relatórios individuais aos usuários cadastrados. Análises de acerto do RF para as cinco regiões do País são feitas automaticamente com focos de queima detectados por satélites, e os índices de acerto para as classes Média, Alta e Crítica combinadas é superior a 95%. Este documento substitui a versão 20130910_RF_V9.docx, assim como as anteriores. ABSTRACT: This document describes the method used to calculate the vegetation Fire Risk (FR) products at INPE´s Wildfire Monitoring Program. The meteorological principle used is that the higher the number of consecutive days without rain at a place, the higher the risk for burning its vegetation. Additionally considered are local effects of the vegetation type, maximum daily air temperature and minimum relative humidity, topographic elevation and latitude, and also the occurrence of fire in the area. The number of days without rain prior to the day of interest is calculated, up to the limit of 120 days; when rain occurs in the period the amount of precipitation and the interval to the day of the estimate are weighted in the estimates and a hypothetical number of consecutive dry days is obtained. Maximum air temperature above 30ºC and minimum Relative Humidity below 40% increase in a linear mode the FR for the day of interest; below and above those thresholds, respectively, FR is reduced. The local detection of active fires in satellite images, the topographical elevation and the latitude also increase the FR directly. The categories of FR are five in the scale of 0 to 1: Minimum, below 0.15; Low, from 0.15 to 0.4; Average, from 0.4 to 0.7; High, from 0.7 to 0.95 and; Critic, above 0.95. The daily FR forecasts up to five days and from one to four weeks follow the same principles of the observed FR, and are calculated data from numerical weather forecasts. The FR maps and the Firegrams produced are presented at INPE´s Wildfire Monitoring Program Portal and also automatically sent on and individual basis to registered users. Skill analysis of the FR for the five regions of Brazil are automatic using active fires detected by satellite monitoring, and the performance is above 95% for the FR classes of Average, High and Critical. This document replaces the previous 20130910_RF_V9 and all other issued before.
Número de Páginas27
Idiomapt
TipoPRP
AreaMET
ProjetoPrograma queimadas
Tamanho1206 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo Alvopublicacao.pdf
Última Atualização2019:11.21.11.33.35 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:01.06.11.42.23 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 administrator {D 2019}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Endereço de e-Mailluis.cpv@hotmail.com
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriosluis.cpv@hotmail.com
pubtc@inpe.br
simone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Repositório de Direitos Autoraisurlib.net/www/2012/11.12.15.10
Permissão de Leituraallow from all
Conteúdo da Pasta source
originais/20190927_Risco_Fogo_INPE.pdf 13/11/2019 14:32 1.0 MiB
originais/@4primeirasPaginas-10.pdf 21/11/2019 09:25 147.4 KiB 
Conteúdo da Pasta agreement
autorizacao.pdf 21/11/2019 09:33 1.6 MiB
Histórico2019-11-21 11:03:50 :: luis.cpv@hotmail.com -> pubtc@inpe.br ::
2019-11-21 17:10:22 :: pubtc@inpe.br -> simone ::
2019-11-21 17:23:09 :: simone :: -> 2019
2019-11-21 17:30:09 :: simone -> administrator :: 2019
2020-01-06 11:42:23 :: administrator -> simone :: 2019
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder creatorhistory date descriptionlevel dissemination doi edition format isbn issn label lineage mark mirrorrepository nextedition nexthigherunit notes orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress readergroup rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaReport
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3U42RSE
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.18.11.53
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.18.11.53.30
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoRicardoGome:2019:PrVePr
Autor1 Ricardo, Vinícius Rodrigues
2 Gomes, Jorge Luís
Grupo1
2 DIDMD-CGCPT-INPE-MCTIC-GOV-BR
Afiliação1 Faculdade de Tecnologia (FATEC)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 vinicius.rodrigues.ricardo@gmail.com
2 jorgeluisgomes@gmail.com
TítuloPrevisão de vento e precipitação em altissima resolução em região de topografia complexa
Ano2019
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Palavras-Chaveventos, precipitação.
ResumoNeste trabalho avaliou-se a previsão de precipitação e vento da implementação do modelo Eta em altíssima resolução espacial sobre as regiões Sul e Sudeste do Brasil, com enfoque sobre a região de Angra dos Reis. A região de Angra dos Reis, e a região da Serra do Mar como um todo, é caracterizada pela complexa topografia que favorece a formação e na intensificação de tempestades severas que causam altas taxas de precipitação. A proximidade com o mar adiciona grande quantidade de umidade aos sistemas precipitantes. O modelo Eta é um modelo numérico atmosférico complexo em sua representação dos processos físicos e dinâmicos. O modelo foi desenvolvido na Sérvia (Mesinger et al., 1988) e tornado operacional no National Centers for Environmental Prediction (NCEP) (Black, 1994). É um modelo de área limitada em ponto de grade. O nome do modelo é a letra grega η usada para definir a sua coordenada vertical (Mesinger, 1984) que é aproximadamente horizontal mesmo em regiões de topografia. A coordenada η é adequada para uso em regiões de topografia íngreme onde erros numéricos costumam surgir nas coordenadas comumente usadas em modelos atmosféricos. A melhoria na qualidade da previsão é buscada através de métodos dinâmicos, a partir testes de ajustes na dinâmica e física do modelo atmosférico Eta/INPE, e por métodos estatísticos, a partir de correção estatística das previsões. Este projeto tem por objetivo dar apoio ao sistema de emergência da Usina Nuclear de Angra dos Reis. As previsões do modelo Eta em altíssima resolução foram comparadas com os dados de estações na região do entorno da Usina de Angra dos Reis. Foi analisado as variáveis precipitação e intensidade do vento. As simulações de vento do modelo reproduzem razoavelmente as observações capturando os sinais de brisa terrestre e marítima. A simulação da precipitação mostra valores excessivos e com os máximos deslocados com relação a observação, apesar de que a banda de grande escala da precipitação estava bem posicionada.
Número de Páginas9
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Idiomapt
TipoRPQ
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
AreaMET
Tamanho547 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoVINICIUS RODRIGUES.pdf
Última Atualização2019:09.18.11.53.29 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:01.06.11.42.22 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 administrator {D 2019}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Permissão de Leituraallow from all
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 18/09/2019 08:53 1.7 KiB 
Histórico2019-09-18 11:53:47 :: simone :: -> 2019
2019-09-18 11:53:56 :: simone -> administrator :: 2019
2020-01-06 11:42:22 :: administrator -> simone :: 2019
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark mirrorrepository nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber resumeid rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaReport
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3U3RMCL
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.17.13.06
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.17.13.06.32
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoRitaVilaFigu:2019:DeCaAc
Autor1 Rita, Ruan Fagundes
2 Vila, Daniel Alejandro
3 Figueiredo Neto, Mário Lemes de
Grupo1
2 DIDSA-CGCPT-INPE-MCTIC-GOV-BR
3 DIDSA-CGCPT-INPE-MCTIC-GOV-BR
Afiliação1 Faculdade de Tecnologia de Cruzeiro (FATEC)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 ruan.rita@inpe.br
2 daniel.vila@cptec.inpe.br
3 mario.figueiredo@inpe.br
TítuloDesenvolvimento de uma camada de acesso aos dados ambientais e imagens de satélite webservice ambiental
Ano2019
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Palavras-ChaveWeb Service. MVC. REST.
ResumoNeste trabalho, abordamos o desenvolvimento de uma camada padronizada de acesso aos dados ambientais e imagens de satélites, utilizando a tecnologia de Web Service, que tem como objetivo a integração de sistemas entre diferentes aplicações e padrões. Sua estrutura é composta por diversos bancos de dados ambientais, que possuem diferentes estruturas como Imagens de Satélite, Plataformas de Coleta de Dados entre outras aplicações. Para o desenvolvimento da aplicação utilizamos o conceito de MVC para estruturação da aplicação, que está sendo desenvolvida em Java e ainda utilizamos os frameworks VRAPTOR e JERSEY (JAX/RS). O projeto permitirá ao CPTEC/DSA oferecer essa camada de serviço de dados ambientais, permitindo a integração de diferentes aplicações de forma padronizada.
Número de Páginas24
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Idiomapt
TipoRPQ
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
AreaMET
Tamanho2031 KiB
Número de Arquivos1
Arquivo AlvoRUAN FAGUNDES RITA.pdf
Última Atualização2019:09.17.13.06.32 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:01.06.11.42.22 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 administrator {D 2019}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Permissão de Leituraallow from all
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 17/09/2019 10:06 1.7 KiB 
Histórico2019-09-17 13:06:53 :: simone :: -> 2019
2019-09-17 13:07:16 :: simone -> administrator :: 2019
2020-01-06 11:42:22 :: administrator -> simone :: 2019
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark mirrorrepository nextedition nexthigherunit orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber resumeid rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
atualizar 
similares 
Tipo da ReferênciaReport
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3U387AB
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.13.13.18
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.13.13.18.57
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Chave de CitaçãoSilvaSaty:2019:AvPrSu
Autor1 Silva, Maria Luísa Rocha Santos da
2 Satyamurty, Prakki
Identificador de Curriculo1
2 8JMKD3MGP5W/3C9JJ4J
Grupo1
2 CGCPT-CGCPT-INPE-MCTIC-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Endereço de e-Mail do Autor1 malurochasantos@hotmail.com
2 saty.prakki@gmail.com
TítuloAvaliação das previsões subsazonais do modelo ETA na detecção do início da estação chuvosa
Ano2019
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Palavras-Chavemodelo ETA, estação chuvosa.
ResumoEsta pesquisa foi realizada com a finalidade de avaliar as previsões subsazonais do modelo Eta na detecção do início da estação chuvosa na Bacia Hidrográfica do rio São Francisco (BHSF). Avaliou-se também a performance do modelo para representar os fenômenos meteorológicos que ocorrem na região. Nesta etapa do trabalho, foi aplicado um método estatístico para determinar quando o modelo Eta adianta, atrasa ou representa o início da estação chuvosa na região do Baixo São Francisco. Para isso, foram utilizados: i) Modelo Eta aninhado ao BESM (Brazilian Earth System Model), integrado em apenas um membro (iniciado no dia 15 de setembro), no período de 2001 a 2007, resolução horizontal de 40 km e em horizonte sazonal (prazo de integração de 4,5 meses); ii) Modelo Eta aninhado ao CFSR (Climate Forecast System Reanalysis), integrado em apenas um membro (iniciado no dia 01 de setembro), no período de 2011 a 2015, resolução horizontal de 20km e em horizonte subsazonal (prazo de integração de 60 dias); iii) Dados observacionais do MERGE, nos períodos ditados acima. Neste estudo foram consideradas três das quatro regiões fisiográficas da bacia: Alto, Médio e Submédio São Francisco. Os resultados preliminares da avaliação sazonal indicam: i) Na maioria dos anos analisados o modelo consegue representar o início da estação chuvosa ou fica à duas pentada da característica do início da estação chuvosa nas regiões do Alto e Médio São Francisco; ii) Na região do Submédio São Francisco a detecção da pentada não é exata, mas não foge à característica sazonal do período.
Número de Páginas16
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Idiomapt
TipoRPQ
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
AreaMET
Tamanho3402 KiB
Número de Arquivos2
Arquivo AlvoMARIA LUÍSA ROCHA.pdf
Última Atualização2019:09.13.13.18.57 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Última Atualização dos Metadados2020:01.06.11.42.21 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 administrator {D 2019}
Estágio do Documentoconcluido
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
e-Mail (login)simone
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Transferível1
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Estágio do Documentonot transferred
Permissão de Leituraallow from all
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3EUPEJL
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 13/09/2019 10:18 1.7 KiB 
Histórico2019-09-13 13:20:23 :: simone :: -> 2019
2019-09-13 13:20:34 :: simone -> administrator :: 2019
2020-01-06 11:42:21 :: administrator -> simone :: 2019
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark mirrorrepository nextedition orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Data de Acesso31 out. 2020
atualizar 
similares